IPCA-15 e discursos de dirigentes do Federal Reserve serão destaque hoje

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Clique para ouvir

IBOVESPA +1,6% | 114.064 Pontos

CÂMBIO +0,3% | 5,30/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O índice Ibovespa registrou a terceira alta consecutiva na quinta-feira em +1,59%, aos 114.064 pontos, enquanto o dólar subiu 0,27% cotado a R$ 5,30. O movimento veio em meio ao alívio dos mercados em relação à imobiliária chinesa Evergrande e reagindo também às decisões de política monetária no dia anterior. No mercado de juros, as taxas futuras de juros fecharam em alta nessa sessão seguinte à decisão do Copom, mais pronunciada nos vencimentos de longo prazo. Além do ajuste ao comunicado, a oferta maior de títulos prefixados no leilão da manhã, o aumento das taxas das Treasuries norte-americanas e ruídos na seara fiscal ajudaram na recomposição de prêmios nas taxas. DI jan/22 fechou em 7,095%; DI jan/24 foi para 9,625%; DI jan/26 encerrou em 10,16%; e DI jan/28 fechou em 10,50%.

As Bolsas internacionais amanhecem negativas (EUA -0,4% e Europa -0,9%) ao passo que a Evergrande não realizou o pagamento dos juros com vencimento ontem, escalando novamente as preocupações dos investidores com a sua situação financeira. O Bitcoin (-4,8%) amanhece no negativo depois que o banco central chinês anunciou que todas as atividades com criptomoedas são ilegais. O petróleo (+0,3%) segue a sua sequência de alta e se aproxima da sua máxima dos últimos 2 meses, negociando a US$ 77.

Em política internacional, o líder da maioria no Senado dos EUA, Chuck Schumer, colocou na pauta da segunda-feira (27) o projeto que contempla a medida que evita o shutdown do governo no fim do mês e suspende o teto da dívida até o fim de 2022. Sem acordo ainda entre os partidos, os democratas ainda não tem os 60 votos necessários para aprovar a iniciativa. Em paralelo, continuam as tensões entre democratas sobre o Plano de Infraestrutura de US$ 3,5 trilhões. As fortes divergências entre as alas do partido ameaçam o acordo sobre a agenda de Biden como um todo, e podem levar a atrasos na aprovação do pacote de infraestrutura de USD 1,2 trilhões.  

Do lado de economia, a atividade econômica nos EUA exibe sinais de arrefecimento em setembro. Os Índices de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) referentes ao mês de setembro ficaram abaixo das expectativas, com destaque para a perda de fôlego no setor de serviços em meio à disseminação da variante Delta do coronavírus. Na Alemanha, o principal índice de clima de negócios (IFO) registrou a terceira queda mensal consecutiva neste mês, apontando para taxas de crescimento econômico mais moderadas nos próximos meses.  Na agenda econômica internacional de hoje, destaque para os pronunciamentos de alguns dirigentes do Federal Reserve, inclusive o presidente Jerome Powell.

No Brasil, a arrecadação tributária federal totalizou R$ 146,5 bilhões em agosto, o que representou crescimento real de 7,25% em comparação ao mesmo período de 2020, a melhor da série histórica para o oitavo mês do ano. Hoje, os mercados locais estarão bastante atentos à divulgação do IPCA-15 de setembro, especialmente após a surpresa altista gerada pelo IPCA de agosto. 

Na seara política, a sexta-feira inicia tendo como destaque a aprovação da reforma administrativa pela comissão especial na Câmara, que agora segue ao plenário. Além disso, a PEC dos Precatórios segue a fluir a contagem das 10 sessões para o parecer. O presidente da Câmara Arthur Lira cumpriu a promessa e colocou o plenário a funcionar diariamente, viabilizando a votação na comissão especial a partir de 7 de outubro.

Do lado das empresas, iniciamos a cobertura das ações da Totvs (TOTS3) com uma recomendação de Compra e um preço-alvo de R$ 48,0/ação para o final de 2022, potencial de 23% de alta em relação ao último preço de fechamento. Nossa tese de investimento é baseada em (i) expansão do negócio principal com vendas cruzadas e upselling; (ii) entrada em novos mercados (principalmente nos segmentos de Business Performance e Techfin); (iii) re-rating: enxergamos um risco-retorno atraente nos múltiplos atuais em comparação com pares internacionais e novos segmentos (Business Performance e Techfin); e (iv) Follow On concluído em set/21 (~ R$ 1,4bi, 100% primário) para financiar aquisições estratégicas. Clique aqui para conferir o conteúdo completo. Além disso, publicamos um relatório com a análise ESG da Totvs (link). Vemos a companhia bem posicionada na agenda ESG e à frente de seus pares no setor de tecnologia, principalmente devido (i) aos sólidos compromissos assumidos nessa frente, com destaque para a Política de Sustentabilidade; e (ii) uma divulgação de dados ESG de alto nível.

Por fim, a Vale realizou ontem a 3ª edição de seu “Webinar ESG” (link). Em nossa visão, o foco contínuo na melhoria da governança para gestão de riscos, juntamente com os esforços para assegurar um desempenho sustentável em Saúde & Segurança, está impulsionando a Vale nos avanços da agenda ESG. Acreditamos que esse progresso deverá ajudar na reclassificação (re-rating) das ações da empresa, apesar de vermos um longo caminho a percorrer para alcançar práticas ESG de alto nível.

Tópicos do dia

Economia

  1. Setor de serviços desacelera nos EUA; no Brasil, IPCA-15 de setembro no centro das atenções

Política

  1. Comissão especial na Câmara aprova reforma administrativa e texto segue ao plenário
  2. Segue contagem de prazo para a PEC dos Precatórios 
  3. Senado americano tem na pauta de segunda feira projeto que que contempla a medida que evita o shutdown do governo no fim do mês e suspende o teto da dívida até o fim de 2022
  4. Secretária de Comércio dos EUA visa fortalecer os laços de negócios sino-americanos

Empresas

  1. Totvs (TOTS3): Muito mais do que uma empresa de ERP – Tornando-se um ecossistema completo; Iniciando cobertura com COMPRA
  2. BR Malls (BRML3): Aquisição da Hello Mídia
  3. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Menos chips, mais prejuízos

ESG

  1. Radar ESG | Totvs (TOTS3): A melhor posicionada no setor de tecnologia sob a cobertura da XP
  2. Vale (VALE3): Feedback do Webinar ESG; Todos os olhos voltados para a redução de riscos
  3. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 24/09

Veja todos os detalhes

Economia

Setor de serviços desacelera nos EUA; no Brasil, IPCA-15 de setembro no centro das atenções

  • A atividade econômica nos Estados Unidos exibe sinais de arrefecimento em setembro. Os Índices de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) referentes ao mês corrente ficaram abaixo das expectativas, de acordo com leituras preliminares divulgadas ontem. O PMI Composto exibiu o número mais fraco em 12 meses (resultado: 54,5; consenso: 56,2; anterior: 55,4), devido principalmente à surpresa negativa com o PMI de Serviços, que chegou ao menor patamar em 14 meses (resultado: 54,5; consenso: 59,5; anterior: 55,1). Enquanto isso, o PMI da Indústria recuou apenas suavemente (resultado: 60,5; consenso: 62,5; anterior: 61,1). Conforme temos ressaltado, a desaceleração no crescimento econômico americano vem sendo explicada, em grande medida, pela atividade mais contida no setor de serviços em meio à disseminação da variante Delta do coronavírus. Já as encomendas de bens industriais seguem em rota de crescimento sólido, em que pese a persistência de gargalos nas cadeias de suprimentos. No que diz respeito ao mercado de trabalho, os pedidos de auxílio-desemprego na semana encerrada em 18 de setembro vieram acima das estimativas (351 mil versus consenso de 320 mil – o número mais elevado em quatro semanas), o que corrobora a avaliação de que a retomada da atividade americana perdeu velocidade no período recente;
  • Na agenda econômica internacional de hoje, destaque para a publicação das vendas de novas moradias nos Estados Unidos em agosto e para pronunciamentos de alguns dirigentes do Federal Reserve. Já publicado nesta manhã, o Índice de Clima de Negócios IFO da Alemanha (indicador de sentimento econômico seguido de perto pelos participantes do mercado) declinou de 99,6 pontos em agosto para 98,8 pontos em setembro, marcando a terceira queda mensal consecutiva; entretanto, o resultado ficou ligeiramente acima da mediana das projeções do mercado, de 98,5 pontos. Esses resultados refletem sobretudo os problemas no fornecimento de matérias-primas, que vêm travando a produção da indústria local. Acreditamos que a economia alemã crescerá a um ritmo moderado nos próximos meses;
  • No Brasil, a arrecadação tributária federal totalizou R$ 146,5 bilhões em agosto, o que representou crescimento real de 7,25% em comparação a agosto de 2020 (este resultado foi o melhor da série histórica para o oitavo mês do ano). Em relação a julho, as receitas tributárias contraíram 2,4%, já descontados os efeitos sazonais. Esperamos números sólidos nas próximas divulgações mensais, ainda que a um ritmo de expansão mais moderado. Conforme visto nas projeções atualizadas do Relatório Bimestral de Reavaliação de Receitas e Despesas apresentadas anteontem pelo Ministério da Economia, a receita total esperada pelo governo em 2021 aumentou em R$ 39 bilhões ante a divulgação anterior, na esteira da recuperação da atividade econômica e da elevação acentuada dos dividendos e royalties atrelados à dinâmica das commodities (destaque para o setor de óleo e gás). Embora as projeções para os principais indicadores fiscais de 2021 tenham melhorado substancialmente ao longo dos últimos meses (arrecadação; resultado primário; dívida pública), ainda há muitas incertezas sobre o quadro das contas públicas no médio e longo prazos, o que explica o grau de percepção de risco relativamente alto dos agentes de mercado;
  • Hoje, os mercados locais estarão bastante atentos à divulgação do IPCA-15 de setembro, especialmente após a surpresa altista gerada pelo IPCA de agosto, que exibiu um quadro de inflação corrente pressionada e mais disseminada. Esperamos elevação mensal de 1,08%, levando a inflação acumulada em 12 meses para 9,99% (o consenso de mercado indica 1,03% em set/ago e 9,94% em 12 meses). Além disso, o Banco Central publicará a nota do setor externo referente ao mês passado, trazendo  estatísticas como o saldo em transações correntes e o Investimento Direto no País (consenso de mercado: US$ 1,25 bilhão e US$ 6,0 bilhões, respectivamente).

Política

Comissão especial na Câmara aprova reforma administrativa e texto segue ao plenário

  • A sexta-feira inicia tendo como destaque a aprovação da reforma administrativa (PEC n° 32/20) pela comissão especial na Câmara;
  • Cercado de múltiplas controvérsias, o substitutivo do relator Arthur Maia (DEM-BA) passou por 28 votos a 18 após líderes governistas trocarem membros no colegiado para garantir o placar, e fica agora pronto para inclusão na agenda de plenário. 

Segue contagem de prazo para a PEC dos Precatórios 

  • Finalmente, segue a fluir a contagem das 10 (dez) sessões para que Hugo Motta (Republicanos-PB) possa apresentar parecer à PEC dos Precatórios. Lira cumpriu a promessa e colocou o plenário a funcionar diariamente, viabilizando a votação na comissão especial a partir de 7 de outubro.

Senado americano tem na pauta de segunda feira projeto que que contempla a medida que evita o shutdown do governo no fim do mês e suspende o teto da dívida até o fim de 2022

  • Líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, colocou na pauta da segunda-feira (27) o projeto que contempla a medida que evita o shutdown do governo no fim do mês e suspende o teto da dívida até o fim de 2022. Sem acordo ainda entre os partidos, os democratas ainda não tem os 60 votos necessários para aprovar a iniciativa;
  • Em paralelo, continuam as tensões entre democratas sobre o Plano de Infraestrutura de USD 3,5 trilhões. As fortes divergências entre as alas do partido ameaçam o acordo sobre a agenda de Biden como um todo, e podem levar a atrasos na aprovação do pacote de infraestrutura de USD 1,2 trilhões.  

Secretária de Comércio dos EUA visa fortalecer os laços de negócios sino-americanos

  • Na comercial, a secretária de Comércio dos EUA, Gina Raimondo, disse que, em meio as tensões entre Beijing e Washington, visa fortalecer os laços de negócios sino-americanos.  

Empresas

Totvs (TOTS3): Muito mais do que uma empresa de ERP – Tornando-se um ecossistema completo; Iniciando cobertura com COMPRA

  • Iniciamos a cobertura das ações da Totvs (TOTS3) com uma recomendação de Compra e um preço-alvo de R$ 48,0/ação para o final de 2022, potencial de 23% de alta em relação ao último preço de fechamento. Nossa tese de investimento é baseada em (i) expansão do negócio principal com vendas cruzadas e upselling; (ii) entrada em novos mercados (principalmente nos segmentos de Business Performance e Techfin); (iii) re-rating: enxergamos um risco-retorno atraente nos múltiplos atuais em comparação com pares internacionais e novos segmentos (Business Performance e Techfin); e (iv) Follow On concluído em set/21 (~ R$ 1,4bi, 100% primário) para financiar aquisições estratégicas;
  • Como líder do mercado de software no Brasil, a Totvs deve continuar a se beneficiar do crescimento neste setor, alavancando sua posição de liderança e capturando oportunidades de upselling e vendas cruzadas. Acreditamos que as novas iniciativas da Totvs após as recentes M&As nas verticais Techfin e Business Performance devem levar a empresa a acelerar o crescimento de seu faturamento. No segmento de Techfin, a estratégia da Totvs é alavancar a tecnologia como uma ponte para fornecer acesso e integrar serviços financeiros à oferta de software. Após a aquisição da RD Station, uma nova avenida de crescimento foi aberta para dar suporte ao ecossistema da Totvs. A integração dos três pilares resulta em uma plataforma de tecnologia única, integrada e completa para empresas de todos os portes;
  • Atualmente negociando a 6,0x EV/Receita e 24,8x EV/EBITDA em 2022, vemos a Totvs com um valuation atraente em relação aos pares e empresas brasileiras de tecnologia em geral com um caminho claro para crescer tanto organicamente quanto via M&A para acelerar o crescimento de sua receita. Em nossa opinião, a avaliação atual da Totvs parece precificar apenas o segmento de ERP tradicional, principalmente em linha com os players tradicionais de software, mas com desconto em relação a outros players de SaaS, financeiros e de comércio digital, deixando as novas verticais como opcionalidades. Projetamos um crescimento anual médio para os próximos três anos de 20% na receita, 23% no EBITDA e 10% no lucro líquido;
  • Nosso preço-alvo de R$ 48,0 para o final de 2022 deriva de um fluxo de caixa descontado. Avaliamos a Totvs com base na abordagem de avaliação DCF (da firma), que inclui: (i) taxa de crescimento de 7,0% e (ii) WACC de 11,2%. Implicando múltiplos de 2022e de 7,5x EV/Vendas e 30,9x EV / EBITDA (vs. 6,0x V/Receita e 24,8x EV/EBITDA nos níveis atuais);
  • Clique aqui para conferir o conteúdo.

BR Malls (BRML3): Aquisição da Hello Mídia

  • A BR Malls acaba de anunciar a aquisição da Helloo Mídia, empresa especializada em comercialização de mídia fora de casa (elevadores em prédios residenciais). agregando comunicação em prédios residenciais, a BR Malls ampliará os veículos de mídia disponíveis aos lojistas e anunciantes, melhorando a jornada dos consumidores, tornando os ativos da BR Malls ainda mais presentes no cotidiano de seus clientes;
  • Vemos a aquisição como estratégica para a BR Malls continuar aumentando o domínio e influência no portfólio com foco em iniciativas omnichannel. Além disso, desenvolvendo uma potencial avenida de crescimento, monetizando clientes, varejistas e inquilinos;
  • Não esperamos ser um gatilho para as ações, pois isso deve beneficiar a empresa a longo prazo.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Financiamento imobiliário com recursos da poupança cresce 79% em agosto, diz Abecip. Nos primeiros oito meses de 2021, o montante financiado somou R$ 136,84 bilhões, alta de 107,7% em relação a igual período de 2020. (Valor);
    • Hapvida vence SulAmérica na disputa pela HB Saúde com proposta de R$ 650 milhões. Os sócios da HB Saúde decidiram vender a segunda maior operadora de saúde de São José do Rio Preto (SP) para a Hapvida por R$ 650 milhões. (Globo);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Diretor financeiro e de RI da Cia. Hering renuncia ao cargo (Valor);Shoppings ainda não voltam à normalidade; CNC vê tráfego maior que venda (Valor);
    • Natura&Co: Serviço ambiental deve beneficiar comunidades e não servir como especulação (Valor);
    • Bluefit reduz preço de ação e tem demanda para concluir IPO hoje (Estadão);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Reino Unido propôs acordo emergencial para importar mantimentos do Brasil, diz Bolsonaro (Valor);
    • Silêncio da China intriga cadeia produtiva da carne bovina (Valor);
    • Superintendência do Cade aprova compra de ações da BRF pela Marfrig (Valor);
    • Acesse aqui o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Eletrobras aprova valor de R$ 588 milhões de saldo a receber por privatizações de 2018. (Valor Econômico);
    • Desmatamento aumenta a possibilidade de novas crises hídricas. (Valor Econômico);
    • Alta de combustível e tarifas aumenta receita dos Estados. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Menos chips, mais prejuízos

  • Projeções sobre as possíveis quedas no faturamento do setor automotivo, em consequência da escassez dos chips, aumentam de US$ 110bi para US$ 210bi;
  • A Microsoft anunciou sua nova linha de dispositivos híbridos;
  • Consumidores asiáticos deverão dobrar seus gastos com alimentos até 2030, podendo impactar positivamente empresas do setor alimentício e commodities;
  • Dados do Fred revelam uma crescente adoção de veículos elétricos em 4 dos principais países do mundo.
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Radar ESG | Totvs (TOTS3): A melhor posicionada no setor de tecnologia sob a cobertura da XP

  • Vemos a Totvs bem posicionada na agenda ESG e à frente de seus pares no setor de tecnologia, principalmente devido (i) aos sólidos compromissos assumidos nessa frente, com destaque para a Política de Sustentabilidade; e (ii) uma divulgação de dados ESG de alto nível, o que nos leva a ver a companhia à frente de seus pares em relação à transparência;
  • Para o setor de tecnologia, vemos o pilar S como o fator mais importante em nossa análise ESG, seguido pelos pilares G e E, respectivamente;
  • Ao longo deste relatório, destacamos os tópicos ESG que vemos como os mais importantes para a Totvs e analisamos o porquê vemos a companhia como a melhor posicionada dentre o setor de tecnologia;
  • Clique aqui para acessar o conteúdo.

Vale (VALE3): Feedback do Webinar ESG; Todos os olhos voltados para a redução de riscos

  • A Vale realizou ontem a 3ª edição de seu “Webinar ESG”, com foco na (i) redução de risco por meio da Segurança e Excelência Operacional; (ii) reformulação com foco no core business; e (iii)  reclassificação (re-rating), conforme a Vale caminha para atingir o objetivo de se tornar referência em segurança e a operadora mais confiável do mundo;
  • Em nossa visão, o foco contínuo na melhoria da governança para gestão de riscos, juntamente com os esforços para assegurar um desempenho sustentável em Saúde & Segurança, está impulsionando a Vale nos avanços da agenda ESG;
  • Acreditamos que esse progresso deverá ajudar na reclassificação (re-rating) das ações da empresa, apesar de vermos um longo caminho a percorrer para alcançar práticas ESG de alto nível. Nosso time responsável pela cobertura de Mineração & Siderurgia tem recomendação de Compra para a Vale, com preço-alvo de R$122 por ação;
  • Clique aqui para ler o conteúdo completo.

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 24/09

  • O mercado encerrou o pregão de quinta-feira em território positivo, com o Ibov e ISE em alta de +1,5% e +1,8%, respectivamente;
  • No Brasil, (i) a Ecovagas, braço da Estapar, em parceria da Enel X no segmento de carregamento de veículos elétricos e híbridos, enxerga hoje uma demanda para triplicar o número de pontos de carregamento no país, dos 250 atuais para 750; e (ii) as empresas do grupo Eletrobras foram habilitadas para realizar emissões de títulos verdes para financiar projetos de linhas de transmissão, contando com a assessoria da Sitawi, além da assistência técnica e financeira do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que auxiliou a estatal brasileira na preparação e atualização do marco de emissão dos títulos, na obtenção do selo verde e na melhoria do rating ESG;
  • No internacional, o progresso na Assembleia Geral da ONU nesta semana deixou os agentes do clima mais esperançosos para a cúpula da COP26 em Glasgow, após compromissos climáticos significativos da China e dos EUA, com destaque para o anúncio surpresa de Xi Jinping de que a China encerraria o financiamento para usinas internacionais de carvão, combinado com uma nova promessa de Joe Biden de dobrar a ajuda climática dos EUA. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.