XP Expert

O que é LCA: entenda quanto rende e como investir? 

Sobra pouco dinheiro todos os meses ou você ainda está acertando a sua vida financeira? Veja nossas dicas para investidores iniciantes e aprenda como e onde aplicar suas economias.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
O que é LCA: entenda quanto rende e como investir? 

Já ouviu falar da LCA? A Letra de Crédito do Agronegócio é um título de renda fixa emitido por instituições financeiras públicas e privadas

É inegável a importância do agronegócio para o desenvolvimento do Brasil. Historicamente, o setor é um dos principais motores da economia do país. Prova disso é o fato de o segmento exibir, em média, cerca de um quarto do Produto Interno Bruto (PIB) local.

E essa indústria de grande peso no país oferece também um solo nos investimentos. A opção na carteira de aplicações atende pelo nome de Letra de Crédito do Agronegócio, ou LCA, como é mais conhecida no Mercado.

Ficou curioso para saber mais sobre o que é LCA e seu impacto no mercado? Então, continue com a leitura!

O que é LCA?

A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) é um título de renda fixa emitido por instituições financeiras públicas e privadas. 

Seus princípios são muito semelhantes à Letra de Crédito Imobiliário (LCI). A principal diferença está na destinação dos valores captados. Explicaremos um pouco mais abaixo! 

O valor captado na LCA é destinado, principalmente, para os empréstimos a produtores rurais que precisam do dinheiro para comprar maquinário e insumos. Assim, ao mesmo tempo em que pode colher bons rendimentos, o investidor ajuda indiretamente a impulsionar um setor vital para o país

Enviando...

Ao prosseguir, seus dados podem ser usados pelo Grupo XP Inc. para promover suas atividades, incluindo o envio de ofertas de produtos/serviços. Você pode se opor a tal recebimento a qualquer momento, por meio do próprio canal de recebimento. Acesse a Política de Privacidade para mais detalhes.

envio com sucesso

Agradecemos o download!

Aproveite as informações do relatório e descubra onde investir em 2024.

Baixar agora

LCI x LCA 

Na LCI a emissão do papel é usada para financiar as atividades do segmento imobiliário. Já na LCA, o foco são as operações do agronegócio. As duas emissões possuem características semelhantes, mas no LCA não existe a cobrança de imposto sobre operações financeiras (IOF) para resgates em menos de 30 dias. 

Como funciona a LCA?

Assim como no caso do CDB, outro ativo de renda fixa, e da LCI, quem compra títulos de LCA está fazendo um empréstimo ao banco e, no fim, recebe uma remuneração por isso. Todos eles são títulos de emissões bancárias. 

Da mesma forma, o banco empresta dinheiro aos produtores rurais com objetivo de financiar atividades vinculadas à produção, comercialização, industrialização de produtos ou insumos agropecuários (máquinas e implementos) usados em atividades do agronegócio. 

A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), portanto, é um título vinculado a direitos creditórios originários de negócios realizados entre produtores rurais ou suas cooperativas, e terceiros, incluindo financiamentos ou empréstimos. 

Tais direitos creditórios são lastros da operação, via alguns tipos de título de crédito, e ficam em poder do emissor do ativo. Estes títulos podem ser, por exemplo: 

  • Cédula de Produto Rural (CPR) – a mais comum; 
  • Certificado de Depósito Agropecuário (CDA); 
  • Cédula Rural Hipotecária (CRH); 
  • Warrant Agropecuário (WA); 
  • Notas Promissórias Rurais. 

Entenda como funciona esse processo de uma forma mais visual: 

Ou seja:  

  1. Produtores rurais tomam empréstimos com instituições financeiras via títulos de crédito (citados acima). 
  1. Instituições Financeiras utilizam tais títulos como lastro de emissões de LCA, que são distribuídas aos investidores. 

A quantidade emitida pelo emissor, assim como o prazo da LCA, não podem ultrapassar o tamanho do lastro e o vencimento dos direitos creditórios que estarão vinculados ao ativo. 

Assim, podem emitir LCA as instituições financeiras públicas ou privadas, sendo que os emitentes respondem pela origem e autenticidade dos direitos creditórios a esta vinculados

Remuneração da LCA 

A remuneração é determinada no momento do investimento. O retorno financeiro pode ser uma taxa pós-fixada como, por exemplo, um percentual do CDI, uma taxa prefixada, ou uma remuneração híbrida com correção de um índice de preços (IPCA) mais uma taxa prefixada. 

A rentabilidade varia de acordo com os seguintes fatores: 

  • Prazo de investimento: quanto maior o tempo de aplicação, maior a possibilidade de retorno; 
  • Nota de crédito do banco emissor: quanto mais arriscado o perfil do emissor, maior tende a ser a taxa oferecida em suas emissões; 
  • Investimento inicial mínimo:  quanto maior for o investimento inicial mínimo, normalmente maior será a rentabilidade.  

Principais destaques das LCAs

Conheça as 6 principais vantagens de LCA: 

  1. A LCA está relacionada ao financiamento das atividades do agronegócio; 
  2. É um investimento com viés de médio a longo prazo; 
  3. É emitida por instituições financeiras; 
  4. Isentas de IR para pessoa física; 
  5. São garantidas pelo FGC
  6. Isentas de IOF

Tipos de LCA?

Em termos de rentabilidade, as aplicações em LCA estão disponíveis em três modalidades. São elas:

1. LCA Prefixada 

Neste caso, a taxa de rendimento é conhecida desde a compra. Na prática, no momento do investimento, é possível saber exatamente o ganho no vencimento do título. 

Apesar de contar com a previsibilidade de retorno, se mantida até o vencimento, a LCA Prefixada é mais indicada para quem projeta queda nas taxas de juros de mercado durante o período da aplicação, o que reforçaria os ganhos. 

2. LCA Pós-fixada 

No caso da LCA pós-fixada, a taxa de rendimento é atrelada a um indexador, como o Certificado de Depósito Interbancário (CDI). 

3. LCA Híbrida 

No caso da LCA híbrida, existe uma parcela pós-fixada atrelada a um indexador, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e uma parcela prefixada no contrato. 

Seja qual for o modelo escolhido pelo investidor, uma das grandes vantagens da LCA é o fato de que para pessoa física o título é isento de Imposto de Renda e não há cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre os ganhos obtidos com o papel.  

Ou seja, o rendimento líquido será exatamente igual à remuneração bruta

Como investir na LCA?

O investimento em LCA é feito por meio de um banco emissor ou de uma corretora autorizada, como a XP Investimentos.  

Em geral, essa última alternativa costuma ser um caminho mais atrativo, já que os bancos se limitam a trabalhar com os títulos emitidos por eles mesmos e acabam geralmente cobrando taxas menos atrativas ao investidor. 

As corretoras de investimentos, por sua vez, oferecem um leque mais amplo de produtos, pois trabalham com aplicações de diferentes emissores. E, em boa parte dos casos, suas taxas de rentabilidade são mais competitivas.  

Ao mesmo tempo, as corretoras usualmente não cobram taxa de custódia

É também importante avaliar qual o tipo de LCA – prefixada, pós-fixada ou híbrida – é mais adequado às pretensões do investidor, além de acompanhar as recomendações de especialistas como os assessores de investimentos da XP. 

Outro ponto essencial é saber que, quanto maior for o montante aplicado e também o prazo acordado, melhores serão as taxas de rentabilidade obtidas

Qual o valor mínimo para investir em LCA? 

O valor mínimo para investir em LCA é de R$1 mil, porém, o valor adequado deve ser estudado para haver boa rentabilidade. Atualmente, existem LCAs de valores a partir de R$5 mil 

Qual a rentabilidade da LCA?

A rentabilidade da LCA vai depender do tipo escolhido: prefixado ou pós-fixado, como explicamos há pouco e, também, poderá variar de corretora para corretora. Além disso, é preciso ficar de olho nas taxas.

Taxa de custódia 

Pode ou não haver a cobrança de taxa de custódia para investimentos em LCA, mas muitas corretoras não cobram nada se você já investe por intermédio da instituição. 

O título é isento de Imposto de Renda para pessoas físicas, assim como as LCI e a caderneta de poupança. Em momentos de taxas de juros elevadas, as LCIs e LCAs tornam-se investimentos especialmente atraentes que proporcionam rentabilidade superior à poupança. 

Riscos de investir em LCA 

A LCA é considerada uma aplicação de baixo risco e se encaixa bem no bolso e no perfil de investidores mais conservadores

O fato de esse recurso estar disponível não exclui a necessidade de se pesquisar, via agências de rating, sobre a nota de crédito da instituição financeira responsável pela emissão do título para garantir que se trata de uma empresa séria. 

Outro componente não necessariamente de risco, mas que deve ser considerado, é a baixa liquidez dos títulos nessa categoria. 

Assim, nessas aplicações, só é vantajoso para o investidor resgatar o valor aplicado no vencimento do papel ou passado o período de carência estipulado pelo emissor. 

Prazo de investimentos e como resgatar o dinheiro

Nos títulos de LCA, os emissores estipulam um prazo de carência. Isso significa que, durante o período estipulado, o investidor não poderá solicitar o resgate do valor aplicado. Caso isso aconteça, será preciso arcar com o pagamento de multas, cujo valor varia de acordo com o emissor. 

Em boa parte dos casos, os prazos de carência costumam ser de 90 dias

Já na data do vencimento do papel, há duas alternativas para o investidor:  

  • Resgatar valor investido com a sua remuneração 
  • Reinvestir o montante em um título ofertado na carteira de investimentos do emissor. 
Banner da campanha Eu indico XP MGM CDB 400% e/ou 150%

Tributação 

Atualmente, a LCA investida por PF (pessoa física) é isenta da incidência de IOF e IR. Uma curiosidade sobre ela é que, como incentivo, o governo permitiu que tal aplicação ficasse livre de determinadas cobranças. 

No entanto, o cenário se altera quando a titularidade do investidor é PJ, neste caso, é necessário declarar no IR. Entenda como funciona: 

Imposto de Renda 

Os rendimentos realizados por pessoa física são isentos de IR. 

Para pessoa jurídica, os rendimentos seguem a tabela regressiva

  • 22,5% até 180 dias corridos; 
  • 20,0% entre 181 e 360 dias corridos 
  • 17,5% entre 361 e 720 dias corridos; 
  • 15,0% após 721 dias corridos. 

Imposto sobre Operações Financeiras em LCI X LCA 

Apesar de diversas semelhanças, a LCA é isenta de IOF, diferentemente da LCI que arca com o tributo para prazos menores que 30 dias. 

A importância do FGC

Assim como LCIs, CDBs e outros títulos bancários de renda fixa, a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) tem um reforço de segurança. 

Trata-se do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) que, na prática, garante a devolução do saldo investido no caso de quebra ou calote da instituição que emitiu o título. 

A regra vale para aplicações até o limite de R$250 mil por CPF ou CNPJ por conjunto de depósitos e investimentos em cada instituição ou conglomerado financeiro, limitado ao teto de R$1 milhão a cada 4 anos. O valor cobre tanto o principal como o rendimento do período. 

Mesmo levando em consideração a proteção do FGC, é importante verificar a nota de crédito (rating) da instituição financeira que emitiu o ativo, pois é um sinal de saúde financeira do emissor. 

Conclusão

A LCA é uma ótima alternativa para o investidor de perfil mais cauteloso e para quem procura um investimento em renda fixa com baixo grau de risco e taxas atrativas de rentabilidade, especialmente quando comparada a aplicações como a poupança. 

Esse papel traz ainda outras vantagens para o investidor. A isenção de Imposto de Renda (IR) e de Imposto sobre Operação Financeira (IOF) para pessoas físicas é uma delas. Isso permite que o valor do rendimento líquido resgatado seja exatamente igual ao do rendimento bruto. 

A possibilidade de executar o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) é outro aspecto que reforça a atratividade da LCA. 

É preciso, no entanto, pesar alguns fatores na hora de decidir pela LCA. Como tem baixa liquidez, esse título não pode ser uma alternativa mais interessante, por exemplo, para quem corre risco de ter que recorrer ao valor investido antes do prazo estipulado no momento da compra. 

A LCA é mais adequada para quem tem condições de investir quantia no médio e longo prazo. Para que o investimento traga uma boa remuneração, o ideal é manter a aplicação até o vencimento.  

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.