XP Expert

O que é Bear Market e como ele influencia seus investimentos?

Entenda a origem do termo Bear Market e como identificar um

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
O que é Bear Market e como ele influencia seus investimentos?

O Bear Market é um período de desvalorização na bolsa de valores. Conheça mais sobre o termo, sua funcionalidade e possíveis estratégias para lidar com esse momento mais pessimista. 

Você sabe o que é Bear Market e/ou tem interesse em saber mais sobre o que alguns termos utilizados por investidores da bolsa de valores significa? Então, esse texto é para você! 

Bear Market é um termo muito comum para quem investe em ações, mas nem tão simples para quem ainda conhece pouco sobre o mercado de renda variável. 

Assim como o termo Bull Market, ele também vem do inglês para explicar momentos específicos das bolsas de valores. 

Para diferenciar melhor os termos, continue lendo para saber mais sobre: 

  • O que é Bear Market? 
  • Por que Bear Market: veja a origem do termo e sua influência! 
  • Como funciona o Bear Market 
  • Estratégia para Bear Market 

O que é Bear Market? 

Bear Market, que em tradução livre, significa “Mercado do Urso”, é a expressão usada para definir períodos em que a bolsa de valores enfrenta desvalorizações acompanhadas de pessimismo por parte dos investidores.  

Por que Bear Market: veja a origem do termo e sua influência! 

O termo Bear Market foi criado por conta da forma como os ursos atacam suas presas, com um golpe de cima para baixo – como o movimento dos gráficos em momento de queda do mercado de ações.  

O Bear Market sofre grande influência da falta de confiança dos investidores no mercado de investimentos de risco e na economia em geral – em termos nacionais e globais. Em outras palavras, trata-se de um panorama em que os investidores se mostram mais propícios a vender ativos do que a comprar.  

É possível inferir que a oferta acima da demanda fomenta a desconfiança, de modo que os 2 fatores acabam se complementando e prolongando esse cenário. Por conta desse fenômeno, o cenário se torna bastante complexo e de difícil reversão. 

Diferenças entre Bull Market e Bear Market 

O Bear Market, em conformidade com o sentido do ataque de um urso, representa períodos de queda e pessimismo. Trata-se do oposto do touro (bull, em inglês), que ataca de baixo para cima e representa o mercado otimista e em alta, ou Bull Market

Em oposição ao que acontece no cenário pessimista, quando há Bull Market, é comum que ocorram diversas resultantes positivas, como elevação do PIB, melhores resultados das empresas e redução da taxa de juros

Preparamos um conteúdo completo sobre Bull Market para você. É só clicar aqui! 

Como identificar um Bear Market? 

Desenho gráfico de urso, representado o Bear Market, e touro, representando o Bull Market. Ambos estão em posição de ataque.
O Bear Market é um momento em que o investidor deve manter-se atento para não sofrer prejuízos. 

Apesar de não ser um conceito totalmente fechado, o mais comum é considerar o Bear Market como uma queda média de 20% em um índice, por 2 meses ou mais

Como exemplos mais recentes temos a confirmação de Bear Market pela Dow Jones em março de 2020, como reflexo da pandemia de Covid-19. Nesse caso, o índice não confirmava esse tipo de panorama desde a crise financeira de 2008. 

Conheça os 10 mais famosos indicadores para fazer uma análise ainda mais estratégica 

Assim como foi desenvolvido um termo para designar os períodos de baixa nas bolsas mundiais, há um conceito elaborado para descrever o cenário oposto, ou seja, de tendência otimista e de alta nos índices, nomeada de Bull Market. 

Como funciona o Bear Market? 

Quando o cenário é de pessimismo, muitos investidores querem vender seus ativos na esperança de reduzir os prejuízos com as quedas dos preços das ações. 

O Bear Market pode ter um ciclo longo, acompanhado de grandes incertezas do mercado. Alguns fatores importantes ocasionadores geralmente estão ligados a momentos como os seguintes: 

  • Diminuição do PIB 
  • Crises em diversos setores da economia 
  • Ciclos de baixa duradouros para as commodities 
  • Menores oportunidades de empregos 
  • Empresas que acumulam dívidas 
  • Aumento de juros 

Fique de olho nas recomendações da XP e entenda como os tópicos acima podem influenciar numa ação. 

Quanto tempo dura um Bear Market? 

Em se tratando de uma situação que se retroalimenta e é condicionada por uma série de variáveis, não é possível precisar quanto dura um Bear Market. Contudo, analisando historicamente, temos casos que duraram de poucos meses a até alguns anos

Nos Estados Unidos, por exemplo, o Bear Market dura, em média, 14 meses, considerando desde o final da Segunda Guerra Mundial até os dias atuais. 

O que fazer no Bear Market? 

Basicamente ter muita paciência e evitar desesperos. Só assim, o operador do mercado financeiro poderá evitar perdas e ainda tornar o momento desfavorável em uma oportunidade atual ou futura

Lembre-se que um Bear Market pode durar meses ou até mesmo anos, fazendo com que a queda do preço dos ativos permaneça por mais tempo. Por isso, realize análises constantes com base em relatórios de profissionais. 

Abra sua conta na XP e obtenha as melhores análises  

Para identificar oportunidades na onda do Bear Market, é preciso observar alguns pontos importantes: 

  • O ativo ou índice precisa ter caído cerca de 20% do valor após uma alta no preço; 
  • Leve em conta as opiniões dos analistas da XP e assessores de investimentos, que são especialistas de olho nas oportunidades para que você faça os melhores investimentos de acordo com o seu perfil; 
  • Acontecimentos que podem influenciar o mercado como um todo. Um ótimo exemplo é a queda da taxa Selic, que impacta e muito os investimentos no Brasil. 

Estratégias no Bear Market 

Imagem criada em aplicativos, em que consiste um urso preto ao fundo e na frente imagens de vários gráficos clandestick, de linhas e alguns códigos. Essa imagem simula o termo "Bear Market"
Para lidar com Bear Market é necessário a recorrer a estratégias, dentre ela, a diversificação de investimentos. 

Além do que mencionamos até aqui, confira algumas estratégias possíveis no Bear Market: 

  • Em qualquer circunstância é interessante diversificar sua carteira de investimentos, em setores, mercados e tipos de ativos diferentes. A renda fixa, por ser atrelada (direta ou indiretamente) à taxa Selic, tende a permanecer alta no Bear Market;  
  • O Bear Market fornece um panorama propício para aplicar o Value Investing, que consiste em analisar o potencial de valor das empresas no longo prazo, porque muitas vezes ações de companhias de qualidade desvalorizam sem que o negócio em si tenha piorado; 
  • Utilizar técnicas de hedge é uma forma de minimizar prejuízos causados pela desvalorização de ativos, principalmente pensando em operações de curto prazo. Trata-se de uma proteção para qualquer investidor que busca operar com segurança no mercado. 

Ficou mais fácil lidar com Bear Market com essas dicas? Abra sua conta e alavanque sua vida financeira 

LEIA TAMBÉM: 

Conclusão 

Acompanhar os sinais do mercado, como o PIB, as taxas de juros, análises gráficas e opiniões dos nossos especialistas pode ser fundamental para aproveitar uma onda de Bear Market na bolsa de valores que pode vir acompanhada de uma onda de Bull Market

Sendo assim, é imprescindível que, para além de estar buscando constantemente informações acerca do tema, você esteja respaldado e sendo aconselhado pelos mais experientes e qualificados analistas do mercado financeiro

Por isso, a XP oferece, para além do apoio de excelentes profissionais, condições e conteúdos especialmente direcionados a quem busca dar os primeiros passos como investidor. Nós conhecemos as dúvidas e receios comuns desse momento e iremos ajudar você a superá-los. 

Abra a sua conta na XP e conte com os nossos assessores de investimentos. 

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.