Como investir dinheiro? Aprenda como e onde aplicar com pouco

Sobra pouco dinheiro todos os meses ou você ainda está acertando a sua vida financeira? Veja nossas dicas para para investidores iniciantes e aprenda como e onde aplicar suas economias


Compartilhar:


“Investir é só para os ricos”. Essa frase, espalhada por aí como um mantra, certamente já fez — e faz até hoje — muitos brasileiros não investirem. Mas é fato que pouco dinheiro não é desculpa, afinal investir nunca foi tão democrático como atualmente.

A “desbancarização” atingiu o Brasil em cheio, mas esse processo está só no começo. Cada vez mais, surgem empresas que ajudam as pessoas físicas a investir, como é o caso da XP Investimentos.

Quando só existiam os bancos para você lidar com o seu dinheiro, as aplicações financeiras eram muito limitadas e, de fato, só as pessoas com um capital mais elevado tinham acesso a melhores oportunidades. No entanto, hoje isso não se aplica mais.

Saber como investir dinheiro é uma das principais questões a ser resolvida para quem quer começar a colocar a vida em dia.

Há uma prateleira de investimentos, das mais variadas classes, disponíveis para todos os perfis e todos os bolsos. A questão é: você tem o hábito de poupar, mesmo que seja pouco? Essa é a primeira pergunta para você se fazer.

Sabe aqueles planos que você fica adiando? Que tal colocar em prática para poder alcançar os seus objetivos o quanto antes? Quando você se organiza e aprende como começar a investir, seus sonhos ficam cada vez mais próximos.

Para acabar de uma vez por todas com alguns mitos e dúvidas sobre o tema preparamos este material completo com um guia para investidores iniciantes.

Neste artigo, trazemos tudo o que você precisa saber para começar a investir com rentabilidade e segurança:

Por que você deve investir seu dinheiro? 

Sabe aquele sonho que você tem, mas não sabe como alcançá-lo? Em muitos casos, para conseguir realizar seus objetivos, o dinheiro acaba sendo necessário. Seja um carro, uma casa ou até mesmo uma aposentadoria tranquila.

Independentemente de qual seja o seu sonho, investir seu dinheiro com rentabilidade e segurança é fundamental. Quando você somente economiza e guarda o dinheiro ‘embaixo do colchão’, perde oportunidades de rentabilizá-lo. 

Isso significa que existem diversas oportunidades de fazê-lo crescer de forma mais rápida e constante.  E mais do que isso, como o dinheiro perde valor ao longo do tempo, é preciso fazer um bom uso dele.

Ao deixá-lo parado na poupança ou na conta corrente do banco, a tendência é que você leve mais tempo para concretizar seus objetivos. Por isso, o importante é começar a investir. Quanto antes o seu dinheiro começar a trabalhar por você, melhor para seu patrimônio.

Este primeiro passo é o mais importante e fundamental para que você alcance seus sonhos. 

Qual é o mínimo para começar a investir?

O primeiro mito que vamos desmistificar é o de que é preciso muito dinheiro para começar a investir. É possível sim investir com pouco dinheiro e nós vamos te mostrar como.

Aliás, um dos principais fatores para fazer o dinheiro render de verdade é a frequência. Ou seja: não adianta você aplicar uma vez só e depois nunca mais.

Inclusive, vamos mostrar que existem investimentos para todos os perfis de investidor, desde os iniciantes até os mais experientes e para todos esse, fica, aqui, uma dica importante:

“Não importa quanto você tem e quanto sabe sobre investimentos. Você pode começar agora mesmo a alcançar seus objetivos.”

Sendo assim, é importante saber também que cada investimento tem o seu valor mínimo. Por exemplo, no Tesouro Direto, que é o programa de negociação de títulos públicos do governo, é possível investir com pouco mais de R$ 30.

Claro que colocar apenas R$ 30 em uma aplicação, não fará muita diferença para o seu bolso.A ideia de investir é ter recorrência, não importando muito, em um primeiro momento, o quanto você está aplicando. Afinal, a recorrência vai de encontro à lógica dos juros compostos, que ajuda muito a multiplicar o dinheiro a longo prazo.

Como começar a investir?

Agora que você já sabe a importância de aplicar seu dinheiro, chegou a hora de entender como. Mesmo com pouco dinheiro, é possível começar a investir e ter bons rendimentos. 

Basta escolher o ativo certo e saber que definitivamente a poupança não é uma opção.

Com a taxa Selic em seu registro mais baixo da história no Brasil,[5]  você está perdendo dinheiro se aplicar na poupança. Muitas pessoas inclusive reclamam que não sobra dinheiro para investir.

Mas e se te falássemos que com R$ 100 reais você consegue comprar um título com rendimento igual ao da Selic? Este é o caso do Tesouro Selic, a melhor alternativa para quem ainda está na poupança e busca liquidez e segurança. 

Se no seu caso é possível economizar um pouco mais, com R$ 1 mil é possível investir em alternativas de renda fixa. LCI, LCA e CDB são algumas opções de emissões bancárias.

Se você está começando agora, a primeira coisa é começar aos poucos. Faça seu primeiro investimento aplicando apenas uma parte do seu dinheiro. Menos de 5% está ok.

Com o tempo, você vai adquirir experiência e poderá aumentar a sua exposição a outros ativos com segurança.

5 passos para investir o dinheiro agora

A seguir, vamos listar 5 passos investir seu dinheiro agora mesmo. Saiba como começar a fazer seu patrimônio crescer e se aproxime dos seus sonhos.

Passo 1: Pague-se todo mês

Ponha essa ideia na sua cabeça: o importante para investir não é o quanto você ganha, e sim o quanto você consegue poupar.

Você pode ganhar um salário mínimo e ainda assim pode investir, sabia? Mas como isso é possível? A resposta é simples: poupando.

Sim, você pode ter contas para pagar, mercado para fazer, filhos para sustentar, custos que “abocanham” boa parte de sua renda e aí você pensa que com o pouco que sobrou não dá para investir.

Mas se sobra, mesmo que seja muito pouco, e você já pagou as contas, garantiu a comida e tudo aquilo que é essencial para viver, é possível, sim, reservar esse dinheiro para investir.

Da mesma forma que você paga suas contas, veja o investimento como uma obrigação na sua vida. Suponhamos que você receba um salário fixo mensal e perceba que todo mês aproximadamente R$ 100 ficam sem destino e sobram na conta.

Com esse dinheiro, “pague-se” como se você fosse o seu próprio boleto e tivesse um código de barras. Ou seja, reserve esse dinheiro ou parte dele somente pensando em investimentos.

Passo 2: Estabeleça objetivos

Antes de colocar a mão na massa, é preciso parar e refletir. Quais são os seus objetivos? Por quais motivos você quer fazer o dinheiro crescer?

Pode ser comprar um carro, abrir um negócio, conquistar a independência financeira…

É fundamental aqui ter em mente o quanto você quer ter no futuro e por qual motivo vai economizar e investir seu dinheiro.

A dica aqui é separar por prazos, desde os mais curtos até os mais longos. Depois de estimar os prazos, é preciso levantar a quantia que que você quer para cada objetivo.

Passo 3: Conheça seu perfil de investidor

Para investir de forma mais adequada com os seus objetivos, é preciso que você saiba qual é o seu perfil de investidor.

Também conhecido como Suitability, é um teste simples e prático para apontar a sua tolerância ao risco. Basicamente, existem 3 perfis de investidor:

– Conservador

– Moderado

– Agressivo

Para conhecer qual é o seu perfil, responda ao questionário dentro da sua conta na corretora de valores escolhida. Vamos falar mais à frente sobre isso.

Passo 4: Conheça os tipos de investimentos

Existem basicamente dois tipos de investimentos: os de renda fixa e os de renda variável. Tem opções para cada um dos perfis citados acima.

Renda fixa

No caso da renda fixa, são títulos públicos ou privados. Basicamente são empréstimos para instituições de ambos os setores. 

Em troca, você recebe rendimento que pode ser pré ou pós-fixado e é definido no momento da compra.

No caso dos títulos prefixados, você sabe exatamente quanto vai receber na data do vencimento.

Já no pós-fixado, a taxa é atrelada a um indexador da economia, como o CDI ou a taxa Selic. Nestes casos, os rendimentos podem variar.

Além disso, em muitos casos há a segurança oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos, o FGC, que reembolsa até um determinado valor caso a instituição financeira quebre.

Os investimentos em renda fixa também podem ser subdivididos em emissões bancárias, de crédito privado e de tesouro direto. Abaixo, listamos os principais ativos de renda fixa:

– Tesouro Direto

– CDB

– LCI

– LCA

– CRI

– CRA

– LC

– Debêntures

Renda Variável

Neste caso, estamos falando dos investimentos negociados na bolsa de valores. Ne renda variável, não há a previsão de rendimento fixo. Por isso, retorno passado não é garantia de rendimento futuro.

As ações das empresas e a própria bolsa variam de acordo com vários fatores. Notícias políticas, resultados de empresas e o cenário externo podem influenciar. Por isso, para ganhar dinheiro com ações é preciso ter conhecimento e investir em boas escolhas.

Na renda variável, temos:

– Ações

– Contratos futuros

– Commodities

– Opções

– Fundos de Investimento Imobiliário

– ETF

– COE

Guia rápido: Onde investir com pouco dinheiro

Veja abaixo algumas opções para você começar mesmo com uma quantia baixa

Tesouro Direto

Com menos de R$ 40 já é possível investir em títulos públicos, que são considerados boas aplicações no mercado conservador e uma opção altamente segura  por contar com  a garantia do governo federal.

Emissões bancárias (CDBs/LCIs/LCAs)

Se você conseguir juntar pelo menos R$ 1000, já é possível investir nas chamadas emissões bancárias, que oferecem uma rentabilidade em troca do financiamento das atividades do emissor. Os CDBs são uma forma de captação dos bancos e as LCIs e LCAs financiam, respectivamente, os setores imobiliário e agrícola.

Fundos de Investimento

Com R$ 500 é possível delegar o seu dinheiro para gestores cuidarem dos seus investimentos. Isso ocorre por meio dos fundos de investimento. Há diversas opções, como os fundos de renda fixa, multimercados, ações, etc. Antes de investir, veja se a aplicação é compatível com o seu perfil de investidor.

Ações

Apesar de muitas pessoas acharem que a Bolsa é só para investidores experientes ou para quem tem muito dinheiro, o mercado de ações pode ser acessível às pessoas físicas. A depender da companhia escolhida, é possível investir com cerca de R$ 1000 via lote-padrão (mínimo de 100 unidades) ou comprar de 1 a 99 unidades pelo mercado fracionário, que fica mais barato, mas muitas vezes não é recomendado devido à baixa liquidez.

Crédito Privado

Os ativos de crédito privado também têm opções por pelo menos R$ 1000. No caso, são as debêntures, títulos de dívida de empresas e CRIs e CRAs, que são os certificados de recebíveis dos setores imobiliário e do agronegócio.

Passo 5: Abra conta em uma plataforma de investimentos

Este último passo também é muito importante para quem entre no mundo dos investimentos.  Afinal, quando se escolhe uma corretora de valores com boas taxas e diversidade de produtos, seus rendimentos serão positivamente afetados.

Mas por que uma corretora e não um banco? É simples. 

Nos bancos, você vai encontrar somente os investimentos do próprio banco. Já nas corretoras, as aplicações disponíveis são de diversas instituições diferentes.

Por fazer a intermediação entre o investidor e o mercado financeiro de forma simples e independente, a corretora é a melhor alternativa.  Referência no mercado financeiro do Brasil, a XP tem uma das mais completas plataformas de investimentos.

Além de ser uma empresa consolidada e segura, a XP oferece diversificação de investimentos, taxas baixas e uma equipe de especialistas qualificada e à disposição dos clientes.

Quer abrir sua conta na XP? A dica é só começar o preenchimento do cadastro.

Ao investir com regularidade, você fica cada vez mais perto dos seus objetivos e metas.

Erros comuns de investidores para evitar

Chegado até a este ponto, você está preparado para poupar e investir seu dinheiro com segurança para alcançar seus objetivos. Agora, é importante saber os erros mais comuns de investidores.

Caso esteja começando agora, uma dica é priorizar ativos de renda fixa que possuam liquidez e rentabilidade para formação de uma reserva de emergência.

Nestes casos, procure por alternativas no Tesouro Direto e nos CDBs. Isso porque elas oferecem rendimentos mais estáveis e com menos oscilações.

Com o tempo e o aprendizado, ficará mais fácil experimentar outros tipos de ativos para montar uma carteira diversificada.

A seguir, listamos tudo o que você precisa EVITAR ao investir:

  • Aplicar sem regularidade
  • Investir tudo em um único tipo de investimento
  • Seguir recomendações da moda, sem entender sobre o investimento
  • Deixar de avaliar os riscos das aplicações
  • Desconsiderar os custos e taxas dos investimentos
  • Pegar empréstimos para investir
  • Ter pressa para atingir os objetivos
  • Deixar dinheiro na poupança  

Conclusão

Começar a investir é fazer o dinheiro trabalhar por você e te deixar cada vez mais perto dos seus objetivos e sonhos. Ao fazer boas escolhas de investimento, o caminho para alcançar as metas pode ser mais rápido e lucrativo.

No princípio, mesmo que com pouco dinheiro, é preciso seguir as dicas apresentadas acima. Sem esquecer, é claro, que é preciso manter uma regularidade nos investimentos.

Agora que você já sabe como investir dinheiro, o próximo passo é começar escolhendo investimentos de renda fixa para construir sua reserva de emergência. Depois, diversifique sua carteira e se aproxime dos seus sonhos.

Como a XP Investimentos pode ajudar você?

Abra sua conta na XP de forma gratuita e rápida. E, assim, antes de começar a investir, saiba de fato qual é o seu perfil de investidor e consulte nossos assessores de investimentos em caso de dúvidas sobre os produtos disponíveis para aplicação.

Portanto, abra uma conta na XP Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto da independência financeira.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.