Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 17/06

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

Aneel prorroga proibição de corte de luz de famílias de baixa renda

“A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu hoje (15) que vai prorrogar por mais três meses a proibição de corte de energia por inadimplência para os consumidores de baixa renda. A informação foi repassada pelo diretor-geral da Aneel, André Pepitone, durante audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados para tratar da crise hídrica no país. Em março, a Aneel havia decidido suspender o corte de energia por inadimplência para esta faixa de consumidores até 30 de junho. Com a prorrogação aprovada nesta terça-feira, a proibição vai valer até o fim de setembro.”

Fonte: Valor Investe, 16/06/2021

Assembleia de MG aprova CPI para investigar possíveis irregularidades na Cemig

“A mesa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovou nesta quarta-feira um pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades na gestão da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) desde 2019. […] São questionadas contratações diretas, sem a prévia realização de licitação; alienações de ativos e ações da Cemig, a partir de janeiro de 2019, relacionadas à participação societária da estatal na Renova, Light e Taesa; prática de condutas
ilegais e imorais por parte de diretores e empregados públicos da Cemig e de subsidiárias; e prática ilegal e antieconômica da transferência de atividades administrativas da Cemig para São Paulo (SP).”

Fonte: Valor Econômico, 17/06/2021

Pesquisa revela preocupação de jovens com políticas ESG nas empresas

“Os jovens brasileiros querem mais políticas ambientais, sociais e de governança nas empresas. E as companhias precisam se preparar para receber esses jovens – tanto enquanto consumidores quanto como funcionários. É o que mostra a pesquisa “Construindo Nosso Futuro”, conduzida pela Eureca em parceria com o Davos Lab e o Global Shapers e ligada ao Fórum Econômico Mundial. O estudo apresentou a opinião dos jovens brasileiros, com média de 28 anos, sobre temas como economia, liderança, política, tecnologia e emergência climática. Das 1.100 pessoas entrevistadas, 84,95% afirmaram que tanto as organizações privadas quanto as públicas dever assumir a responsabilidade por padrões de éticas sociais, ambientais, de governança e de tecnologia, conceitos incluídos na prática de ESG, sigla em inglês para ambiental, social e governança corporativa.”

Fonte: Época Negócios, 17/06/2021

Mulheres no mercado financeiro são bloqueadas por chefes homens, aponta estudo

“A carreira de algumas mulheres no mercado financeiro é bloqueada por chefes homens, conforme um estudo apoiado por grandes bancos no Reino Unido, como Goldman Sachs, Barclays e Citi. As informações são do jornal Financial Times. O levantamento da Women In Banking and Finance, uma organização sem fins lucrativos fundada em 1980, e da London School of Economics alerta para uma tendência entre gestores: fingir empatia ao gerenciar mulheres. Os autores da pesquisa afirmam que essa tendência é uma preocupação ainda maior no atual cenário, em que é preciso mais habilidade de gerenciamento durante a pandemia de coronavírus.”

Fonte: Valor Investe, 16/06/2021

Política

Desmatamento em unidades de conservação aumenta 312% em maio

“O índice de desmatamento verificado em unidades de conservação federal registrou um aumento de 312% em maio deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. As florestas protegidas, que são fiscalizadas pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), registraram 11.296 hectares de desmatamento, número bem superior ao registrado em maio de 2020, quando 2.741 hectares de florestas foram perdidos. O Estadão teve acesso a informações atualizadas do Sistema de Detecção do Desmatamento na Amazônia Legal em Tempo Real (Deter), ferramenta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que fiscaliza ações de desmatamento. Os números se referem à devastação registrada especificamente em unidades de conservação.”

Fonte: Estadão, 16/06/2021

Internacional

Empresas

Reino Unido está em negociações com seis empresas sobre “gigafábricas” de baterias para carros elétricos

“Seis empresas estão em negociações com o Reino Unido sobre a construção das chamadas gigafábricas para a produção de baterias para carros elétricos em movimentos que possam garantir o futuro da indústria automobilística britânica. As montadoras Ford e Nissan, os conglomerados LG e Samsung e as start-ups Britishvolt e InoBat Auto estão em negociações com o governo do Reino Unido ou autoridades locais sobre os potenciais lugares para fábricas e apoio financeiro, de acordo com pessoas informadas sobre as negociações. Embora a Britishvolt tenha tornado seu projeto público, as discussões das outras empresas com o governo ou conselhos sobre gigafábricas até agora têm sido privadas. Os planos da Nissan, a maior montadora do Reino Unido, foram revelados pelo Financial Times no mês passado.”

Fonte: Financial Times,16/06/2021

Resseguradoras olham para o descarte de carvão desde políticas de compra até granel em estratégia verde

“As principais resseguradoras já desistiram de fornecer cobertura sob medida para projetos de carvão como parte dos esforços para cumprir os compromissos globais de mudança climática, mas agora vem a parte difícil – encontrar maneiras de excluir o carvão dos contratos de compra a granel, conhecido como resseguro de “tratado”. As resseguradoras ajudam a dividir o fardo dos riscos de seguro subscrevendo seguradoras de linha de frente. Quaisquer restrições que imponham terão um impacto indireto nas apólices de seguro oferecidas às empresas. A maioria das resseguradoras deixou de oferecer às seguradoras cobertura sob medida ou direta para projetos de carvão, mas muitas ainda subscrevem o setor por meio de resseguro de tratado, onde centenas de apólices das seguradoras são agrupadas.”

Fonte: Reuters,17/06/2021

Política

Negociações preparatórias sobre clima acabam sem falar de finanças

“Os problemas de financiamento, chaves na luta contra o aquecimento global, não foram abordados durante as negociações preparatórias para a próxima conferência do clima, que será crucial, disse à AFP Patricia Espinosa, oficial do clima da ONU. Faltando poucos meses para a COP26, marcada para novembro em Glasgow, na Escócia, as Nações Unidas convocaram três semanas de discussões via videoconferência, com o intuito de avançar as negociações, ainda que de forma “informal”, ou seja, sem tomar decisões firmes.”

Fonte: Isto É, 16/06/2021

Clima de pouco entusiasmo marca fim de cúpula entre Biden e Putin em Genebra

“Após a reunião de cúpula com o presidente dos EUA, Joe Biden, o líder russo, Vladimir Putin, disse que ambos concordaram em reenviar aos seus postos os embaixadores dos dois países chamados para consultas há mais de dois meses. Putin declarou ainda que debateu com Biden temas relacionados a direitos humanos e, após um encontro em tom construtivo e sem hostilidade, ter aceitado as explicações do presidente americano, que em março criticou a repressão do Kremlin à oposição russa, ocasionando a retirada do embaixador da Rússia em Washington.”

Fonte: Valor Econômico, 16/06/2021

Em cúpula, Biden e Putin aceitam negociar segurança de espaço cibernético

“Os EUA e a Rússia vão negociar limites ao que é agora considerada como uma espécie de nova corrida armamentista no mundo, com as ciberarmas. O tema ocupou boa parte da cúpula hoje entre os presidentes Joe Biden e Vladimir Putin, realizada em Genebra. A tensão e as divergências sobre ciberataques e direitos humanos eram visíveis. Ao final de mais de duas horas de discussões diretas, Biden e Putin concordaram que Washington e Moscou terão negociações bilaterais tanto para prevenir ataques
cibernéticos como sobre o controle de armas nucleares, seus embaixadores voltarão aos postos nos próximos dias e poderá haver troca de prisioneiros detidos nos respectivos países. Também buscarão organizar um corredor humanitário na Síria para levar alimentos a populações cada vez mais famintas.”

Fonte: Valor Econômico, 16/06/2021


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Crédito de carbono: Capturando parte da solução; 5 nomes para exposição ao tema (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.