10 indicadores financeiros e sua importância na bolsa de valores

Há diversos indicadores financeiros, no entanto, cada um possui sua especificidade. Saiba como calculá-los e utilizá-los na hora de investir. Confira!


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

10 indicadores financeiros e sua importância na bolsa de valores

Quem deseja investir em ações pensando no longo prazo precisa analisar e estudar cuidadosamente sobre os indicadores financeiros das empresas. Isso porque existem companhias listadas na B3 com desempenho ruim, podendo prejudicar o investidor em caso de uma escolha errada.

Para facilitar esse caminho você pode usar as ferramentas da análise fundamentalista que irão ajudá-lo a tomar as melhores decisões. Por meio desse estudo é possível avaliar a performance dos principais indicadores e descobrir se a ação está em um bom ponto de entrada ou saída.

Fato é que são muitos os indicadores disponíveis, então, selecionamos os dez principais indicadores financeiros que servirão de guia para ajudar você a encontrar as melhores oportunidades. Confira!

O que são indicadores financeiros?

Indicadores financeiros são métricas que coletam e geram informações sobre um determinado aspecto das demonstrações financeiras de uma empresa.

Diante disso, o indicador fornece dados relevantes para o gestor e para o investidor, sobretudo acerca da saúde financeira da organização e o quão rentável ela pode ser.

Qual a sua importância

Os indicadores financeiros são importantes para monitorar a performance de uma empresa no mercado.

Para ficar mais claro, ao consultar um indicador financeiro o investidor pode descobrir, por exemplo, qual é o lucro e o grau de endividamento de uma companhia. Isso faz toda a diferença na hora de escolher qual a melhor ação para investir.

Vale destacar, no entanto, que os indicadores financeiros não são valiosos somente para os investidores, mas também para os gestores do negócio.

Por meio do desempenho passado, o gestor da organização consegue traçar uma previsibilidade futura da empresa. Com isso, fica mais fácil delinear com clareza os pontos frágeis do negócio, bem como seus principais potenciais.

Comprar uma ação na XP é muito simples. O primeiro passo para investir na bolsa é você abrir uma conta gratuitamente na XP Investimentos, o processo é rápido e prático.

Como analisar um indicador financeiro

Aprender a analisar um indicador financeiro faz toda a diferença no processo de escolha dos melhores ativos para acrescentar na carteira, pois, ao ter o domínio desse tipo de análise, as decisões de investimentos passam a ser pautadas em critérios objetivos e concretos e não meramente em suposições.

Sendo assim, o primeiro passo importante na hora de analisar um indicador financeiro é compará-lo.

Para isso, pode ser usado como parâmetro de análise o histórico da empresa, no intuito de compreender a evolução de um ativo ao longo do tempo.

Ou então, pode ser usado ainda como base de comparação as outras empresas do mesmo segmento. Neste caso, a ideia é criar um paralelo entre os ativos desejados e identificar qual negócio é o mais promissor.

Importante lembrar que nem sempre um resultado negativo é, de fato, ruim. Por exemplo, uma redução na margem líquida da companhia em um determinado momento pode estar alinhada com uma estratégia de investimentos específica.

Sendo assim, é importante fazer uma análise sob uma perspectiva ampla, considerando diversos fatores envolvidos no processo.

Quais são os melhores indicadores financeiros?

Os indicadores de uma empresa podem ser agrupados em uma série de categorias. , Portanto, separamos abaixo quais são os melhores indicadores financeiros:

Indicadores financeiros de rentabilidade

Esse tipo de indicador financeiro avalia o desempenho de uma empresa por meio da análise de lucros da mesma. Desse modo, essa métrica dá ao investidor informações a respeito de quanto uma companhia gera de retorno financeiro.

Abaixo listamos os principais indicadores financeiros de rentabilidade que devem ser priorizados ao analisar uma companhia.

ROI

A sigla ROI significa “Return over Investment”, ou em português “Retorno sobre Investimento”. Esse indicador aponta quanto dinheiro a empresa está ganhando a cada investimento realizado.

Em outras palavras, ele mensura o resultado financeiro de um investimento. O cálculo é dado pela seguinte equação:

ROI = Ganho – Investimentos/Investimento aportado x 100

Clique para saber mais sobre o ROI!

ROE

O termo ROE significa “Return on Equity”, também conhecido como o Retorno sobre o Patrimônio Líquido.

Ele é considerado um dos indicadores financeiros mais importantes para a análise fundamentalista pois avalia se uma empresa está sendo rentável ou não. É possível descobrir o ROE por meio da fórmula:

ROE = Lucro Líquido ÷ Patrimônio Líquido x 100

Quanto mais alto for o ROE, mais eficiente a empresa será. Mas atenção, o ROE não deve ser comparado entre empresas de setores diferentes.

Clique para saber mais sobre o ROE!

Margem líquida

Esse indicador financeiro representa a porcentagem de lucro líquido obtido pela empresa em relação à receita total, conforme equação abaixo:

Margem Líquida = Lucro Líquido / Receita total x 100

Margem bruta

Já a margem bruta indica qual é a porcentagem de ganho que a empresa incorpora a cada venda realizada.

Margem Bruta = Lucro bruto / Receita total x 100

Margem EBITDA

A margem EBITDA caracteriza a capacidade operacional de caixa de uma companhia. Em outras palavras, ela mede a capacidade de uma empresa conseguir gerar recursos mediante suas próprias atividades operacionais.

O cálculo da margem EBITDA é dado pela equação:

Margem EBITDA = EBITDA / Receita total x 100

Indicadores financeiros de endividamento

Os indicadores financeiros de endividamento são usados para medir o nível de endividamento de uma determinada companhia. Dessa forma ele permite a real compreensão da situação financeira da empresa.

O cálculo pode ser feito por meio de diversas fórmulas, sendo que uma das mais usadas é a Dívida Líquida/Ebitda.

Através dessa relação é possível descobrir o quanto a empresa está alavancada, ou seja, número de anos que a empresa levaria para pagar sua dívida líquida caso o EBITDA permanecesse constante.

Indicadores financeiros de liquidez

Os indicadores financeiros de liquidez são divididos em quatro tipos, sendo que se distinguem pelo modelo de prazo e capacidade de pagamento.

1. Liquidez corrente

Esse indicador financeiro apresenta a capacidade da empresa em honrar seus compromissos de curto prazo. Para descobrir qual a liquidez corrente, aplica-se a seguinte a equação:

Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante

Se o resultado for superior a 1, em geral, significa que a empresa dispõe de recursos para fazer frente aos compromissos de curto prazo.

2. Liquidez seca

O indicador de liquidez seca é muito semelhante ao de liquidez corrente. No entanto, a diferença se dá pelo estoque, que não é computado no cálculo como ativo circulante.

Neste caso, para encontrar a liquidez seca é utilizada a fórmula:

Liquidez Seca = (ativo circulante – estoque) / passivo circulante

Igualmente, se a liquidez seca for superior a 1, significa que o capital e as obrigações são equivalentes.

3. Liquidez imediata

Essa métrica demonstra a capacidade de pagamento imediata da empresa, apenas através das disponibilidades, ou seja, contas bancárias, investimentos a curto prazo, entre outros.

Resumidamente, a liquidez imediata representa a capacidade da empresa em lidar com uma situação de emergência financeira. Veja o cálculo:

Índice de Liquidez Imediata = Disponibilidades / Passivo Circulante

Se a liquidez imediata calculada for igual a 1, significa que os recursos disponíveis em caixa, incluindo as aplicações financeiras com liquidez, e as obrigações da empresa são equivalentes.

4. Liquidez geral

Esse indicador financeiro mede todos os ativos e os passivos do balanço patrimonial da empresa, tanto os de curto como os de longo prazo. Com isso, é possível descobrir se a empresa está ganhando ou perdendo liquidez ao longo dos últimos anos.

O cálculo é dado pela seguinte fórmula:

Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo) / (Passivo Circulante + Não Circulante)

Se a liquidez geral calculada for igual a 1, significa que os ativos e as obrigações da empresa são equivalentes.

Como calcular os indicadores financeiros

saiba mais sobre indicadores financeiros
Os indicadores financeiros servirão de base para investimentos em potencial

Em um primeiro momento, calcular um indicador financeiro pode parecer uma tarefa complexa. Mas a verdade é que é muito mais simples do que você imagina.

Tudo o que o investidor precisa fazer é buscar informações junto às demonstrações contábeis da companhia, que podem ser encontradas no site da própria empresa.

Para isso basta acessar o canal de relação com investidor e ter à disposição todas as informações necessárias para aplicar nas fórmulas que mostramos acima. Mas resumindo quais são elas:

Indicadores financeiros de rentabilidade

  • ROI = Ganho – Investimentos/Investimento aportado x 100
  • ROE = Lucro Líquido ÷ Patrimônio Líquido x 100
  • Margem Líquida = Lucro Líquido / Receita total x 100
  • Margem Bruta = Lucro bruto / Receita total x 10

Indicadores financeiros de endividamento

  • Índice de Alavancagem= Dívida líquida/EBITDA x 100

Indicadores financeiros de liquidez

  • Índice de Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante
  • Liquidez Seca = (ativo circulante – estoque) / passivo circulante
  • Índice de Liquidez Imediata = Disponibilidades / Passivo Circulante
  • Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo) / (Passivo Circulante + Não Circulante)

Como utilizar indicadores financeiros

Como vimos, os indicadores financeiros podem facilitar muito a vida do investidor na hora de escolher o melhor papel para investir.

Mas a verdade é que, sozinho, nenhum indicador financeiro é suficiente. Eles devem ser utilizados em conjunto com outros indicadores para tomar decisões mais seguras.

Então, separamos outros artigos para você continuar a sua leitura sobre indicadores de rentabilidade e dominar ainda mais esse assunto. Confira:

E se você ainda não é um investidor, abra sua conta grátis na XP Investimentos para multiplicar seus ganhos!

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.