COP26: Um encontro decisivo para conter o aquecimento global

Com o início da COP26, os olhos do mundo estão em Glasgow. Reunindo líderes mundiais de 197 países, a COP26 é uma oportunidade crucial para alcançar mudanças fundamentais e transformadoras na ação climática global - veja aqui o relatório em que aprofundamos no tema!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Feedback dos primeiros dias e o que esperar adiante

A 26ª Conferência das Partes da ONU (COP26, na sigla em inglês) teve sua abertura no domingo (31) em Glasgow, marcando o início de duas semanas de intensas negociações diplomáticas entre quase 200 países sobre como enfrentar o desafio comum do aquecimento global. Com os olhos do mundo em Glasgow, aproveitamos a oportunidade para (i) trazer mais detalhes sobre os temas discutidos, bem como os anúncios já feitos por alguns dos principais países, incluindo o Brasil, durante os primeiros dias da COP26, ao mesmo tempo em que exploramos quais vemos como os temas-chaves a serem monitorados ao longo dos próximos dias da conferência.

Gostaria de receber os relatórios ESG por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Os olhos do mundo estão em Glasgow. A COP deste ano chega à sua 26ª edição e acontece entre 31/out e 12/nov. Reunindo líderes mundiais de 197 países, a COP26 é uma oportunidade crucial para alcançar mudanças fundamentais e transformadoras na ação climática global.

COP26 e sua urgência única. A Terra está aquecendo mais rápido do que o esperado e caminha para atingir 1,5°C acima do nível pré-industrial já na década de 2030. Tal cenário alarmante nos leva a ver a COP26 com uma urgência única, e a combinação da pressão por parte dos investidores e da sociedade, somado aos eventos climáticos extremos, irão empurrar os formadores de política a fazerem as mudanças necessárias para colocar o mundo em vias de alcançar o aumento de até 1,5°C na temperatura.

A melhor última chance de ter a mudança climática sob controle. Três dias após a abertura da COP26, decisões importantes já foram feitas pelos países, com destaque para: (i) novas NDCs¹ por parte da Argentina, Brasil e Índia, dentre outros países; (ii) novas promessas de emissões líquidas zero feitas pela Índia, Tailândia, Nepal, Nigéria e Vietnã; (iii) o compromisso por ~105 líderes de interromper e reverter o desmatamento e a degradação da terra até 2030; e (iv) o acordo por mais de 90 nações de reduzir as emissões de metano em 30% até 2030.

Brasil e o anúncio de metas mais ambisiosas. A participação brasileira na COP26 já resultou em três novas metas anunciadas: (i) o aumento da meta de redução de emissões de 43% para 50% até 2030; (ii) o acordo para deter o desmatamento ilegal e acabar com a degradação da terra até 2028; e (iii) a assinatura do Compromisso Global de Metano para reduzir as emissões desse gás em 30% até 2030. A nosso ver, o Brasil deu um passo importante em sua postura em relação ao meio ambiente com as novas metas, mas é importante destacar: (i) o governo de Bolsonaro ainda tem um longo caminho a percorrer para estabelecer políticas que cumprirão suas promessas; e (ii) essa mudança de tom ocorre em um momento na qual Bolsonaro se candidata à reeleição no próximo ano e as empresas pressionam o governo a adotar uma abordagem mais favorável ao clima.

O que esperar adiante? Para os próximos dias da COP26, destacamos três temas principais que devem estar no centro das discussões e precisam ser acompanhados de perto: (i) financiamento do clima; (ii) mercados de carbono; e (iii) carvão.

¹ Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC): Documento de compromissos climáticos enviado pelos países.

Clique aqui para acessar o relatório completo

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.