XP Expert

Coronavírus em números – 8 de maio

Relatório diário de acompanhamento da evolução do número de casos do coronavírus no Brasil e no mundo

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Nas 24 horas de ontem, o Brasil registrou 602 novos óbitos e 9.162 casos de coronavírus. O total de casos chega a 135.773 e de mortes a 9.190. A situação se assemelha ao que o Imperial College London previu em estudo divulgado no início de maio, isto é, que nesta semana – iniciada no domingo –  morreriam 4.670 brasileiros. Segundo o estudo, o pior ainda está por vir, de modo que a próxima semana será marcada por crescimento exponencial de novos casos e mortes. [https://bit.ly/2SIbKcv [bit.ly] e https://glo.bo/2WFUxBK [glo.bo]]

O presidente Bolsonaro, após encontro com empresários e com o presidente do STF Dias Toffolli, decretou que a indústria e a construção civil entram na categoria de atividades essenciais. Dessa forma, haverá menos restrição para que estes setores atuem em território nacional, embora a decisão final sobre o assunto seja, segundo decisão da Suprema Corte, dos estados e municípios. [https://bit.ly/2WCQENT [bit.ly]]

O estado de São Paulo (39.928 casos e 3.206 mortes) registrou o terceiro dia seguido com 47% de isolamento, o mesmo percentual verificado ontem na capital. O fato da maioria da população não aderir à quarentena provocou o endurecimento do rodízio de veículos pelo prefeito Bruno Covas. O rodízio valerá para todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos, durante 24 horas. Os carros com placas pares poderão circular apenas em dias também pares; a mesma lógica vale para os ímpares. [https://bit.ly/2WFB7Nm [bit.ly] e https://bit.ly/3dpWOYx [bit.ly]]

A palavra lockdown aparece com mais frequência no noticiário. Após alguns municípios e estados brasileiros já aderirem à medida, a Fiocruz enviou oficialmente ao governo do Rio de Janeiro (14.156 casos e 1.394 mortes) um comunicado em que orienta sobre a urgência da medida. Para a Fundação, caso o estado não consiga achatar a curva de casos, haveria a necessidade de um lockdown intermitente por 2 anos. [https://glo.bo/2We7nbs [glo.bo]]

O governador Ibaneis Rocha do Distrito Federal (2.258 casos e 35 mortes) postergou a reabertura do comércio para o dia 18 de maio; a decisão foi revelada após pressão da justiça. Outra notícia relevante foi o aumento do número de casos no Pará (5.524 casos e 410 mortes), superando o Maranhão (5.389 casos e 305 mortes). [https://bit.ly/2La2lXc [bit.ly] e https://bit.ly/3ce40XL [bit.ly]]

A Johns Hopkins University atualizou os casos de coronavírus no mundo para 3.845.148; já são 269.567 mortos pelo COVID-19. A Alemanha, cuja taxa de reprodução do vírus baixou para 0,65 – níveis considerados seguros para a reabertura –, anunciou a volta de seu campeonato nacional de futebol para o dia 16 de maio. O país foi superado em número de casos pela Rússia – 177.160 desta contra 169.430 dos alemães. Curiosamente, hoje (8/5), ambos os países celebram o final da Segunda Guerra Mundial, dessa vez sem grandes eventos públicos. [https://bit.ly/2yCE5dE [bit.ly]]

Histórico de dados

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.