Como não poderia deixar de ser, situação fiscal continua preocupando

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.


Compartilhar:


Clique para ouvir

IBOVESPA -1,1% | 112.064 Pontos

CÂMBIO 1,78% | 5,62/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa encerrou o pregão de quarta-feira em queda de 1,10% e voltou ao patamar de 112.064 pontos – foi 3º dia consecutivo de recuo do índice. Apesar do fraco desempenho, o movimento seguiu as bolsas internacionais, que também terminaram a sessão em queda com preocupações a respeito de novas restrições na Europa. Enquanto isso, o dólar comercial teve forte alta de 1,78% cotado a R$ 5,62. Entre os destaques positivos do pregão estavam as ações de commodities (VALE3 +2,3%, SUZB3 +2,6%), enquanto do lado negativo ações de consumo foram aquelas que mais sofreram (VVAR3 -5,5%, MGLU -5,3%).

Na “curva” de juros, as taxas encerraram a sessão de ontem em alta, impulsionadas pelo aumento de percepção do risco fiscal advindo da piora da pandemia e maior pressão para mais medidas de estímulo – sobre isso: governadores de 16 estados assinaram carta ao Congresso pedindo volta de R$ 600 no auxílio emergencial. Com isso, as taxas longas avançaram mais de 20 pontos-base. DI jan/22 fechou em 4,75; DI jan/24 terminou a sessão em 7,62%; DI jan/26 foi para 8,42% e DI jan/28 encerrou em 8,86%.

Nesta manhã, mercados globais amanhecem mistos (EUA +0,3% e Europa -0,1%) enquanto investidores aguardam dados positivos de emprego norte-americano. Ações de tech (Nasdaq +0,4%) recuperam-se parcialmente da queda ontem, resultado do aumento das taxas de juros americanos de 10 anos. Nas commodities, minério de ferro sobe, mas petróleo cai 1,7% para US$ 63,3 por barril após bloqueio do canal de Suez ter levado o preço do barril para acima de US$ 64.

Nos EUA, começa hoje o leilão de Títulos soberanos (Treasuries) de 7 anos, após posicionamento de Powell e Yellen, presidente do FED e Secretária do Tesouro dos EUA, novamente reforçar a necessidade de permanência de estímulos e desafios na recuperação econômica do país.

No Brasil, após reunião com lideranças do Congresso, do Judiciário e dos Estados, o presidente Bolsonaro anunciou a criação de um comitê de crise para o combate da pandemia. Mais tarde, o presidente da Câmara, Arthur Lira, fez um discurso firme no plenário da Câmara em tom de ultimato em que pediu um “freio de arrumação” e disse esperar que as “atuais anomalias se curem por si mesmas, frutos da autocrítica e do instinto de sobrevivência”, uma vez que “os remédios políticos no Parlamento são conhecidos e são todos amargos”.

Por fim, na agenda do dia, novos pedidos de seguro desemprego nos EUA, além de IPCA-15 e Relatório Trimestral de Inflação no Brasil.

Tópicos do dia

Agenda de resultados

Bradespar (BRAP4): após o fechamento
Sabesp (SBSP3): após o fechamento

Temporada de Resultados do 4° Trimestre – O que esperar?
Calendário do 4T20
Resumo dos resultados do 4º tri de 2020: Superando nossas estimativas até o momento

Clique aqui para saber mais

Brasil

  1. Gráfico da Semana: Alta da Selic e Juros reais
  2. Percepção do risco fiscal no Brasil
  3. Chefes de poderes e governadores anunciam comitê conjunto contra crise do coronavírus

Internacional

  1. Política internacional: Aumentos tributários para financiar um pacote de infraestrutura permanece em foco nos EUA
  2. Leilão de Tresuries de 7 anos nos EUA
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Grupo Mateus (GMAT3): Comer, comer é o melhor para poder crescer; Resultados do 4T20 sólidos
  2. Locaweb (LWSA3): Resultados sólidos no 4T20
  3. Equatorial Energia (EQTL3): Análise dos resultados do 4T20
  4. Petrobras (PETR4): Quatro membros da diretoria executiva informam que devem deixar os cargos
  5. Petrobras (PETR4): Anuncia redução de -3,8% dos preços do diesel e -4,1% da gasolina
  6. Petrobras (PETR4): Venda de refinaria na Bahia para Mubadala foi aprovada por US$ 1,65 bilhão
  7. Setor Elétrico e Petróleo: Principais destaques de reunião com o Ministro de Minas e Energia
  8. Carrefour Brasil (CRFB3): Carrefour adquire Grupo Big por R$ 7,5 bilhões
  9. Eletrobras (ELET3): Governo indica Rodrigo Limp para presidência da Eletrobras
  10. Notícias Diárias do Setor Financeiro


Veja todos os detalhes

Brasil

Gráfico da Semana: Alta da Selic e Juros reais

  • Essa é uma publicação nova semanal. O gráfico da semana é sobre a recente alta da taxa Selic e o impacto nos juros reais.

Percepção do risco fiscal no Brasil

  • No Brasil, mercados ontem refletiram ao longo de todo o dia um aumento de percepção do risco fiscal advindo da piora da pandemia e maior pressão para mais medidas de estímulo, aguçando a criatividade até dos técnicos da Economia. Após pressões no Congresso, o montante liberado pelo adiamento do pagamento do Abono Salarial para 2022, R$ 7,5 bilhões, não deverá ser usado para financiar mais uma rodada do programa de auxílio ao emprego formal (BEm), e sim para aumentar emendas parlamentares;
  • A estratégia agora para garantir o programa nos próximos meses é a abertura de novo crédito extraordinário, limitado a R$ 9 bilhões, cancelando parte dos os BRL 7 bi de restos a pagar desse benefício e, com necessidade de cumprir as demais regras fiscais, em especial a meta de primário, não haveria deterioração fiscal adicional. O uso da manobra fiscal aumenta a percepção de risco nos mercados;
  • Atenções voltadas para a divulgação do IPCA-15 de março, além do Relatório Trimestral de Inflação, para o qual a expectativa é de uma visão mais detalhada sobre as perspectivas de política monetária por parte do Banco Central.

Chefes de poderes e governadores anunciam comitê conjunto contra crise do coronavírus

  • Depois de reunião entre Jair Bolsonaro, os presidentes da Câmara, Senado e Supremo, ministros e governadores, foi anunciada a criação de um comitê de enfrentamento ao coronavírus, ainda sem clareza de seu funcionamento;
  • No fim do dia, o presidente da Câmara fez uma dura cobrança ao Executivo para que mude sua postura de enfrentamento à pandemia, falando em ‘remédios políticos amargos’ caso a mudança não se confirme;
  • O Congresso tenta hoje chegar a um acordo sobre a previsão do volume de emendas parlamentares a serem pagas neste ano para votar o Orçamento de 2021. A previsão é que a deliberação aconteça nesta tarde.

Internacional

Política internacional: Aumentos tributários para financiar um pacote de infraestrutura permanece em foco nos EUA

  • O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deve realizar sua primeira coletiva de imprensa desde sua inauguração  nesta quinta-feira (25) às 13:15. A mídia deve questionar o democrata sobre temas como o pacote de infraestrutura sendo desenhado pelo governo, a o filibuster (mecanismo de obstrução do Senado), mísseis lançados pela Coreia do Norte, entre outros;
  • No Congresso americano, parlamentares discutem aumentos tributários que financiariam o projeto de infraestrutura da Casa Branca. Entre as medidas contempladas, as mais mencionadas por democratas são aumentos de impostos corporativos e imposto de renda para os mais ricos, conforme aventado na campanha presidencial;
  • O presidente dos EUA deve dar mais detalhes sobre o projeto em discurso na Pittsburgh agendado para quarta-feira (31), segundo a Casa Branca;
  • Na Europa, as tensões sobre vacinas dissipam entre o Reino Unido e UE.  E, em meio a críticas pela sua condução da pandemia, Merkel desistiu de plano que ampliaria restrições durante a Páscoa. A situação gera efeitos eleitorais negativos para o partido da chanceler, o CDU, cuja vantagem sobre os Verdes tem caído rapidamente nas pesquisas (de 16 p.p no início do mês para 4 p.p.);
  • Na cena global, o navio que encalhou no canal de Suez, bloqueando um dos mais importantes canais para escoamento de bens global, deve ser retirado apenas domingo ou segunda-feira, de acordo com especialistas.

Leilão de Tresuries de 7 anos nos EUA

  • Nos EUA, a secretária do Tesouro, Janet Yellen, e o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, compareceram para um segundo dia de testemunho virtual perante legisladores federais. Ambos reiteraram sua crença de que, em grande parte graças aos estímulos fiscais e monetários, a economia dos EUA terá um crescimento acentuado em 2021;
  • Na agenda do dia, começa hoje nos EUA o leilão de Treasuries com prazo de vencimento de 7 anos, que deve trazer impactos nas taxas de títulos longos. Teremos também novos pedidos de seguro desemprego.

Empresas

Grupo Mateus (GMAT3): Comer, comer é o melhor para poder crescer; Resultados do 4T20 sólidos

  • O Grupo Mateus reportou resultados sólidos referentes ao quarto trimestre de 2020 (4T20), levemente acima da nossa estimativa de Receita e em linha com EBITDA. No entanto, o lucro veio 14,5% acima do nosso por conta de um menor resultado financeiro;
  • Os principais destaques do resultado foram: i) manutenção de sólido crescimento de vendas mesmas lojas, mesmo com a redução do auxílio; e ii) forte performance de novas lojas em cidades que ainda não eram exploradas, já apresentando performance acima das lojas maduras;
  • Esperamos uma reação neutra/positiva do mercado dado que a companhia entregou um resultado sólido mesmo em meio às preocupações com a redução do auxílio emergencial. Mantemos nossa recomendação de Compra e preço-alvo para o fim de 2021 de R$11,0/ação para GMAT3. Clique aqui para ler o relatório completo.

Locaweb (LWSA3): Resultados sólidos no 4T20

  • Locaweb reportou resultados sólidos referentes ao quarto trimestre de 2020 (4T20) em linha com as nossas estimativas, que já eram fortes conforme mencionado em nossa prévia de resultados. O forte desempenho da receita líquida (+33,3% A/A, sendo +26,6% orgânico) foi impulsionado pelo crescimento tanto no segmento de Be Online / Saas quanto no Commerce, com destaque para a aceleração de +237% A/A de adição de novas lojas no segmento de Commerce, contribuindo para a maior participação do segmento na receita total (de 21,2% em 4T19 para 33,2% no 4T20);
  • Esperamos uma reação positiva do mercado refletindo os resultados sólidos no 4T20, bem como o contínuo ritmo de adição de novas lojas nos dois primeiros meses de 2021 em relação ao 4T20 (+29,9%) e aumento da base de clientes (+15%) no mesmo período a despeito da reabertura do mercado, de acordo com a companhia;
  • Conforme mencionado em nosso relatório recente, continuamos otimistas com as perspectivas futuras, visto que vemos espaço para uma maior consolidação do mercado, dada a sólida posição de caixa após seu recente aumento de capital, enquanto acreditamos que a Locaweb possui um ecossistema digital completo para capturar e reter pequenas e médias empresas no canal digital. A companhia reportou o status quanto a integração das nove aquisições que realizou desde o seu IPO em fev/20, evidenciando uma sólida execução na captura de sinergias, trazendo um ARR (receita anual recorrente) contratado de R$112 milhões. Com isso, mantemos nossa recomendação de Compra e preço alvo de R$32,0 por ação para o fim de 2021 para LWSA3. Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

Equatorial Energia (EQTL3): Análise dos resultados do 4T20

  • Em 24 de março, a Equatorial Energia divulgou os resultados do 4T20. O Lucro Líquido foi de R$ 928 milhões, muito acima de nossa estimativa de R$ 684,0 milhões. O EBITDA ajustado (cálculos da empresa, refletindo principalmente a remoção de efeitos contábeis não-caixa do segmento de transmissão, linha com nossa metodologia) ficou em R$ 1.264 milhões, significativamente acima de nossa estimativa de R$ 1.007,3 milhões (25%) devido principalmente à entrega antecipada de projetos de transmissão e o contínuo progresso da companhia na melhoria das operações das subsidiárias de distribuição no Piauí e Alagoas;
  • Outros destaques operacionais incluem: o volume total de energia distribuída atingiu 6.307 GWh, com crescimento consolidado de 1,7% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, com destaque para o Maranhão, Piauí e Alagoas, que tiveram crescimento de 3,4%, 2,5% e 2,1%, respectivamente. Destacamos também o avanço físico de 100% dos 8 lotes de transmissão da companhia, sendo que a empresa já tem direito a receber 75% das receitas anuais permitidas (RAP) relacionadas a estas linhas;
  • Temos uma visão positiva sobre os resultados da Equatorial no 4T20, uma vez que o EBITDA Ajustado divulgado ficou acima de nossas estimativas;
  • Mantemos nossa recomendação Neutra na Equatorial Energia, com um preço-alvo de R$ 22 / ação.

Petrobras (PETR4): Quatro membros da diretoria executiva informam que devem deixar os cargos

  • A Petrobras informou ontem, via fato relevante, que quatro membros da sua diretoria executiva comunicaram ao Conselho de Administração que não têm interesse de renovar seus respectivos mandatos para um novo período. Os executivos são: (i) Andrea Almeida, Diretora Executiva Financeira e de Relacionamento com Investidores; (ii) André Chiarini, Diretor Executivo de Comercialização e Logística; (iii) Carlos Alberto Pereira de Oliveira, Diretor Executivo de Exploração e Produção; e (iv) Rudimar Lorenzatto, Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção;
  • Os mandatos da Diretoria Executiva foram encerrados no dia 20 de março, encontrando-se o prazo de gestão estendido até a posse de seus respectivos sucessores, o que deve ocorrer após a realização da Assembleia Geral Extraordinária no dia 12 de abril de 2021;
  • Esperamos uma reação negativa do mercado ao anúncio de saída dos executivos da Petrobras, tendo em vista que implica uma maior percepção de riscos para a manutenção da atual estratégia da companhia, incluindo sua política de preços de combustíveis. Tal percepção de risco se exacerbou desde o anúncio pelo Governo Federal de substituição do atual CEO, Sr. Roberto Castello Branco pelo General Joaquim da Silva e Luna. Gostaríamos de deixar registrada nosso reconhecimento de todos os avanços ocorridos na Petrobras durante o mandato dos atuais diretores, liderados pelo Sr. Roberto Castello Branco;
  • Acreditamos que a percepção de riscos para a Petrobras deverá continuar elevada até a transição do comando na empresa. Mantemos recomendação de Venda nas ações da Petrobras, com preço-alvo de 12 meses de R$24/ação para PETR4 e PETR3.

Petrobras (PETR4): Anuncia redução de -3,8% dos preços do diesel e -4,1% da gasolina

  • A Petrobras anunciou ontem que vai implementar uma redução nos preços da gasolina e diesel a partir de 25 de março de 2021. Os reajustes foram: (i) Diesel: novos preços na refinaria de R$ 2,76/litro, o que se traduz em uma redução de -3,8% em relação aos níveis anteriores de preços (ou R$0,11/litro); (ii) Gasolina: novos preços na refinaria de R$ 2,60/litro, o que se traduz em uma redução de -4,1% em relação aos níveis anteriores de preços (ou R$0,11/litro);
  • Por um lado, consideramos positivo que os preços de combustíveis praticados pela Petrobras continuem em níveis próximos à paridade de importação. Por outro lado, notamos que esse alinhamento só tem ocorrido ao longo dos últimos 15 dias, sendo que os preços de combustíveis ficaram abaixo da paridade de importação nos últimos 5 meses (desde meados de novembro a dezembro de 2020). Além disso, tal retorno dos preços de combustíveis à paridade de importação não ocorreu devido à reajustes praticados ativamente pela Petrobras, mas foi reflexo da queda recente dos preços de petróleo (o petróleo tipo Brent teve queda de -7,7% nos últimos 15 dias) e de uma apreciação do real (+3,3% frente ao dólar desde 10 de março, quando a moeda fechou em 5,805);
  • No nosso relatório completo, analisamos os atuais níveis de preços de combustíveis praticados pela Petrobras, bem como apresentamos análise de potenciais impactos para as ações em diferentes cenários de câmbio e preços de petróleo. Mantemos recomendação de Venda nas ações da Petrobras, com preços-alvo de 12 meses de R$24/ação para PETR4 e PETR3.

Petrobras (PETR4): Venda de refinaria na Bahia para Mubadala foi aprovada por US$ 1,65 bilhão

  • A Petrobras informou ontem, via fato relevante, que seu conselho de administração aprovou a venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia, para a Mubadala Capital pelo valor de US$ 1,65 bilhão. Segundo a companhia, a assinatura do contrato de compra e venda ocorrerá em breve e a transação está ainda sujeita à aprovação do órgão antitruste Cade;
  • A venda da RLAM é a primeira dentre as oito que estão em processo de venda a ter o contrato assinado. A refinaria tem capacidade de processamento de 333 mil barris por dia (kbpd), ou 14% da capacidade de refino do Brasil. No processo de desinvestimento em curso, a companhia busca se desfazer de cerca de metade da capacidade de refino do país;
  • Temos uma visão negativa do valor final de venda da RLAM, tendo em vista que a operação ocorreu em um múltiplo de 3,1x EV/EBITDA, abaixo da nossa expectativa mais pessimista de 6,7x e abaixo dos múltiplos atuais que as ações da Petrobras negociam de 4,8x em 2021-22E;
  • Em nossa opinião, o nível baixo de múltiplos para transação pode refletir uma combinação dos seguintes fatores: (i) Baixo nível de competição pelo ativo; (ii) Maior percepção de risco para o segmento de refino no Brasil devido a política de preços de combustíveis da Petrobras e (iii) Potenciais necessidades de investimentos em renovação de equipamentos (Capex) da RLAM, tendo em vista que é um ativo mais antigo da Petrobras;
  • Mantemos recomendação de Venda nas ações da Petrobras, com preços-alvo de 12 meses de R$24/ação para PETR4 e PETR3.

Setor Elétrico e Petróleo: Principais destaques de reunião com o Ministro de Minas e Energia

  • Ontem, realizamos uma reunião virtual com o Ministro de Minas e Energia, Almirante Bento Albuquerque;
  • Dentre os principais temas de discussão, destacamos: (1) mensagens positivas em defesa da autonomia e governança da Petrobras, (2) a discussão de possíveis medidas para mitigar a volatilidade dos preços dos combustíveis devido à volatilidade dos preços de petróleo e câmbio e (3) discussões a respeito da proposta de capitalização da Eletrobras;
  • Confira no nosso relatório completo, os principais destaques do evento.

Carrefour Brasil (CRFB3): Carrefour adquire Grupo Big por R$ 7,5 bilhões

  • Ontem, o Carrefour Brasil anunciou a aquisição do Grupo BIG pelo valor total de R$ 7,5 bilhões. Vemos a transação como positiva, pois acelera significativamente a expansão do Carrefour, embora haja muitas sinergias a serem capturadas, principalmente por meio de ganhos de produtividade nas lojas e expansão do Banco Carrefour para clientes do BIG;
  • Ajustamos nosso preço alvo (para R$ 28,0/ação) para refletir tanto os resultados do 4T20 quanto da aquisição, e mantemos nossa recomendação de Neutro;
  • Além disso, trazemos análises de sensibilidade sobre a criação de valor da aquisição, nossa visão sobre potenciais riscos antitruste e uma visão geral das operações do Grupo BIG. Clique aqui para ler o relatório completo.

Eletrobras (ELET3): Governo indica Rodrigo Limp para presidência da Eletrobras

  • Em fato relevante divulgado ontem (24/03), a Eletrobras informou que Conselho de Administração, por maioria, decidiu ontem recomendar o Sr. Rodrigo Limp Nascimento para uma vaga do Conselho de Administração da companhia, visando exercer futuramente o cargo de presidência da empresa. A indicação foi realizada pelo Acionista Controlador da companhia, isto é, a União Federal;
  • O Sr. Limp não fazia parte da lista de possíveis candidatos para a sucessão do Sr. Wilson Ferreira Jr elaborado pela consultoria externa independente Korn&Ferry contratada para assessorar na escolha de candidatos para a Presidência, conforme mencionado no comunicado ao mercado de 25 de janeiro de 2021 da empresa. No entanto, a Eletrobras destaca em seu fato relevante que ele foi avaliado e recomendado pelo Comitê de Pessoas, Elegibilidade, Sucessão e Remuneração, entrevistado e aprovado, por maioria, pelo Conselho de Administração, e atende aos requisitos legais e de qualificação técnica necessários para o cargo;
  • O Sr. Rodrigo Limp é atualmente secretário de energia do Ministério de Minas e Energia e foi Diretor da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) entre 2018 e 2020. Foi também Consultor Legislativo da Câmara dos Deputados na área de Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos entre 2015 e 2018. Limp é formado em direito pelo Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP, e também é graduado em engenharia elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora – MG. Além disso, possuí MBA Executivo em Administração: Gestão em Empresa de Energia Elétrica pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, Mestrado Economia do Setor Público, pela Universidade de Brasília – UNB, Pós Graduado em Direito Regulatório de Brasília, pela Universidade de Brasília – UNB;
  • Acreditamos que a nomeação do Sr. Limp para o Conselho de Administração e Presidência da Eletrobras atende a critérios técnicos tendo em vista a sua trajetória profissional com ampla experiência no setor elétrico, especialmente no que diz respeito à regulação;
  • Não temos cobertura das ações da Eletrobras.

Notícias Diárias do Setor Financeiro

  • Acesse este relatório com notícias do setor financeiro que complementam nossos comentários publicados no Morning Call, mas que não consideramos relevantes o suficiente para serem analisadas. Aqui você encontra o título com o link para a fonte original da notícia, além de uma breve descrição do conteúdo;
  • Clique aqui para acessar o relatório.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências previstas na Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.