Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 16/06

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

TIM capta R$ 1,6 bi na maior emissão de dívida com selo social e ambiental

“A TIM Brasil acertou a captação de R$ 1,6 bilhão por meio da emissão de debêntures de infraestrutura atreladas a compromissos no campo ambiental e social. Esta é a primeira operação do gênero no setor de telecomunicações no País e a maior já realizada em todo o segmento de infraestrutura, superando a emissão da empresa de logística Rumo (R$ 1,5 bilhão) em maio – um sinal do apetite crescente do mercado de capitais por esta classe de ativos. A obtenção do selo de sustainability linked debenture (SLD) pelo proponente depende da definição de metas claras e que possam ser monitoradas. Neste caso, a TIM prometeu levar o 4G para todos os 5.570 municípios do País até o fim de 2023, um salto de 43,6% na cobertura, que chegava a 3.877 no fim de 2020.”

Fonte: Estadão, 16/06/2021

Estudo vê espaço aberto para os biocombustíveis no Brasil

“O Brasil tem potencial para produzir biocombustíveis suficientes para cobrir até 72% da demanda por combustíveis usados em carros leves e 54% das vendas de diesel esperadas até 2030 sem desmatar nem ocupar áreas de produção de alimentos. A conclusão é de um estudo do WWF-Brasil, que estimou o potencial de crescimento da produção dos renováveis, considerando o avanço de lavouras como soja e cana em áreas que hoje são ocupadas por pastos degradados. Os percentuais poderão ser ainda maiores se forem utilizadas fontes alternativas de biomassa, como palma e macaúba. Nesse caso, a oferta de etanol substituiria até 78% da demanda pelo ciclo Otto e 58% da demanda por diesel.”

Fonte: Valor Econômico, 16/06/2021

Carros elétricos poderão gerar excesso de açúcar, diz especialista

“O Brasil caminha para, no futuro, inundar o mercado global de açúcar, à medida que a transição para os veículos elétricos for derrubando a demanda por biocombustíveis à base de plantas. É o que aponta estudo liderado por Soren Jensen, ex-diretor operacional da Alvean, a maior trading de açúcar do mundo. Segundo o estudo, a demanda por etanol, que no Brasil é feito em sua maior parte da cana, deverá começar a cair em 2030, quando o uso dos veículos elétricos estiver mais disseminado. Essa queda deixará as usinas brasileiras sem opção a não ser produzir mais açúcar, do qual o Brasil já é o maior exportador.”

Fonte: Valor Econômico, 16/06/2021

Emissão de R$ 63,6 milhões em CRA recebe selo verde do CBI

“A emissão de R$ 63,6 milhões em certificados de recebíveis do agronegócio (CRA) por parte de sete produtores de grãos e securitizada pela Gaia Impacto, já reportada pelo Valor, recebeu certificação verde do Climate Bonds Initiative (CBI). A organização, sediada em Londres, é a principal avaliadora de critérios sustentáveis em operações financeiras no mundo e avaliou que a operação se encaixa em seus critérios agrícolas de emissões de dívida. Batizada de CRA Verde.Tech, esta foi a terceira operação no mundo a receber a certificação de acordo com os novos critérios agrícolas do CBI, estabelecidos em outubro do ano passado. As duas operações anteriores, porém, foram realizadas por empresas de grande porte.”

Fonte: Valor Investe, 15/06/2021

Agência Nacional de Mineração faz vistoria em barragem da Vale em Mariana

“A Agência Nacional de Mineração (ANM) realiza às 10h uma nova vistoria na barragem Xingu, localizada na mina Alegria, da Vale, em Mariana (MG). A vistoria foi solicitada pela Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente de Mariana. Os resultados da vistoria serão divulgados ainda hoje. As atividades na mina foram interditadas no dia 4 pela Superintendência Regional do Trabalho, por risco de morte dos trabalhadores em caso de ruptura. A barragem está em nível 2 de emergência, em uma escala que vai de um a três. Também houve interdição da circulação de trens da Estrada de Ferro Vitória a Minas próximo à barragem.”

Fonte: Valor Econômico, 15/06/2021

Mulheres ainda estão longe do comando de companhias abertas, mostra pesquisa

“As mulheres são minoria tanto nos conselhos quanto nas diretorias das empresas de capital aberto no Brasil. Há setores em que não há nenhuma representante feminina no topo das diretorias executivas, caso de papel e celulose e de agricultura, açúcar e álcool. Os números são resultado de um levantamento da MZ Group, que analisou os formulários de referência mais recentes de 250 empresas com ações negociadas. Os documentos foram entregues até maio passado e se referem ao ano de 2020. Esta foi a segunda edição do estudo da MZ, que ficou mais robusto em relação ao ano passado, conta o diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, Cássio Rufino. A MZ fornece soluções para as áreas de RI. O estudo levou em conta a primeira versão do documento entregue pelas companhias e não considerou alterações.”

Fonte: Valor Investe, 15/06/2021

Política

Brasil pode se tornar uma potência se aliar desenvolvimento econômico com proteção ambiental

“O Brasil tem chances de se tornar uma grande potência até o final de 2030, ainda mais com o crescimento das práticas sociais, ambientais e de governança (ESG) na agenda global. Porém, para isso, precisará saber como promover um progresso socioeconômico aliado com a sustentabilidade. Essa é a opinião de especialistas nesta terça-feira, 15, do Summit ESG, evento online promovido pelo Estadão. Para Mariano Cenamo, fundador do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) e CEO da Amaz Aceleradora de Impacto, o país não conseguirá fazer mais frente à China, por exemplo, como um grande polo industrial, assim como não será um grande celeiro de recursos humanos, como a Índia é no momento. “

Fonte: Estadão, 15/06/2021

Opinião

ESG ontem e hoje

“No meio do boom-tsunami-onda-tendência ESG que estamos vivendo (ainda bem! #vivemospraver), pode surgir a tentação de se “descobrir a roda”, ou seja, ter posicionamentos ‘geniais’ que, vejam bem… alguém já teve ou já falou antes de nós. E aqui estou passando bem longe de autoria, crédito, pioneirismo, louros. ESG não combina em nada com esse expediente. Meu ponto é que estamos da Década da Ação para alcançarmos os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) e a Agenda 2030. Então, tempo é o que menos temos a perder. Por isso, vale analisar e compreender os movimentos que nos trouxeram até aqui para irmos somando esforços, acrescentando ângulos, evoluindo nos conceitos. Assim, vamos caminhar mais fortes e mais rapidamente.”

Fonte: Valor Investe, 15/06/2021

Internacional

Empresas

Biden deve propor metas modestas para biocombustíveis, diz agência

“O governo de Joe Biden deve apresentar sua primeira proposta de mandato de mistura de biocombustíveis nas próximas semanas, que valerão para este ano. Porém, a Agência de Proteção Ambiental (EPA) deve apresentar metas modestas, segundo a Bloomberg, que citou fontes a par do assunto. De acordo com a Bloomberg, a EPA poderia manter ou até reduzir as metas em relação ao ano passado, mas não de forma significativa. A agência não comentou o assunto. O governo recebe pressão de políticos da própria base democrata. John Carney, governador do Estado de Delaware, e os senadores Tom Carper e Chris Coons, pediram que a EPA concedesse mais tempo para as refinarias atenderem as cotas do ano passado e para garantir que os mandatos de 2021 reflitam os efeitos da pandemia sobre a demanda.”

Fonte: Valor Econômico, 15/06/2021

Regulação

Cúpula do Transporte Marítimo discute excesso de emissões de carbono

“O regulador global de transporte marítimo pretende selar um consenso esta semana sobre medidas para cortar as emissões de dióxido de carbono nesta década, o que manteria viva a possibilidade de um imposto internacional de poluição sobre a indústria. As apostas são altas para grandes empresas de transporte, como Maersk, CMA CGM e Cosco e comerciantes de commodities como Trafigura e Cargill que se esforçaram para reduzir os custos de transporte, com descarbonização estimada em trilhões de dólares. Delegados de 174 países mais uma série de observadores da indústria na reunião da Organização Marítima Internacional (IMO), o poderoso órgão da ONU que regula o transporte marítimo, estiveram em discussões de uma semana sobre as medidas para reduzir a intensidade de carbono da frota global em 40% até 2030 em comparação com os níveis de 2008.”

Fonte: Financial Times, 16/06/2021

Política

Ponto de não retorno para aquecimento irreversível pode ter sido superado

“O ponto de não retorno para um aquecimento irreversível pode ter sido superado, advertiu nesta terça-feira o cientista alemão que comandou a maior expedição enviada ao Ártico. “Apenas o estudo dos próximos anos nos permitirá saber se ainda podemos salvar a camada de gelo do Ártico, presente o ano todo graças a uma proteção do clima, ou se já atravessamos o ponto de não retorno”, disse Markus Rex, oito meses após o retorno da missão internacional que passou um ano no Ártico. “O desaparecimento do gelo de verão Ártico é uma das primeiras minas neste campo minado, um dos primeiros pontos de não retorno a que chegamos quando vamos longe demais no aquecimento” (global), completou o cientista em uma entrevista coletiva em Berlim, ao lado da ministra da Educação e Pesquisa, Anja Karliczek.”

Fonte: Isto É, 15/06/2021

Reino Unido falha em planejar o impacto da mudança climática, apesar dos avisos

“O conselheiro ambiental do governo do Reino Unido acusou os ministros de não terem planejado o impacto “inevitável” da mudança climática, apesar de seus repetidos avisos, deixando o país pior preparado para enfrentar o aquecimento global do que há cinco anos. Em seu último balanço quinquenal dos riscos climáticos que o Reino Unido enfrenta, publicado na quarta-feira, o comitê de Mudança Climática disse que o foco recente na redução de emissões não foi acompanhado por um planejamento de adaptação, que falhou “em acompanhar os efeitos do aquecimento planeta”. Chris Stark, presidente-executivo do CCC, acusou os ministros de ignorar as recomendações do painel independente. “Já faz algum tempo que levantamos nossas preocupações de forma consistente. [O governo] achou muito fácil dispensá-los”, disse ele.”

Fonte: Financial Times, 15/06/2021

Democratas dizem para Biden: “Sem cláusulas climáticas, sem votação para acordo de infraestrutura

“Dois democratas do Senado disseram na terça-feira que não votariam em um projeto de infraestrutura que omite medidas-chave destinadas a combater a mudança climática, pressionando a Casa Branca a abandonar as tentativas de garantir um pacote bipartidário. O presidente Joe Biden tem se concentrado em conseguir que um projeto de infraestrutura abrangente seja aprovado no Congresso que reforma as estradas e pontes do país e, ao mesmo tempo, acelera uma rápida mudança dos EUA em direção à energia limpa. Os republicanos disseram que medidas que tratam de coisas como mudança climática não contam como “infraestrutura”, deixando as negociações no Senado dividido em um impasse.”

Fonte: Reuters, 15/06/2021


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Radar ESG | Incorporadoras de Imóveis Residenciais Populares: Construindo os andares ESG (link)
  • Radar ESG | Arezzo & Co. (ARZZ3): Caminhando com seus próprios passos pela agenda ESG (link)
  • Trilogia ESG (Pt. I): Um mergulho no pilar E; Três nomes que são parte da solução (link)
  • Radar ESG | Blau (BLAU3) e Hypera (HYPE3): Em busca da fórmula ESG (link)
  • Bitcoin e ESG: Entenda os dois lados da moeda (link)
  • Radar ESG | Bemobi (BMOB3): Diversidade é o nome do jogo (link)
  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.