Radar ESG – Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo

Vemos a Ambev como uma das empresas melhores posicionadas em ESG sob a cobertura da XP - leia aqui o conteúdo completo


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Programas sociais robustos e grandes esforços para reduzir o impacto ambiental nos levam a ver a Ambev como uma das empresas melhores posicionadas em ESG sob a cobertura da XP

Líder no mercado latino-americano de cervejas e subsidiária da AB InBev, a Ambev está comprometida com práticas sustentáveis, adotando diversas metas agressivas de sustentabilidade e liderando programas desenvolvidos por sua controladora, utilizando a inovação como ferramenta para avançar na agenda ESG. A seguir, destacamos os principais temas relacionados aos fatores ambientais, sociais e de governança que consideramos os mais importantes para a Ambev.

Meio ambiente

  • Estresse hídrico: Com um portfólio de bebidas altamente dependentes de água, matéria-prima mais importante para o processo de produção da Ambev, a empresa implementou uma estratégia abrangente de gestão hídrica que aborda o uso da água em toda a sua cadeia de abastecimento. Nos últimos 15 anos, a Ambev reduziu em 46% o índice de volume médio de água utilizada na produção de bebidas, e atualmente a empresa tem a menor taxa de utilização de água para cada litro de cerveja produzida dentre as cervejarias que compõem o índice MSCI ACWI.
  • Material de Embalagem e Resíduos: Em relação à reciclagem de vidro, a Ambev tem 23% de suas bebidas embaladas em garrafas de vidro retornáveis, que podem ser reaproveitadas em até 20 vezes, permitindo 35% de economia de energia e preservação de cerca de 90kt de material virgem que deixa de ser consumido anualmente. No que se refere ao uso de garrafas PET pela empresa, 33% é feito de materiais reciclados, o que também permite que a Ambev esteja bem posicionada para mitigar potenciais aumentos de custos do PET virgem. Uma das metas estabelecidas pela empresa a ser cumprida até 2025 é garantir que 100% de seus produtos usem embalagens retornáveis ​​ou sejam feitos principalmente de material reciclado.
  • Pegada de Carbono do Produto: A Ambev tem o compromisso de substituir combustíveis fósseis e energia elétrica por fontes renováveis ​​como óleo vegetal, biomassa e biogás. Nessa frente, destacamos três principais iniciativas: (i) o investimento da empresa em um parque eólico na Bahia, que viabilizará toda a produção e distribuição da Budweiser no Brasil a ser 100% baseada em energia limpa até 2022; (ii) a Ambev está implantando 30 usinas solares em várias regiões do Brasil, com capacidade para abastecer todos os 94 centros de distribuição da Ambev em todo o país; e (iii) o acordo com a Volkswagen para utilização de sua frota de caminhões elétricos, que deverá ser 100% movida a energia solar dos centros de distribuição da Ambev – até 2023, um terço da frota que atende as operações da cervejaria será ser composta por tais veículos.  

Social

  • Saúde e Segurança: O investimento da Ambev em treinamentos de segurança e introdução de tecnologias na área de segurança do trabalho parecem impactar positivamente o desempenho da Ambev nessa frente. A empresa continua apresentando melhorias em sua taxa de acidentes de trabalho nos últimos cinco anos, indo de 8,2% em 2014 para menos de 1,6% em 2019, e redução do número de fatalidades no local de trabalho, que foi de 7 em 2017 para apenas 2 em 2018.
  • Segurança e qualidade do produto: A Ambev enfrenta uma exposição significativa aos riscos regulatórios e de reputação associados à práticas de marketing enganosas ou ilegais. Nesse sentido, a empresa continua a implementar medidas robustas para promover o consumo responsável de álcool, o que vemos como essencial dada a grande responsabilidade da empresa nessa frente. Os esforços da Ambev para reduzir o consumo irresponsável incluem programas de conscientização do consumidor, aumento do número de cervejas com baixo ou zero teor de álcool em seu portfólio, transparência nas violações de marketing e procedimentos robustos em vigor para garantir que seus produtos não sejam comercializados para menores de idade.

Governança

  • Governança corporativa: Dentre todas as empresas do setor avaliadas pela MSCI globalmente, a Ambev se enquadra na faixa de pontuação média no que se refere à governança, e observamos alguns riscos para a empresa nessa frente. A proposta de reestruturação corporativa da Ambev, feita em 2012, teve como objetivo simplificar a estrutura corporativa da empresa e melhorar sua governança. No entanto, a Ambev optou por não ser listada no segmento do Novo Mercado – o mais alto nível de governança corporativa da Bolsa de Valores brasileira. A listagem de ações por parte das empresas no Novo Mercado exige a adoção de um conjunto de regras societárias que aumentam os direitos dos acionistas, bem como aprimoram a divulgação de políticas e a existência de estruturas de monitoramento e controle.
  • Composição do Conselho de Administração: o Conselho de Administração da Ambev é composto por 11 membros efetivos e 2 suplentes. Dos membros efetivos, apenas 2 são conselheiros independentes. Todos os membros do conselho não se candidatam a reeleições anuais, portanto, o alto número de conselheiros com mandato longo (ver tabela abaixo) chama nossa atenção e levanta preocupações sobre se o conselho é capaz de fornecer um contrapeso eficaz à alta administração da companhia.

  • Diversidade do Conselho de Administração: Em relação à diversidade do conselho, dos 12 membros, apenas um é mulher – Cecilia Sicupira. Sobre esse tema, destacamos que vários estudos recentes mostram que empresas com poucas conselheiras tendem a ser menos eficazes daquelas cujos conselhos são mais diversificados. Vale ressaltar que, em nossa última conversa com a empresa, a Ambev mencionou que está concentrando esforços para avançar nas métricas de inclusão e diversidade dentro da companhia.




A empresa possui uma classificação AA pelo MSCI ESG Ratings. Em uma perspectiva global, o rating AA coloca a Ambev dentre os 15% de empresas com essa classificação sob os constituintes do Índice MSCI ACWI no setor de Bebidas (53 empresas) – ver gráfico abaixo. No universo das empresas brasileiras, a Ambev também está à frente, ocupando a 9ª posição dentre as empresas do Índice Ibovespa e da nossa cobertura.

Vemos o compromisso da Ambev com a agenda ESG desempenhando um papel importante na estratégia e posição de liderança da empresa. Em relação à divulgação das métricas ESG da Ambev, ainda vemos espaço para melhorias, com o objetivo de dar mais transparência aos investidores e ao mercado. Do lado positivo, em nossa última ligação com a empresa, ficou claro que a Ambev reconhece essa necessidade e já está empenhada em aprimorar esse assunto – vemos esse esforço com bons olhos, pois acreditamos que a falta de divulgação de dados ESG por parte das empresas em todo o mundo é um desafio importante para investidores e analistas. Em nossa visão, esperamos que o caminho da Ambev em direção a uma transparência cada vez maior beneficie a empresa, dado o grande trabalho que a empresa vem desenvolvendo na frente ESG, com várias respeitáveis iniciativas.

Reiniciamos a cobertura de Ambev com recomendação de Compra e preço-alvo de R$17,15/ação, o que implica em um potencial de alta de 23% em relação aos níveis atuais.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.