XP Expert

Governo Federal anuncia programa para reduzir tributação de carros a partir de critérios ambientais | Café com ESG, 26/05

Governo Federal anuncia menor tributação para carros com menores emissões; Mudanças climáticas tendem a elevar inflação global

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Principais tópicos do dia

• O mercado encerrou o pregão de quinta-feira em território positivo, com o Ibov e o ISE em alta de +1,15% e +1,6%, respectivamente.

• No Brasil, o Governo Federal anunciou ontem um novo programa que deve reduzir em até 10,96% a tributação de carros populares, a partir de critérios “sociais, ambientais e de densidade industrial” – segundo o vice-presidente e ministro da Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, quanto mais barato, menos CO2 emitir e mais peças nacionais usar, maior o desconto para o veículo. 

• No internacional, (i) segundo uma pesquisa do Banco Central Europeu publicada esta semana, as mudanças climáticas tendem a elevar a inflação global em até um ponto percentual a cada ano, à medida que os custos dos alimentos sobem – o relatório prevê que, com o aumento das temperaturas, a inflação anual deve subir entre 0,32 e 1,18 ponto percentual até 2035; e (ii) a LG Electronics anunciou o compromisso de redução de 50% na emissão de gases do efeito estufa na fabricação de produtos até 2030, além da adoção de recursos de acessibilidade em toda sua linha até 2025 – com o tema Vida Melhor para Todos (Better Life for All), a companhia dividiu suas iniciativas e visão em três pilares: “para o planeta”, “para as pessoas” e “nosso compromisso”.  

Gostaria de receber os relatórios ESG por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Brasil

Empresas

Petrobras reapresenta pedido para retomar licenciamento de perfuração na Foz do Amazonas

“O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, não perdeu tempo: dois dias após reunião realizada com os ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e do Meio Ambiente, Marina Silva, a companhia reapresentou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nesta quinta-feira (25) pedido para retomar o processo de licenciamento ambiental da perfuração de um poço de petróleo na Bacia da Foz do Amazonas. A medida foi acertada na reunião realizada na terça-feira (23) após o Ibama negar a licença para a perfuração do bloco FZA-M-59, o primeiro da campanha para conhecer o potencial das reservas de petróleo na região. Na quarta-feira (24), a empresa afirmou que atendeu além dos requisitos previstos na legislação e que cumpriu todas as exigências técnicas no processo de licenciamento. O tema ganhou conotações políticas nos últimos dias, inclusive com manifestações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O embate político ficou claro nas posições antagônicas entre Marina e Silveira.”

Fonte: Valor Econômico, 25/05/2023

Justiça afasta presidente da Previ

“O juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Cível do Distrito Federal, acatou os argumentos de uma ação popular apresentada pelo deputado estadual Leonardo Siqueira, do Partido Novo de São Paulo, e determinou o afastamento temporário de João Luiz Fukunaga da presidência da Previ. O motivo: falta de habilidade técnica comprovada para ocupar o cargo. Segundo o juiz, Fukunaga não reuniu provas de que, nas ocupações executivas listadas em seu currículo, tenha cumprido os três anos de experiência mínima que a lei exige para assumir o cargo de direção no fundo dos funcionários do Banco do Brasil. Elogiado pelo ex-presidente da Previ Sergio Rosa, que também fez carreira sindical, e criticado por outros, o sindicalista é alvo de outras ações movidas por ex-funcionários do BB. Existe ainda uma representação no TCU. A Previ deve recorrer da decisão. O fundo do banco público administra R$ 250 bilhões de quase 200 mil participantes. Em sua carteira, estão posições relevantes em algumas das maiores empresas do País, entre elas a Vale, Petrobras e BRF..”

Fonte: Brazil Journal , 26/05/2023

Fundo Baobá e B3 firmam parceria para dar bolsa de estudos a estudantes negros

“O Fundo Baobá, que financia projetos de equidade racial para a população negra no Brasil, acaba de fechar uma parceria com a B3, bolsa de valores do país, para ajudar pessoas negras a cursarem graduação ou pós-graduação, especialmente fora do país. A iniciativa será oficialmente lançada no dia 25, quinta-feira, na B3. Giovanni Harvey, diretor executivo do Fundo Baobá, explica que o objetivo é ajudar alunos que passaram em faculdade, em cursos de graduação ou pós-graduação no exterior, já conseguiram bolsa de estudos, mas não conseguem cursar porque falta dinheiro para os custos básicos de morar fora – estadia, transporte, alimentação, passagens e seguro de saúde. Não há requisito de idade, experiência e nem faculdade específica. Mas é necessário que seja um aluno negro que veio da rede pública de educação ou aluno foi beneficiado com bolsa em escola particular. Ao todo, a B3 vai disponibilizar R$ 1,25 milhão ao todo para a iniciativa, dinheiro que será já depositado no fundo do Baobá e será utilizado ao longo de cinco anos. Neste primeiro ano, 2023, já serão distribuídas cinco bolsas-auxílio que totalizam R$ 125 mil. Ao longo dos próximos anos, o valor disponível para o projeto, assim como o número de bolsas oferecidas aumentará gradualmente.”

Fonte: Valor Econômico, 25/05/2023

Grupo no Ceará estima captar R$ 12 mi para startups com foco no hidrogênio verde

“O Grupo Cenergias e FCJ lançam nesta quinta-feira, 25 de maio, a H2G Tech Ventures. Será uma venture builder, ou seja, organização que atua no desenvolvimento de outras empresas de base inovadora e tecnológica. O foco é em startups do mercado de hidrogênio verde, energias renováveis, descarbonização, indústria 4.0 e ESG e o objetivo inicial é captar R$ 12 milhões com investidores anjo e ao longo de cinco anos. Nos próximos cinco anos, miram em fomentar o crescimento de pelo menos 30 startups, sendo de cinco a sete investidas já no primeiro ano de operação. Portanto, além dos R$ 12 milhões de aporte inicial, para gerar maior escalabilidade para o setor energético, a corporate venture builder vai auxiliar as startups a captar em torno de R$ 120 milhões.”

Fonte: O Povo, 25/05/2023

Politica

Lula se reúne com Marina e Sonia Guajajara após derrotas impostas pelo Congresso na área ambiental

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reúne na manhã desta sexta-feira (26) com as ministras Marina Silva, do Meio Ambiente e Mudança do Clima, e Sonia Guajajara, dos Povos Indígenas. A reunião ocorre após uma ofensiva do Legislativo contra a agenda de proteção ambiental e de povos tradicionais. Também devem participar do encontro os ministros Alexandre Padilha, das Relações Institucionais; Rui Costa, da Casa Civil; Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República; Esther Dweck, da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, além de líderes do governo no Congresso Nacional. Nos últimos dias, os parlamentares retiraram atribuições dos ministérios comandados por Marina e Sonia Guajajara, aprovaram uma medida provisória que afrouxa regras de proteção da Mata Atlântica e deram aval para que tramite em regime de urgência um projeto que pode dificultar a demarcação de terras indígenas..”

Fonte: CNN Brasil, 26/05/2023

Sem detalhes, Governo anuncia incentivos para carros populares ‘que poluem menos’

“O Governo Federal anunciou hoje um novo programa que deve reduzir em até 10,96% a tributação de carros populares, a partir de critérios “sociais, ambientais e de densidade industrial”, nas palavras do vice-presidente e ministro da Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin (PSB), no início da tarde. Pelo discurso, quanto mais barato, menos CO2 emitir e mais peças nacionais usar, maior o desconto para o veículo. Mas, mesmo citada como um dos pontos cruciais da nova política, a eficiência energética teve pouco espaço nas falas de Alckmin a jornalistas no Palácio do Planalto. Não houve detalhes sobre como o programa estimulará “carros que poluem menos”. O anúncio foi feito após reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Alckmin com representantes da indústria automobilística em Brasília. “

Fonte: Capital Reset, 25/05/2023

Internacional

Empresas

LG planeja reduzir emissão de gases do efeito estufa em 50%

“A LG Electronics aproveitou a CES 2023, que aconteceu no início de janeiro, em Las Vegas (EUA) para, além de lançar novas tecnologias e celebrar o aniversário de dez anos das telas OLED, apresentar sua visão ESG, com seus esforços de sustentabilidade. Entre eles está a redução de 50% na emissão de gases do efeito estufa na fabricação de produtos até 2030, quando comparado com os níveis de 2017, e a adoção de recursos de acessibilidade em toda sua linha até 2025. Com o tema Vida Melhor para Todos (Better Life for All), a companhia dividiu suas iniciativas e visão em três pilares: “Para o planeta”, “Para as pessoas” e o “Nosso compromisso”. Esses marcos representam iniciativas atuais e metas a longo prazo. Durante a feira, a LG apresentou também os finalistas de seu prêmio Life’s Good, desafio de inovação criado para divulgar a mensagem da marca e capacitar iniciativas que impactem positivamente pessoas e planeta. O espaço foi construído utilizando materiais ecológicos e as peças de divulgação contavam com transcrição em braile, e foram disponibilizadas em altura confortável para pessoas em cadeiras de rodas.”

Fonte: Terra, 25/05/2023

Fundo norueguês apoia metas climáticas mais rígidas na Chevron e ExxonMobil

“O fundo de riqueza de US$ 1,4 trilhão da Noruega disse nesta sexta-feira que votará a favor de resoluções pedindo que as petroleiras Chevron (CVX.N) e ExxonMobil (XOM.N) adotem metas mais rígidas de redução de gases de efeito estufa. O fundo votaria em propostas de acionistas de ambas as empresas para adotar uma meta de redução de gases de efeito estufa de escopo 3 a médio prazo, contra as recomendações da administração da empresa, disse em seu site. As emissões de Escopo 3 incluem aquelas provenientes do uso dos produtos de uma empresa por clientes e os planos climáticos das empresas petrolíferas têm diferentes abordagens sobre como calculá-las e reduzi-las. A ExxonMobil não estabelece metas do Escopo 3, enquanto a Chevron pretende reduzir a intensidade das emissões do Escopo 3 em 5% entre 2016 e 2028. O fundo norueguês, o maior investidor individual no mercado de ações do mundo, detém uma participação de 0,86% na Chevron e uma participação de 1,13% na ExxonMobil, no final de 2022, os últimos dados do fundo disponíveis. O fundo, que investe as receitas do Estado norueguês com a produção de petróleo e gás, disse no ano passado que adotaria uma linha mais dura com as empresas que não adotam planos climáticos confiáveis..”

Fonte: Reuters, 26/05/2023

Politica

Mudança climática vai elevar inflação na próxima década, diz BCE

“A mudança climática tende a elevar a inflação global em até um ponto percentual a cada ano, à medida que os custos dos alimentos sobem, de acordo com uma nova pesquisa do Banco Central Europeu. Em relatório publicado esta semana, analistas previram que, com o aumento das temperaturas, a inflação anual deve subir entre 0,32 e 1,18 ponto percentual até 2035. Esse aumento vai criar problemas para os consumidores como também para autoridades como o BCE, cuja meta é manter a inflação em 2%. “A mudança climática traz riscos à estabilidade de preços por ter um impacto ascendente na inflação”, disseram os pesquisadores Maximilian Kotz, Friderike Kuik, Eliza Lis e Christiane Nickel.”

Fonte: Exame, 25/05/2023


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Raízen (RAIZ4): Feedback ESG do Raízen Day 2023 (link)
  • Como os investidores institucionais estão vendo o tema ESG? Feedback da nossa rodada de reuniões (link)
  • Hidrogênio Verde (H2V): O combustível do futuro? (link)
  • Brunch com ESG: AMER3 e BBAS3 em destaque; Conferência de Davos chega ao fim (link)
  • Radar ESG | Setor financeiro (BBAS3, BBDC4, BPAC11, B3SA3, ITUB4, SANB11): Sólida performance ESG, com espaço para melhoria na governança (link)
  • Retrospectiva ESG: 12 meses, 12 acontecimentos e 12 relatórios que você não pode perder (link)
  • Novo ano, nova carteira do ISE B3: Tudo o que você precisa saber (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações no nosso portfólio para janeiro (link)
  • Nova resolução da CVM define regras ESG mais rígidas para companhias abertas (link)
  • Radar ESG | Papel e Celulose (SUZB3, KLBN11, RANI3): Bem posicionadas, apesar dos riscos ambientais acima da média (link)
  • Radar ESG | Vestuário Esportivo (SBFG3, TFCO4, VULC3): E no jogo ESG, quem vence? (link)
  • Radar ESG | DASA (DASA3): Bom desempenho ESG, com oportunidades de melhoria (link)
  • ESG: Top 5 tendências para 2023 (link)
  • Carteira ESG XP: Atualizando o nosso portfólio para dezembro (link)
  • COP27 chega ao fim; 5 principais destaques da conferência (link)
  • Copa do Mundo 2022: ESG escalado para entrar em campo? (link)
  • COP27: Três principais mensagens dos primeiros dias (link)
  • Ambev (ABEV3): Feedback webinar ESG; Destravando valor via a sustentabilidade (link)
  • Carteira ESG XP: Atualizando o nosso portfólio para novembro (link)
  • Radar ESG | PetroRio (PRIO3): Desenvolvendo as estratégias para atuar no campo ESG (link)
  • COP27: Um mês para a próxima conferência climática da ONU (link)
  • Aura Minerals (AURA33): Indo a campo; Principais destaques da visita ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Duas alterações para o mês de outubro (link)
  • ESG & Telecom | 5G Insights; Capítulo 4: Como o uso do 5G pode impulsionar a descarbonização? (link)
  • Radar ESG | Eletrobras (ELET3): Mudanças que vêm para o bem; Melhorias ESG também estão por vir (link)
  • Radar ESG | Guararapes (GUAR3): Evoluindo em como vestir essa agenda (link)
  • Radar ESG | Zenvia (ZENV): Dando os primeiros passos na agenda ESG (link)
  • Radar ESG | Frigoríficos brasileiros: Em busca de maior sustentabilidade e melhor governança (BRFS3, JBSS3, MRFG3, BEEF3) (link)
  • ESG: Como os clientes institucionais estão evoluindo no tema? (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações no nosso portfólio para setembro (link)
  • Raio-X das metas de emissões das companhias brasileiras (link)
  • Seleção BDRs ESG​: 15 nomes para exposição internacional ao tema (link)
  • ESG: Três aprendizados da Expert XP 2022 (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações no nosso portfólio para julho (link)
  • Radar ESG | Alupar (ALUP11): Bem posicionada para se beneficiar da tendência da transição energética; esperamos mais por vir (link)
  • Radar ESG | Intelbras (INTB3): Agregando valor através de oportunidades em tecnologia limpa (link)
  • Radar ESG | Grupo Vittia (VITT3): Melhorando a sustentabilidade na agricultura (link)
  • Radar ESG | Mater Dei (MATD3): Já na rota ESG (link)
  • Crédito de Carbono: Governo publica decreto para regulamentar o mercado; Confira nossa análise (link)
  • Reunião com Joaquim Leite, Ministro do Meio Ambiente: Carbono e energia renovável centralizam as discussões (link)
  • Radar ESG | Ambipar (AMBP3): Sobre fazer parte solução (link)
  • Radar ESG | Raízen (RAIZ4): No caminho de um futuro mais verde (link)
  • Radar ESG | Cruzeiro do Sul (CSED3): No caminho certo (link)
  • Radar ESG | Juniores de O&G (RRRP3 e RECV3): Envolvidas com a agenda ESG, enquanto enfrentam ventos contrários ao setor (link)
  • Radar ESG | Petz (PETZ3): A caminho de se tornar uma empresa ESG para cachorro (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no nosso portfólio para abril (link)
  • Seis temas-chave no investimento ESG frente ao conflito Rússia/Ucrânia (link)
  • SEC anuncia proposta para divulgação obrigatória de dados climáticos; Positivo (link)
  • Update ESG | Petrobras (PETR4): Feedback do webinar sobre clima (link)
  • Radar ESG | Telefônica Brasil / Vivo (VIVT3): Conectando-se à agenda ESG (link)
  • Mulheres na liderança: Um olhar sobre a representatividade feminina nas empresas da B3 (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no nosso portfólio para março (link)
  • ISE B3: Um raio-X da nova carteira do Índice de Sustentabilidade da B3 (link)
  • Radar ESG | Panvel (PNVL3): Prescrevendo a agenda ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no portfólio para fevereiro (link)
  • Radar ESG | Omega Energia (MEGA3): Líder em energia renovável, surfando a onda da sustentabilidade (link)
  • Radar ESG | Desktop (DESK3): No início da jornada ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para janeiro (link)
  • Radar ESG | AgroGalaxy (AGXY3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Petrobras (PETR4): E o campo ESG, como a Petrobras está explorando? (link)
  • Radar ESG | Oncoclínicas (ONCO3): Ainda na sala de espera (link)
  • Radar ESG | Aviação Brasil (EMBR3, AZUL4 e GOLL4): Voando pelos ares ESG (link)
  • Radar ESG | Alpargatas (ALPA4): Iniciando a caminhada pela agenda ESG (link)
  • Radar ESG | Kepler Weber (KEPL3): Um começo promissor (link)
  • Radar ESG | TIM (TIMS3): Chamando a agenda ESG (link)
  • ESG: O que moldará os investimentos sustentáveis em 2022? (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para dezembro (link)
  • Radar ESG | Burger King Brasil (BKBR): Espaço para avanço na agenda, mas os planos ambiciosos adiante animam (link)
  • COP26: Implicações do documento final (link)
  • Expo Dubai: Buscando soluções diante de recursos finitos (link)
  • Expo Dubai: Todos os olhos voltados para o futuro da mobilidade (link)
  • Expo Dubai: Tecnologia e sustentabilidade centralizam os destaques do evento nesta terça-feira (link)
  • Expo Dubai: Três principais destaques do evento nesta segunda-feira, dia do Brasil na feira (link)
  • COP26: Um encontro decisivo para conter o aquecimento global (link)
  • Seleção BDRs ESG​: 15 nomes para exposição internacional ao tema (link)
  • Radar ESG | Kora Saúde (KRSA3): Ainda há um caminho a ser percorrido (link)
  • Radar ESG | Empresas de Autopeças: Preparando a estrada ESG; Governança e segurança em primeiro lugar (link)
  • Radar ESG | Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3): O que as empresas de telecomunicações brasileiras têm feito? (link)
  • Radar ESG | Natura&Co. (NTCO3): Não é apenas maquiagem; ESG é uma realidade! (link)
  • Vale (VALE3): Feedback do Webinar ESG; Todos os olhos voltados para a redução de riscos (link)
  • Radar ESG | Totvs (TOTS3): A melhor posicionada no setor de tecnologia sob a cobertura da XP (link)
  • Assembleia Geral da ONU: Cenário climático alarmante centraliza as discussões (link)
  • Amazônia: Entendendo a importância da maior floresta tropical do mundo (link)
  • ESG no centro das discussões; Três principais aprendizados da Expert XP 2021 (link)
  • Radar ESG | Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3): Uma líder em alumínio verde, com forte posicionamento ESG (link)
  • Relatório do IPCC: Um chamado para todos, inclusive para o mercado, frente a um cenário alarmante do clima (link)
  • Radar ESG | WEG (WEGE3): Um player ESG bem equipado para se beneficiar das tendências adiante (link)
  • Radar ESG | Boa Safra (SOJA3): Agenda ESG em produção, semente por semente (link)
  • Água: Onde há escassez, há oportunidade (link)
  • Radar ESG | Positivo (POSI3): Um trabalho em andamento (link)
  • B3 anuncia nova metodologia para o ISE; Positivo (link)
  • Radar ESG | G2D (G2DI33): Abraçando os pilares S e E através do portfólio de investimentos de impacto (link)
  • Ambev (ABEV3): Feedback do evento ESG; Reforçamos nossa visão positiva (link)
  • Radar ESG | Setor de infraestrutura (CCRO3, ECOR3, RAIL3, HBSA3, STBP3): Preparando o asfalto (link)
  • Crédito de carbono: Capturando parte da solução; 5 nomes para exposição ao tema (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.