Entrega XP: As principais notícias que movem o setor do Varejo | 20/09

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é Varejo!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é Varejo!

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time de Varejo do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre os principais assuntos, tendências e companhias que formam o setor.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo que tem impactos diretos ou indiretos no setor; (ii) Nossa tabela de múltiplos, atualizada todas as sextas-feiras de cada semana; e (iii) Nossa lista de últimos relatórios publicados pela equipe de Varejo do Research da XP.

Pequenos cubos de papelão simulando caixas de compras entregues por empresas de Varejo

Esperamos que aproveite a leitura!

Brasil

Na Arezzo, a união com a Reserva vai de vento em popa — e os planos para o futuro são ambiciosos. Fundador da Reserva e atual CEO da AR&CO, divisão de vestuário da Arezzo (ARZZ3), Rony Meisler fala sobre os próximos passos da empresa

Magazine Luiza chega à marca de 100 mil lojistas virtuais. O Magazine Luiza chegou à marca de 100 mil lojistas virtuais. Além de comemorar a conquista, a empresa faz questão de destacar: “todos os nossos sellers (vendedores) são legalizados e emitem nota”, diz Leandro Soares, diretor de marketplace da companhia.

Amazon estuda venda de produtos brasileiros para o mercado externo. Após ter inovado muito em processos e logística nos últimos anos, levando o varejo como um todo a outro patamar, a empresa norte-americana testa agora um programa de vendas globais, para que produtos de vendedores brasileiros sejam adquiridos por clientes da Europa, Ásia e Estados Unidos. Até então, apenas o contrário era possível.

Grupo Pão de Açúcar vai fazer entrega para lojistas de seu marketplace. Operação começa com duas opções: uma feita pelo próprio grupo e outra, pelos Correios; no próximo ano, meta é que lojistas possam armazenar produtos no centro de distribuição do próprio GPA

Casas Bahia prepara megaloja no formato store in store. Uma das mais tradicionais lojas do Ponto Frio, localizada na marginal Tietê, está se transformando em uma mega Casas Bahia, com uma proposta diferente. Em uma área com mais de 15 mil metros quadrados, a Via, dona das duas marcas, deve colocar ali outras lojas capazes de complementar a sua linha e atrair mais clientes.

Pague Menos reforçará e-commerce e serviços nas lojas. “A Extrafarma estava numa situação de virada e com um valor que não era o que ela merecia, e vamos atingir um mercado ainda maior com a aquisição”, diz Mário Queirós, presidente da Pague Menos. “Mas também queremos crescer nas vendas digitais e também em serviços.”

Exclusivo: Reclamações da Shopee no Procon-SP saltam 2.600% em quase 1 ano. Após aumento de reclamações, Procon-SP vai pedir que Shopee assine acordo de colaboração com a Polícia Civil para retirar produtos piratas da plataforma

OQVestir e Enjoei se unem em ação para incentivar economia circular. Todas as compras feitas pelo e-commerce terão a opção de ir com a sacola do Enjoei Pro

Nascida na internet, Amaro vai abrir mais lojas físicas. Até o fim de 2021, a companhia vai inaugurar sete novas lojas, totalizando 20 unidades e aumentando sua presença de sete para 11 cidades, chegando a Salvador (BA), Recife (PE), Brasília (DF) e Goiânia (GO)

Boticário e Natura são as marcas que oferecem a melhor experiência ao cliente. Estudo mostra que decisão de compra depende mais da relação com a marca do que com o uso do produto ou serviço

Varejo online agora quer conquistar a fronteira da venda de produto fresco. Startup mexicana Justo começa a operar em outubro supermercado online com foco na venda de carnes, verduras, frutas e legumes; investida começa pela Grande São Paulo, mas a empresa já tem planos de expandir operação para o interior do Estado

Entenda o que é upcycling e como marcas usam a técnica para criar peças únicas. “O upcycling é fruto de uma macrotendência global, que é a preocupação com a sustentabilidade. Estamos buscando novos jeitos para solucionar problemas que durante muito tempo foram deixados de lado”, diz Rafael Körbes, docente dos cursos de design de moda e negócios da moda da Universidade Anhembi Morumbi.

Supermercados procuram saídas para driblar inflação e preservar consumo. Alguns estabelecimentos têm diluído os aumentos de determinados produtos —como a carne, por exemplo— entre outras mercadorias que têm mais saída e foram menos atingidas pela inflação, segundo a ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

Mercado cria expectativa sobre futuro da empresa dona de John John e Rosa Chá. A dona das marcas Dudalina, John John e Rosa Chá tem até o fim de 2021 para fazer um aumento de capital de R$ 150 milhões, conforme estabelecido no plano negociado com os credores, para evitar o vencimento antecipado da dívida.

Ricardo Eletro exclui bancos do plano de recuperação. Numa estratégia definida em menos de 24 horas para tentar salvar o negócio, a varejista Ricardo Eletro aprovou na quinta-feira o seu plano de recuperação judicial após retirar os bancos do conjunto de credores atingidos pela proposta, apurou o Valor com três fontes.

Gostou do conteúdo, ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão? Basta avaliar e conteúdo e deixar um comentário no final do relatório!

Internacional

Especialistas veem maior alta da inflação da zona do euro em uma década como temporária. Variação de 3% em agosto foi puxada por energia e alimentos; Banco Central Europeu diz que gargalos de produção relacionados à reabertura da economia estão por trás da disparada dos preços.

JD.com abre shopping com compra por QR Code e projeção holográfica. JD Mall ficará em Xi’an, China e vai oferecer mais de 200 mil itens de mais de 150 marcas nacionais e internacionais

Pinterest expande recurso de compras para Brasil e mais seis países. Nova busca do app permite encontrar produtos disponibilizados com marcador de preço

Apple tenta impulsionar estratégia no mundo dos games com o iPhone 13. Novo smartphone traz recursos para quem gosta de jogos eletrônicos; empresa tenta atrair usuários para o serviço Apple Arcade, mas preço é um grande obstáculo

Walmart faz parceria com Ford e Argo para entregas sem motorista. O Walmart fechou uma parceria com a Ford e com a startup de direção autônoma Argo AI para lançar um serviço de entrega sem motorista em três cidades dos Estados Unidos.

Tabela de múltiplos

Investir analisando um gráfico de volatilidade de uma ação do setor de varejo
Fonte: XP.

Nossos últimos relatórios

  • O que os dados do varejo de Julho/21 querem dizer para as ações do setor (link)
  • Varejo: Greve dos caminhoneiros pode impactar mais a confiança do que os resultados (link)
  • Grupo Mateus (GMAT3): Pondo o pé no acelerador – Compra (link)
  • Pague Menos (PGMN3): Feedback do Investor Day; Perspectiva saudável à frente (link)
  • C&A Modas (CEAB3): O desempenho recente está chamando nossa atenção e a dos investidores também (link)
  • Data Expert | Carrinho XP: O varejo brasileiro deve se preocupar com a Variante Delta? (link)
  • Varejo: O que a EXPERT nos disse que pode impactar o varejo brasileiro (link)
  • Multilaser (MLAS3): Mais do que se imagina; Iniciando com recomendação de Compra (link)
  • Vitrine de Resultados XP: Os destaques do varejo no 2T21 (link)
  • Assaí (ASAI3): Uma história de crescimento, resiliência e qualidade para se ter – Compra (link)
  • Varejo: Uma pausa para repensar nossa visão e riscos do setor (link)
  • Sextou! Um brinde à Vivara; Enjoei fica para a próxima rodada (link)
  • Happy Hour (ou Rave?) de resultados no varejo: 2T21 de Renner, Arezzo, Americanas e Grupo Mateus (link)
  • Americanas s.a. (AMER3): Seguindo os passos da Amazon; Adicionando frescor ao portfólio (link)
  • d1000 (DMVF3): Revertendo a tendência; Fortes resultados de 2T21 (link)
  • Via (VVAR3): Aceleração do marketplace como o principal destaque do 2T21 (link)
  • RD – Raia Drogasil (RADL3): Forte resultados do 2T21; Plataforma de saúde tomando forma (link)
  • C&A Modas (CEAB3): Olhando para frente; Resultados fracos no 2T21 mas indicações positivas para o 2º Semestre (link)
  • Pague Menos (PGMN3): Fortes resultados do 2T21; Margem EBITDA atinge níveis recordes (link)
  • Data Expert | Carrinho XP: Analisando resultados internacionais para entender o que está à espera das empresas brasileiras (link)
  • Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Fraca performance de vendas no 2T21 mas rentabilidade sólida (link)
  • Supermercados: Resultados do 2T21 do Assaí e Carrefour; Atacarejo segue como o destaque (link)
  • Vitrine XP: O que esperar dos resultados do Varejo no 2T21 (link)
  • Lojas Americanas (LAME4): LAME pode cair na segunda-feira, e tudo bem! Entenda o porquê (link)
  • Lojas Renner (LREN3): Dando os primeiros sinais de M&A para o mercado (link)
  • Arezzo&Co. (ARZZ3): Dando um passo além; Aquisição da My Shoes e parceria com MELI (link)
  • Enjoei (ENJU3): O crescimento continua; Fortes dados operacionais do 2T21 (link)
  • Grupo Soma (SOMA3): Fazendo moda para todos; Incorporando Hering nos nossos números (link)
  • Enjoei (ENJU3): Tornando o usado algo novo (link)
  • Data Expert | Carrinho XP: M&A no foco; Analisando os potenciais candidatos da nossa cobertura (link)
  • GPA (PCAR3): Notícias indicam série de desinvestimentos à vista (link)
  • Lojas Renner (LREN3): Mais sobre a estratégia da Realize e possíveis oportunidades de M&A (link)
  • Vivara (VIVA3): Continuando a brilhar; Reiteramos Compra (link)
  • Arezzo&Co. (ARZZ3): Indo para rua; Primeira aquisição da AR&Co é a Baw Clothing, marca de streetwear (link)
  • Lojas Americanas (LAME4) e B2W (BTOW3): Fusão aprovada; Entendendo os próximos passos (link)
  • C&A Modas (CEAB3): Bem posicionada para a retomada e para atender o novo consumidor (link)
  • Arezzo&Co. (ARZZ3): Colocando o pé em novos mercados; Iniciando com Compra (link)
  • Lojas Americanas (LAME4) e B2W (BTOW3): Apresentando a AMER3; Fusão pode destravar reavaliação das ações (link)
  • Pague Menos (PGMN3): Notícias indicam aquisição da Extrafarma por R$700 milhões (link)
  • Mosaico (MOSI3): Tchau 1T21; Olá novas iniciativas do 2T21 (link)
  • Enjoei (ENJU3): Sextou com 1T21; Partiu retomada do 2T21 (link)
  • Vivara (VIVA3): Fechando a semana com chave de ouro; Resultados do 1T21 sólidos novamente (link)
  • Happy Hour (ou Rave?) de resultados no varejo: 1T21 de Magalu, Renner, Soma, C&A, Mateus e Westwing (link)
  • Via (VVAR3): Acelerando crescimento; Marketplace como o destaque do 1T21 (link)
  • d1000 (DMVF3): Resultado do 1T21 melhor do que esperado; Indicações positivas para frente (link)
  • RD – Raia Drogasil (RADL3): Sólido resultado de 1T21; sinalização positiva para 2T21 (link)
  • Carrefour Brasil (CRFB3): Investindo em crescimento; Rentabilidade do 1T21 abaixo do esperado (link)
  • Mosaico (MOSI3): Fique de olho; Cashback está ON e aquisição do Vigia de Preço (link)
  • Vitrine de Resultados XP: Os destaques do varejo no 1T21 (link)
  • O que os dados do varejo de Mar/21 querem dizer para as ações do setor (link)
  • Ecommerce: Fique de olho na competição; MELI, Alibaba, Amazon, Shopee estão se mexendo (link)
  • Prontos para a recuperação? Como se posicionar no setor de varejo (link)
  • Grupo Pão de Açucar (PCAR3): Vendas do 1T21 sofrem com cenário desafiador, mas rentabilidade mantida (link)
  • Assaí (ASAI3): Sólido 1T21, e a refeição ainda não acabou (link)
  • Pague Menos (PGMN3): Resultados do 1T21 saudáveis, e a vacinação está apenas começando (link)
  • Grupo Soma anuncia fusão com Hering; Valuation em R$ 5,1 bilhões (link)
  • Via (VVAR3): Investor Day; Detalhando as alavancas de crescimento (link)
  • Vitrine XP: O que esperar dos resultados do Varejo no 1T21 (link)
  • Lojas Americanas (LAME4): Aquisição do Grupo Uni.co; Marcas únicas se juntam ao portfolio (link)
  • Carrefour Brasil (CRFB3): Vendas do 1T21; Resiliência do setor se comprova em meio a um cenário desafiador e base de comparação difícil (link)
  • Lojas Renner (LREN3): Aumento de capital confirmado; Muito grande para ser apenas crescimento orgânico (link)
  • Vestuário: Lojas Renner (LREN3) confirma estudo de possível aumento de capital; Notícias sugerem aquisição no radar (link)
  • Grupo Pão de Açucar (PCAR3): Anúncio de potencial aumento de capital da Cnova pelo Casino; rebaixando para Neutro (link)
  • Lojas Renner (LREN3): Investor Day; Foco no Ecossistema e em ESG (link)
  • Enjoei (ENJU3): Reciclando o seu guarda roupa; Iniciando com Compra (link)
  • Westwing (WEST3): Quando passear se torna digital; Iniciando com Compra (link)
  • Mosaico (MOSI3): Como ganhar dinheiro ajudando outros a economizar; Iniciando cobertura com Compra (link)
  • Supermercados: Cisão do Assaí concluída, e agora? Nossa recomendação para PCAR3 e ASAI3 (link)
  • Batalha de Titãs: O que esperar do setor de e-commerce e nossas recomendações (link)
  • Calma, ainda tem a sobremesa.. O que esperar do setor de supermercados e das nossas recomendações (link)
  • Grupo Soma (SOMA3): Quando somar é multiplicar – Iniciamos com Compra (link)
  • Renovando o Guarda-Roupa: O que esperar do setor de vestuário/joias e nossas recomendações (link)
  • Pague Menos (PGMN3): Emergindo mais forte da reestruturação; Iniciamos com recomendação de COMPRA (link)
  • RD – Raia Drogasil (RADL3): Tentando colocar um preço em Saúde – Reiniciando com recomendação Neutra (link)
  • Nossa prescrição para o setor farmacêutico: o que monitorar em 2021 e nossas recomendações (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.