XP Expert

Coronavírus: guia de conteúdos e investimentos

No desenrolar dos acontecimentos, reunimos aqui os principais relatórios, gráficos e vídeos: um guia completo sobre o que fazer com os seus investimentos na crise atual.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A crise desencadeada pelo coronavírus é mais um dos choques históricos que mexem com os mercados ao redor do planeta. O momento é de aversão a risco, afinal é preciso diminuir ao máximo os impactos da pandemia que assusta pela proporção que chegou.

Na fotografia atual da crise, vemos o Brasil sendo afetado de forma mais intensa, mexendo diretamente com o cotidiano de milhões de pessoas. Grande parte dos brasileiros já está em casa, em estado de quarentena, e na expectativa por uma comunicação mais clara sobre quando a vida voltará ao normal. Mas o poder da informação muda as perspectivas, traz um olhar real da situação e dá esperanças nestes tempos sombrios.

Afinal, quanto mais você se informa, melhor você decide.

E para quem lida com investimentos, é fundamental permanecer bem informado a fim de entender, no detalhe, o que esperar e como se planejar. Ao longo das últimas semanas, dia e noite, assistimos à crise do coronavírus de cima, com a responsabilidade de trazer a nossa visão sobre os impactos na vida financeira dos brasileiros.

Estamos perto dos mercados, das empresas, das decisões do governo e dos setores da Bolsa para levar conteúdos que façam você olhar com clareza a situação criada pela pandemia.

No desenrolar dos acontecimentos, reunimos aqui os principais relatórios, gráficos e vídeos: um guia completo sobre o que fazer com os seus investimentos na crise atual.


A magnitude do coronavírus


A crise do coronavírus aos olhos da História

Por Fernando Ferreira, Estrategista-Chefe da XP

Até aqui, presenciamos alguns Circuit Breakers na Bolsa brasileira, volatilidade intensa nos mercados e sentimos a preocupação de uma iminente desaceleração global. A crise do coronavírus  vai se expandindo e deteriorando os mercados.

Mas qual será o seu tamanho aos olhos da História, em comparação a outras crises emblemáticas que o mundo passou?


Como ficam as empresas da Bolsa?


Os impactos do coronavírus para as empresas

Por Equipe Research

Apesar de até agora as preocupações terem vindo do cenário global, no Brasil a situação do coronavírus já passa a preocupar. O rápido aumento no número de casos já está levando a fechamento de escolas, cancelamento de eventos e de aglomerações, e aumentado fortemente as restrições de movimentação de pessoas.

Consequentemente, para as empresas de forma geral os impactos são enormes. Por isso, nosso time de especialistas analisou o impacto da situação nas empresas do nosso universo de cobertura.


A crise mais rápida da História

Por Fernando Ferreira, Estrategista-Chefe

O ano só começa depois do Carnaval… Talvez essa famosa frase à brasileira nunca tenha feito tanto sentido para o mercado nacional quanto agora. Em apenas algumas semanas, desde os últimos dias do feriado, o Ibovespa sofreu quedas vertiginosas e tomou um rumo muito diferente do que prevíamos no começo do ano.

É a crise mais rápida da História do mercado financeiro brasileiro, mostrando a força do coronavírus, pandemia que se alastra de forma cada vez mais acelerada pelo mundo e, nos últimos dias, pelo Brasil. Mas por que tudo isso aconteceu tão rápido?


Varejo: Por que o coronavírus atingiu em cheio o setor

Por Pedro Fagundes, Analista de Varejo

As ações da nossa cobertura de varejo já acumulam uma queda mais acentuada que à do próprio Ibovespa, conforme o aumento das preocupações em relação à crise desencadeada pelo coronavírus.

Mostramos as principais razões por trás do desempenho negativo das ações de varejo, na nossa opinião, e compartilhamos 4 principais pontos que os investidores devem ter em mente em relação à perspectiva para o setor.


Suspensão temporária da atividade de Shoppings. Qual é o impacto?

Por Bruna Pezzin, Analista de Transporte, Bens de Capital e Shoppings

Após um decreto no Estado do Rio de Janeiro recomendar a suspensão de atividades em tipos de estabelecimentos específicos, incluindo shoppings, outros estados seguiram uma abordagem semelhante

Com isso, as companhias anunciaram o fechamento temporário de alguns de seus ativos. Como isso impacta os resultados e as ações das administradoras de shoppings?


Os Fundos já testaram seus limites?


A volatilidade dos fundos de investimento disparou: o que fazer?

Por Samuel Ponsoni, Head de Análise de Fundos

Nosso conselho: não se desespere. Mantenha a calma e certifique-se de que os recursos aplicados em ativos ou fundos mais arriscados compõem aquela parcela de investimentos dedicadas ao longo prazo (3 a 5 anos, no mínimo) além de ter uma carteira diversificada.

Falamos com algumas dezenas de gestores neste período de turbulência, entre aqueles que gerem fundos Multimercados e fundos de Ações. A postura de cada um tem variado, como esperávamos.


Gestores de fundos debatem estratégias em cenário de incertezas

Por Equipe Research

O sobe e desce dos mercados demanda muita estratégia e resiliência por parte dos gestores de fundos de investimentos, que administram o patrimônio de milhões de brasileiros.

O que será que eles têm feito em meio ao turbulento cenário de iminente desaceleração econômica global e de volatilidade intensa na Bolsa brasileira?

Os gestores José Rocha, da Dahlia Capital, e Marcelo Cavalheiro, da Safari Capital, comentam suas estratégias de alocação.


“Não queime a largada”, é a mensagem de Mário Torós, gestor da Ibiuna

Por Davi Fontenele, analista de Fundos

O sócio-fundador e gestor da Ibiuna, Mário Torós, descreveu a visão de mercado da gestora em meio à crise e como isso tem refletido nos portfólios da casa.

Mário tem a experiência de ter sido Diretor de Política Monetária do Banco Central durante a crise de 2008 – exerceu o cargo entre 2007 e 2009. Confira os principais pontos abordados pelo gestor.

Fundos Imobiliários também sofrem


Revisão extraordinária da carteira de FIIs

Por Renan Manda, analista de Fundos Imobiliários

Acreditamos que o eventual impacto no mercado imobiliário e nos fundos imobiliários será limitado e temporário (mas não discrepante) e, por isso, mantemos a nossa perspectiva de recuperação do setor no médio e longo prazo.

No entanto, não descartamos impactos negativos e a continuidade da volatilidade no curto prazo. Entenda as alterações.


5 Variáveis para analisar na crise

Por Renan Manda, analista de Fundos Imobiliários

Como em qualquer choque financeiro, há muitas oportunidades. Basta saber identificá-las, o que não é uma tarefa nada fácil nem simples de fazer.

Por isso, destacamos as 5 principais variáveis para avaliar em períodos de alta turbulência e selecionar os Fundos Imobiliários que, eventualmente, apresentem maior potencial de retorno ou resiliência às quedas.


Qual é a recomendação para cada perfil de investidor?


Coronavírus e seus investimentos: mudanças nas carteiras recomendadas

Por Equipe de Alocação

Com a enxurrada de notícias e anúncios das últimas semanas, o time de Alocação decidiu fazer este material para separar os fatos das conjecturas e explicar as mudanças nas carteiras sugeridas de alocação.

Saiba quais foram as alterações considerando os impactos socioeconômicos provocados pelo coronavírus.


Tensões no mercado: especial para conservadores, moderados e arrojados

Por Equipe Research

Como você deve saber, a deterioração que estamos presenciando nos mercados globais está acontecendo de forma agressiva e rápida, com movimentos não vistos em mais de década.

Nesse sentido, ter cautela é a principal recomendação agora. Fazer previsões para o curto-prazo é altamente especulativo e, hoje, o melhor é esperar a poeira baixar, acompanhar o noticiário e se informar com material de qualidade. Assista a esta Live especial, não importa o seu perfil.

Carteira Conservadora Dezembro

A Bolsa despencou: comprar agora ou aos poucos?

Por Equipe de Alocação

Com a recente queda na bolsa devido ao Coronavírus e às condições econômicas globais é impossível não se perguntar: Será que é hora de comprar de uma vez ou devo ir aos poucos?

Muito embora seja impossível dizer quanto tempo a queda na bolsa irá durar, existem alguns princípios de alocação que costumam funcionar em qualquer ocasião.


Quando os mercados vão se acalmar?

Por Equipe de Alocação

Em meio à incerteza sobre o Coronavírus e os preços do petróleo, os investidores posicionados em bolsa amargaram duras perdas no Brasil e no mundo. Não é a primeira vez que isto acontece e assim nos perguntamos: Quando os mercados vão se acalmar?

Olhando o histórico de volatilidade global, entendemos que o investidor deve se preparar para esperar pelo menos mais 4 meses pela recuperação.


A intervenção do Governo Federal


As medidas econômicas do governo

Por Equipe de Economia

Governo e Banco Central realizaram medidas e seguem estudando para fazer frente aos efeitos do coronavírus sobre a economia brasileira e sobre a estabilidade de condições de crédito e financeiras.

Reunimos um breve compilado das principais medidas que circularam até o momento. Algumas já foram anunciadas, inclusive houve um segundo pacote, outras estão em curso e outras são apenas especulações.

MEDIDAS ANUNCIADAS

É hora de focar na Renda Fixa?


Uma análise da Renda Fixa nesse cenário

Por Camilla Dolle, analista de Renda Fixa

As quedas recentes do Ibovespa provocadas sobretudo pelo surto global de coronavírus e a guerra de preços de petróleo entre Arábia Saudita e Rússia deixaram milhares de investidores preocupados.

E uma das grandes perguntas que surgem é: chegou a hora de, mesmo com a Selic baixa, voltar a equilibrar os portfólios com renda fixa?


O coronavírus consegue contagiar a renda fixa?

Por Camilla Dolle, analista de Renda Fixa

O cenário que vem se desenhando nas últimas semanas, com a pandemia do coronavírus, tem deixado muitos investidores com inúmeras dúvidas.

Com isso, vemos que a renda fixa também oscila e tem riscos. As expectativas para taxas de juros e inflação variam, com impactos sobre os preços dos títulos. E empresas também são impactadas, porém em diferentes graus a depender do setor em que atuam.


Abra sua conta na XP de forma gratuita e rápida. E, assim, antes de começar a investir, saiba de fato qual é o seu perfil de investidor e consulte nossos assessores de investimentos em caso de dúvidas sobre os produtos disponíveis para aplicação.

Portanto, abra uma conta na XP Investimentos que nós ajudamos você a chegar mais perto da independência financeira.

Se você ainda não tem conta na XP, abra a sua aqui.

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.