XP Expert

Bolsas globais continuam em forte queda, aversão a risco elevada

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -4,65% | 102.233 Pontos

CÂMBIO 0,8% | 4,61/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou ontem em forte baixa de 4,65% ontem aos 102.233 pontos, sendo a 2ª maior baixa do ano. O movimento seguiu as bolsas americanas, que voltaram a cair na medida em que a preocupação com o aumento de casos de coronavírus em vários países fora da China continua.

Nesta manhã, mercados globais voltam a operar em baixas, com quedas de 3% na Europa e 2,5% para os futuros do S&P. Mais empresas anunciaram cortes nas suas projeções para 2020, e vários bancos americanos já começam a anunciar planos de contingência e separar os times em diferentes áreas.

Dado o cenário de aversão a risco em alta, o ouro se mantém como um ativo buscado em tempos turbulentos, subindo 0,7% nessa manhã, cotado a US$1.648/onça. No ano, o ouro já sobe 11% em dólares nos mercados internacionais. Dos outros indicadores que medimos, o índice de volatilidade do S&P 500 (VIX) segue em forte alta, chegando a 46,7% nessa manhã, o maior patamar desde a crise Europeia em 2011. Além disso, o rendimento dos títulos de 10 anos do governo americano continua a baixar rapidamente, chegando a 0,77% nessa manhã, vs. 1,9% no começo do ano. Isso indica que investidores continuam comprando esses ativos de menor risco, o que faz com que os seus rendimentos baixem.

Após mais um dia de fraco desempenho do Real frente ao dólar, que chegou a bater 4,66, mas fechou em alta de 0,8% a 4,61, Banco Central vai ofertar hoje até US$ 2 bilhões em swap cambial às 9h20. A intenção da medida é conter a depreciação mais acentuada da moeda decorrente do ambiente de maior incerteza e risco. Em nota emitida na última terça-feira, o Banco Central sinalizou que daria continuidade no ciclo de corte de juros e isso pressionou ainda mais a cotação. O mercado seguirá tentando entender como a depreciação observada do Real nos últimos dias afetará a próxima decisão de juros no dia 18 de março.

Na agenda de eventos internacionais o destaque fica por conta da divulgação do relatório de empregos de fevereiro dos EUA às 10h30 e dos discursos de dirigentes do banco central americano (Fed). Loreta Mester (Cleveland) discursa às 11h20, John William (New York) às 16h e Esther George (Kansas) às 17h30. O mercado aguardará por mais informações sobre como a instituição percebe o ritmo de desaceleração global e quais os possíveis próximos passos da política monetária.

Os preços do petróleo Brent operam em forte queda de 4,9%, aos US$ 47,4 barril, refletindo notícias relacionadas a desacordo entre a OPEP e a Rússia com respeito a cortes de produção para reagir aos impactos do coronavírus. Apesar do grupo dos maiores produtores pressionarem por um corte adicional de 1,5 milhão de barris por dia (1,5% da produção global de petróleo), os russos ainda relutam em apoiar cortes além dos níveis acordados. Tal dissidência sinaliza muita incerteza com relação a acordos futuros de produção de petróleo entre OPEP e seus aliados, afetando as perspectivas de oferta e demanda global.

Nos EUA, Elizabeth Warren desistiu da corrida pela indicação à vaga democrata para a eleição presidencial dos EUA após fraco desempenho na Super Terça-Feira. A candidata, que chegou a ser favorita do espaço considerado mais radical, não apoiou outro candidato, apesar de ter alinhamento ideológico com Bernie Sanders. No entanto, se espera que seus eleitores migrem para o senador da mesma forma em que os eleitores de Bloomberg devem migrar para Joe Biden. 

Do lado das empresas, a CCR reportou resultados no geral em linha com nossas expectativas no 4T19, com crescimento de tráfego comparável de 3% a/a no trimestre. Temos recomendação neutra para as ações da CCR.

Nosso time participou ontem do encontro anual da Ultrapar com investidores de 2020 (Ultra Day), no qual a alta administração e os principais executivos de todas as linhas de negócios expressaram suas expectativas para o futuro. Em suma, os executivos forneceram visões otimistas em todos os setores em termos de resultados operacionais e financeiros. Porém, mantemos recomendação Neutra nas ações da Ultrapar, com novo preço-alvo de R$22/ação.

Tópicos do dia

Coronavírus

Veja aqui a nossa visão sobre os impactos nos mercados
Veja aqui a opinião de gestores de Fundos Multimercados
Veja aqui a opinião dos gestores de Fundos de Ações
Veja aqui nossa visão sobre os impactos nos FIIs
Veja aqui a opinião de nossos assessores

Temporada de resultados do 4º trimestre

Clique aqui para acessar o calendário completo
Clique aqui para acessar nossa visão sobre a temporada de resultados

Brasil

  1. Política Brasil: Segue a novela em torno do controle da liberação de emendas

Internacional

  1. Política Internacional: Elizabeth Warren desiste da corrida pela indicação democrata
  2. Petróleo opera em queda de -5% com dissidência entre OPEP e Rússia referente a cortes adicionais de produção

Empresas

  1. CCR (CCRO3) 4T19: Resultados em linha; Tráfego +3% a/a no trimestre
  2. Ultrapar (UGPA3): Principais destaques do Ultra Day 2020
  3. B3 (B3SA3): Bom operacionalmente, mas afetado por impostos | Revisão do 4T19
  4. Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): GPA vende 43 lojas R$ 1,24 bilhão; Avanço no processo de redução de endividamento
  5. JBS (JBSS3): JBS e BNDES estariam planejando transações simultâneas de listagem e venda de participação
  6. Bancos: Caixa lança crédito rural de R$5 bilhões
  7. BRF (BRFS3): BRF recebe 15 habilitações para exportar para Omã

Veja todos os detalhes

Brasil

Política Brasil: Segue a novela em torno do controle da liberação de emendas.

  • Segue a novela em torno do controle da liberação de emendas .A refrega gerou insatisfação de Bolsonaro com o general Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação política. A atuação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, no episódio desagradou grupos diversos de senadores. Outro ponto com potencial impacto na agenda foi a distribuição de novos benefícios do Bolsa Família. Enquanto o Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios, Sul e Sudeste ficaram com 75% das novas concessões.

Internacional

Política Internacional: Elizabeth Warren desiste da corrida pela indicação democrata

  • Elizabeth Warren desistiu da corrida pela indicação à vaga democrata para a eleição presidencial dos EUA após fraco desempenho na Super Terça-Feira. A candidata, que chegou a ser favorita do espaço considerado mais radical, não apoiou outro candidato, apesar de ter alinhamento ideológico com Bernie Sanders. No entanto, se espera que seus eleitores migrem para o senador da mesma forma em que os eleitores de Bloomberg devem migrar para Joe Biden. 

Petróleo opera em queda de -5% com dissidência entre OPEP e Rússia referente a cortes adicionais de produção

  • Os preços do petróleo Brent operam em forte queda de -4,9%, aos US$47,4 barril, refletindo notícias relacionadas a desacordo entre a OPEP e a Rússia com respeito a cortes de produção para reagir aos impactos do Coronavirus. Tal é o menor patamar de preços da commodity desde 2017;
  • A recomendação da OPEP é de que o grupo e seus aliados (normalmente agrupados na sigla OPEP+, que incluí países como a Rússia) se comprometam com uma redução adicional de produção de 1,5 milhão de barris por dia, ou 1,5% da produção global da commodity, de modo à reagir aos impactos do surto de Coronavirus à economia global. Tal seria o maior nível de cortes de produção desde a crise financeira de 2008. Após tal corte, a redução de produção da OPEP + seria de 3,6 milhão de barris ao dia. A OPEP pede que todos os membros e aliados contribuam com os cortes, com estes últimos sendo responsáveis por uma redução de 0,5 milhão de barris ao dia, ou um terço do total;
  • Entretanto, a Rússia ainda não manifestou se apoiará uma redução adicional da produção de petróleo do grupo, com notícias apontando uma preferência por uma extensão do prazo de vigência dos cortes atuais, mas não um corte adicional de oferta. Isso sinaliza muita incerteza a acordos futuros de produção de petróleo entre OPEP e seus aliados, afetando as perspectivas de oferta e demanda global.

Empresas

CCR (CCRO3) 4T19: Resultados em linha; Tráfego +3% a/a no trimestre

  • A CCR reportou resultados no geral em linha com nossas expectativas no 4T19, com crescimento de tráfego comparável de 3% a/a no trimestre. A receita líquida consolidada ficou ~2% acima da nossa expectativa, o EBITDA ajustado ficou em R$ 1,58 bi, ~1,4%. O lucro líquido ficou em ~R$ 393 milhões, acima da nossa estimativa mas levemente abaixo do consenso. Para acessar nosso comentário completo, clique aqui;
  • Foi um trimestre sem grandes surpresas em nossa visão, e esperamos uma reação neutra do mercado. Temos recomendação neutra para as ações da CCR. Acreditamos que a empresa esteja bem posicionada para participar dos leilões de infraestrutura dos próximos anos, e que o estágio maduro da maior parte das concessões da companhia permita geração de caixa saudável. No entanto, acreditamos que o nível atual de preço já embuta algum crescimento adicional ao implícito no portfólio, e portanto enxergamos um potencial de valorização relativamente menor.

Ultrapar (UGPA3): Principais destaques do Ultra Day 2020

  • Participamos do encontro anual da Ultrapar com investidores de 2020 (Ultra Day), no qual a alta administração e os principais executivos de todas as linhas de negócios expressaram suas expectativas para o futuro. Em suma, os executivos forneceram visões otimistas em todos os setores em termos de resultados operacionais e financeiros;
  • Apresentamos os principais tópicos discutidos no evento em nosso relatório. Além disso, aproveitamos a oportunidade para atualizar nossas estimativas e preço-alvo de Ultrapar, incorporando assuntos discutidos no evento bem como os resultados do 4T19;
  • Mantemos recomendação Neutra nas ações da Ultrapar, com novo preço-alvo de R$22/ação.

B3 (B3SA3): Bom operacionalmente, mas afetado por impostos | Revisão do 4T19

  • Para o conforto do governo, impostos vieram inesperadamente altos no trimestre. Por outro lado, o lucro veio em linha com o consenso de mercado em R$ 733 milhões, uma vez que o resultado operacional surpreendeu positivamente;
  • No geral, o resultado operacional veio bom, com aumento de receitas e gastos sob controle, sinais de boa execução. Não obstante, mantemos nossa recomendação neutra, uma vez que acreditamos que o crescimento da bolsa já está precificado. Clique aqui para acessar nosso relatório completo.

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): GPA vende 43 lojas R$ 1,24 bilhão; Avanço no processo de redução de endividamento

  • Nesta quinta-feira (05 de março) o Grupo Pão de Açúcar anunciou a venda de 43 imóveis, localizados nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Piauí e Paraíba e no Distrito Federal em um acordo de “sale-leaseback” (venda e locação de imóveis);
  • De acordo com o anúncio, o portfólio de propriedades inclui 2 lojas Extra Hiper, 6 lojas Mercado Extra, 22 lojas Pão de Açúcar e 13 lojas Assaí, respondendo por 7,4% do faturamento bruto do Assaí e 5,6% do Multivarejo. Os imóveis somam uma área construída de 295.266 m² (541.675 m² de terreno);
  • Pelos termos do acordo, as propriedades estão sendo vendidas por R$1,24 bilhão e os contratos de locação, com duração inicial de 15 anos, foram negociados a um aluguel de R$ 24/m²/mês (R$ 85 milhõese), implicando um cap rate de 6,85% (com base na área construída);
  • Nossa visão: Positiva. Apesar de ter efeito neutro no lucro líquido da companhia, a venda é mais um passo no processo de redução de endividamento do grupo e pode acelerar o processo de conversão de lojas da bandeira Extra Hiper em Assaí. Mantemos a nossa recomendação de Compra nas ações do Grupo Pão Açúcar, com preço-alvo de R$ 105 por ação ao final de 2020;
  • Veja mais detalhes sobre a nossa tese no link.

JBS (JBSS3): JBS e BNDES estariam planejando transações simultâneas de listagem e venda de participação

  • Segundo a Reuters, a potencial listagem das ações da JBS nos Estados Unidos e a venda de parte da participação de 21,3% do BNDES na companhia poderiam ocorrer simultaneamente;
  • A ideia seria, conforme já havia sido comentado na mídia anteriormente, fazer a cisão das operações internacionais numa nova empresa com sede fora do Brasil. Seria uma coligada com os mesmos acionistas, mas não uma subsidiária da empresa brasileira;
  • O que a notícia traz de novo é que a listagem poderia ocorrer simultaneamente à venda do BNDES. A empresa ainda não divulgou nenhum comunicado oficial com mais detalhes, seguimos monitorando o assunto.

Bancos: Caixa lança crédito rural de R$5 bilhões

  • A Caixa Econômica Federal, um dos cinco maiores bancos brasileiros, lançou uma linha de crédito rural de R$ 5 bilhões. Essa nova originação é significante para a Caixa, uma vez que o banco apenas possuía um saldo de R$ 5,4 bilhões no segmento de acordo com o fechamento de 2019;
  • As taxas se iniciam em 3,9% ao mês, o que é competitivo mesmo quando comparado a outros créditos direcionados (regulados/subsidiados), e deve ter como alvo de originação principalmente as culturas de soja, milho, algodão, arroz, feijão, mandioca e café;
  • Embora ainda incipiente, uma vez que a Caixa iniciou seus esforços no segmento apenas 9 anos atrás, um competidor crescente é sempre negativo para o líder do mercado (BBAS3). O Banco do Brasil tem 2/3 do mercado e um saldo de carteira agro de R$ 179 bilhões.

BRF (BRFS3): BRF recebe 15 habilitações para exportar para Omã

  • Segundo a Reuters, a BRF comunicou que recebeu 15 autorizações para exportar até 5 mil toneladas por mês de alimentos para Omã, onde atua há mais de 30 anos. Omã faz parte do segmento Halal (muçulmano) da BRF, um dos focos de crescimento do grupo;
  • De acordo com a companhia, a autorização foi concedida após uma missão de autoridades religiosas e sanitárias omanitas visitar as fábricas da companhia em 2019;
  • As fábricas habilitadas estão nas cidades de Chapecó (SC), Dois Vizinhos (SC), Carambeí (PR), Jataí (GO), Francisco Beltrão (PR), Uberlândia (MG), Serafina Corrêa (RS), Garibaldi (RS), Rio Verde (GO), Buriti Alegre (GO) e Nova Mutum (MT). Outras duas unidades foram autorizadas em Lajeado (RS) e a fábrica de Capinzal (SC) recebeu duas habilitações, uma para frango e outra de industrializados.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.