XP Expert

Mercados globais amanhecem negativos hoje com nova variante da Covid-19

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA +1,2% | 105.811 Pontos

CÂMBIO -0,7% | 5,57/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Mercados globais amanhecem negativos (EUA -1,9% e Europa -2,2%) após descoberta de uma nova variante do coronavírus na África do Sul, B.1.1.529, podendo ser altamente contagiosa. A Organização Mundial da Saúde realizará uma reunião especial para tratar do assunto, mas especula-se que algumas semanas serão necessárias para que cientistas entendam uma eventual resistência da nova variante às vacinas existentes. Enquanto isso, a União Europeia, Reino Unido, Israel e Cingapura já implementam restrições em voos provenientes da África do Sul. Na China, o CSI 300 (-0,7%) e o índice de Hang Seng (-2,7%) encerraram no negativo também afetados pelos temores sobre a nova variante e em consequência do pedido do governo para que a empresa Didi retire suas ações listadas no mercado americano. O petróleo (-5,6%) e o Bitcoin (-7,0%) também amanhecem em queda em meio à venda generalizada nos mercados internacionais.

Ontem, o índice Ibovespa fechou com uma alta de +1,2%, em dia de baixo volume de negociação por conta do feriado de Ação de Graças nos EUA. A Bolsa brasileira foi impulsionada pelo avanço da Petrobrás (PETR3, PETR4), depois da apresentação do plano estratégico de 5 anos (2022 a 2026) da companhia. A ações da estatal sustentaram a alta mesmo com a divulgação de dados de inflação, que segue rodando muito acima da meta, pressionando Banco Central a acelerar o ritmo de alta de juros.

Foi divulgado ontem o IPCA-15 que subiu 1,17% em novembro, um pouco acima das nossas estimativa e da mediana das expectativas de mercado (1,16% e 1,13%), impulsionado pelas altas acentuadas nos preços das combustíveis. Com isso, analistas de mercado discutem se o Bano Central irá acelerar o ritmo de aperto monetário. Acreditamos, no entanto, que o a autoridade monetária vai manter o ritmo de 1,5p.p. em sua reunião de dezembro. O passo já é relevante, e há claros sinais de desaceleração da economia que pode ajudar a segurar a inflação adiante. Em política fiscal, o Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou ontem que a PEC dos Precatórios é uma prioridade, mas não necessariamente será votada semana que vem.

Por fim, estamos iniciando a cobertura de Burger King Brasil (BKBR3) com recomendação de Compra e um preço-alvo para o final de 2022 de R$ 12 por ação; os pilares da nossa tese incluem: (i) reabertura econômica; (ii) valuation atrativo; (iii) transformação digital; (iv) oportunidades de crescimento e (v) setor defensivo – clique aqui para acessar o relatório. Além disso, publicamos um relatório com a análise ESG de BKBR (link). Vemos com bons olhos os esforços da empresa na agenda, principalmente na frente S, ao mesmo tempo em que acreditamos que o BK tem amplo espaço para melhorar sua divulgação de dados ESG, incluindo mais detalhes sobre seus planos de ação para 2025 e evolução histórica de seus KPIs.

Tópicos do dia

Economia

  1. A Covid atingiu os mercados globais mais uma vez, com uma nova variante do Coronavirus, de rápida mutação, foi identificada na África. No Brasil, a inflação muito acima da meta pressiona o Banco Central

Política

  1. Intensa agenda de negociações planejada para semana que vem no Congresso americano

Empresas

  1. Burger King (BKBR3): Com a ação “mais barata que gasolina”, iniciamos a cobertura recomendando Compra
  2. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | EUA vs. Big Tech

ESG

  1. ESG Radar | Burger King Brasil (BKBR): Espaço para avanço na agenda, mas os planos ambiciosos adiante animam
  2. Agronegócio e o cumprimento das metas climáticas brasileiras em foco | Café com ESG, 26/11

Veja todos os detalhes

Economia

A Covid atingiu os mercados globais mais uma vez, com uma nova variante do Coronavirus, de rápida mutação, foi identificada na África. No Brasil, a inflação muito acima da meta pressiona o Banco Central

  • Os mercados de ações estão em baixa esta manhã, com o medo de que a nova variante do coronavírus de rápida disseminação, identificada na África, possa levar a uma nova onda da pandemia. A nova variante surge em meio ao aumento de casos e internações nos EUA e na Europa de variantes antigas. Os juros dos títulos nas economias desenvolvidas estão caindo, na crença de que os bancos centrais podem atrasar a remoção do estímulo monetário. Os preços do petróleo estão caindo acentuadamente, sendo negociados abaixo de 80 dólares por barril;
  • A demanda doméstica dos EUA continua dando sinais de força. De acordo com a Bloomberg News, os gastos com comércio eletrônico dos consumidores americanos no Dia de Ação de Graças provavelmente atingirão um recorde;
  • No Brasil, o índice de preços ao consumidor IPCA-15 subiu 1,17% em novembro, um pouco acima da nossa estimativa e da mediana das expectativas de mercado (1,16% e 1,13%), impulsionado pelas altas acentuadas nos preços dos combustíveis. O índice de preços anual subiu para 10,73%, de 9,57% um mês antes. O núcleo da inflação continua acima de 10%, muito acima da meta do banco central. Analistas de mercado discutem se o Banco Central acelerará o ritmo de aperto monetário. Acreditamos que o BCB manterá o ritmo já intenso de aumentos de 150 pbs por reunião, e manterá um tom combativo;
  • A conta corrente brasileira registrou déficit de US $ 4,5 bilhões em outubro, em linha com as expectativas do mercado (US $ 4,8 bilhões). O déficit acumulado em 12 meses até outubro atingiu US $ 26,7 bilhões (1,66% do PIB). De forma geral, os dados de outubro seguiram o tom dos últimos meses, sem grandes surpresas. Por enquanto, mantemos nossa expectativa de déficit de US $ 18,7 bilhões em 2021, mas com claro viés de piora;
  • O presidente do Senado Rodrigo Pacheco disse ontem que a aprovação da PEC dos Precatórios é uma prioridade, mas não necessariamente será votada na semana que vem. A PEC é fundamental para o governo aprovar o orçamento do ano que vem.

Política

Intensa agenda de negociações planejada para semana que vem no Congresso americano

  • Na seara internacional, a semana se encerra com destaque para intensa agenda de negociações planejada para semana que vem no Congresso americano. A prioridade deve ser um acordo sobre o orçamento público, tema que tem calendário apertado para aprovação. A partir do dia 3 de dezembro, o governo entraria em paralização (shutdown);
  • Em seguida, o foco deve ser voltado para o teto da dívida. O tema também tem urgência – segundo a secretário do Tesouro Americano, Janet Yellen, o teto poderia ser infringido em meados de dezembro. Por ora, não houve sinal de aproximação entre os partidos sobre a pauta, o que implica que o teto teria que ser elevado por reconciliation (manobra que permite aprovação de pautas por maioria simples, ou seja, sem votos republicanos).

Empresas

Burger King (BKBR3): Com a ação “mais barata que gasolina”, iniciamos a cobertura recomendando Compra

  • Estamos iniciando a cobertura de Burger King Brasil (BKBR3) com recomendação de Compra e um preço-alvo para o final de 2022 de R$ 12 por ação. Conforme publicidade recente, algumas das ofertas do BKBR estão “mais baratas do que gasolina” atualmente – de certa forma, entendemos que o mesmo pode ser dito sobre o preço da ação, que se encontra significativamente abaixo do patamar que consideramos justo;
  • Os pilares da nossa tese incluem: (i) reabertura econômica; (ii) valuation atrativo; (iii) transformação digital; (iv) oportunidades de crescimento e (v) setor defensivo;
  • O BKBR deve se beneficiar da reabertura econômica. Como um operador de restaurantes, o BKBR deveria se beneficiar da reabertura econômica, tanto via aumento das vendas quanto via melhora das margens; também destacamos que restaurantes de fast-food tendem a ter uma performance resiliente em momento desafiadores do ponto de vista macroeconômico, como aquele que é previsto para 2022;
  • “Mais barato que gasolina”: um valuation atrativo. Enxergamos BKBR sendo negociado a 4.7x EV/EBITDA 2022, abaixo da média histórica de 9.3x e também abaixo dos múltiplos de pares internacionais como Arcos Dorados (9.6x) e Alsea (6.7x);
  • A transformação digital está apenas começando: entendemos que a Gestão do Relacionamento com o Cliente (CRM, no acrônimo em inglês) via canais digitais caminha de mãos dadas com uma política de preços racionalizada. Estamos falando de um uso cada vez mais personalizado de ferramentas como os famosos cupons, por exemplo, por meio de canais digitais que incluem o delivery, os totens nas lojas e o próprio app do BK;
  • Quanto aos riscos, eles são principalmente macroeconômicos. Caso o cenário macro se deteriore mais rapidamente do que o esperado, ou caso ocorram novas ondas de Covid, as vendas e margens do BKBR deveriam ser prejudicadas. Aumentos de preços das proteínas, competição mais acirrada, ou dificuldades em cumprir planos de crescimento são riscos microeconômicos que também vemos como relevantes;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Executivo pretende definir quanto os credores, como bancos e financeiras, podem reter da renda dos devedores para o pagamento de débitos. (Valor);
    • Black Friday com Pix favorece acesso da baixa renda. Aceitação do novo meio cresce e ajuda na inclusão de consumidor sem cartão de crédito. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Privalia está à venda por R$ 1 bi no Brasil (Valor);
    • Black Friday 2021: Na 1ª hora, e-commerce fatura R$ 821 milhões, alta de 12% (Valor);
    • Antes de começar, Black Friday de 2021 já tem mais reclamação do que em 2020 (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • CBios gerados suprem as metas do próximo ano das distribuidoras (Valor);
    • Brasileiros pesquisam preço de picanha na véspera da Black Friday, diz Google (InfoMoney);
    • Reino Unido também impõem lockdown à criação de aves (AviSite);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • STF proíbe cobrança de ICMS maior para energia e telecom. (Canal Energia);
    • Petrobras passa de Evergrande brasileira a grande pagadora de dividendos. (Valor Econômico);
    • Petróleo recua em dia de feriado nos EUA e à espera de reunião da Opep+. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global:

  • Projetos de lei antitruste que podem impactar Big Techs ganham força no Senado americano.
  • Baidu inicia seu segmento de robô-táxis em Pequim;
  • Analistas reduzem estimativas para o Aliababa após resultados abaixo do esperado e pressões regulatórias;
  • Fundos de investimento americano não conseguem superar o S&P 500 em virtude da baixa alocação em grandes empresas de tecnologia;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

ESG Radar | Burger King Brasil (BKBR): Espaço para avanço na agenda, mas os planos ambiciosos adiante animam

  • Vemos com bons olhos os esforços do BKBR em relação aos pilares ESG, principalmente na frente S – que na nossa visão é a mais importante, seguida pelos pilares G e E, respectivamente – tanto em termos de gestão da força de trabalho e diversidade, quanto de qualidade alimentar e oportunidades em produtos mais saudáveis;
  • No pilar E, destacamos os objetivos da empresa em remover 100% dos ingredientes artificiais dos lanches até 2025. Com relação ao G, destacamos a maioria independente do Conselho e o certificado da ONU Mulheres;
  • Ainda assim, acreditamos que o BK tem amplo espaço para melhorar sua divulgação de dados ESG, incluindo mais detalhes sobre seus planos de ação para 2025 e evolução histórica de seus KPIs. Por fim, o BKBR possui uma classificação BB pela MSCI ESG Ratings, nota que se mantém estável desde julho/2019. Clique aqui para acessar o conteúdo completo.

Agronegócio e o cumprimento das metas climáticas brasileiras em foco| Café com ESG: Conteúdos diários que transformam, 26/11

  • Ontem, o mercado encerrou em território positivo, com o Ibov e o ISE em alta de +1,2% e +1,5%, respectivamente;
  • No Brasil, seguindo a esteira das discussões da COP26, o agronegócio está avaliando soluções para que o Brasil consiga ser protagonista na redução de emissões de gases do efeito estufa com a promoção de mais sustentabilidade no setor, sendo este o tema de seminário da Anec, que chegou a conclusão de que o país tem conhecimento suficiente para cumprir os compromissos assumidos, mas é preciso ambição e mais rigor do país no cumprimento das metas;
  • No internacional, (i) um estudo utilizando dados sobre a pecuária dos EUA mostrou que, até 2050, com a diminuição das emissões de metano em 18% a 32%, seria possível produzir gado de corte e leiteiro no país sem que a atividade contribua para as mudanças climáticas; e (ii) as emissões de CO2 da China caíram pela primeira vez desde o lockdown do ano passado, sendo este o sinal mais recente de que o desaquecimento do setor imobiliário e os problemas causados pela falta de energia prejudicaram a demanda industrial na economia chinesa. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.