XP Expert

Tudo sobre Renda Fixa no mês (e o que esperar)

Leia aqui sobre os principais indicadores macroeconômicos e como impactam os produtos de renda fixa, além do desempenho de títulos públicos e o que esperar para os próximos meses.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Caso esteja iniciando sua jornada na Renda Fixa, recomendamos começar pelo conteúdo “Renda Fixa: O que é preciso saber?

A curva de juros encerrou o mês em queda ao longo de toda a sua estrutura a termo, com mais intensidade nos vencimentos médios e curtos. A curva, por sua vez, voltou a ganhar inclinação, com o aumento das incertezas em torno dos próximos passos da política monetária norte-americana. Pelo mesma razão, houve elevação dos rendimentos (yields) dos títulos do Tesouro dos Estados Unidos (Treasuries) no primeiro mês do ano. No âmbito doméstico, destacou-se o anúncio do governo acerca da nova política industrial, a qual gerou, no primeiro momento, apreensão nos participantes do mercado. Ademais, o corte de 0,50 p.p. na taxa Selic, para 11,25%, veio em linha com o que já estava precificado pelo mercado.

No mercado primário, as emissões de crédito privado totalizaram R$ 13,4 bilhões em janeiro, mês que possui historicamente um menor desempenho frente aos demais. Em relação aos títulos públicos federais, os leilões de janeiro arrecadaram um volume superior ao mês anterior, totalizando R$ 166 bilhões.

No mercado secundário de crédito privado, destacamos o mês de abril com a maior concentração de debêntures a vencer dentro dos próximos doze meses, com R$ 11,9 bilhões. Em nossa visão, parte deste volume pode ser refinanciada, voltando ao mercado na forma de novas emissões.

Quanto aos ratings corporativos, em janeiro de 2024, houve um maior equilíbrio em relação às movimentações de notas de crédito realizadas pelas agências para os emissores, com número de downgrades (rebaixamentos) próximo ao de upgrades (elevações).

Em nossa visão, o ano de 2024 deverá continuar com oportunidades de investimentos em renda fixa, mesmo com as recentes mudanças do CMN. Para o crédito privado, vemos uma melhora de cenário em termos de fundamentos. Além disso, a percepção de risco macroeconômico, embora ainda presente, reduziu de maneira significativa, dando espaço para a retomada de emissões para as grandes empresas. Acesse aqui nosso relatório sobre perspectivas para o crédito privado em 2024.

Principais relatórios publicados no mês

Veja mais

Fontes

Anbima
Banco Central do Brasil
Tesouro Direto
CVM
Fitch Ratings
Moody’s
S&P Global Ratings
B3

Gostou? Tem alguma sugestão? Não deixe de avaliar e deixar seus comentários!

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.