XP Expert

Noruega e União Europeia vão cooperar no fornecimento de matérias-primas para combater as mudanças climáticas | Café com ESG, 28/06

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Principais tópicos do dia

• O mercado fechou o pregão na última segunda-feira em território positivo, com o Ibov e o ISE em alta de +2,1% e +0,8%, respectivamente.

• Do lado das empresas, a BHP, maior mineradora do mundo, anunciou planos para combater a perda de biodiversidade, com o objetivo de se colocar à frente de seus pares na corrida para garantir os melhores depósitos minerais necessários para a transição energética.

• No internacional, (i) Noruega e União Europeia vão cooperar nas cadeias de valor de baterias e fornecimento de matérias-primas como parte dos esforços para combater as mudanças climáticas – de acordo com Maros Sefcovic, vice-presidente da Comissão Europeia, e Jan Christian Vestre, ministro da Indústria norueguês, cadeias de valor sustentáveis ​​para minerais, metais e baterias ajudam a descarbonizar a economia, abordando dependências estratégicas, enquanto impulsionam empregos e crescimento; e (ii) uma equipe de cientistas climáticos publicou um estudo na revista Environmental Research-Climate examinando o papel que a mudança climática desempenhou em eventos climáticos individuais nas últimas duas décadas – as descobertas confirmam os alertas de como o aquecimento global mudará o mundo e também deixam claro que ainda faltam muitas informações.

Gostaria de receber os relatórios ESG por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Assine conteúdos exclusivos aqui!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Brasil

Empresas

Ouvidorias destacam-se como instrumentos de governança corporativa e ajudam a delinear agenda ESG

“Pesquisa recente da Edelman Trust Barometer apontou que, no Brasil, 64% dos entrevistados afirmam confiar nas empresas. Para selar essa relação de confiança, as ouvidorias certamente podem ser mais utilizadas pela sociedade e compreendidas de forma mais clara pelas organizações. Consolidada na administração pública, essa função corporativa ainda não está amplamente disseminada no setor privado. Diante das crises sanitária, econômica e climática que afligem o planeta, as pessoas contam com ações tanto dos governos quanto das empresas. Por essa razão, o compromisso com a sustentabilidade passou a ser um fator relevante para a atração de investidores, pautando o que se tem denominado de capitalismo de stakeholders, no qual as empresas passam a se preocupar efetivamente com todas as partes interessadas.”

Fonte: Estadão, 27/06/2022

ESG: produzir aço carbono neutro é totalmente viável, diz líder da Aperam

“Em entrevista à Bússola, Frederico Ayres Lima, diretor-presidente da Aperam South America, comentou sobre a jornada da empresa em busca de neutralizar suas emissões de gases de efeito estufa. A empresa anunciou recentemente que se tornou a primeira do mundo no segmento de aços planos especiais a alcançar esse marco, em estratégia que alia captura de carbono da atmosfera com redução de emissões. A produção de aço por definição gera gases de efeito estufa. O processo começa com o alto forno, que gera CO2 como um coproduto do processo químico. No Brasil, nós temos uma Jabuticaba, sendo a produção de aço através de carvão vegetal. “

Fonte: Exame, 27/06/2022

“Criar soluções ESG para grandes empresas é o melhor caminho para as startups”, diz criador do Cubo ESG

“São muitas as empresas que prometem ser Net Zero em 10, 20 ou 30 anos. Mas boa parte dessas companhias ainda não sabem como irão fazer isso. Por um simples motivo: ainda não foram criadas as tecnologias necessárias para diminuir as emissões em seus processos de produção. “Existe uma demanda enorme das grandes empresas por startups com soluções ESG”, diz Pedro Prates, cofundador e ex-CEO do Cubo – no final de maio, o cargo passou a ser de Paulo Costa, ex-executivo da Accenture e da gestora de fundos Neo. “Em muitos setores, é possível reduzir a pegada de carbono usando apenas o que já existe hoje. Mas, em outros, como o agro e a siderurgia, vai ser muito difícil, a não ser que sejam criados novas tecnologias e modelos de negócio”, afirma Prates.”

Fonte: Epoca Negocios, 27/06/2022

Internacional

Empresas

BHP estabelece metas de biodiversidade em impulso de ‘valor social’

“A BHP anunciou planos para combater a perda de biodiversidade, em um movimento que a maior mineradora do mundo espera que a coloque à frente dos rivais na corrida para garantir os melhores depósitos minerais na mudança para energia limpa. A empresa australiana está buscando colocar 30% da terra e da água que possui, aluga ou administra sob práticas de conservação, restauração ou regeneração até 2030. A meta de biodiversidade faz parte de um scorecard de “valor social” mais amplo publicado na terça-feira que inclui planos para uma estratégia revisada sobre relações indígenas e adesão total a um programa de combate à agressão e assédio sexual em 2023. Estes funcionarão ao lado das metas de descarbonização existentes da BHP. A empresa espera gastar US$ 4 bilhões até o final da década para reduzir as emissões.”

Fonte: Financial Times, 28/06/2022

Empresa de tecnologia climática lançará planta ampliada sugando CO2 do ar

“A construção deve começar na quarta-feira no que pode se tornar a maior usina do mundo para capturar dióxido de carbono do ar e depositá-lo no subsolo, disse a empresa por trás da nascente tecnologia verde. A start-up suíça Climeworks AG disse que sua segunda planta de captura direta de ar em larga escala (DAC) será construída na Islândia em 18-24 meses e terá capacidade para sugar 36.000 toneladas de CO2 por ano do ar. Isso é uma fatia das 36 bilhões de toneladas de emissões de CO2 relacionadas à energia produzidas em todo o mundo no ano passado. Mas é um aumento de 10 vezes em relação à planta DAC existente da Climeworks, atualmente a maior do mundo, e um salto em escala para uma tecnologia que os cientistas este ano disseram ser “inevitável” se o mundo quiser atingir as metas de mudança climática.”

Fonte: Reuters, 28/06/2022

Do Peru ao Uganda, ativistas pedem ao Deutsche Bank que abandone o financiamento de fósseis

“Ativistas climáticos do Peru a Uganda estão indo à sede do Deutsche Bank em Frankfurt nesta semana para pedir ao maior credor da Alemanha que pare de financiar empresas de combustíveis fósseis. A demanda surge no momento em que o Deutsche Bank se apresenta como um credor ao qual as empresas podem recorrer à medida que fazem a transição para um futuro mais verde, uma estratégia que considera fundamental para obter sua própria recuperação e aumentar os lucros. Na segunda-feira, dois líderes de indígenas peruanos e vários ativistas climáticos se reuniram com funcionários do Deutsche Bank no departamento de sustentabilidade para exigir que pare de trabalhar com a petrolífera estatal peruana Petroperu, que eles dizem estar prejudicando a vida selvagem e os cursos d’água na Amazônia.”

Fonte: Reuters, 28/06/2022

Mudanças climáticas estão causando calor extremo e inundações em 2022

“Eventos climáticos extremos – de ondas de calor escaldantes a chuvas excepcionalmente fortes – causaram uma agitação generalizada em todo o mundo este ano, com milhares de pessoas mortas e milhões de deslocados. Nos últimos três meses, chuvas de monção provocaram inundações desastrosas em Bangladesh e ondas de calor brutais queimaram partes do sul da Ásia e da Europa. Enquanto isso, a seca prolongada deixou milhões à beira da fome na África Oriental. Muito disso, dizem os cientistas, é o que se espera das mudanças climáticas. Na terça-feira, uma equipe de cientistas climáticos publicou um estudo na revista Environmental Research: Climate. Os pesquisadores examinaram o papel que a mudança climática desempenhou em eventos climáticos individuais nas últimas duas décadas.”

Fonte: Reuters, 28/06/2022

Política

A escassez de eletricidade da Índia diminui à medida que a produção eólica e hídrica aumenta

“A escassez de eletricidade na Índia diminuiu nas últimas seis semanas, uma vez que a geração de energias renováveis ​​aumentou sazonalmente e aliviou parte da pressão sobre as unidades a carvão com falta de combustível. Em um sinal de estresse reduzido na rede, a frequência média de 50,00 ciclos por segundo (hertz) em maio, exatamente em linha com a meta operacional, acima de apenas 49,93 Hz em abril. A frequência caiu abaixo do limite mínimo de 49,90 Hz apenas 9,8% do tempo em maio, em comparação com 32,0% do tempo em abril, mostraram dados da Power System Operation Corporation of India (POSOCO).”

Fonte: Reuters, 27/06/2022

Tratado oceânico atrasado à medida que a recuperação verde impulsionada pelo bloqueio desaparece, diz enviado da ONU

“Quando os bloqueios da COVID-19 fecharam grande parte do mundo, imagens de animais vagando pelas ruas das cidades e diminuindo os níveis de poluição do ar levaram alguns a acreditar que a pandemia pode marcar um ponto de virada para a ação global sobre as mudanças climáticas. Mas essas esperanças estão desaparecendo, disse o enviado especial das Nações Unidas para o Oceano nesta segunda-feira, quando uma conferência para avaliar o progresso na proteção da vida marinha em alto mar começou em Lisboa.”

Fonte: Reuters, 27/06/2022

Noruega e UE concordam em cooperação mais estreita em baterias e matérias-primas

“A Noruega e a União Europeia cooperarão estreitamente nas cadeias de valor de baterias e fornecimento de matérias-primas como parte dos esforços para combater as mudanças climáticas, anunciaram durante uma visita à Noruega do vice-presidente da Comissão Europeia, Maros Sefcovic. Cadeias de valor sustentáveis ​​para minerais, metais e baterias ajudam a descarbonizar a economia, abordando dependências estratégicas e impulsionando empregos e crescimento, disseram Sefcovic e o ministro da Indústria norueguês Jan Christian Vestre em um comunicado conjunto.”

Fonte: Reuters, 27/06/2022

Clique aqui para acessar o relatório | “Transição Energética & Metais Verdes: Explorando companhias bem posicionadas


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Radar ESG | Mater Dei (MATD3): Já na rota ESG (link)
  • Crédito de Carbono: Governo publica decreto para regulamentar o mercado; Confira nossa análise (link)
  • Reunião com Joaquim Leite, Ministro do Meio Ambiente: Carbono e energia renovável centralizam as discussões (link)
  • Radar ESG | Ambipar (AMBP3): Sobre fazer parte solução (link)
  • Radar ESG | Raízen (RAIZ4): No caminho de um futuro mais verde (link)
  • Radar ESG | Cruzeiro do Sul (CSED3): No caminho certo (link)
  • Radar ESG | Juniores de O&G (RRRP3 e RECV3): Envolvidas com a agenda ESG, enquanto enfrentam ventos contrários ao setor (link)
  • Radar ESG | Petz (PETZ3): A caminho de se tornar uma empresa ESG para cachorro (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no nosso portfólio para abril (link)
  • Seis temas-chave no investimento ESG frente ao conflito Rússia/Ucrânia (link)
  • SEC anuncia proposta para divulgação obrigatória de dados climáticos; Positivo (link)
  • Update ESG | Petrobras (PETR4): Feedback do webinar sobre clima (link)
  • Radar ESG | Telefônica Brasil / Vivo (VIVT3): Conectando-se à agenda ESG (link)
  • Mulheres na liderança: Um olhar sobre a representatividade feminina nas empresas da B3 (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no nosso portfólio para março (link)
  • ISE B3: Um raio-X da nova carteira do Índice de Sustentabilidade da B3 (link)
  • Radar ESG | Panvel (PNVL3): Prescrevendo a agenda ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no portfólio para fevereiro (link)
  • Radar ESG | Omega Energia (MEGA3): Líder em energia renovável, surfando a onda da sustentabilidade (link)
  • Radar ESG | Desktop (DESK3): No início da jornada ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para janeiro (link)
  • Radar ESG | AgroGalaxy (AGXY3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Petrobras (PETR4): E o campo ESG, como a Petrobras está explorando? (link)
  • Radar ESG | Oncoclínicas (ONCO3): Ainda na sala de espera (link)
  • Radar ESG | Aviação Brasil (EMBR3, AZUL4 e GOLL4): Voando pelos ares ESG (link)
  • Radar ESG | Alpargatas (ALPA4): Iniciando a caminhada pela agenda ESG (link)
  • Radar ESG | Kepler Weber (KEPL3): Um começo promissor (link)
  • Radar ESG | TIM (TIMS3): Chamando a agenda ESG (link)
  • ESG: O que moldará os investimentos sustentáveis em 2022? (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para dezembro (link)
  • Radar ESG | Burger King Brasil (BKBR): Espaço para avanço na agenda, mas os planos ambiciosos adiante animam (link)
  • COP26: Implicações do documento final (link)
  • Expo Dubai: Buscando soluções diante de recursos finitos (link)
  • Expo Dubai: Todos os olhos voltados para o futuro da mobilidade (link)
  • Expo Dubai: Tecnologia e sustentabilidade centralizam os destaques do evento nesta terça-feira (link)
  • Expo Dubai: Três principais destaques do evento nesta segunda-feira, dia do Brasil na feira (link)
  • COP26: Um encontro decisivo para conter o aquecimento global (link)
  • Seleção BDRs ESG​: 15 nomes para exposição internacional ao tema (link)
  • Radar ESG | Kora Saúde (KRSA3): Ainda há um caminho a ser percorrido (link)
  • Radar ESG | Empresas de Autopeças: Preparando a estrada ESG; Governança e segurança em primeiro lugar (link)
  • Radar ESG | Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3): O que as empresas de telecomunicações brasileiras têm feito? (link)
  • Radar ESG | Natura&Co. (NTCO3): Não é apenas maquiagem; ESG é uma realidade! (link)
  • Vale (VALE3): Feedback do Webinar ESG; Todos os olhos voltados para a redução de riscos (link)
  • Radar ESG | Totvs (TOTS3): A melhor posicionada no setor de tecnologia sob a cobertura da XP (link)
  • Assembleia Geral da ONU: Cenário climático alarmante centraliza as discussões (link)
  • Amazônia: Entendendo a importância da maior floresta tropical do mundo (link)
  • ESG no centro das discussões; Três principais aprendizados da Expert XP 2021 (link)
  • Radar ESG | Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3): Uma líder em alumínio verde, com forte posicionamento ESG (link)
  • Relatório do IPCC: Um chamado para todos, inclusive para o mercado, frente a um cenário alarmante do clima (link)
  • Radar ESG | WEG (WEGE3): Um player ESG bem equipado para se beneficiar das tendências adiante (link)
  • Radar ESG | Boa Safra (SOJA3): Agenda ESG em produção, semente por semente (link)
  • Água: Onde há escassez, há oportunidade (link)
  • Radar ESG | Positivo (POSI3): Um trabalho em andamento (link)
  • B3 anuncia nova metodologia para o ISE; Positivo (link)
  • Radar ESG | G2D (G2DI33): Abraçando os pilares S e E através do portfólio de investimentos de impacto (link)
  • Ambev (ABEV3): Feedback do evento ESG; Reforçamos nossa visão positiva (link)
  • Radar ESG | Setor de infraestrutura (CCRO3, ECOR3, RAIL3, HBSA3, STBP3): Preparando o asfalto (link)
  • Crédito de carbono: Capturando parte da solução; 5 nomes para exposição ao tema (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.