XP Expert

UE propõe inclusão do gás na taxonomia verde do bloco | Café com ESG, 29/03

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Principais tópicos do dia

• Na segunda-feira, o Ibovespa e o ISE fecharam em campo levemente negativo, com ambos recuando -0,3%.

• No doméstico, do lado das empresas, (i) a Nestlé Brasil está intensificando seus esforços através de uma parceria com a WayCarbon e Emprapa para descarbonizar sua produção e se tornar net zero até 2050, com metas intermediárias de redução de 20% até 2025 e de 50% para 2030; e (ii) a fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de Fora é a primeira da marca no Brasil a concentrar um conjunto de ações de sustentabilidade ambiental numa única área, com o Prédio Verde sendo capaz de reduzir significativamente o consumo de energia elétrica e de água, além de evitar a emissão de CO2 na atmosfera.

• No internacional, assessores da Comissão Europeia propuseram nesta segunda-feira uma expansão das regras de finanças sustentáveis do bloco para atividades de melhor qualidade, o que implicaria a inclusão do gás na ‘taxonomia’ da UE, uma lista de atividades verdes que ajudarão o bloco a atingir suas metas climáticas.

Gostaria de receber os relatórios ESG por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

Nestlé intensifica descarbonização da produção de leite

“De olho na sustentabilidade, a Nestlé Brasil busca descarbonizar sua produção e se tornar net zero até 2050, com metas intermediárias de redução de 20% até 2025 e de 50% para 2030. Para isto, há um esforço focado na cadeia do leite, que já acontece há cerca de 15 anos, mas agora ganha reforços com um projeto piloto em fazendas, em parceria com consultoria estratégica de sustentabilidade e mudança do clima WayCarbon e a  Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).”

Fonte: Exame, 29/03/2022

Mercedes-Benz de Juiz de Fora se destaca em sustentabilidade ambiental

“A fábrica da Mercedes-Benz em Juiz de Fora é a primeira da marca no Brasil a concentrar um conjunto de ações de sustentabilidade ambiental numa única área. Chamado de Prédio Verde, a decapagem de meios de produção empregados no processo de pintura de cabinas, utiliza energia solar, captação de água da chuva, tratamento e reuso de água, além de coprocessamento de resíduos. Na planta são produzidas as cabines de todos os modelos de caminhões da marca –  Accelo, Atego, Axor, Novo Actros e Arocs.”

Fonte: Auto Segredos, 28/03/2022

Empresas usam metas ESG para orientar negócios e definir salários

“Desde que Larry Fink, diretor-executivo da conceituada gestora de fundos BlackRock, anunciou, em 2020, que sustentabilidade seria critério básico para seus investimentos, o termo ESG ganhou mais relevância do que já tinha no vocabulário do mundo dos negócios. Acrônimo em inglês para Environmental, Social and Governance (ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança), ele indica as ações tomadas pelas companhias para diminuir seu impacto ambiental, estimular a ética interna e cuidar de seus funcionários e da comunidade na qual estão inseridas. Para confirmar o compromisso com essa agenda, empresas têm atrelado o cumprimento de metas ESG a avaliações de desempenho e à remuneração variável de profissionais de todos os níveis hierárquicos.

Fonte: Economia Uol, 29/03/2022

Micro e pequenas empresas estão à frente de grandes em ESG

” Os princípios ESG (ambientais, sociais e de governança) podem parecer restritos a grandes corporações, mas estudo realizado com 300 companhias mostra que as micro e pequenas empresas têm uma performance 46% melhor do que médias e grandes nos temas relacionados à “nova economia“, que inclui a sigla. A pesquisa “Melhores para o Brasil”, da Humanizadas, obtida com exclusividade pelo Estadão, avalia a qualidade das relações que as empresas mantêm com clientes, colaboradores, lideranças, fornecedores e a sociedade.”

Fonte: Money Times, 29/03/2022

Plataforma é lançada com objetivo de aproximar empresas, ONGs, consultorias e startups na jornada ESG

“A jornada ESG (sigla em inglês que se refere a questões ambientais, sociais e de governança corporativa) nas empresas é tão complexa que toda ajuda é bem-vinda. E a ajuda pode vir de uma startup, de um fornecedor mais inovador, de uma organização do terceiro setor, de uma consultoria e por aí vai. Para justamente tentar unir todas essas pontas e acelerar a implementação de ideias mais sustentáveis pelo público corporativo, a Pangeia, empresa fundada por Gustavo Peixoto, construiu um ambiente digital em que todos esses participantes podem participar – desde que tenham o propósito comum de troca de experiência sobre estratégias de sustentabilidade.”

Fonte: Valor Econômico, 29/03/2022

Retorno do carvão ameaça metas contra aquecimento global

“Governos pelo mundo têm considerado ampliar o uso de carvão durante a atual crise energética, o que disparou alertas de especialistas em energia quanto ao aumento nas emissões de gases causadores do efeito estufa que isso provocaria. A mineração do carvão libera o gás metano aprisionado nos estratos rochosos, o que se soma ao impacto das emissões de dióxido de carbono decorrentes da queima da commodity como combustível. O combate às emissões de carbono e de metano é fundamental para limitar o aquecimento mundial. As temperaturas médias já subiram pelo menos 1,1° C desde os tempos pré industriais.”

Fonte: Valor Econômico, 29/03/2022

Opinião

Brasil na OCDE e proteção de dados pessoais

“Após diversos esforços, no dia 25 de janeiro, o Brasil foi oficialmente convidado a ingressar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), sendo seu processo formal de participação aprovado, de forma unânime, pelos membros do Conselho. O ingresso do Brasil na OCDE não é tema totalmente pacificado – havendo aqueles que entendam ser um esforço muito grande cujos resultados são futuros e incertos -, mas tem sido uma das prioridades do governo federal nos últimos anos, razão pela qual o convite para iniciar as discussões de adesão à instituição foi recepcionado com entusiasmo.”

Fonte: Valor Econômico, 29/03/2022

Política

Pandemia, guerra, mudanças climáticas. E aí, mundo?

“As lideranças podem fazer a diferença para alcançarmos a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Recentemente, ouvi a frase: “A invasão da Ucrânia pela Rússia acabou com o coronavírus”. A lógica era que, agora, as atenções estão todas voltadas para a guerra, fala-se menos na pandemia e parece que ela está arrefecendo. Esperamos que isso, de fato, seja um movimento definitivo, que passemos a “conviver com o vírus”, como costumam dizer. O que não podemos, de forma alguma, é fechar os olhos para todo o rastro de desigualdade social que a covid-19 gerou.”

Fonte: Valor Econômico, 29/03/2022

Internacional

Empresas

Gerente de ativos abrdn assumirá linha de diversidade mais rígida nas AGMs dos EUA

A gestora de ativos britânica abrdn adotará uma linha mais dura nas reuniões anuais de empresas norte-americanas que têm níveis baixos de diversidade étnica e de gênero em seus conselhos de administração, disse nesta segunda-feira. A Abrdn, que administra cerca de 465 bilhões de libras (US$ 608 bilhões), disse que votaria contra os presidentes do comitê de indicação de qualquer empresa S&P 1500 ou Russell 3000 que não tenha pelo menos um membro do conselho racial ou etnicamente diverso.”

Fonte: Reuters, 28/03/2022

Heliogen alinha Woodside para impulso de energia solar concentrada na Austrália

“A Heliogen, apoiada por Bill Gates, garantiu financiamento do maior produtor australiano de petróleo e gás Woodside Petroleum para um teste em larga escala de sua energia solar concentrada antes de uma investida planejada na Austrália. Com o objetivo de investir US$ 5 bilhões em produtos de novas energias até 2030, a Woodside também concordou em comprar uma participação na Heliogen, disseram as duas empresas na segunda-feira. Eles não declararam o tamanho da participação planejada da Woodside ou o preço.”

Fonte: Reuters, 28/03/2022

Política

Conselheiros da UE propõem expansão das regras de finanças sustentáveis

“Assessores da Comissão Europeia propuseram nesta segunda-feira uma expansão das regras de finanças sustentáveis ​​do bloco para atividades de melhor qualidade, como usinas a gás que ainda não são ecologicamente corretas. Se e como incluir o gás na ‘taxonomia’ emblemática da União Europeia, uma lista de atividades verdes que ajudarão o bloco a atingir suas metas climáticas, estimulou um intenso lobby no ano passado. Depois que a Comissão propôs definir o gás como “verde” usando limites de emissões mais generosos do que os originalmente sugeridos pelos consultores especializados, vários países e políticos europeus disseram que se oporiam a isso. “

Fonte: Reuters, 28/03/2022

Grande mercado de alimentos na Cidade do México pronto para aproveitar a luz do sol para obter energia

“Um amplo mercado de frutas e vegetais na capital do México quer gerar um futuro mais verde como a maior fazenda solar urbana do mundo, com milhares de painéis fotovoltaicos programados para serem instalados este ano nos telhados aparentemente intermináveis ​​de sua edifícios. O projeto solar no telhado de 400 milhões de pesos (US$ 19,9 milhões) cobrirá um mercado atacadista caótico que atende meio milhão de clientes diariamente, estendendo-se por um terreno equivalente a cerca de 400 campos de futebol.”

Fonte: Reuters, 28/03/2022

Autoridade ambiental da Colômbia aprova primeiro projeto piloto de fraturamento hidráulico

“O regulador ambiental da Colômbia deu nesta segunda-feira luz verde para a petrolífera estatal Ecopetrol  avançar com um projeto piloto exploratório usando fraturamento hidráulico – ou fracking – apesar da resistência dos ambientalistas. A aprovação do projeto Kale, localizado no município nordestino de Puerto Wilches, é a primeira de um projeto piloto de fraturamento hidráulico na Colômbia. Vai permitir a instalação de uma plataforma e um poço, informou a Autoridade Nacional de Licenciamento Ambiental (ANLA) em comunicado.”

Fonte: Reuters, 28/03/2022


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • ISE B3: Um raio-X da nova carteira do Índice de Sustentabilidade da B3 (link)
  • Radar ESG | Panvel (PNVL3): Prescrevendo a agenda ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Uma alteração no portfólio para fevereiro (link)
  • Radar ESG | Omega Energia (MEGA3): Líder em energia renovável, surfando a onda da sustentabilidade (link)
  • Radar ESG | Desktop (DESK3): No início da jornada ESG (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para janeiro (link)
  • Radar ESG | AgroGalaxy (AGXY3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Petrobras (PETR4): E o campo ESG, como a Petrobras está explorando? (link)
  • Radar ESG | Oncoclínicas (ONCO3): Ainda na sala de espera (link)
  • Radar ESG | Aviação Brasil (EMBR3, AZUL4 e GOLL4): Voando pelos ares ESG (link)
  • Radar ESG | Alpargatas (ALPA4): Iniciando a caminhada pela agenda ESG (link)
  • Radar ESG | Kepler Weber (KEPL3): Um começo promissor (link)
  • Radar ESG | TIM (TIMS3): Chamando a agenda ESG (link)
  • ESG: O que moldará os investimentos sustentáveis em 2022? (link)
  • Carteira ESG XP: Sem alterações em nosso portfólio para dezembro (link)
  • Radar ESG | Burger King Brasil (BKBR): Espaço para avanço na agenda, mas os planos ambiciosos adiante animam (link)
  • COP26: Implicações do documento final (link)
  • Expo Dubai: Buscando soluções diante de recursos finitos (link)
  • Expo Dubai: Todos os olhos voltados para o futuro da mobilidade (link)
  • Expo Dubai: Tecnologia e sustentabilidade centralizam os destaques do evento nesta terça-feira (link)
  • Expo Dubai: Três principais destaques do evento nesta segunda-feira, dia do Brasil na feira (link)
  • COP26: Um encontro decisivo para conter o aquecimento global (link)
  • Seleção BDRs ESG​: 15 nomes para exposição internacional ao tema (link)
  • Radar ESG | Kora Saúde (KRSA3): Ainda há um caminho a ser percorrido (link)
  • Radar ESG | Empresas de Autopeças: Preparando a estrada ESG; Governança e segurança em primeiro lugar (link)
  • Radar ESG | Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3): O que as empresas de telecomunicações brasileiras têm feito? (link)
  • Radar ESG | Natura&Co. (NTCO3): Não é apenas maquiagem; ESG é uma realidade! (link)
  • Vale (VALE3): Feedback do Webinar ESG; Todos os olhos voltados para a redução de riscos (link)
  • Radar ESG | Totvs (TOTS3): A melhor posicionada no setor de tecnologia sob a cobertura da XP (link)
  • Assembleia Geral da ONU: Cenário climático alarmante centraliza as discussões (link)
  • Amazônia: Entendendo a importância da maior floresta tropical do mundo (link)
  • ESG no centro das discussões; Três principais aprendizados da Expert XP 2021 (link)
  • Radar ESG | Companhia Brasileira de Alumínio (CBAV3): Uma líder em alumínio verde, com forte posicionamento ESG (link)
  • Relatório do IPCC: Um chamado para todos, inclusive para o mercado, frente a um cenário alarmante do clima (link)
  • Radar ESG | WEG (WEGE3): Um player ESG bem equipado para se beneficiar das tendências adiante (link)
  • Radar ESG | Boa Safra (SOJA3): Agenda ESG em produção, semente por semente (link)
  • Água: Onde há escassez, há oportunidade (link)
  • Radar ESG | Positivo (POSI3): Um trabalho em andamento (link)
  • B3 anuncia nova metodologia para o ISE; Positivo (link)
  • Radar ESG | G2D (G2DI33): Abraçando os pilares S e E através do portfólio de investimentos de impacto (link)
  • Ambev (ABEV3): Feedback do evento ESG; Reforçamos nossa visão positiva (link)
  • Radar ESG | Setor de infraestrutura (CCRO3, ECOR3, RAIL3, HBSA3, STBP3): Preparando o asfalto (link)
  • Crédito de carbono: Capturando parte da solução; 5 nomes para exposição ao tema (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.