Café com ESG: Para começar o dia bem informado sobre temas que transformam | 09/04

Comece o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo fala sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance histórica dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP.
Por que essas informações são importantes? 
Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias.

Esperamos que aproveite a leitura!

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Brasil

Empresas

Eletrobras, Siemens Energy e Cepel se juntam para estudos sobre hidrogênio verde

“A Eletrobras e seu centro de pesquisas em energia Cepel assinaram memorando de entendimento com a alemã Siemens Energy visando a realização conjunta de estudos para domínio do ciclo tecnológico completo do hidrogênio verde no Brasil. Os estudos deverão contemplar desde a produção até o consumo do hidrogênio verde (H2) por meio de uma planta piloto que poderá ser alvo de expansões futuras e atividades complementares, disse a Eletrobras em comunicado à imprensa nesta quinta-feira.”

Fonte: Época Negócios, 08/04/2021

Salário de executivos que preenchem critérios de diversidade sobe 30%, diz consultoria

“Contratar executivos que façam parte de um amplo espectro de grupos de gêneros, raças, culturas, para exercer funções estratégicas nas companhias está custando mais, observa a ZRG Brasil, consultoria de recursos humanos de alto escalão. Isso porque a diversidade deixou de ser apenas uma recomendação para as companhias e passou a ser uma prática cada vez mais exigida por investidores e clientes.”

Fonte: Estadão, 09/04/2021

Saúde mental ganha apoio de iniciativa da ONU para garantir existência das empresas no futuro

“A preocupação com o estado emocional dos funcionários acelerou para um ano o que iria levar algumas décadas para ocorrer e não deixará de ser prioridade dos líderes empresariais quando a pandemia acabar, na avaliação de um grupo relevante de empresas que decidiu aderir à iniciativa lançada nesta quinta-feira pela Rede Brasil do Pacto Global da ONU e pela agência de comunicação InPress Porter Novelli, em parceria com a Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP). O movimento, chamado #MenteEmFoco […] já conta com a assinatura de Ambev, Unilever, Hospital Sírio-Libanês, UPS, Grupo Conexa, Mapfre e Afya Educacional.”

Fonte: Valor Econômico, 08/04/2021

Regulação

BC inclui clima entre riscos a serem monitorados pelos bancos

“A proposta, que foi bem recebida pelo mercado, mostra que o regulador vê as questões ESG e o clima como riscos efetivos para a estabilidade do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e deve mudar a forma como os bancos lidam hoje com esses riscos em seus balanços.”

Fonte: Capital Reset, 08/04/2021

Banco Central inicia consulta sobre risco ambiental

“O Banco Central (BC) colocou ontem em consulta pública proposta de “novas regras para gerenciamento de riscos e responsabilidade social, ambiental e climática” voltada às instituições financeiras. A medida faz parte do braço de sustentabilidade da Agenda BC# – conjunto de medidas da autoridade monetária com o objetivo de modernizar o sistema financeiro.”

Fonte: Valor Econômico, 08/04/2021

Política

Projeto quer reservar 30% de vagas em conselhos de administração a mulheres

“Com o apoio de nomes de peso do empresariado brasileiro, como Luiza Helena Trajano, a deputada Tabata Amaral (PDT-SP) quer criar uma regra temporária de cota para mulheres nos conselhos administrativos das empresas. A parlamentar apresentou um projeto de lei para garantir ao menos 30% de participação feminina nos colegiados responsáveis por tomar decisões estratégicas nas companhias e alinhar os interesses de sócios e investidores.”

Fonte: Estadão, 08/04/2021

Serviço Florestal Brasileiro terá novo diretor e será reestruturado

“A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, vai trocar o comando do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão que neste governo migrou do Ministério do Meio Ambiente para a Pasta comandada por ela. Valdir Colatto, ex-deputado federal por Santa Catarina, deixará o cargo de diretor-geral a partir da próxima segunda-feira, disseram duas fontes ao Valor.”

Fonte: Valor Econômico, 08/04/2021

Questão ambiental é fator de divisão no empresariado

“A questão ambiental, com a proteção da Amazônia no cerne, está provocando uma divisão no empresariado brasileiro. Há hoje três grupos: o bolsonarista em um extremo e o que nunca foi próximo do governo Bolsonaro -ou que já desembarcou há meses-, na outra ponta. Entre eles há um bloco volumoso, de maioria descontente e silenciosa, que aguarda a terceira via política.”

Fonte: Valor Econômico, 09/04/2021

Terceiro Setor

ONG e empresas brasileiras pedem que governo tenha metas climáticas ‘mais ambiciosas’

“Uma coalizão de 230 organizações ambientais e empresas brasileiras do ramo do agronegócio querem que o país recupere a liderança no combate às mudanças climáticas e pediu ao governo que apresente metas “mais ambiciosas” na cúpula mundial do clima, de 22 a 23 de abril.”

Fonte: Isto É, 08/04/2021

Internacional

Empresas

Os tomadores de empréstimo aproveitam a grande demanda ESG para vender títulos verdes com um prêmio

“Governos e empresas que levantam fundos por meio de dívida verde estão se beneficiando dos custos de empréstimos mais baixos, o chamado “greenium“, o mais recente sinal da demanda voraz dos investidores por ativos sustentáveis. O prêmio no preço que essas negociações exigem destaca o rápido crescimento no mercado de dívida rotulada como verde porque financia gastos destinados a apoiar metas climáticas ou ambientais.”

Fonte: Financial Times, 09/04/2021

A BlackRock garante o maior lançamento de ETF de todos os tempos, à medida que a onda de investimento verde cresce

“Os investidores institucionais colocaram US$ 1,25 bilhão em um novo fundo dos EUA com o objetivo de identificar os vencedores da transição para um mundo de baixo carbono, tornando o maior lançamento de fundos negociados em bolsa de todos os tempos e destacando a crescente demanda por produtos ESG. O fundo BlackRock US Carbon Transition Readiness começou a ser negociado na quinta-feira, eclipsando a maior listagem de ETF anterior, o fundo iShares ESG MSCI USA Leaders, que estreou com US$ 850 milhões em maio de 2019.”

Fonte: Financial Times, 09/04/2021

BEI tem recursos, mas Brasil precisa apresentar projetos

“Apesar do nome, o Banco Europeu de Investimentos (BEI) não investe somente na Europa. […] Vice-presidente do BEI, Ricardo Mourinho Félix, assumiu o cargo em outubro do ano passado. Em sua primeira entrevista a um jornal brasileiro, o ex-ministro adjunto de Finanças português afirma que um dos valores europeus que o banco tenta transmitir é a conservação ambiental e diz que poderia ajudar mais no combate à pandemia de coronavírus, se for instado a isso. […] O executivo diz que recentemente o BEI tem aprovado em média quatro ou cinco projetos por ano no Brasil, mas explica que não há cotas específicas por país e que os volumes de recursos destinados dependem dos projetos que são apresentados ao banco.”

Fonte: Valor Econômico, 09/04/2021

BlackRock levanta US$ 4,8 bilhões para investir em energia renovável

“A BlackRock levantou US$ 4,8 bilhões para um novo fundo que vai investir em ativos de energia renovável em todo o mundo – quase o dobro de sua meta inicial. A divisão de ativos reais da empresa fechou seu terceiro fundo global de energia renovável, atraindo dinheiro de mais de 100 investidores institucionais. É o mais recente sinal de aumento do interesse dos investidores em comprar o crescente setor de energia verde.”

Fonte: Exame, 08/04/2021

GameStop planeja mudar presidente do conselho

“A GameStop avisou que planeja nomear Ryan Cohen para presidente do conselho em substituição a Kathy Vrabeck. A empresa afirmou que nomeará Cohen após a reunião anual de acionistas marcada para 9 de junho.”

Fonte: Valor Econômico, 08/04/2021

Regulação

Aumento recorde nos níveis de metano “surpreendente e perturbador”, dizem os cientistas

“Os níveis de metano na atmosfera aumentaram durante 2020, marcando o maior aumento desde o início dos registros em 1983. […] Lori Bruhwiler, cientista física da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA, disse que o salto nos níveis de metano foi “bastante surpreendente – e perturbador”. O metano, que é 28 vezes mais potente do que o dióxido de carbono como fator de alerta global, vem do uso de combustíveis fósseis como carvão e gás e de fontes microbianas em pântanos, vacas e aterros sanitários.”

Fonte: Financial Times, 08/04/2021

Política

Aposta climática de Joe Biden

“Os legisladores republicanos que estão comprometidos com a ação climática, responsabilidade fiscal, legislação eficaz e enfrentam sua base têm, portanto, uma oportunidade notável: eles podem adicionar um imposto sobre o carbono às propostas de Biden. […] Mas será difícil alcançar a descarbonização completa da eletricidade até 2035, muito menos o impulso mais amplo para a redução de emissões que um imposto de carbono adequado poderia trazer. O custo dessa oportunidade perdida será alto. Mas não tão alto quanto o que foi imposto ao país, e ao mundo, pelos políticos que durante décadas falharam em agir sobre a questão humana e global definidora da época.”

Fonte: The Economist, 09/04/2021

Os obstáculos à frente para o plano de Joe Biden de descarbonizar a América

“Em 2020, os bloqueios causaram a maior queda em um único ano nas emissões de gases de efeito estufa da América: cerca de 10%. Mesmo assim, para cada americano, 16 toneladas métricas de dióxido de carbono eram lançadas na atmosfera. O Plano de Emprego Americano [de Biden] custaria mais de US$2 trilhões em oito anos. […] O US$1 trilhão de gastos específicos do clima é quase metade do tamanho do plano de energia limpa que Biden lançou durante sua campanha. O mesmo parece ter sido reduzido para que seus custos pudessem eventualmente ser cobertos por um aumento de impostos corporativos. Ainda assim, se aprovado, será o projeto de lei climático de maior alcance já promulgado. Seu objetivo é descarbonizar a economia até 2050 e tornar a eletricidade livre de carbono até 2035.”

Fonte: The Economist, 09/04/2021


Índices ESG e suas performances

(1) O Índice ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3) tem como objetivo ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de empresas com reconhecido comprometimento com o desenvolvimento sustentável, práticas e alinhamento estratégico com a sustentabilidade empresarial.
(2) O Índice S&P/B3 Brasil ESG mede a performance de títulos que cumprem critérios de sustentabilidade e é ponderado pelas pontuações ESG da S&P DJI. Ele exclui ações com base na sua participação em certas atividades comerciais, no seu desempenho em comparação com o Pacto Global da ONU e também cias sem pontuação ESG da S&P DJI.
(3) O ICO2 tem como propósito ser um instrumento indutor das discussões sobre mudança do clima no Brasil. A adesão das companhias ao ICO2 demonstra o comprometimento com a transparência de suas emissões e antecipa a visão de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.
(4) O objetivo do IGCT é ser o indicador do desempenho médio das cotações dos ativos de emissão de empresas integrantes do IGC que atendam aos critérios adicionais descritos nesta metodologia.
(5) A série de índices FTSE4Good foi projetada para medir o desempenho de empresas que demonstram fortes práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).
(6)
O Índice MSCI ACWI, que representa o desempenho de todo o conjunto de ações de grande e médio porte do mundo, em 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.


Nossos últimos relatórios

  • O melhor dos dois mundos: Seleção de 10 BDRs para exposição internacional ao tema ESG (link)
  • Radar ESG | Enjoei (ENJU3): O usado é o novo “novo”? (link)
  • Radar ESG | CSN Mineração (CMIN3): Explorando os campos ESG (link)
  • Radar ESG | Jalles (JALL3): Plantando as sementes ESG (link)
  • Radar ESG | Incorporadoras de alta renda: ESG ainda em construção (link)
  • Radar ESG | Setor de saúde: O ESG ainda está na sala de espera? (link)
  • Radar ESG | Quão sustentáveis são as empresas de e-commerce? Uma análise ESG dessas gigantes (link)
  • Radar ESG | IMC (MEAL3): Por que a empresa ainda tem muito espaço para melhorar? (link)
  • Radar ESG | Aeris (AERI3): Uma das empresas melhor posicionada para surfar o vento ESG (link)
  • Radar ESG | 3R Petroleum: Construindo um caminho que incorpora metas ESG (link)
  • Radar ESG | Setor de supermercados: Vale a pena encher o carrinho? (link)
  • Radar ESG | JHSF (JHSF3): Espaço para melhorias (link)
  • Radar ESG | Quem é o melhor aluno da classe? Avaliando os líderes em ESG dentre as empresas de educação no Brasil (link)
  • Panorama do marco regulatório de investimentos ESG no Brasil (link)
  • CVM e B3 estudam intensificar critérios ESG para as companhias listadas (link)
  • Radar ESG | Setor de vestuário e joias: ESG ainda na confecção (link)
  • ESG: Tendências e preferências para 2021 (link)
  • Radar ESG | LOG Commercial Properties (LOGG3): Oportunidades em empreendimentos verdes (link)
  • Eleições americanas: Quais os efeitos para a agenda ESG nos EUA e no Brasil? (link)
  • Radar ESG | Farmácias: Raia Drogasil como a ação prescrita no setor para exposição a ESG (link)
  • Radar ESG | Shoppings: Entenda o que importa para eles quando o tema é ESG (link)
  • Radar ESG | Ambev (ABEV3): Um case que desce redondo (link)
  • Feedback do roadshow ESG: O que as gestoras no Brasil estão fazendo em relação ao tema? (link)
  • ESG de A a Z: Tudo o que você precisa saber sobre o tema (link)

Ainda não tem conta na XP? Clique aqui e abra a sua!

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.