Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 04/05

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

Conselho da Vale será mais diversificado

“A conturbada assembleia de acionistas da Vale, que se estendeu por dez horas entre sexta-feira e ontem, com longa interrupção no meio, teve desfecho diferente do imaginado pela própria companhia. A empresa apostou as fichas em lista de candidatos para a eleição ao conselho de administração que privilegiava a diversidade de gênero – haveria mais mulheres – e também maior representação geográfica uma vez que havia quatro indicados estrangeiros. Mas o colegiado que vai comandar os rumos da mineradora no biênio 2021-2023 será marcado por outro tipo de diversidade: a acionária. Isso porque o conselho da Vale será formado por representantes de um maior número de acionistas.”

Fonte: Valor Econômico, 04/05/2021

Eleito conselheiro da Vale, Castello Branco defende inovação e ESG

“Eleito conselheiro de administração da Vale em lista alternativa indicada por fundos de investimento e gestoras, o ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, defende que a mineradora precisa reforçar iniciativas no campo ESG (ambiental, social e de governança), a estratégia de alocação de capital e os investimentos em transformação digital e inovação, para recuperar a posição que já teve no passado.”

Fonte: Estadão, 04/05/2021

Natura adapta métricas de ‘novo PIB’ e melhora programa de sustentabilidade

“A Natura começa a colher os frutos de uma mudança na forma de medir o progresso socioambiental em uma das regiões em que atua no Estado do Amazonas. A empresa viu aumentar o chamado Índice de Progresso Social (IPS) da região, de acordo com dados obtidos com exclusividade pelo Estadão/Broadcast. Concebido pelo economista Michael Porter, ele é uma espécie de nova forma de medir o PIB e junta aspectos econômicos, sociais e ambientais.”

Fonte: Estadão, 04/05/2021

Eurofarma compra créditos de carbono na Amazônia e neutraliza emissões

“O Grupo Eurofarma, multinacional do setor farmacêutico de capital 100% brasileiro e com presença em 20 países, neutralizou 100% das emissões diretas de dióxido de carbono (CO2). A ação de neutralização de emissões beneficia dois projetos de proteção da Amazônia, preservação da biodiversidade e apoio ao desenvolvimento social, por meio da aquisição de créditos de carbono. Segundo a empresa, o valor investido para essa aquisição irá beneficiar os projetos socioambientais nos campos de geração de energia renovável, conservação da fauna e da flora e desenvolvimento da comunidade local.”

Fonte: Exame, 03/05/2021

Comercializadora 2W Energia deve entrar no mercado de créditos “verdes”

“A comercializadora 2W Energia está mapeando o potencial de mercado de Crédito de Descarbonização (CBio). Produtores de biocombustível emitem CBios, enquanto distribuidoras precisam comprá-los para atingir metas anuais de descarbonização. No ano passado, algumas distribuidoras foram autuadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) por descumprir seus objetivos. Cada CBio equivale a 1 tonelada de carbono que deixa de ser emitida com a substituição de combustíveis fósseis por renováveis. Os títulos devem ser comprados na B3 pelas distribuidoras e retirados de circulação até o fim de cada ano.”

Fonte: Estadão, 04/05/2021

Companhias que apostam na sustentabilidade são mais inovadoras

“As companhias sofrem pressão para mudar suas práticas. E essa influência vem de uma série de lados: governos, consumidores, investidores, a sociedade civil, reguladores e colaboradores. A sociedade está mais organizada, demanda mais responsabilidade. Toda essa pressão, de todos esses atores, está criando a tempestade perfeita para a transformação.”

Fonte: Exame, 03/05/2021

Sustentabilidade empresarial: o que é, como e por que adotar

“Escândalos e descasos ambientais e sociais têm refletido diretamente no valor de ações e prestígios de grandes marcas em todo o mundo. Diante disso, há uma cobrança cada vez maior por sustentabilidade empresarial nas companhias, tanto de clientes, funcionários, investidores e instituições financeiras.”

Fonte: Exame, 03/05/2021

Política

Salles diz que orçamento para Meio Ambiente está ‘fragilizado’ e que corte começou em 2013

“O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, reconheceu que o orçamento para medidas voltadas à sua área de atuação está fragilizado, mas afirmou que cortes maiores foram feitos em governos anteriores. O auxiliar do presidente Jair Bolsonaro reclamou que deputados e senadores destinaram poucos recursos das emendas parlamentares para o meio ambiente.”

Fonte: Valor Econômico, 03/05/2021

Mourão diz que desmatamento não será reduzido com “dois ou três” agentes na Amazônia

“O vice-presidente Hamilton Mourão, que preside o Conselho Nacional da Amazônia, afirmou nesta segunda-feira que o governo só conseguirá apresentar resultados no combate ao desmatamento ilegal na Amazônia se deixar de enviar apenas “dois agentes ou três” para o trabalho de campo.”

Fonte: Valor Econômico, 03/05/2021

Opinião

O declínio da desigualdade racial

“As disparidades raciais fazem parte do nosso cotidiano e, em determinados contextos, tendem a dificultar o processo de desenvolvimento das nações. Apesar disso, existe crescente conscientização sobre os desafios dessa agenda e progressivo aumento da pressão popular para endereçá-la com o cuidado que merece.”

Fonte: Folha de São Paulo, 03/05/2021

Terceiro Setor

Cientistas Carlos Nobre e Tasso Azevedo integram rede de empreendedores sociais Ashoka

“Os cientistas Carlos Nobre e Tasso Azevedo passam a integrar a Ashoka, rede mundial de empreendedorismo social, por seu compromisso com a ciência a serviço da transformação social. O reconhecimento se dá pela atuação na promoção de novos paradigmas de convivência com a floresta, que conciliam prosperidade, valorização de conhecimentos tradicionais e conservação da biodiversidade”

Fonte: Folha de São Paulo, 03/05/2021

Internacional

Empresas

Preços do carbono na UE atingem a marca de €50 a tonelada

“O preço do carbono na UE ampliou sua alta recorde ao ultrapassar mais de €50/tonelada pela primeira vez, elevando o custo da poluição no bloco para mais do que o dobro do nível pré-pandemia. O Sistema de Comércio de Emissões da UE (ETS), projetado para colocar um custo no CO2 para algumas das indústrias mais poluentes, da geração de energia à aviação, subiu mais de 50% desde o início do ano.”

Fonte: Financial Times, 04/05/2021

Bancos chineses são acusados de financiar desmatamento em todo o mundo

“Os bancos chineses são os segundos maiores financiadores de commodities que implicam no desmatamento da floresta tropical, de acordo com uma pesquisa que levanta dúvidas sobre as ambições de Pequim de ser um líder global na luta contra as mudanças climáticas. Dados analisados pela Forests & Finance, uma coalizão global de organizações não governamentais, mostraram que de janeiro de 2016 a abril de 2020, as instituições chinesas forneceram US$15 bilhões em empréstimos e serviços de subscrição para empresas que comercializavam commodities ligadas ao desmatamento no sudeste da Ásia, Brasil e África.”

Fonte: Financial Times, 04/05/2021

Bancos e investidores canadenses enfrentam dilema para cumprir a meta de emissões

“Os compromissos dos bancos canadenses para zerar as emissões até 2050 (considerando as atividades que os mesmos financiam) geraram dúvidas em muitos investidores, dada a falta de uma meta definida, detalhes e seu apoio contínuo às empresas de petróleo e gás, mesmo que parcialmente voltado para ajudá-las na transição para alternativas. Mas seu crescente financiamento de projetos verdes também apresenta um dilema para os acionistas que desejam se desfazer. […] Mesmo na busca pela redução do financiamento para grandes produtores de emissões, os credores não podem se retirar de um setor que responde por cerca de um décimo da economia, apesar de ser responsável por mais de um quarto das emissões.”

Fonte: Reuters, 03/05/2021

Blackstone pede que suas empresas relatem regularmente sobre sustentabilidade

“A Blackstone Group Inc (BX.N) pediu pela primeira vez aos executivos de empresas controladas por seu braço de private equity que reportassem regularmente sobre questões ambientais, sociais e de governança (ESG) a seus conselhos, de acordo com uma carta vista pela Reuters. A maior administradora de ativos alternativos do mundo tem buscado reforçar suas credenciais de sustentabilidade à medida que os investidores questionam cada vez mais as empresas sobre seu impacto no meio ambiente e nos trabalhadores.”

Fonte: Reuters, 03/05/2021

Política

Administrador de Biden propõe a eliminação progressiva de gás prejudicial ao clima

“A Agência de Proteção Ambiental propôs na segunda-feira uma regra para cortar em 85% nos próximos 15 anos o uso de um potente gás do aquecimento global, comumente usado em geladeiras e condicionadores de ar, uma medida que terá um grande papel nos planos dos EUA de reduzir seu emissões de gases de efeito estufa nesta década. A proposta de proibir o uso de hidrofluorcarbonos (HFCs) evitaria que o equivalente a 900 milhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono chegassem à atmosfera nesse período, disse a Agência, um impacto climático semelhante a impedir a combustão de um trilhão de toneladas de carvão.”

Fonte: Reuters, 03/05/2021


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • Radar ESG | Setor de Logística (SIMH3, JSLG3 e VAMO3): Preparando-se para a estrada ESG (link)
  • Radar ESG | Laboratórios: ESG ainda na triagem; Fleury se destacando em relação aos pares (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Tecnologia, economia e agenda verde centralizam as discussões no segundo dia do evento (link)
  • Cúpula de Líderes sobre o Clima: Cooperação global é uma das três principais mensagens do evento (link)
  • Radar ESG | Locadoras de automóveis: Rumo à agenda ESG; Localiza liderando a corrida (link)
  • Radar ESG | São Martinho (SMTO3): Quanto mais se semeia, maior é a colheita (link)
  • Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA (link)
  • Sondagem XP/ESG com investidores institucionais (link)
  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.