Carteira de Investimentos: como montar uma carteira diversificada para o seu perfil de investidor

Seja você um investidor conservador ou arrojado, o objetivo é sempre o mesmo: ao investir de forma diversificada, é possível diminuir os riscos de perda de dinheiro no caso da desvalorização de algum ativo. Leia para entender esta relação.

Carteira Diversificada Conservadora Dezembro

Se você quer fazer o seu dinheiro render mais e com segurança, mas não tem certeza de como começar, vamos te apresentar o segredo do sucesso dos grandes investidores: a carteira diversificada.

Isso porque essa estratégia simples pode fazer a diferença para quem não tem muita segurança para sair dos investimentos mais conservadores, mas quer diminuir os riscos de investir em tipos de investimentos com mais volatilidade.

Seja você um investidor conservador ou agressivo, o objetivo é sempre o mesmo: ao investir de forma diversificada, é possível diminuir os riscos de perda de dinheiro no caso da desvalorização de algum ativo.

Como diria o ditado popular, é preciso ter muito cuidado na hora de investir para jamais colocar todos os ovos na mesma cesta.

Afinal, imagine se algo acontece com a cesta cheia e você perde tudo o que tinha? Já parou para pensar nisso?

Pois é. De acordo com os seus objetivos e perfil de investidor, fica mais claro qual é a proporção certa de investimentos entre ativos com mais ou menos riscos você deve ter na sua carteira.

Montando uma carteira diversificada

Montar uma carteira de investimentos diversificada também é uma boa estratégia para proteger e fazer o dinheiro render mais, ainda mais em momentos de instabilidade política e econômica aqui no Brasil e pelo mundo também.

Para entender como ter uma rentabilidade maior e mais segura ao montar uma carteira de investimentos correta para o seu perfil e seus objetivos, preparamos este texto com algumas dicas importantes.

Ao ter em mente qual a relação entre risco e retorno que você quer, vai ficar mais fácil montar uma carteira de investimentos ideal:

Carteira diversificada: o que é e para que ela serve?

Uma carteira de investimentos nada mais é do que uma seleção de ativos de diferentes tipos e segmentos de acordo com cada perfil de investidor.

Na prática, a diversificação de investimentos é a formação de uma carteira (também pode ser chamada de portfólio) de ativos com uma estratégia que pode mirar diferentes tipos de indexadores.

Para se ter uma carteira de investimentos rentável, é preciso criar um equilíbrio entre as aplicações. E para isso, é possível contar com alternativas atreladas à inflação ou ao CDI, além de ter exposição ao Ibovespa, dólar, fundos…

Resumindo: é precisodistribuir o dinheiro entre diferentes tipos de ativos do mercado financeiro.

E essa diversificação pode ser feita entre classes de aplicações (renda fixa e renda variável, por exemplo) ou até mesmo entre as mesmas classes.

Para que serve a carteira diversificada?

Com isso, o principal objetivo ao se diversificar os investimentos é fazer a maximização dos retornos para um dado risco.

Mas por que é preciso fazer isso? O principal motivo é que o mercado brasileiro e o cenário macroeconômico mundial estão sujeitos a incertezas. E elas podem afetar negativamente os preços dos ativos.

A aprovação da Reforma da Previdência, um tweet do Trump ou os resultados da economia chinesa podem fazer os investimentos variar bastante.

Com isso, é praticamente impossível saber exatamente como serão os rendimentos dos investimentos em um prazo mais longo. Pequenas coisas no meio do caminho podem mudar significativamente os cenários.

Por esse motivo é importante não colocar todo o dinheiro em um único ativo que pode sofrer em caso de um choque.

Carteira diversificada: como montar?

Saber como montar uma carteira de investimentos diversificada faz muita diferença na hora de enriquecer, já que os seus ganhos dependem fundamentalmente da forma como as aplicações estão organizadas.

Sua carteira, então, pode contar com produtos de Tesouro Direto, ações, fundos de investimentos, derivativos e muitos outros tipos de investimentos com prazos e rentabilidades distintas.

Conheça seu perfil de investidor

O primeiro passo então para montar a sua carteira é conhecer o seu perfil de investidor.

Se ainda não sabe qual é o seu perfil, pense no seu apetite ao risco: o quanto você tolera perdas e se sente desconfortável diante de possíveis perdas de rentabilidade?

Se o seu caso é o de tolerância zero, você tende a ter o perfil conservador.

Caso tenha um certo apetite por rentabilidades maiores, mesmo que com um pouco de risco, você tende a ser moderado.

Já se você não teme por possíveis perdas, seu perfil é mais alinhado com o agressivo.

A capacidade de tomar riscos acaba variando. Pode ser segundo a idade, a capacidade de poupar dinheiro, objetivos de longo prazo, nível de renda e etc.

Identifique seus objetivos e prazos

Outro fator importante para quem quer montar carteira de investimentos é conhecer os objetivos de curto, médio e longo prazo.

Ao saber o que quer, e para quando quer, fica mais fácil escolher os tipos de ativos para a carteira. Assim, você vai conseguir atingir os objetivos desejados ou as suas metas.

Fique atento também no estabelecimento das metas: mire sempre o quanto de dinheiro pretende ter no final de cada prazo.

Assim, fica mais fácil saber qual é a melhor forma de direcionar as suas aplicações e datas de vencimentos.

Os juros estão baixos. E agora?

A regra dos investimentos é clara: se você quer um retorno maior, precisa aceitar mais risco. Simples assim.

E em tempos de juros baixos, essa regra acaba ganhando ainda mais peso. Por quê? Vamos explicar.

Taxa selic e Juro real

Talvez você já tenha ouvido esses termos por aí. E, possivelmente, até conheça seus significados.

Juro real nada mais é do que juros menos inflação. Ele serve para você saber quanto, de fato, o seu investimento está rendendo. Para isso, é preciso descontar a desvalorização do dinheiro no tempo, que é a inflação.

Já a Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira, definida pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Ela influencia todas as outras taxas de juros cobradas pelos bancos em empréstimos.

A Taxa Selic, que já registrou mais de 14% ao ano, hoje registra os menores valores de sua história no Brasil.E o que isso significa? Que a tendência é que os juros continuem baixos por bastante tempo.

Com esse cenário em vista, os investimentos com risco menor, como os de renda fixa, tendem a render cada vez menos.

Para ter mais rentabilidade em momentos como este, o investidor precisa ter mais criatividade e apetite ao risco.

Para rentabilizar os investimentos, será preciso diversificar e buscar mercados mais sofisticados, como o de fundos multimercados e de renda variável .

Ao construir seu portfólio, seu principal objetivo é ter ganhos maiores do que a inflação.

Se não tomar nenhuma atitude, você correrá um sério risco de ter uma rentabilidade menor ou até mesmo negativa.

Reforçando: investidores que querem mais retorno precisam aceitar mais risco. Ainda mais em momentos como o que estamos vivendo – e que tendem a durar mais.

Conte com a ajuda de especialistas

Ainda não se sente seguro de fazer a diversificação da sua carteira por conta própria? Fique tranquilo.

É normal que algumas pessoas se sintam inseguras para fazer investimentos que talvez não conheçam muito bem.

Nestes casos, a melhor alternativa para não ficar parado e perder oportunidade de rentabilizar o dinheiro é contar com um profissional especializado em investimentos.

O assessor de investimentos é o especialista que vai te ajudar a planejar o futuro e buscar os melhores investimentos para o seu perfil.

Por ter diversas qualificações no mercado financeiro, o assessor analisa as oportunidades para indicar sempre aquilo que faz sentido para você no curto, médio e longo prazo.

Os assessores de investimento são os profissionais indicados para te ajudar a mudar a forma como você cuida do seu dinheiro. Eles vão te ajudar a fazer ele render mais de olho no seu futuro.

Além disso, na XPos assessores contam com a melhor plataforma do mercado financeiro e eles estão sempre em busca de novos e bons investimentos em diversas instituições financeiras. Sempre com a imparcialidade que é necessária.

E em caso de dúvidas, de segunda à sexta das 8h às 20h, assessores da XP respondem a dúvidas dos investidores. É ao vivo e online no Youtube.

A Assessoria Live, inclusive, é uma das principais ferramentas que você pode usar na busca por melhores investimentos.

Carteira diversificada por Perfil de Investidor

Carteira Conservadora

Ideal para investidores que buscam produtos de baixo risco e com rentabilidade.

A carteira recomendada representa a combinação sugerida por nossos especialistas visando a busca por maiores retornos dado um determinado risco e volatilidade, somada à nossa perspectiva atual do cenário macroeconômico.

No perfil conservador, a busca por ativos com menor risco sobressai a busca por retornos. A preservação de capital é primordial.

Carteira Moderada

Ideal para quem busca aumentar a rentabilidade dos seus investimentos sem correr muitos riscos.

A carteira recomendada representa a combinação sugerida por nossos especialistas visando a busca por maiores retornos dado um determinado risco e volatilidade, somada à nossa perspectiva atual do cenário macroeconômico.

No caso do perfil moderado, há um equilíbrio maior entre a tolerância ao risco e a busca por retornos.

Carteira Agressiva

Ideal para quem almeja aumentar o seu patrimônio de forma considerável.

A carteira recomendada representa a combinação sugerida por nossos especialistas visando a busca por maiores retornos dado um determinado risco e volatilidade, somada à nossa perspectiva atual do cenário macroeconômico.

No perfil agressivo, a busca por maiores retornos sobressai a busca por ativos com menores oscilações no curto prazo. Apesar da maior tolerância ao risco, a seleção de ativos visa a preservação de capital no longo prazo.

Ouça um episódio do XP Investorcast

No player abaixo, ouça um episódio do podcast XP Investorcast. Nossos especialistas discutem, justamente, diversos pontos de esclarecimento sobre a diversificação nos investimentos.

https://conteudos.xpi.com.br/wp-content/uploads/2019/10/Investorcast-Episodio-4.mp3

Conclusão

Como já frisamos, a relação entre risco e retorno é uma das principais e mais importantes no mundo das finanças.

Através do seu perfil de investidor e objetivos de vida, é possível balancear bem esta conta para chegar a uma carteira de investimentos diversificada.

Desta forma, é possível ter um menor risco de olho no maior retorno possível.

Aodiversificar os seus investimentos, você diminui os riscos de perdas e a melhora a rentabilidade do seu dinheiro.

Antes de investir, tenha sempre em mente quais são os seus planos, necessidades e perfil de investidor. Assim, faça aplicações que vão te ajudar a alcançar seus objetivos.

E sempre que precisar de ajuda na diversificação de investimentos, conte também com os assessores da XP. Abra sua conta e venha diversificar suas aplicações na melhor plataforma do mercado.

Compartilhar:


Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM