Radar Imobiliário XP #44

Confira as principais notícias do segmento e Fatos Relevantes dos Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em queda de -0,78%, impulsionado negativamente principalmente pelos fundos de logística. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -1,03%, o XPFT de -1,52% e XPFP de -0,32%.

No Brasil, em destaque essa semana, a divulgação do Comitê de Política Monetária do BCB – Copom – da ata de sua última reunião (dia 27 de outubro). De acordo com os economistas da XP, o documento defendeu a decisão de acelerar a alta de juros para 1,5pp; mas deixou a porta aberta para acelerar o ritmo se julgarem necessário. Chamou atenção para a inflação ao consumidor que segue elevada e tem se mostrado mais persistente que o antecipado. Além disso, o time econômico da XP publicou seu relatório macro de novembro – Brasil Macro Mensal: gargalos globais e incertezas fiscais. Nele, é explicado como a deterioração do cenário fiscal provocou uma piora nas projeções macroeconômicas nas últimas semanas.

No âmbito político, continuam as discussões sobre a renovação do Auxílio Emergencial, programa que terminou em outubro. A Câmara dos Deputados aprovou o texto principal da “PEC dos Precatórios”, emenda constitucional que altera o teto de gastos para permitir o aumento dos gastos sociais no próximo ano. Enquanto isso, o governo vai retomar o Bolsa Família comum, que repassa menos dinheiro e para menos famílias do que o Auxílio Emergencial.

Por fim, no âmbito dos fundos imobiliários, apesar do cenário macroeconômico desafiador, os Fundos Imobiliários continuam uma alternativa interessante para investidores que se interessam pelo mercado imobiliário e que buscam renda e valorização do seu patrimônio. Ao compararmos o dividend yield médio do IFIX, que está hoje em aproximadamente 9,85%, com juros reais de longo prazo, NTNB 2035, o prêmio de risco dos Fundos Imobiliários que compõem o IFIX ainda permanece em patamares saudáveis, em aproximadamente 4,6 p.p.(vs. média histórica de 2,8 p.p.). Acesse o relatório completo.

Sexta-feira | Dia 05/11

Selic em 7,75% ao ano? Conheça dez fundos imobiliários que pagam dividendos acima da taxa (InfoMoney)

Central de FIIs: em linha com o mercado, Ifix fecha a sessão em queda de 0,36% (InfoMoney)

RH 4.0: Como planejar o retorno dos funcionários aos escritórios (Valor)

Relatório de análise – BTG Pactual Fundo de Fundos (BCFF11) (Expert XP)

Selic em alta: Qual cenário para os Fundos Imobiliários? (Expert XP)

XPPR11 -Positivo: o Fundo celebrou o Contrato de Locação) com a TELEFÔNICA IOT, BIG DATA E TECNOLOGIA DO BRASIL S.A., empresa de serviços e soluções em internet das coisas (IoT), big data e tecnologia da informação, relativo às unidades 101 e 102  do Condomínio Empresarial Iguatemi Alphaville, com área bruta locável de 759,60 m², com prazo de vigência de 58  meses a partir de 01/10/2021. A receita acumulada bruta do Contrato, considerando a soma dos recebíveis relativos aos 24 primeiros meses de vigência, é estimada em R$ 0,1316 por cota.

Quinta-feira | Dia 04/11

Fundos imobiliários: Panorama e perspectivas do mercado logístico (Valor)

Central de FIIs: fundos imobiliários operam na contramão do mercado e fecham sessão em queda (InfoMoney)

Os 11 fundos imobiliários que possuem um rendimento acima da média do mercado (MoneyTimes)

Blue Macaw pretende comprar mais de R$ 1 bi em imóveis até o fim de 2022 (Estadão)

RBVA11 – Informativo: O fundo informou que foi aprovada a 4ª emissão de cotas do Fundo, sendo que as Novas Cotas deverão ser distribuídas por meio de oferta pública com esforços restritos de colocação, a ser conduzida nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 476, no valor de até R$ 70.000.083,55 correspondentes a 664.705 novas cotas.

Quarta-feira | Dia 03/11

IFIX busca sustentar alta em meio ao cenário adverso (Investing)

Alta da Selic pode impactar mercado imobiliário, mas setor mantém otimismo para 2022 (R7)

Relatório de análise – XP Selection Fundo de Fundos (XPSF11) (Expert XP)

Segunda-feira | Dia 01/11

Fundos imobiliários de papel são agulha no palheiro da categoria. Mas vale comprar? (Valor)

Aumento da taxa Selic puxa o freio do mercado imobiliário brasileiro (Estadão)

Central de FIIs: Ifix fecha em leve alta e interrompe sequência de 8 dias no negativo (InfoMoney)

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Novembro de 2021 (Expert XP)

XP “in loco” | Episódio 1 (Expert XP)

TRXF11 – Positivo: Em decorrência da decisão da Camil Alimentos de rescindir antecipadamente o Contrato de Locação, a mesma desocupou e entregou a posse do Ativo Camil/RJ ao Fundo nesta data. No contexto da referida rescisão, a Camil se obrigou ao pagamento da multa rescisória decorrente da rescisão antecipada do Contrato de Locação, a qual será paga de acordo com os termos e condições previstas no “Termo de Distrato com Vistoria. Nesta mesma data, o Fundo celebrou a “Escritura Pública de Promessa de Venda e Compra”, tendo por objeto a alienação do Ativo Camil/RJ em favor de uma empresa varejista do ramo alimentício sediada no município do Rio de Janeiro/RJ, pelo preço de R$ 55 milhões, dos quais R$ 43 milhões foram recebidos pelo Fundo nesta data, contra a entrega da posse do Ativo Camil/RJ à empresa compradora, sendo que o saldo, no valor de R$ 12 milhões será recebido pelo Fundo em 12 parcelas mensais, iguais e sucessivas no valor de R$ 1 milhão cada. Sendo assim, pós-venda do ativo a vacância do fundo será 0%. Os gestores estimam que a venda irá gerar um impacto positivo entre R$ 0,72 e R$ 0,77 por cota.

RBRP11 – Positivo: O Fundo recebeu o valor de R$ 3 milhões, referente à venda do conjunto 42 do Ed. Mykonos, com a consequente celebração da assinatura da escritura definitiva de compra e venda. Considerando o recebimento do Preço de Venda, a operação gerará um ganho de capital líquido de comissão estimado em R$ 0,03 por cota, representando uma Taxa Interna de Retorno equivalente a 7% ao ano.

Últimos Relatórios

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.