Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 24/06

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

Tetra Pak paga bônus para elevar reciclagem

“A Tetra Pak, maior fornecedora mundial de caixas longa vida, está testando o pagamento de bônus financeiro, de catadores a papeleiras, para ampliar a reciclagem das embalagens cartonadas que produz no Brasil. No ano passado, foram recicladas 108 mil toneladas de caixinhas, ou 43,7% de sua produção total no país, mais que o dobro da taxa registrada cinco anos antes. A meta é acelerar o ritmo de crescimento, a partir da implantação de projetos inéditos, desenvolvidos localmente, que no futuro podem ser replicados em outros mercados América Latina. Para atrair os catadores autônomos à coleta das caixinhas – nesse grupo, papelão e alumínio são os materiais mais visados porque têm venda assegurada -, a Tetra Pak firmou uma parceria com a plataforma Cataki, desenvolvida pela ONG Pimp my Carroça. O aplicativo, que aproxima geradores de resíduos e catadores, incluiu embalagens cartonadas na lista de materiais coletados e a multinacional fará a ponte com as cooperativas, que receberão esse material.”

Fonte: Valor Econômico, 24/06/2021

Política

Salles deixa Meio Ambiente e temor é de continuidade

“Um dos integrantes mais controversos do governo Bolsonaro, Ricardo Salles deixou ontem o cargo de ministro do Meio Ambiente após semanas de rumores de que seria demitido por causa de suposto favorecimento a madeireiros. Seu substituto é Joaquim Álvaro Pereira Leite. Até ontem secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, o novo ministro é egresso da Sociedade Rural Brasileira, uma das mais conservadoras entidades do agronegócio brasileiro. A demissão ocorre no dia em que a CPI da Covid chegou à porta do Palácio do Planalto, depois de denúncias do deputado Luís Miranda (DEM-DF). Marcada por enfraquecer os órgãos ambientais de fiscalização e por minimizar o impacto das queimadas, a gestão de Salles foi mundialmente criticada e afetou a imagem internacional do Brasil. Ambientalistas, porém, temem uma continuidade na política do setor. Para o ex-ministro do Meio Ambiente e da Fazenda Rubens Ricupero, a mudança deve ter pouco impacto na reputação do país. ‘O que vai pegar mesmo é o agravamento do desmatamento na Amazônia.'”

Fonte: Valor Econômico, 24/06/2021

Empresários e executivos do mercado financeiro cobram Lira contra retrocessos ambientais

“Diante da iminente piora da má reputação do Brasil com a votação de projetos de lei que ameaçam o meio ambiente e de perdas com a pior crise hídrica do século, um grupo de mais de cem empresários e personalidades assinou uma carta enviada nesta quarta-feira, 23, ao presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), pedindo que o Legislativo vete três Pls da área ambiental defendidos pela gestão Jair Bolsonaro. Entre os projetos, está o que modifica a demarcação de territórios indígenas e permite o estabelecimento de atividades como a mineração nessas áreas. Nessa terça-feira, 22, indígenas e a Polícia Militar do Distrito Federal entraram em confronto na frente da Câmara e a votação do projeto ficou para esta quarta. Além dele, estão o PL o que altera o Sistema Nacional de Unidades de Conservação e cria a categoria de “estrada-parque” e o PL de regularização fundiária de ocupações em terras da União (chamado de PL da Grilagem).”

Fonte: Estadão, 23/06/2021

Opinião

Observando os cisnes verdes

“O estatístico Nassim Nicholas Taleb cunhou a designação “cisne negro” para descrever acontecimentos improváveis, difíceis de prever e que podem ter um grande impacto sobre a economia. Os autores de um relatório recente introduziram na taxonomia financeira a expressão “cisnes verdes”: eventos causados pelas alterações climáticas e pela perda de biodiversidade. O aparecimento de cisnes verdes será seguramente mais previsível que o de cisnes negros, já que as alterações climáticas os torna inevitáveis. Mas não existem comparações históricas que nos ajudem a compreender de que forma os riscos climáticos e ambientais como os ciclones, os fogos florestais, as secas e as cheias podem afetar o sistema bancário, a indústria seguradora ou quaisquer outras atividades econômicas.”

Fonte: Valor Econômico, 24/06/2021

Produtos

GEF Capital busca R$ 1 bi para novo fundo de soluções climáticas

“A GEF Capital, gestora com foco na temática de sustentabilidade, deu a largada para captar seu segundo fundo de private equity para o Brasil, de US$ 200 milhões, ou cerca de R$ 1 bilhão. A casa está em conversas com o European Investment Banking para um aporte de US$ 40 milhões na estratégia, conforme informações disponíveis no site da própria instituição. Segundo fontes de mercado, a GEF tem mantido conversas com investidores brasileiros, mas a maior parte do capital deve vir de estrangeiros, inclusive bancos multilaterais.”

Fonte: Capital Reset, 24/06/2021

Internacional

Empresas

Mulheres ocuparam 124 novas posições em conselhos de empresas este ano, mostra organização feminina

“As mulheres estão ocupando mais espaços em conselhos de empresas. Ufa! Apesar de o percentual de mulheres conselheiras não ultrapassar os 20% em nenhum ranking, de nenhuma consultoria, estamos caminhando. É o que mostra um levantamento feito pela WomenCorporateDirectors (WCD), organização global que atua no fomento da diversidade em conselhos de administração, e divulgado com exclusividade pelo Valor Investe. A partir de sua base de associadas, que hoje está em 267 mulheres, a WCD apurou que as mulheres passaram a ocupar 124 novas posições em 2021 em diversos colegiados, de empresas públicas, privadas, de capital aberto e fechada, considerando que uma mulher pode ocupar mais de um assento. Do total das associadas da WCD, 81 mulheres assumiram novas posições em diversos tipos de conselhos este ano.”

Fonte: Valor Investe, 24/06/2021

Warren Buffet doa US$ 4,1 bilhões para fundações filantrópicas

“O megainvestidor Warren Buffet doou nesta quarta-feira (23) US$ 4,1 bilhões em ações da sua companhia, a Berskshire Hathaway, para cinco fundações de caridade. As entidades que Buffett ajudará são a Fundação Bill & Melinda Gates, Fundação Susan Thompson Buffett, Fundação Sherwood, Fundação Howard G. Buffet e Fundação NoVo, segundo informações do site CNBC. Além das doações, ele renunciou ao cargo de administração que tinha na fundação criada pelos donos da Microsoft. “Em 2006, eu prometi distribuir todas as minhas ações da Berkshire Hathaway, o que representa mais de 99% do meu patrimônio líquido, para a filantropia. Com a doação de US$ 4,1 bilhões de hoje, eu estou na metade desse caminho”, afirmou o investidor.”

Fonte: Valor Investe, 23/06/2021

Infraestrutura de gás em toda a Europa está vazando metano e contribuindo para o aquecimento global

“O potente gás metano do efeito estufa está sendo expelido da infraestrutura de gás natural em toda a União Europeia por causa de vazamentos e respiros, segundo vídeos disponibilizados para programas da Reuters. Usando uma câmera infravermelha de 100.000 euros (US$ 119.000), a Força-Tarefa do Ar Limpo (CATF) sem fins lucrativos encontrou metano vazando para a atmosfera em 123 locais de petróleo e gás na Áustria, República Tcheca, Alemanha, Hungria, Itália, Polônia e Romênia este ano. O metano, a maior causa das mudanças climáticas depois do dióxido de carbono (CO2), é o principal componente do gás natural e mais de 80x mais potente do que o CO2 em seus primeiros 20 anos no ar. Atualmente, a UE não regula as emissões de metano no setor de energia, o que significa que as empresas que administram os locais pesquisados pelo CATF não estão infringindo as leis por causa de vazamentos ou ventilação.”

Fonte: Reuters, 24/06/2021

Política

Mark Carney defende agenda ESG

“Era um sábado, 12 de julho de 2014, e Mark Carney, ex-presidente do banco central do Canadá e então comandando o BC da Inglaterra, participava de uma conferência econômica no Vaticano. A data era marcante porque, além do evento em si, no dia seguinte aconteceria a final da Copa do Mundo, entre Alemanha e Argentina, o país do papa Francisco. O que mais marcou Carney, no entanto, não foi o futebol. Foi algo que o pontífice disse usando uma analogia com o vinho e a grappa, uma bebida de origem italiana com altíssimo teor alcoólico feita a partir do bagaço da uva, um subproduto do processo de vinificação. Francisco disse que a humanidade é como o vinho, cheia de nuances, sabores, virtudes, enquanto os mercados financeiros são como a grappa, concentrados, diretos, interesseiros.”

Fonte: Valor Econômico, 24/06/2021

Planos de recuperação ficam aquém das metas de gastos verdes da UE, alertam os ativistas

“À medida que a Comissão Europeia começa a endossar os planos de recuperação nacionais apresentados pelos países da UE, os ativistas estão cada vez mais preocupados que o executivo da UE possa não cumprir totalmente a meta de gastos verdes do fundo. De acordo com as regras acordadas em dezembro, os planos nacionais que os Estados membros da UE devem apresentar à Comissão Europeia para aproveitar os € 750 bilhões do fundo de recuperação COVID da UE devem dedicar pelo menos 37% dos gastos ao investimento verde. Mas há preocupações de que isso não aconteça – assim como temores em torno da quantidade de recursos reservados para gás fóssil e a falta de dinheiro dedicado à biodiversidade.”

Fonte: Euractiv, 23/06/2021

Regulação

Novas regras de relatórios climáticos a serem exigidas pelo regulador financeiro do Reino Unido

“O regulador financeiro do Reino Unido delineou planos para estender os requisitos de relatórios climáticos à maioria das empresas listadas no Reino Unido, bem como aos gestores de ativos domésticos, em uma tentativa de atender à crescente demanda dos investidores por divulgação. A Autoridade de Conduta Financeira disse que deseja que os requisitos de relatórios, que pedem às empresas que divulguem os riscos que enfrentam com a mudança climática, cubram “98%” dos ativos administrados no mercado do Reino Unido e dos detidos por gestores financeiros domésticos. Ele quer que eles se apliquem a empresas listadas no Reino Unido padrão e premium. “As divulgações relacionadas ao clima ainda não atendem às necessidades dos investidores e participantes do mercado”, problema que as novas regras buscam ajudar a resolver, disse Sheldon Mills, diretor executivo de consumidor e concorrência da FCA, ao lançar uma consulta sobre as propostas na terça-feira.”

Fonte: Financial Times, 22/06/2021


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Crédito de carbono: Capturando parte da solução; 5 nomes para exposição ao tema (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.