BOVV11: Conheça o ETF do Ibovespa

Saiba mais sobre o ETF que replica o desempenho do Ibovespa, maior índice da bolsa brasileira


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

BOVV11: Conheça o ETF do Ibovespa

O ETF tornar-se uma importante ferramenta de diversificação para o investidor brasileiro. Também conhecidos como Fundos de Índice, são mais famosos como portas de entrada para investir no exterior. No entanto, eles replicam diversos índices tanto nacionais, quanto internacionais.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, tem seu rendimento replicado através do BOVV11. Veja abaixo as principais características deste ativo:

O que é o BOVV11?

O BOVV11 – código do It Now Ibovespa Fundos de Índice – é um ETF, ou seja, um fundo de índice. Ele segue o Ibovespa, maior índice da bolsa brasileira. Replicando o índice, sua rentabilidade representa as variações das 70 maiores empresas negociadas na B3. Assim, este ETF pode ser uma boa opção de ativo de renda variável com foco em longo prazo e diversificação da carteira.

Vale lembrar que este não é o único ETF que replica o Ibovespa. Existem também o BOVA11, o XBOV11 e o PIBB11. A única diferença entre eles são os gestores.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

Como funciona o BOVV11?

Como se trata de um Fundo, todo ETF tem um gestor. No caso do BOVV11 é o Itaú, que cobra taxa de administração de 0,3% ao ano. Por replicar o índice, não há gestão ativa, com compra e venda constante de ações. Isso só acontece caso aconteçam mudanças na composição do Ibovespa, tanto de empresas quanto de participação. A negociação é feita em cotas, assim como um fundo de investimento comum.

Quais empresas fazem parte do BOVV11?

Veja abaixo as 10 principais empresas que compõem o Ibovespa e, por consequência, este ativo:

  1. Vale (VALE3) | 10,9% de participação;
  2. Petrobras (PETR3, PETR4) | 9,4% de participação;
  3. B3 (B3SA3| 6,7% de participação;
  4. Itaú Unibanco (ITUB4) | 6,5% de participação;
  5. Ambev (ABEV3) | 3,0% de participação;
  6. Magazine Luiza (MGLU3) | 2,9% de participação;
  7. Banco do Brasil (BBAS3) | 2,6% de participação;
  8. Lojas Renner (LREN3) | 1,8% de participação;
  9. Fleury (FLRY3) | 0,4% de participação;
  10. MRV (MRVE3| 0,3% de participação;

Rentabilidade do BOVV11

Confira abaixo a rentabilidade deste ETF desde setembro de 2016, quando começou a ser negociado:

Quer conhecer mais sobre outros fundos de índice disponíveis para investir na bolsa de valores brasileira? Então confira também essa lista com os principais ETFs disponíveis na B3!



Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.