XP Expert

Carteira recomendada de fundos imobiliários: Radar Imobiliário #83

Confira as principais notícias do segmento e Fatos Relevantes dos Fundos Imobiliários da semana.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Cotações

Gráfico de Cotação IFIX


Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!


Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em alta de 0,12%, impulsionado pelos segmentos de Lajes Corporativas e Shoppings. Quanto aos índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de 0,34%, o XPFT de 1,15% e o XPFP de -0,33%, enquanto o IBOV apresentou uma performance de 3,21%.

A semana foi marcada por notícias sobre os indicadores de atividade econômica nos países desenvolvidos. O ISM (Institute for Supply Management) publicou na segunda-feira o índice de atividade industrial dos EUA, que recuou de 53,0 pontos em junho para 52,8 em julho. Apesar de ser o menor patamar desde junho de 2020, o valor veio acima das expectativas do mercado, de 52,0 pontos, e, estando acima da marca de 50 pontos, ainda indica expansão do setor manufatureiro. De modo geral, os componentes da pesquisa indicaram que os gargalos nas cadeias de suprimentos parecem estar diminuindo, e alimentaram avaliações de que a próxima decisão de política monetária do Federal Reserve será possivelmente menos agressiva. Já na Alemanha e França, o resultado da produção industrial de junho superou as expectativas do mercado, além de ratificarem o forte primeiro semestre das duas maiores economias europeias, ainda que os primeiros indicadores indiquem uma desaceleração para a segunda metade do ano.

No noticiário econômico brasileiro, a semana iniciou com a divulgação da produção industrial do país em junho, que caiu 0,4% na comparação mensal, em linha com nossa expectativa e o consenso de mercado, de -0,3%, e encerrando uma série de quatro resultados mensais positivos. Na quarta-feira, o Copom elevou a taxa Selic para 13,75%, seguindo a elevação de 0,50 p.p. esperada pelos mercados. O comitê acrescentou ainda que, em sua próxima reunião, avaliaria a necessidade de um ajuste residual de 25 bps. A expectativa dos economistas da XP é de que a taxa seguirá inalterada no valor atual de 13,75% até meados de 2023. Já no final da semana, a Petrobras anunciou uma redução nos preços domésticos do diesel em 3,5%, acompanhando a queda recente nos preços internacionais do combustível. Dado o relativamente baixo peso do diesel no IPCA, o corte não altera nossa projeção de 7,0% para o índice em 2022.

Já no ambiente político nacional, o Supremo Tribunal Federal permitiu que os estados de São Paulo e Piauí compensem a redução do ICMS dos combustíveis aprovada pelo Congresso deixando de pagar sua dívida com a União. A decisão segue o entendimento judicial anterior similar concedido aos estados do Maranhão e Alagoas, e sugere que o custo total da medida, que pode chegar a R$ 100 bilhões por ano, tenderá a ser pago pela União.

Por fim, no âmbito dos fundos imobiliários, publicamos nesta semana a nossa análise mensal de FIIs, trazendo as principais altas e quedas dos fundos do índice IFIX durante o mês de julho. O mês foi marcado por importantes ajustes de expectativas econômicas no mercado, em resposta aos últimos dados do exterior e da atividade doméstica, além da promulgação da PEC dos Benefícios Sociais, e teve como destaque positivo os fundos do segmento de Ativos Logísticos, em contraste à constante proeminência dos fundos de Recebíveis nos meses anteriores. Clique aqui para acessar o relatório completo.


Sexta-Feira | Dia 05/08

Mercados

Cresce número de FIIs que rendem acima da Selic, mesmo após taxa de juros subir para 13,75%; por quê?

Levantamento mostra que 24 FIIs têm dividend yield acima de 13,75% em 12 meses; em junho, quando BC fixou a Selic em 13,25%, 18 superavam a taxa


Conheça 19 fundos imobiliários com rendimento acima da taxa de juros.

Na coluna de hoje você vai ver a lista completa desses FIIs e vai entender os cuidados que devem ser tomados ao comparar esse tipo de ativo com os investimentos de renda fixa


Fundo imobiliário pode perder 3 inquilinos e aumentar vacância em quase 19%, Ifix sobe

Com valorização de 5,13%, o Vinci Offices (VINO11) liderou a lista de maiores alta do pregão, enquanto o Brasil Plural FoF (BPFF11) registou o pior desempenho, com queda de 2,68%.


DEVA11 e HCTR11 estão entre os 10 FIIs que pagam dividendos maiores que a Selic; veja a lista

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, elevou mais uma vez a taxa a Selic, que passou de 13,25% para 13,75% ao ano. Por esse motivo, muitos investidores acabam focando apenas na renda fixa e deixando de lado excelentes oportunidades na renda variável, como fundos imobiliários descontados e que pagam bons dividendos.


Economia

Efeito sobre inflação é praticamente inexistente, apontam economistas

Redução no IPCA de agosto deve ficar em 0,01 ponto percentual, calculam consultorias


Alta da taxa Selic preocupa capacidade de investimento das empresas privadas, analisa presidente da Fiems

Sérgio Longen, avaliou como preocupante a elevação da taxa básica de juros para 13,75% ao ano, após decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC).


Quinta-Feira | Dia 04/08

Mercados

KNRI11 aumenta dividendos em até 40%; entenda a evolução do FII

O FII Kinea Renda Imobiliária (KNRI11) informou nesta terça-feira (2) que reduziu, mais uma vez, o nível de sua vacância. Além disso, o KNRI11 comentou sobre a valorização nos seus dividendos. Durante todo o ano de 2022, o fundo teve uma alta de 40% em sua distribuição, além da valorização das suas cotas na bolsa de valores.


Veja os fundos imobiliários mais recomendados por analistas para investir em agosto

Bresco Logística foi o mais indicado, com seis sugestões dentre as oito recomendações de bancos e corretoras compiladas pelo CNN Brasil Business


Fundos imobiliários anunciam novos contratos e aumento de dividendos

Quatro fundos imobiliários (FIIs) de tijolo, segmento que investe diretamente em imóveis, anunciaram na terça-feira (2) a assinatura de novos contratos de locação.


Fundo imobiliário planeja investir R$ 50 milhões em novos ativos; Ifix cai

O Índice de fundos imobiliários da B3 (Ifix) encerrou a sessão desta quarta-feira (3) com queda de 0,09%, aos 2.806 pontos.


Economia

Copom projeta IPCA de 6,8% para este ano e 4,6%, para 2023

Copom projeta IPCA de 6,8% para este ano e 4,6%, para 2023


Copom eleva Selic para 13,75%, e juro básico da economia chega ao maior patamar em seis anos

Decisão marca o 12º avanço consecutivo da taxa básica de juros. Banco Central vem elevando juros desde março de 2021 para tentar conter inflação.


Quarta-Feira | Dia 03/08

Mercados

Análise Mensal de FIIs XP – Julho/22

O IFIX, índice de referência para os fundos imobiliários, encerrou o mês de julho em alta de 0,66%, aos 2.814,1 pontos. O XPFI, índice da XP que também engloba o mercado de fundos imobiliários, teve performance de 0,98%. Por sua vez, o índice Ibovespa teve desempenho de 4,69% durante o mês. O mês de julho


O que acontece se a Receita Federal acabar com isenções de Fundos Imobiliários?

A Receita Federal está cada vez mais atenta aos fundos imobiliários (FIIs). Apesar da modalidade de investimento existir há cerca de 30 anos, sua popularização é recente. De acordo com os dados da B3 (B3SA3), de dezembro de 2018 a janeiro de 2022, o número de investidores nessa classe de ativos subiu aproximadamente 660%


Cotistas do FII de escritório RBCO11 querem trocar administradora e gestora do fundo; Ifix fecha em alta

Após polêmica com FII BCRI11, investidores solicitantes do RBCO11 se anteciparam e revelaram identidades


Cotistas do KNSC11 receberão R$ 0,91 em rendimentos; queda de 16%

Os investidores do fundo imobiliário KINEA SECURITIES FDO. DE INV. IMOB. – FII receberão R$ 0,9100 por cota em dividendos. Os rendimentos do KNSC11 serão pagos aos cotistas em agosto.


SNAG11: Fiagro da Suno e Boa Safra (SOJA3) quer bater CDI e IPCA e captar R$ 125 mi

O SNAG11, Fiagro lançado pela Suno Asset em parceria com a Boa Safra (SOJA3), mira uma rentabilidade acima do CDI e do IPCA como forma de aproveitar o momento considerado oportuno para investir em títulos de dívida.


Economia

Banco Central deve elevar Selic a 13,75% na quarta, mas vai sinalizar fim do ciclo de alta dos juros?

Copom deve deixar a porta aberta para nova alta, mas analistas divergem sobre qual deveria ser o ritmo de aperto; Credit espera dois novos aumentos


Inflação de alimentos cresceu em todo mundo por causa da guerra da Ucrânia, diz Banco Mundial

Líbano, Zimbábue, Venezuela e Turquia foram os países que mais sofreram com as pressões inflacionárias sobre os alimentos causada pela guerra na Ucrânia


FATOS RELEVANTES 

TEPP11: Positivo – O fundo vem a público comunicar a celebração de novos contratos de locação de ativos imobiliários integrantes do portfólio do Fundo: Foi celebrado nesta data o Contrato de Locação entre o Fundo e o CENTRO DE IMAGEM DIAGNÓSTICOS S/A, sob o nome fantasia de “Alliar” dando em locação os conjuntos nºs 92, 93 e 94 do Edifício Passarelli e o conjunto nº 111 do Condomínio Edifício São Luiz. Dessa forma, estimamos que a locação descrita impactará positivamente o Fundo, ao término do período de carência dos contratos, de 06 meses para o Ed. Passarelli e de 08 (oito) meses para o Condomínio Ed. São Luiz, em R$ 0,03/cota  na distribuição mensal de rendimentos

Terça-Feira | Dia 02/08

Mercados

Investimentos em Real Estate: o que é Multifamily?

Conceitos de Investimento em Multifamily


BTG muda estratégia de carteira e foca em fundos imobiliários de tijolo com desconto

O BTG Pactual removeu o único fundo imobiliário (FII) de shopping center de sua carteira recomendada para agosto. Ao mesmo tempo, o banco elevou sua exposição ao segmento de lajes corporativas.


Se os preços caírem, os fundos imobiliários podem sofrer? O que fazer?

Depois de 25 meses de inflação positiva, o mês de julho deve ser marcado por uma deflação. Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV-Ibre), a inflação deve recuar em até 0,6% em julho, seguida de uma nova queda de preços em agosto.


Fundos Imobiliários: Confira os FIIs preferidos dos analistas para agosto de 2022

Mirae Asset mantém posição em FIIs dos segmentos logísticos e recebíveis


Economia

Preço de compra de imóveis residenciais supera inflação em julho, aponta índice

Alta de 0,52% ficou acima dos índices de preços IGM-P (0,47%) e IPCA-15 (0,21%) no mês, segundo o FipeZap


Mercado começa agosto em cautela por recessão e à espera de decisão sobre Selic

Cesta básica: O que você precisa saber hoje para ficar bem informado


Segunda-Feira | Dia 01/08

Mercados

Carteira Recomendada de Fundos Imobiliários – Agosto de 2022

Confira nosso panorama do mercado e as mudanças da carteira recomendada de fundos imobiliários de Julho.


FIIs XPML11, BTLG11 e RBRP11 estão entre as apostas para fundos imobiliários de ‘tijolo’, aponta relatório

De acordo com a Guide, fundos são oportunidades de ganho de capital para os mais pacientes


O Imbróglio do FII BCRI11 — e as Controvérsias da CVM

No início de junho, os cotistas detentores de 6,69 por cento das cotas do FII Banestes Recebíveis Imobiliários (BVMF:BCRI11) solicitaram a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para migrar a gestão do fundo: queriam trocar o Banestes pela Suno.


Nova Casa Verde e Amarela anima o mercado imobiliário, mas média renda enfrenta dificuldades

A expectativa de analistas de instituições financeiras é que haja redução de lançamentos de imóveis de médio e alto padrão no próximo trimestre, para evitar o aumento de unidades em estoque


Economia

IPCA pode ser negativo com redução da gasolina

Economistas evitam baixar projeções para a inflação do ano devido a outros fatores de pressão


Fim do ciclo de alta da Selic divide mercado; juro pode alcançar 14%

Maioria dos agentes espera alta de 0,5 ponto na taxa de juros nesta semana

FATOS RELEVANTES 

HGPO11: Positivo – O fundo vem, em complemento aos Fatos Relevantes de 23 de fevereiro de 2022, 06 de junho de 2022 e 30 de junho de 2022, bem como da assembleia geral extraordinária de cotistas de 28 de março de 2022, informar aos cotistas e ao mercado em geral sobre a conclusão do processo competitivo de venda dos imóveis denominados Edifício Metropolitan, cidade e estado de São Paulo e Edifício Platinum, únicos ativos do Fundo ("Imóveis"). Desde a realização da AGE, a Administradora e a CBRE Consultoria do Brasil Ltda, abordaram um total de 100 investidores, tendo assinados 21 contratos de confidencialidade para que fosse possível compartilhar informações mais detalhadas sobre os Imóveis e 8 ofertas foram recebidas que somaram quase R$ 3,0 bilhões. Conforme detalhado na AGE, foi determinado um preço mínimo, em dinheiro e à vista, de R$ 491.900.000,00, bruto de despesas e custos de transação, equivalente a aproximadamente trinta e nove mil reais por metro quadrado, corrigido pelo IPCA a partir da data da realização da AGE, ou seja, trinta e nove mil, seiscentos e oitenta e sete reais e setenta e três centavos por metro quadrado.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.