XP Expert

Mercados internacionais em queda nesta sexta-feira e de resultados do setor de serviços no Brasil

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA 1,90% | 115.129 Pontos

CÂMBIO -2,88% | 5,02/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou em alta de 1,9% nesta quinta-feira atingindo os 115.129 pontos, o seu maior valor nominal desde 19 de fevereiro. A alta foi puxada pelas empresas ligados a commodities e do setor bancário que se beneficiam de uma melhor perspectiva sobre a recuperação global e doméstica. O dólar comercial também continuou seu processo de apreciação e teve queda de 2,9% cotado agora ao R$/US$ 5,02.

As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em queda nos vértices longos após dia de decisão do Copom e em reação ao comunicado, que veio com tom mais conservador. Além disso, o Tesouro Nacional realizou mega leilão de títulos prefixados (LTN e NTN-F), maior inclusive que o de setembro; e a oferta foi integralmente absorvida. DI jan/22 fechou em 3,06% (+2 bps); DI jan/24 fechou em 5,41% (-7 bps); DI jan/26 encerrou em 7,1% (-16 bps); e DI jan/28 fechou em 7,1% (-17 bps).

No cenário internacional, destaque para o sinal negativo no lado das negociações por um pacote de estímulo à economia nos EUA. Aliados de Mitch McConnell disseram que ele não irá apoiar trechos chave da proposta apresentada por grupo bipartidário, o que deve colocar em xeque a aprovação do projeto. 

O Senado americano postergou a votação de um projeto de lei de gastos com validade de uma semana, que já foi aprovado na Câmara, por falta de acordo. Se o tema não for pautado hoje, o governo entraria em shutdown amanhã. A expectativa é que os senadores cheguem a um acordo ainda nesta sexta-feira (11).

No lado das tensões entre Washington e Beijing, a China anunciou a suspensão de viagens sem visto de diplomatas dos EUA a Hong Kong em retaliação a sanções do governo Trump. E a Comissão de Comunicação dos EUA aprovou a remoção de equipamento produzido pela Huawei das redes nacionais.

A União Europeia anunciou plano de contingência para cenário pós-Brexit na hipótese que o bloco comercial e o Reino Unido não cheguem a um acordo comercial.

No Brasil, seguem em alta as disputas pelo comando da Câmara e do Senado. O grupo de Rodrigo Maia tenta correr para apresentar um candidato que faça frente à candidatura de Arthur Lira, lançada durante a semana. Ganha força o nome de Aguinaldo Ribeiro, líder da maioria, que seria indicado “na cota” do PSL, um dos partidos do grupo de Maia. Com os blocos de Maia e de Lira com tamanhos semelhantes (perto de 1/3 da Câmara), as atenções recaem sobre os cerca de 130 votos da oposição.

O Senado aprovou ontem a nova Lei do Gás, com alterações que exigirão nova votação pelos deputados, ainda sem data definida. A Câmara encerrou a semana sem conseguir votar os PLPs 137, que libera estoque de recursos dos fundos públicos, e 101, que trata da recuperação fiscal dos estados. Ambos foram jogados para a semana que vem.

Na economia, seguem os desentendimentos em torno da vacina. O Ministério da Saúde afirmou que já possui um acordo para a aquisição de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer (8,5 milhões no 1º semestre de 2021 e 61,5 milhões no segundo). Enquanto isso, remédios como hidroxicloroquina e azitromicina tornaram-se a principal aposta do governo Jair Bolsonaro, que prevê gastar R$ 250 milhões para oferecer os medicamentos no programa Farmácia Popular.

No escopo de indicadores econômicos, o varejo brasileiro continuou forte em outubro, acelerando 8,3% a/a e 0,9% m/m. Artigos farmacêuticos, de uso pessoal e doméstico e veículos foram os setores que mais surpreenderam as expectativas, mas também chamaram a atenção as vendas nos supermercados, que continuaram acelerando mesmo com a redução do auxílio emergencial no período. Por fim, a agência de classificação de risco S&P afirmou o rating do Brasil em BB-, com perspectiva estável. Na agenda, temos a divulgação da PMS de outubro pelo IBGE.

Do lado das commodities, os preços de celulose de fibra curta na China tiveram mais uma leve alta na semana (+US$2,8/t), para US$467,46/t. No longo prazo, acreditamos que os níveis de preço atuais não sejam sustentáveis, na medida em que se encontram há muito tempo abaixo do custo marginal (~US$500/t, em nossa opinião). Adicionalmente, esperamos que uma recuperação da demanda na China seja gatilho para um movimento de recomposição de estoques.

No lado das empresas, a B3 divulgou os dados operacionais do mês de novembro com destaque para: i) o volume financeiro médio diário (ADTV) do segmento de ações, expandindo 20,0% na comparação mensal e 74,9% no ano e; ii) o número de investidores crescendo 0,9% mensalmente e 98,3% no ano.

Tópicos do dia

Internacional

  1. Política internacional: sinais negativos para pacote de estímulo e orçamento provisório que evita paralisação do governo nos EUA
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Locaweb (LWSA3): Anúncio de aquisição Ideris
  2. B3 (B3SA3): Dados operacionais de novembro
  3. Engie Brasil (EGIE3): STJ suspende liminar que paralisava obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul
  4. Papel & Celulose: Leve alta no preço da celulose de fibra curta na China
  5. Nova lei do gás é aprovada no Senado com mudanças no texto e terá de retornar à Câmara
  6. Vale (VALE3): Operações na Vale Nova Caledônia são interrompidas com nova onda de protestos


Veja todos os detalhes

Internacional

Política internacional: sinais negativos para pacote de estímulo e orçamento provisório que evita paralisação do governo nos EUA

  • Nos EUA, o noticiário destaca sinal negativo no lado das negociações por um pacote de estímulo à economia. Aliados de Mitch McConnell disseram que ele não irá apoiar trechos chave da proposta apresentada por grupo bipartidário, o que deve colocar em cheque a aprovação do projeto;
  • O Senado americano postergou a votação de um projeto de lei de gastos com validade de uma semana, que já foi aprovado na Câmara, por falta de acordo. Se o tema não for pautado hoje, o governo entraria em shutdown amanhã. A expectativa é que os senadores cheguem a acordo ainda nesta sexta-feira (11);
  • No lado das tensões entre Washington e Beijing, a China anunciou a suspensão de viagens sem visto de diplomatas dos EUA a Hong Kong em retaliação a sanções do governo Trump. E a Comissão de Comunicação dos EUA aprovou a remoção de equipamento produzido pela Huawei das redes nacionais;
  • A União Europeia anunciou plano de contingência para cenário pós-Brexit na hipótese que o bloco comercial e o Reino Unido não cheguem a acordo comercial.

Empresas

Locaweb (LWSA3): Anúncio de aquisição Ideris

  • A Locaweb comunicou quinta-feira (10) após o fechamento de mercado a conclusão da aquisição do “Ideris” (comunicado). Essa é a quarta aquisição da companhia desde Fev/20, reforçando o plano de M&A da companhia divulgado na época de IPO para 2020 de oferecer um ecossistema completo para auxiliar varejistas no processo de digitalização dos seus negócios;
  • De acordo com o comunicado, a empresa foi avaliada em R$ 18,3 milhões, considerando uma aquisição de 100% do capital social. Como referência, o Ideris processou ~15 milhões de pedidos no 3T20, totalizando um GMV de R$2,1bilhões. Ao somar a operação de Commerce da Locaweb, o GMV consolidado atingiria R$4 bilhões neste período. Vale ressaltar que a transação segue o modelo de aquisição da Locaweb em outras transações – em que os sócios fundadores da adquirida permanecem na operação, com direito a earnout (prêmio adicional aos vendedores, a depender do atingimento de métricas específicas de performance);
  • Um comentário breve sobre a empresa adquirida: o Ideris é uma empresa fundada em 2017 em Curitiba. Ela atua como uma plataforma de integração multicanal para operações de varejo que permite os varejistas operarem em diversos canais no modelo de integração direta tanto em marketplaces quanto Store in Store;
  • Vemos a aquisição como positiva, sendo mais uma sinalização importantes em relação ao comprometimento da companhia com o plano de M&A desenhado à época do IPO. Conforme mencionado recentemente em nosso relatório “Locaweb: Revisando nossas estimativas”, vemos espaço para mais oportunidades de aquisições se materializarem ao longo dos próximos meses. Mantemos nossa recomendação de Compra e preço-alvo de R$71,00 da ação LWSA3 ao final de 2021.

B3 (B3SA3): Dados operacionais de novembro

  • A B3 divulgou ontem os dados operacionais referentes a novembro, com sinais positivos mais uma vez;
  • O volume financeiro médio diário de novembro expandiu 20,0% mensalmente e 74,9% anualmente, para R$ 34,2 bilhões. Adicionalmente, o número de investidores ativos segue crescendo, expandindo 0,9% mensalmente e 98,3% anualmente, aos 3,2 milhões de investidores;
  • Os dados foram positivos dada a capacidade da companhia de manter o alto patamar de volumes enquanto investidores esperavam volumes menores no curto prazo pós-COVID. Importante também lembrar que IPOs e follow-ons voltaram e, embora não sejam representativos na receita, ajudam o volume de médio e longo prazo.

Engie Brasil (EGIE3): STJ suspende liminar que paralisava obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul

  • Ontem a Engie informou, via comunicado ao mercado, que o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, suspendeu uma liminar que paralisava parte das obras do seu Sistema de Transmissão Gralha Azul;
  • Lembramos que parte das obras de Gralha Azul havia sido suspensas por uma liminar após ação judicial alegar que a implementação das linhas causaria dano ambiental por exigir a derrubada de araucárias no Paraná;
  • Em novembro, a Engie sinalizou que buscaria reverter a liminar, alegando que o impacto ambiental é baixo e que a empresa fará o replantio de araucária. Na ocasião, também indicou que o empreendimento seguia dentro do prazo;
  • O projeto de Gralha Azul está em construção desde 2019 e se destina ao abastecimento de energia elétrica no centro-sul do Paraná. O sistema inclui 15 linhas de transmissão, com cerca de mil quilômetros de extensão, que interligarão dez subestações.

Papel & Celulose: Leve alta no preço da celulose de fibra curta na China

  • Os preços da celulose de fibra curta tiveram mais uma leve alta na semana (+US$2,8/t), para US$467,46/t. No longo prazo, acreditamos que os níveis de preço atuais não sejam sustentáveis, na medida em que se encontram há muito tempo abaixo do custo marginal (~US$500/t, em nossa opinião). Adicionalmente, esperamos que uma recuperação da demanda na China seja gatilho para um movimento de recomposição de estoques.

Nova lei do gás é aprovada no Senado com mudanças no texto e terá de retornar à Câmara

  • Nessa quinta-feira (10) o Senado aprovou o texto-base do projeto da nova lei do gás porém, com alteração em relação ao texto da Câmara. Com isso, a proposta precisará ser analisada novamente pelos deputados federais, atrasando a tramitação da medida no Congresso Nacional;
  • O relator do projeto no Senado, Eduardo Braga (AM), incluiu no texto as termoelétricas inflexíveis (ou seja, usinas que geram energia o tempo todo). Essa inclusão enfrentou resistência do governo e da indústria e acabou sendo rejeitada após a votação de um destaque;
  • Destacamos também alteração de um artigo a respeito da regulamentação pela ANP de atividade de transporte e comercialização de gás natural, com o intuito de mitigar conflitos com a competência outorgada aos Estados pela Constituição;
  • A Nova lei do gás visa desconcentrar o mercado de gás, substituindo o modelo atual de concessão pela autorização. O objetivo é aumentar o número de empresas atuantes no mercado de gás, rompendo assim o monopólio da Petrobras, aumentando a competitividade e com isso espera-se que o preço seja reduzido. Segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) o novo marco regulatório pode atrair investimentos entre R$ 50 bilhões e R$ 60 bilhões, com a produção de gás natural triplicando até 2030.

Vale (VALE3): Operações na Vale Nova Caledônia são interrompidas com nova onda de protestos

  • Em fato relevante publicado ontem (12), a Vale anunciou que a planta de níquel da Vale Nova Caledônia (VNC) foi evacuada com segurança após uma noite de protestos no local e nas redondezas por ativistas da independência no país. As tensões sobre o futuro da planta explodiram em protestos violentos nas ruas de Noumea, com carros incendiados, lojas vandalizadas e policiais e manifestantes feridos em confrontos, de acordo com o The Guardian;
  • Segundo a Vale, a planta está sob proteção das autoridades militares e as operações só serão retomadas quando houverem condições seguras de trabalho e para a comunidade;
  • No início da semana, a Vale informou que havia assinado um acordo para vender a operação para a Prony Resources, que inclui uma participação de 25% da Trafigura. O futuro da propriedade da mina retomou a questão de independência de longa data da Nova Caledônia;
  • Mantemos nossa recomendação de Compra para Vale, com preço-alvo de R$86 por ação.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.