O que você precisa saber sobre Fundos de Investimento

access_time 15/06/2019 - 15:21
format_align_left 6 minutos e 2 segundos de leitura

Definição

O fundo de investimento é uma comunhão de recursos, constituído sob a forma de condomínio e destinado à aplicação em ativos financeiros, entre eles títulos da dívida pública, ações, debêntures, moedas e derivativos.

Principais Agentes

Vantagens do Produto

Diversificação: acesso a uma carteira de ativos diversificados

Gestão especializada: profissionais de mercado dedicados à gestão da carteira de investimentos

Liquidez: agilidade na aplicação e no resgate de cotas

Acessibilidade: acesso a mais modalidades de investimento com menos recursos, para todo perfil de investidor

Diluição de Custos: os custos com corretagem são divididos igualmente entre todos os cotistas

Taxas

Taxa de Administração: percentual sobre o patrimônio do fundo, pago pelos cotistas, referente à prestação de serviço do gestor, administrador e demais agentes. Para fundos que compram cotas de outros fundos, existe a taxa máxima de administração, dado que o fundo investido também cobra taxa de administração.

Taxa de Performance: taxa cobrada do cotista, desde que prevista em seu regulamento, caso a rentabilidade do fundo supere a de um indicador de referência (benchmark). Além de superar o benchmark, a performance deve ser positiva para que a taxa seja cobrada.

Taxa de Saída: caso o cotista queira resgatar suas cotas em um prazo de liquidação e cotização inferior ao prazo de resgate padrão do fundo, o investidor paga uma taxa no momento do resgate, a qual incidirá sobre o montante total resgatado.

Movimentações

Aplicação Inicial: valor mínimo que o cotista pode aplicar em um fundo de investimento pela primeira vez.

Movimentação Mínima: valor mínimo que o cotista pode movimentar, seja aplicação ou resgate, em um fundo de investimento, depois de já ser um cotista.

Saldo Mínimo de Permanência: valor mínimo que o investidor precisa manter no fundo para continuar sendo cotista. Se o cotista desejar realizar um resgate que resulte em um saldo menor do que o mínimo de permanência, deverá realizar o resgate total de sua posição.

Público-Alvo

De acordo com a CVM, existem três tipos de investidor:

Investidor em Geral: é o investidor para o qual não há restrições a respeito de seu perfil.

Investidor Qualificado: pessoa física ou jurídica que possui aplicações financeiras em valor igual ou superior a R$ 1 milhão e que ateste essa condição por escrito. Porém, o investidor pode se tornar qualificado mesmo que não tenha R$ 1 milhão aplicados, através da aprovação em algum exame de certificação aceito pela CVM que conceda esse status. 

Investidor Profissional: pessoa física ou jurídica que possui mais de R$ 10 milhões aplicados no mercado financeiro que ateste essa condição por escrito. Também são considerados investidores profissionais instituições financeiras, seguradoras, fundos de pensão, fundos de investimento, entre outros.


Prazos de Aplicação e Resgate

Aplicação

Prazo de cotização: período determinado para a apuração do valor da cota para efeito de aplicação no fundo. Geralmente, vale 0 ou 1 dia. 

Resgate

Prazo de cotização: período determinado para a apuração do valor da cota para efeito de resgate no fundo. Geralmente, varia entre 0 e 30 dias, para fundos mais líquidos, podendo valer 180 dias ou mais de um ano, para fundos menos líquidos.

Prazo de liquidação: período determinado para o pagamento, pelo fundo, do valor líquido devido ao cotista que efetuou pedido de resgate. Por exigência da CVM, o pagamento deve ser feito em até 5 dias úteis, contados da data de cotização.

Tipos de Cotas

Existem dois tipos de cotas para fundos de investimento:

Cota de Abertura

•A cota de abertura é calculada atualizando-se os valores dos ativos componentes da carteira do fundo de investimento até a data do dia anterior, devidamente atualizadas por 1 dia, quando se tratar de fundos classificados como Renda Fixa.

•Assim, o valor da cota é conhecido na abertura dos negócios do dia, e as aplicações e resgates do dia são convertidos a partir do valor da cota de abertura.

Cota de Fechamento

•A cota de fechamento é calculada atualizando-se os valores dos ativos componentes da carteira do fundo de investimento no próprio dia do cálculo da cota, sendo divulgada após o fechamento do mercado, no 1º dia útil seguinte.

•Por exemplo, os fundos de ações usam a cota de fechamento porque o valor da cota pode ter grande variação durante o dia, que não seria refletido no valor da cota.

Tributação IR

Tributação IOF

O Imposto sobre Operações Financeiras incide sobre o rendimento nos resgates feitos em um período inferior a 30 dias. O percentual do IOF varia de acordo com a tabela ao lado

Classificação CVM

De acordo com a Instrução CVM 555, o fundo de investimento pode apresentar 4 classificações, a depender da composição de sua carteira, são elas:

  • Renda Fixa: Fundos cujo principal fator de risco da carteira é a variação da taxa de juros ou do índice de preços. No mínimo 80% do patrimônio líquido deve estar investido em ativos relacionados a tais fatores de risco.
  • Ações: Fundos cujo principal fator de risco da carteira é a variação de preços de ações. Devem ter, no mínimo, 67% do patrimônio líquido investido em ações, bônus de subscrição, cotas de fundos de ações ou BDRs.
  • Multimercado: Fundos cuja política de investimento envolve vários fatores de risco, sem o compromisso de concentração em nenhum fator em especial, possuindo assim mais liberdade de atuação.
  • Cambial: Fundos cujo principal fator de risco da carteira é a variação de preços de moeda estrangeira ou a variação do cupom cambial. Devem ter, no mínimo, 80% do patrimônio líquido investido em ativos relacionados a tais fatores de risco.
Disclaimer:

As informações contidas nessa mensagem têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Corretora de Seguros Ltda. e qualquer outra empresa do grupo XP se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. Leia o prospecto, o formulário de informações complementares, lâmina de informações essenciais e o regulamento, quando aplicável, do fundo antes de investir. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Fundos de investimentos não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou do Fundo Garantidor De Créditos – FGC. Para avaliação da performance de um fundo de investimento, é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. As informações presentes neste material técnico são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Descrição do tipo ANBIMA disponível no formulário de informações complementares. Os produtos de seguros e previdência do grupo XP são comercializados pela XP Corretora De Seguros Ltda., com código SUSEP n° 10062846-8 e inscrita no CNPJ sob o n° 10.558.797/0001-09 (“XP SEGUROS”). Todos os produtos distribuídos pela XP Seguros proveem de seguradoras registradas na SUSEP. O segurado poderá consultar a situação cadastral desta corretora pelo site www.susep.gov.br, por meio do número de registro na SUSEP, razão social ou CNPJ. Os recursos dos planos de previdência são aplicados em fundos de investimento que não possuem garantia de rentabilidade podendo, inclusive, ter rentabilidade negativa. O registro do plano na SUSEP não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização esta instituição é aderente ao código ANBIMA de regulação e melhores práticas para atividade de distribuição de produtos de investimento no varejo. Os dados mencionados neste material foram extraídos de fonte externa e podem apresentar distorções, não se comprometendo a XP Seguros. Com a veracidade dessas informações. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações aqui veiculadas. O presente material não pode ser reproduzido ou redistribuído para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento por escrito da XP Seguros. Para informações, ligue para 4003-3710 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-880-3710 (demais localidades). Para clientes no exterior o contato é 55-11-4935-2701. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria: 0800 722 3710. Para deficientes auditivos ou de fala favor ligar para 0800 771 0101 (todas as localidades).