XP Expert

Reabertura de economias, tensão entre EUA e China e reações ao vídeo da reunião ministerial no Brasil

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -1,0% | 82.173 Pontos

CÂMBIO 0,4% | 5,53/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Após uma semana positiva para o Ibovespa, bolsas americanas estão fechadas hoje devido ao feriado de Memorial Day, que homenageia americanos que morreram em combate. Com o Reino Unido também fechado, é um dia de baixa liquidez nos mercados internacionais. Bolsas na Europa e futuros do S&P 500 abriram em alta, após fechamento positivo na Ásia, seguindo maior otimismo quanto ao conoravírus e os efeitos da reabertura da atividade nas principais economias.

As tensões entre os EUA e a China seguem escalando. O ministro das relações internacionais chinês Wang Yi advertiu para uma nova “guerra fria” caso os EUA continuassem interferindo em suas relações com a Coreia do Norte, Taiwan e Hong Kong. Os protestos iniciados há aproximadamente um ano na cidade voltam a tomar as manchetes diariamente. Pelo menos 180 pessoas foram presas e dezenas ficaram feridas em confronto entre ativistas e a polícia no domingo.

Na tarde de domingo, o governo americano anunciou a proibição da entrada de estrangeiros provenientes do Brasil a partir dessa sexta-feira 29. A medida já vinha sendo estudada desde abril e veio após a OMS classificar a América do Sul como o novo epicentro da pandemia do coronavírus na última sexta.

No Brasil, depois do presidente Jair Bolsonaro ter dito na última sexta-feira que seria possível estender o pagamento do auxílio emergencial por mais um ou dois meses, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que, de fato, a ampliação do benefício está sendo estudada pelo governo. Onyx não respondeu, contudo, qual seria o valor do auxílio estendido à população. De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de R$ 60 bilhões já tinham sido direcionados ao pagamento do auxílio até o dia 23 de maio.

Os principais destaques da agenda de indicadores e eventos desta semana serão a divulgação do PIB brasileiro do primeiro trimestre de 2020, o resultado do setor público consolidado de abril, a taxa de desemprego nacional e a nota de crédito do Banco Central. De acordo com as nossas expectativas, os resultados devem reforçar a mensagem de que, apesar dos efeitos negativos da pandemia sobre a economia já terem começado a ser sentidos no primeiro trimestre de 2020, o ápice deve ser apresentado apenas no segundo trimestre desse ano.

Na política, o foco está concentrado nos desdobramentos da divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que foi tornado público pelo Supremo Tribunal Federal no fim da tarde da sexta-feira. A gravação foi mencionada por Sergio Moro como prova de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal. Para além do registro das falas apontadas pelo ex-ministro, que serão usadas no inquérito que apura se houve ou não a tentativa de interferência, a reunião registrou também críticas e falas do presidente e de seus ministros que acirram tensões, principalmente com o Supremo Tribunal Federal. Veja a live do nosso time político analisando a divulgação do vídeo.

No lado setorial, fizemos um relatório explicando as medidas que colocam o setor bancário na mira do legislativo. Entre as discussões, estão o projeto que trata do aumento da CSLL, que fixa um teto para os juros dos cartões e cheque especial e o que suspende o pagamento do consignado por parte dos aposentados durante a pandemia. No relatório, explicamos: i) o contexto político por trás das medidas; ii) a mesa de negociações; iii) explicamos os projetos; e iv) analisamos os possíveis impactos. Mantemos nossas recomendações para o setor bancário, mas ressaltamos que não assumimos que tais medidas serão aprovadas no nosso cenário base. Caso tais medidas (ou variações) sejam aprovadas, iremos rever nossas estimativas para o setor. 

Por fim, atualizamos as estimativas para o setor de Papel e Celulose, após os fortes resultados operacionais no primeiro trimestre. Reiteramos a recomendação de Compra para Suzano e Klabin com expectativa de mais altas nos preços de celulose e câmbio em níveis elevados. Adicionalmente, elevamos o preço-alvo da Suzano para R$47 (de R$43) e da Klabin para R$22 (de 18,50).

Tópicos do dia

Coronavírus

Tempos de guerra – revisando o target da Bolsa
Medidas econômicas para combater o coronavirus no Brasil

Para ler mais conteúdos, clique aqui.

Agenda de resultados

Magazine Luiza (MGLU3): após o fechamento
Temporada de resultados 1° tri 2020: o que esperar?
Clique aqui para acessar nossa visão sobre a temporada de resultados
Clique aqui para acessar o calendário de resultados do 1T20

Brasil

  1. Índices de Confiança calculados pela FGV melhoram em maio
  2. Mercado reduz projeção de PIB para 2020

Internacional

  1. Política internacional: tensões EUA-China em destaque

    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Equatorial Energia (EQTL3): Análise dos resultados do 4T19
  2. Papel e Celulose (SUZB3; KLBN11): Incorporando os resultados do 1T. Reiteramos Compra
  3. Setor bancário na mira do Legislativo: entenda tudo nesse relatório


Veja todos os detalhes

Brasil

Índices de Confiança calculados pela FGV melhoram em maio

  • O Índice de Confiança do Consumidor subiu 3,9 pontos na passagem de abril para maio, para 63,1. A alta foi puxada pelo índice de expectativas, que subiu 6,7 pontos;
  • Na mesma base de comparação, o Índice de Confiança do Comércio subiu 6,2 pontos, para 67,4. Nesse caso, a maior contribuição para a alta foi o índice da situação atual, que subiu 8,4 pontos;
  • O resultado reforça a mensagem de que o ápice da deterioração da atividade econômica pode ter acontecido em abril.

Mercado reduz projeção de PIB para 2020

  • O mercado reduziu sua projeção de inflação para 2020 de 1,59% para 1,57%. Para 2021, a projeção passou de 3,20% para 3,14%;
  • A projeção de PIB para 2020 passou de -5,12% para -5,89% e para 2021 passou de 3,20% para 3,50%;
  • A projeção da taxa de câmbio passou de 5,28 para 5,40 para 2020 e de 5,00 para 5,03 para 2021. Enquanto isso, a projeção da taxa Selic permaneceu em 2,25% ao final de 2020 e passou de 3,50% para 3,29% ao final de 2021. Clique aqui para acessar a análise completa.

Internacional

Política internacional: tensões EUA-China em destaque

  • Após alguns meses de silêncio devido à pandemia do novo coronavírus, Hong Kong voltou a registrar confrontos entre policiais e manifestantes neste domingo (24), desta vez o motivo foi o projeto de segurança nacional apresentado pelo governo chinês, que daria maior controle a Pequim sobre o território. A polícia de Hong Kong chegou a disparar gás lacrimogêneo contra manifestantes.Os Estados Unidos estudam impor sanções à China e Hong Kong caso a lei seja aprovada, segundo o conselheiro de Segurança Nacional do país, Robert O’Brien;
  • No sábado, o governo americano inclui 33 empresas a sua “lista negra de comércio” por laços militares ou violações de direitos humanos. O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, repudiou a decisão firmemente nesta segunda-feira e se manifestou sobre o atual momento das relações políticas entre os países, afirmando que “as relações China-EUA estão sendo tomadas como reféns por certas forças políticas dos EUA, que tentam levar os laços [entre os países] à beira de uma nova Guerra Fria (…) isso é perigoso e colocará em risco a paz global”.

Empresas

Equatorial Energia (EQTL3): Análise dos resultados do 4T19

  • Em 23 de maio, a Equatorial Energia divulgou os resultados do 4T19 e do ano fiscal de 2019. O lucro líquido foi de R$ 1,31 bilhão, acima da nossa estimativa de R$ 898,7 milhões. O EBITDA ajustado (cálculos de XP) foi de R$ 871,9 milhões, em linha com nossa estimativa de R$ 872,1 milhões (+ 2,2%). Nossas estimativas refletem muitos ajustes, resumidos em (i) R$ 1,2 bilhão em resultados de transmissão sem efeito caixa, (ii) exclusão de R$205mn referentes a ajustes nos preços de aquisição de ativos e (iii) R$ (170) milhões negativos em ajustes nas distribuidoras do grupo;
  • Outros destaques operacionais e financeiros incluem:
    (i) O andamento dos projetos de transmissão SPE 08, 02 e 01, que assegurarão à Equatorial um reconhecimento de receitas anuais de R$250 milhões;
    (ii) Dívida líquida / EBITDA de 2,8x vs. 3,4x no 3T19 e;
    (iii) Uma posição de caixa de R$5,96 bilhões da companhia ao final do 4T19;
  • Temos uma visão neutra dos resultados do 4T19 da Equatorial, dado que os números do EBITDA ajustado foram alinhados com nossas estimativas. No entanto, não acreditamos que tais resultados sejam um fator importante para as ações, dada a mudança significativa de perspectivas do setor de distribuição de energia como resultado da pandemia do COVID-19, que deve sofrer de menor consumo de energia, aumento de inadimplência e aumento de perdas não-técnicas;
  • Mantemos nossa recomendação Neutra nas ações da Equatorial Energia, com preço-alvo de R$20/ação.

Papel e Celulose (SUZB3; KLBN11): Incorporando os resultados do 1T. Reiteramos Compra

  • Atualizamos nossas estimativas e premissas de valuation para o setor de Papel e Celulose. Mantemos nossa recomendação de Compra para Suzano (preço-alvo de R$47/ação, de R$43 anteriormente) e Klabin (preço-alvo de R$22/ação, de R$18,5 anteriormente). Temos uma perspectiva positiva para os preços de celulose no longo prazo com (1) normalização dos estoques, (2) recuperação gradual das margens dos fabricantes de papel e (3) poucos projetos de celulose no futuro;
  • Estimamos que os preços atuais das ações estejam precificando a celulose em US$470/t, com dólar em 5,20 ao final de 2020E. Isso se compara à nossa previsão de celulose de US$500/t (média) em 2020E. Olhando para frente, esperamos que os preços da celulose mantenham a recuperação iniciada em 2020. Os principais riscos estão relacionados à resposta da demanda chinesa ao estímulo do governo e um eventual bloqueio de fábricas de celulose contra a Covid-19;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Setor bancário na mira do Legislativo: entenda tudo nesse relatório

  • Com a conclusão da votação do projeto de socorro aos Estados no início de abril, o Senado redefiniu uma nova agenda de votações para as próximas semanas. No bojo das discussões voltaram a figurar o projeto que trata do aumento da CSLL, que fixa um teto para os juros dos cartões e cheque especial e o que suspende o pagamento do consignado por parte dos aposentados durante a pandemia. No relatório, explicamos: i) o contexto político por trás das medidas; ii) a mesa de negociações; iii) explicamos os projetos; e iv) analisamos os possíveis impactos;
  • Aumento da contribuição social sobre o lucro líquido (CSLL). Detalhamos alguns dos projetos no Congresso que visam o aumento do imposto corporativo para bancos. Para entendimento, bancos pagam 25% de imposto de renda e 20% de CSLL, totalizando 45% de imposto. Caso alguma das três principais propostas sejam aceitas, o imposto de bancos pode ficar entre 65% e 75%;
  • Teto de juros no cheque especial e rotativo do cartão de crédito. Também descrevemos o Projeto de Lei nº 1166, de 2020 limita em 30% o juros cobrado nas modalidades de crédito cheque especial e crédito rotativo de cartão de crédito e obriga os bancos a manterem o limite dos clientes na modalidade. As mudanças, se implementadas, estariam em vigor durante a vigência do estado de calamidade pública. A medida, se aplicada, é negativa para o setor e possivelmente traria rentabilidade negativa nas linhas destacadas;
  • Por fim, mantemos recomendação de Compra no Banco do Brasil, Bradesco, e Neutro em Itaú e Santander Brasil. Porém, não assumimos que tais medidas serão aprovadas no nosso cenário base. Caso tais medidas sejam aprovadas, iremos rever nossas estimativas para o setor. Confira nosso relatório completo clicando aqui.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.