O que é Ibovespa? Entenda tudo sobre o índice da Bolsa

O Ibovespa é fundamental para qualquer pessoa interessada no mundo dos investimento e no universo de ações. Entenda o seu funcionamento

O Índice Bovespa, popularmente conhecido como Ibovespa, é um dos instrumentos mais importantes da Bolsa de Valores e do mercado de ações no Brasil.

Certamente, você já deve ter ouvido duas frases clássicas ao acompanhar o noticiário, que costuma falar diariamente sobre o assunto, como: “O Ibovespa subiu…” ou “O Ibovespa caiu…”. Mas o que isso significa? 

O que é o Ibovespa?

O Ibovespa é o índice que, basicamente, mede o desempenho das ações de empresas com grande volume de negociação na B3, a Bolsa de Valores oficial do Brasil, ambiente onde ocorre as transações do mercado acionário nacional.

Em resumo, o índice é calculado por uma média de performance das ações mais negociadas nos últimos meses pela Bolsa. E quando se fala que o “Ibovespa subiu” quer dizer que as empresas do índice, em média, se valorizaram e que os investidores em geral estão mais otimistas.

E o contrário também vale. Quando o Ibovespa cai, significa que o mercado está mais cauteloso, geralmente por causa de algum acontecimento noticiado. 

Quais ações formam o Ibovespa?

Apesar de existirem mais de 300 empresas registradas na B3, 75 delas são responsáveis por 80% das negociações transacionadas na Bolsa. Para fazer parte da lista do índice, é preciso respeitar os critérios abaixo:

  • estar presente em, pelo menos, 95% dos pregões no último ano;
  • ter, pelo menos, 0,1% do valor total negociado na bolsa, no período;
  • não ser uma penny stock, isto é, não ter cotação média menor do que R$ 1,00;
  • estar livre de processos de recuperação judicial, extrajudicial, regime especial de administração temporária ou intervenções.

A cada 4 meses, a B3 renova e atualiza a sua carteira, adicionando e tirando algumas empresas da lista. Veja abaixo a composição atual (04/05/2020).

 

Como funciona o sistema de pontos do Ibovespa?

Conforme definição da própria B3, o Ibovespa considera resultados de um investimento hipotético, em uma carteira teórica de ações formada e atualizada pela própria instituição. 

O índice é composto pelas ações de companhias listadas na Bolsa que atendem aos critérios descritos na sua metodologia, correspondendo a cerca de 80% do número de negócios e do volume financeiro do nosso mercado de capitais.

Assim, o Ibovespa representa o valor, em moeda corrente, de uma carteira teórica de ações. É uma avaliação hipotética do resultado, com base em um suposto investimento do dia nessas ações.

No entanto, os pontos Ibovespa não representam somente preços do conjunto de ações, mas também os vários formatos de negociação.

É, portanto, um retrato fiel do comportamento dos pregões administrados pela B3.

Como é medido o Ibovespa?

Vamos a um exemplo prático e hipotético para entender como a B3 calcula os pontos do Ibovespa.

Para isso, vamos criar um cenário composto por 5 empresas fictícias, que chamaremos de Alfa, Beta, Gama, Ômega e Delta.

Desse modo, temos cinco empresas negociadas com frequência e que, portanto, estão aptas a serem consideradas em nossa carteira teórica.

Dessas, Alfa e Delta possuem maior valor de mercado (isto é, têm mais peso na distribuição da carteira). As outras três empresas possuem valor de mercado semelhante.

Assim, temos a seguinte composição:

Empresa Peso (%) Preço Quantidade

de Ações

Valor Investido
Alfa 26% R$ 15,00 1,73 R$ 26,00
Beta 16% R$ 3,00 5,33 R$ 16,00
Gama 16% R$ 8,00 2 R$ 16,00
Delta 26% R$ 16,00 1,62 R$ 26,00
Ômega 16% R$ 5,00 3,2 R$ 16,00
Total 100% R$ 100,00

Nesse sentido, temos um Índice com um total de 100 pontos e conforme o preço das ações vai se alterando, os pontos também irão mudar e representar a carteira teórica.

Evolução mensal

Agora, vamos simular uma evolução mensal para entendermos a variação do índice.

Para isso, vamos considerar o seguinte:

  • a empresa Alfa sofreu uma desvalorização de 1%;
  • já a empresa Beta valorizou 5%;
  • e a empresa Ômega surpreendeu, apresentando uma valorização de 12%;
  • as demais empresas mantiveram seu valor de mercado.

Dessa forma, temos a seguinte composição:

Empresa Peso (%) Preço Quantidade

de Ações

Valor Investido
Alfa 26% R$ 14,85 1,73 R$ 25,69
Beta 16% R$ 3,15 5,33 R$ 16,78
Gama 16% R$ 8,00 2 R$ 16,00
Delta 26% R$ 16,00 1,62 R$ 26,00
Ômega 16% R$ 5,6 3,2 R$ 17,92
Total 100% R$ 102,39

Por consequência, temos um Ibovespa de 102,39 pontos e uma variação positiva de 2,39%. Esse exemplo mostra, a grosso moo, o funcionamento da pontuação do Ibovespa de forma bem simples,

Como está o Ibovespa e qual é o histórico do índice?

Fizemos um recorte de 5 anos até abril deste ano para você entender como o Ibovespa oscilou durante esse período, em que é possível ter um panorama de longo prazo do índice da Bolsa. 

 

Dando um breve histórico do Ibovespa, a Bolsa havia chegado em suas máximas, perto dos 120 mil pontos, do meio para o fim do ano passado, principalmente por causa do novo ambiente econômico que se instaurou no Brasil, com os juros mais baixos da História e a reforma da Previdência puxando a frente da agenda de outras importantes reformas. 

Porém, do fim de janeiro para o começo de fevereiro deste ano, tudo veio água abaixo com a pandemia do coronavírus e, hoje, o Ibovespa negocia a cerca de 80 mil pontos. A queda, no acumulado de 2020, é de mais de 50%. Veja abaixo a comparação com outras Bolsas no mundo:

 

Qual a projeção da XP para o Ibovespa em 2020?

Nossa expectativa para o Ibovespa é de 94.000 pontos ao final de 2020. Os estrategistas e analistas especializados na cobertura de ações tinham a perspectiva de 132,000 pontos anteriormente.

Porém, o forte impacto negativo nos lucros das companhias após a disseminação em massa da COVID-19 fez com que houvesse uma forte revisão nas projeções. Acreditamos que o mercado seguirá volátil no curto prazo por conta, principalmente, do coronavírus. 

Comece a investir na bolsa de valores com a XP

Invista em uma plataforma confiável, onde você pode contar com o suporte de assessores.

Investimentos podem ser desafiadores, especialmente se você cuidar da sua carteira. No entanto, contar com uma plataforma confiável e disponível pode representar ganhos seguros.

Invista em ativos que tenham condições de alcançar seus objetivos. Busque aqueles com boa rentabilidade e risco controlado, conforme seu perfil de investidor.

A XP oferece uma ampla gama de produtos, com recomendações imparciais. Nosso objetivo é te ajudar a encontrar as soluções mais alinhadas ao seu perfil.

Você ainda não sabe como abrir sua conta? Siga o tutorial abaixo.

Como criar uma conta

Pronto para abrir sua conta na plataforma mais respeitada do país?

Então, vamos ao passo a passo:

  1. Acesse o site xpi.com.br.
  2. Clique em “Abra sua conta”.
  3. Preencha o formulário. Serão apresentados formulários conforme cada etapa, solicitando informações como documentação, contato, dados bancários e profissionais.
  4. Aguarde a avaliação de seus dados.
  5. Verifique seu e-mail. Ao fim da avaliação, você receberá um usuário e uma senha para acesso à nossa plataforma de investimentos.
  6. Estude os produtos oferecidos. Você também pode acompanhar todas as dicas e sugestões compartilhadas em nosso blog, periodicamente.
  7. Comece a investir

Conclusão

Como vimos, o Ibovespa é o principal índice de desempenho das ações da bolsa de valores no Brasil.

A variação do indicador está diretamente relacionada à confiança do mercado no potencial econômico do país e aos sentimentos de otimismo ou pessimismo frente ao governo.

Para você, investidor, entender esse indicador é fundamental. Com ele, você pode analisar o momento da economia e o comportamento do mercado.

A partir disso, você pode tomar decisões de compra ou venda de ações, por exemplo.

Se você deseja acompanhar outros conteúdos relacionados, confira:

Compartilhar:


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM