XP Expert

FMI corta projeções do PIB; Netflix desaba nos EUA e mais destaques do mercado

PIB mundial, juros reais dos EUA eprojeções do PIB por FMI são alguns dos temas de maior destaque nesta quarta-feira, 20/04/2022

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -0,53% | 115.686 Pontos

CÂMBIO +0,4% | 4.66/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Destaque do dia

Os juros reais de 10 anos dos EUA se tornam positivos pela primeira vez desde março de 2020. Isso reflete a perspectiva de uma política monetária mais restritiva do Federal Reserve (banco central americano), em resposta às crescentes pressões inflacionárias. Além disso, o FMI corta previsão de crescimento para o PIB global. No Brasil, o movimento foi contrario, houve uma elevação por parte do FMI na previsão de crescimento do PIB do Brasil de 0,3% para 0,8%. Confira a seguir mais detalhes sobre as principais noticias.

Brasil

Com um movimento fortemente impactado pela queda de papéis de grandes bancos e da Vale (VALE3), a bolsa brasileira descolou do mercado internacional nessa terça-feira (19), encerrando o pregão aos 115.686 pontos com uma queda de 0,53%, em seu 3° dia de queda consecutiva. Enquanto o dólar voltou a se valorizar perante o real, e recuperou as perdas do pregão anterior, encerrando a sessão com uma alta de 0,43% aos R$ 4,66. No mercado de juros, ontem a liquidez foi reduzida e os juros futuros começaram com movimento de alta, que perdeu força ao fim do dia. O avanço das taxas acompanhou a elevação dos rendimentos das treasuries, câmbio e preocupações do mercado com a inflação global e conflitos na Ucrânia. Nos vencimentos curtos, houve um viés de queda devido a forte queda no preço do petróleo. DI jan/23 fechou em 13,025%; DI jan/24 em 12,68%; DI jan/25 em 12,03%; DI jan/27 encerrou em 11,775%; e DI jan/29 em 11,89%.

Mundo

Mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,1% e Europa +0,9%) à medida que os investidores avaliam os impactos da inflação nos lucros das companhias e aguardam a divulgação de novos balanços. Até o momento, das 49 empresas presentes no S&P 500, que reportaram seus resultados, 79,6% superaram as estimativas de lucro do consenso, segundo a Refinitiv. Apesar dos resultados, em geral, positivos, uma contração na base de assinantes do Netflix resultou em uma queda de -26% de suas ações no período pós-mercado e catalisou preocupações dos investidores em relação aos resultados futuros das empresas de tecnologia. Na China, ambos os índices CSI 300 (1,6%) e Hang Seng (-0,4%) encerram em baixa após o banco central chinês optar pela manutenção das taxas de juros atuais e redução das estimativas do FMI para o crescimento dos países asiáticos em 2022. Além disso, os preços do petróleo estão se recuperando após uma queda significativa na sessão de ontem, com o relatório da indústria apontando para uma queda nos estoques dos EUA.

PIB Mundo

O FMI cortou a previsão de crescimento do PIB global para 3,6% de 4,4% para 2022; e para 3,6% de 3,8% para 2023. O Fundo espera que o crescimento global desacelere significativamente este ano, à medida que a repercussão da guerra na Ucrânia se espalhe e os principais bancos centrais apertem a política monetária. O FMI prevê um crescimento do PIB 2022 dos EUA em 3,3% (3,9% antes), da zona do euro em 3,7% (4,0%) e da China em 4,4% (4,8%).

Economia Brasil

Por outro lado, o FMI elevou a previsão de crescimento do PIB do Brasil de 0,3% para 0,8% devido ao melhor desempenho das vendas no varejo e ao efeito favorável dos preços mais altos das commodities. A equipe econômica da XP também aumentou sua previsão de crescimento em 2022 na semana passada para 0,8%. Apesar da melhor dinâmica de curto prazo, a atividade econômica provavelmente desacelerará adiante, em resposta à política monetária mais apertada e à inflação mais alta, que vem corroendo a massa salarial real.

Enquanto isso, o presidente Bolsonaro disse que o governo vai anunciar um aumento do limite de isensção do imposto de renda para “perto de R$ 3 mil reais”, de R$ 1,9 mil hoje. De acordo com nossos cálculos, representa uma perda de arrecadação de cerca de R$ 25 bilhões de reais.

Juros EUA

Por fim, os juros reais de 10 anos dos EUA se tornam positivos pela primeira vez desde março de 2020. Isso reflete a perspectiva de uma política monetária mais restritiva do Federal Reserve (banco central americano), em resposta às crescentes pressões inflacionárias. De fato, o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, disse ontem que o ciclo de aperto provavelmente levará as taxas de juros acima do seu nível neutro. Mas o movimento do mercado também deve ser visto como um retorno ao normal pré-pandemia, o que é uma boa notícia para a economia global.

Economia

FMI corta previsão do PIB mundial para 2022 e 2023. Taxas de juros reais de 10 anos dos EUA ficam positivas pela primeira vez desde março de 2002

  • O FMI cortou a previsão de crescimento do PIB global para 3,6% de 4,4% para 2022; e para 3,6% de 3,8% para 2023. O Fundo espera que o crescimento global desacelere significativamente este ano, à medida que a repercussão da guerra na Ucrânia se espalhe e os principais bancos centrais apertem a política monetária. O FMI prevê um crescimento do PIB 2022 dos EUA em 3,3% (3,9% antes), da zona do euro em 3,7% (4,0%) e da China em 4,4% (4,8%);
  • Os juros reais de 10 anos dos EUA se tornam positivos pela primeira vez desde março de 2020. Isso reflete a perspectiva de uma política monetária mais restritiva do Federal Reserve (banco central americano), em resposta às crescentes pressões inflacionárias. De fato, o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, disse ontem que o ciclo de aperto provavelmente levará as taxas de juros acima do seu nível neutro. Mas o movimento do mercado também deve ser visto como um retorno ao normal pré-pandemia, o que é uma boa notícia para a economia global;
  • Os preços do petróleo estão se recuperando após uma queda significativa na sessão de ontem, com o relatório da indústria apontando para uma queda nos estoques dos EUA;
  • O FMI elevou a previsão de crescimento do PIB do Brasil de 0,3% para 0,8% devido ao melhor desempenho das vendas no varejo e ao efeito favorável dos preços mais altos das commodities. A equipe econômica da XP também aumentou sua previsão de crescimento em 2022 na semana passada para 0,8%. Apesar da melhor dinâmica de curto prazo, a atividade econômica provavelmente desacelerará adiante, em resposta à política monetária mais apertada e à inflação mais alta, que vem corroendo a massa salarial real;
  • O presidente Bolsonaro disse que o governo vai anunciar um aumento do limite de isenção do imposto de renda para “perto de R$ 3 mil reais”, de R$ 1,9 mil hoje. De acordo com nossos cálculos, representa uma perda de arrecadação de cerca de R$ 25 bilhões de reais.

Empresas

Vale (VALE3): Início um pouco lento, mas guidance segue firme

  • A Vale divulgou seu relatório de produção e vendas do primeiro trimestre de 2022;
  • A produção de minério de ferro totalizou 63,9 milhões de toneladas (-22,5% T/T, -6,0% A/A), com a produção de pelotas atingindo 6,9 milhões de toneladas (-23,7% T/T, -6,5% A/A). As vendas de minério de ferro e pelotas chegaram a 60,6 milhões de toneladas (+23,2% T/T e +2,4% A/A) com um prêmio alto de US$ 9,0/t;
  • Vemos esses resultados como ligeiramente negativos do ponto de vista da produção, pois ficaram abaixo dos números de consenso. Além disso, uma produção mais baixa reduz a alavancagem operacional da empresa, no entanto, mantém a oferta global de minério de ferro apertada, bem como suporta preços mais altos, bem como prêmios realizados com vendas de pelotas;
  • Mantemos nossa recomendação de Compra na Vale, com preço-alvo de R$ 97,1 por ação;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Embraer (EMBR3): Dados Operacionais do 1T22; Sazonalidade Mais Fraca Levando a uma Performance de Entregas Fraca no 1T22

  • A Embraer (EMBR3) reportou números operacionais fracos no 1T22, explicados por um trimestre tradicionalmente marcado por uma baixa sazonalidade, com entregas de 6 e 8 unidades para aviação comercial e executiva com queda de 33% e 38% A/A, respectivamente, implicando que as entregas devam ser mais concentradas no 2S22 neste ano (guidance para 2022 para aviação comercial e executiva de 60-70 e 100-110 unidades, respectivamente);
  • Do lado positivo, vemos um desempenho positivo contínuo dos números da carteira de pedidos, com níveis de US$ 17,3 bilhões melhorando sequencialmente +2% vs. o trimestre passado, impulsionado positivamente por novos contratos assinados nas divisões de Defesa & Segurança e Serviços & Suporte, enquanto compensando um redução da carteira de pedidos da aviação comercial (315 aeronaves vs. 325 unidades no 4T21);
  • Reiteramos nossa visão positiva sobre a Embraer;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

Varejo Alimentar: Analisando a prévia de vendas do 1T22; Uma forte recuperação vs. o 4T21

  • Hoje foram reportadas todas prévias de vendas do 1T22 da nossa cobertura de varejo alimentar: Grupo Pão de Açúcar (PCAR3), Carrefour (CRFB3) e Assaí (ASAI3);
  • O destaque positivo foi o Atacadão (operação de atacarejo do CRFB) enquanto o negativo foi a operação do GPA Brasil. Entretanto, é importante notar que nós ainda não temos visibilidade da rentabilidade, o que vemos como uma métrica importante para definir o tom da nossa leitura do resultado do 1T;
  • Finalmente, destacamos que o fechamento das lojas Extra foi um vento a favor para a operação de varejo do Carrefour, uma vez que eles perderam temporariamente um competidor, e um vento contrário para o GPA Brasil, dado que as suas lojas tiveram questões de ruptura decorrentes de ajustes na malha logística;
  • Clique aqui para ver o relatório completo.

brMalls (BRML3): ALSO apresenta sua terceira proposta de combinação de negócios com BRML

A brMalls divulgou que a Aliansce Sonae apresentou sua terceira proposta para combinação de negócios com a companhia. A BRML irá discutir os méritos da proposta em assembleia geral;

Principais pontos:

  • A ALSO aumentou para 18% o prêmio de BRML3 vs. a relação de troca proposta em janeiro de 2022, endereçando o principal ponto que levou a brMalls a recusar as ofertas anteriores;
  • Além disso, a Aliansce Sonae ofereceu aos acionistas da brMalls um pagamento de R$1.25 bilhão em dinheiro, e um pagamento com entrega de 326.339.911 ações de emissão da ALSO, representando 55.2% do capital da companhia combinada.

Nossa visão:

Vemos a negociação como positiva para BRML3 por conta da flexibilidade do conselho da companhia em convocar a assembleia e discutir o mérito da combinação dos negócios, com um prêmio ainda mais elevado, o que, em nossa opinião, parece fazer sentido, tendo em vista que uma parte relevante da base acionária já indicou ser a favor da combinação das empresas.

Aura Minerals (AURA33): Anúncio da aquisição da Big River Gold; Positivo

  • A Aura anunciou uma oferta pública para adquirir 100% das ações da Big River Gold Limited (ASX:BRV) por A$ 0,36/sh ou A$ 91,7 milhões (US$ 68 milhões), para formar uma joint venture (JV) de 80%/20% com a Dundee Resources;
  • Apesar de mantermos nossas estimativas e recomendação Neutro inalterados por enquanto (fechamento final sujeito à aprovação dos acionistas e reguladores), vemos a potencial aquisição como um grande positivo para a Aura, pois representa: (i) importante diversificação operacional e regulatória; (ii) um grande passo de crescimento em direção à meta de 400 mil onças de ouro equivalente (kGEO) por ano; e (iii) uma oportunidade de criação de valor (VPL estimado de US$ 287 milhões e recurso de 729kGEO, de acordo com um Estudo de Viabilidade de 2020 sob o regulamento JORC);  
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Mastercard vincula remuneração a metas ESG (Valor);
    • Bitz, carteira digital do Bradesco, lança cartão de crédito com bandeira Elo (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Mais da metade da população corta consumo devido à inflação, diz pesquisa. (Folha);
    • Mercado Livre e Gol fecham parceria para diminuir prazo de entrega no Norte e Nordeste. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Guerra na Ucrânia deve adiar queda do preço da carne, diz Embrapa (Valor);
    • Soja x Milho: Produtor brasileiro terá de se decidir sobre o que vender para garantir armazenagem e preços (Notícias Agrícolas);
    • Heineken impulsionada por maiores vendas e preços de cerveja (Reuters);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • CCEE Deputados do PT recorrem ao TCU e à Justiça de Brasília para tentar barrar privatização da Eletrobras. (Valor Econômico);
    • Embarques de petróleo da Rússia caem 25% na semana. (Valor Econômico);
    • Petróleo fecha em queda ante dólar forte e temor sobre demanda chinesa. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Netflix and no chill

  • Johnson & Johnson reduz expectativas de faturamento e lucros para 2022;
  • Resultados do Netflix são abalados por contração na base de assinantes;
  • IBM supera expectativas, impulsionada pelo segmento de nuvem;
  • Dados apontam que ações de qualidade e crescimento estável devem performar melhor no cenário atual;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

Alocação & Fundos

Principais notícias

  • Fundos Imobiliários (FIIs): confira as principais notícias
    • Arbitragem no mercado de fundos imobiliários (Valor);
    • FIIs de CRI: é hora de investir em títulos indexados ao IPCA ou ao CDI? (Valor);
    • Assembleia irá decidir se a Suno Asset será a nova gestora do FII BMLC11 (Suno);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.

ESG

Cidade do Rio vai sediar o primeiro leilão de créditos de carbono de micromobilidade do mundo | Café com ESG, 20/04

  • O mercado fechou o pregão de ontem em campo neutro, com o Ibov e o ISE em leve queda de -0,5% e -0,6%, respectivamente;
  • No Brasil, (i) pequenas e grandes empresas do setor pecuário vêm trabalhando na criação de produtos carbono neutro, com baixo impacto ambiental e um manejo mais sustentável nas cadeias de produção, uma vez que práticas inadequadas podem levar a um aumento das emissões de metano e a neutralidade também atende a uma demanda de mercados internacionais por descarbonização; e (ii) nos últimos meses, o estado e prefeitura do Rio, junto ao setor privado, trabalham com diferentes iniciativas para alavancar um mercado regional de créditos de carbono e de ativos ambientais e, até o fim do mês, a cidade do Rio sediará o primeiro leilão de créditos de carbono de micromobilidade do mundo;
  • No internacional, de acordo com o presidente do órgão regulador de valores mobiliários dos EUA (SEC), um “número justo” das maiores empresas listadas nos Estados Unidos deve ser impactado por uma proposta de exigência de divulgar as emissões de gases de efeito estufa de terceiros, depois que uma regra histórica que exigiria que algumas empresas divulgassem as chamadas emissões de “Escopo 3” foi divulgada no mês passado. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.