XP Expert

PIB da China no terceiro trimestre fica abaixo das expectativas

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA +1,3% | 114.648 Pontos

CÂMBIO -0,9% | 5,47/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O índice Ibovespa fechou a semana em alta de +1,6%, voltando a ficar acima dos 114 mil pontos. Apesar da continuidade das preocupações com o ambiente doméstico em relação ao cenário fiscal e à inflação, a Bolsa brasileira acelerou os ganhos na sexta-feira seguindo o otimismo dos mercados externos. Ao final da semana, as Bolsas globais repercutiram a divulgação de resultados trimestrais robustos de bancos americanos e à divulgação das vendas no varejo dos EUA que subiram 0,7% em setembro e superaram expectativas.

Nesta semana, destaque para a publicação do Livro Bege pelo FED, além de dados de produção industrial de setembro nos EUA. Na Zona do Euro, os principais indicadores serão inflação ao consumidor de setembro e as prévias dos PMIs. No Brasil, a política segue em foco, com atenção especial para tramitação da PEC dos Precatórios na Câmara e do PL do ICMS de combustíveis no Senado, além de discussões sobre a possível extensão do auxílio emergencial este ano. Na seara de indicadores econômicos nacionais, possivelmente teremos a divulgação da arrecadação federal de setembro.

Hoje, bolsas internacionais amanhecem levemente negativas (EUA -0,3% e Europa -0,4%) após o índice americano apresentar sua melhor performance semanal desde julho, impulsionado pelo início da temporada de resultados mais forte que o esperado. Além disso, ainda nos Estados Unidos, dados sobre as vendas do varejo superaram as projeções (+0,7% vs. -0,2% do consenso), confirmando a resiliência do consumo americano. Por fim, o Bitcoin (+2,9%) negocia acima dos US$ 60 mil ao passo que o ETF de futuros de Bitcoin da ProShares, com o ticker BITO, está agendado para estrear na bolsa de Nova Iorque nesta terça-feira, caso a SEC não intervenha até a meia-noite de hoje.

Na China (-1,2%), o mercado encerra no negativo em consequência dos dados econômicos divulgados, que vieram abaixo das expectativas: especificamente, o PIB do país no terceiro trimestre apresentou seu crescimento mais lento em um ano, 0,2% sobre o trimestre anterior, devido à desaceleração do setor imobiliário e à escassez de energia. Já o petróleo (+0,9%) amanhece em alta devido às expectativas de uma maior demanda do hemisfério norte com o inverno cada vez mais próximo. Vale lembrar que a alta dos preços da energia no mundo continua sendo um risco para o crescimento e para a inflação; nesse sentido, a maioria dos bancos centrais no mundo está aumentando juros, ou sinaliza fazê-lo em breve.

No Brasil, a discussão na frente econômica continua centrada em como aumentar os programas sociais. O Ministro da Cidadania João Roma disse em entrevista à imprensa que o principal plano é expandir o programa Bolsa Família, transformando-o num novo – e permanente – programa, denominado Auxílio Brasil. Mas existem restrições legais, principalmente no que se refere à Lei de Responsabilidade Fiscal. As alternativas poderiam ser manter o Bolsa Família, apenas ajustando o benefício de acordo com a inflação passada; ou estender o Auxílio Emergencial relacionado à pandemia.

Tópicos do dia

Economia

  1. A alta dos preços da energia no mundo continua sendo um risco para o crescimento e para a inflação. O PIB da China no terceiro trimestre apresentou seu crescimento mais lento em um ano, devido à desaceleração do setor imobiliário e à escassez de energia. No Brasil, a discussão na frente econômica continua centrada em como aumentar os programas sociais.
  2. Boletim FOCUS

Política

  1. Persistem os embates entre parlamentares nos EUA sobre a diluição da agenda econômica de Biden  
  2. Corrida parlamentar de 2022 começa com disputa por arrecadação de fundos

Empresas

  1. Rumo (RAIL3): Todos a Bordo: Destino – Lucas do Rio Verde
  2. Crédito, Parte 2: Agronegócio, uma fortaleza em tempos de crise e uma boa alternativa para o longo prazo
  3. EZTec (EZTC3): Prévia Operacional Amena no 3T21
  4. Americanas (AMER3): Potencial combinação das bases acionárias
  5. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Microsoft vs. China

ESG

  1. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 18/10

Veja todos os detalhes

Economia

A alta dos preços da energia no mundo continua sendo um risco para o crescimento e para a inflação. O PIB da China no terceiro trimestre apresentou seu crescimento mais lento em um ano, devido à desaceleração do setor imobiliário e à escassez de energia. No Brasil, a discussão na frente econômica continua centrada em como aumentar os programas sociais.

  • A alta dos preços da energia no mundo continua sendo um risco para o crescimento e para a inflação. O preço do petróleo atingiu o maior nível desde 2014, com o Brent próximo a $ 86 dólares o barril. Os juros dos títulos públicos estão subindo em vários países e a maioria dos índices de ações está caindo. Muitos bancos centrais de emergentes e alguns de desenvolvidos, como o da Nova Zelândia, já estão aumentando as taxas de juros. O presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, aumentou a defesa por aumento das taxas. O FED e o BCE, por sua vez, devem esperar mais;
  • O crescimento econômico da China no terceiro trimestre recuou para seu ritmo mais lento em um ano, devido à desaceleração das propriedades e à escassez de energia. O PIB cresceu apenas 0,2% em relação ao trimestre anterior, ainda mais baixo do que os (já baixos) 0,4% esperados por analistas de mercado. As vendas no varejo e a produção industrial de setembro também mostraram sinais de fraqueza. O presidente do banco central, Yi Gang, sinalizou que as autoridades locais podem conter os riscos impostos pelas lutas da gigante imobiliária Evergrande;
  • No calendário econômico, o destaque hoje para os números da produção industrial de setembro dos Estados Unidos;
  • No Brasil, a discussão na frente econômica continua centrada em como aumentar os programas sociais. O Ministro da Cidadania João Roma disse em entrevista à imprensa que o principal plano é expandir o programa Bolsa Família, transformando-o num novo – e permanente – programa, denominado Auxílio Brasil. Mas existem restrições legais, principalmente no que se refere à Lei de Responsabilidade Fiscal. As alternativas poderiam ser manter o Bolsa Família, apenas ajustando o benefício de acordo com a inflação passada; ou estender o Auxílio Emergencial relacionado à pandemia;
  • A tramitação da reforma administrativa emperrou devido à falta de apoio no Congresso. De acordo com o jornal Valor Econômico, o governo prioriza outras agendas e não faria muito esforço para angariar apoio em torno da reforma.

Boletim FOCUSData de referência 18/10/2021

  • Destaque: Mudanças sutis nas expectativas de Inflação (para cima) e Crescimento econômico (para baixo). Projeções inalteradas para Taxa de Câmbio e Taxa Selic;
  • A mediana das expectativas do mercado para a variação do IPCA em 2021 segue em trajetória de alta, variando de 8,59% na semana passada para 8,69% na divulgação de hoje (estava em 8,35% há quatro semanas). No mesmo sentido, o consenso para o IPCA de 2022 registrou elevação de 4,17% para 4,18% (4,10% há 1 mês), ficando ainda mais distante da meta de inflação estabelecida para o próximo ano (3,50%). Com base em atualizações nos últimos 5 dias úteis, a previsão para o IPCA de 2021 aumentou de 8,71% para 8,79%, enquanto a mediana para 2022 subiu de 4,17% para 4,22%;
  • Por sua vez, a previsão do mercado para o crescimento real do PIB em 2021 exibiu sutil queda de 5,04% para 5,01% (estava em 5,04% há 4 semanas). Para o PIB de 2022, por sua vez, a projeção recuou de 1,54% para 1,50% (estava em 1,63% há 1 mês);
  • A mediana das expectativas para a taxa Selic no final de 2021 ficou estável em 8,25% (8,25% há 4 semanas). Por sua vez, o consenso de mercado para a taxa básica de juros no final de 2022 se manteve em 8,75% (8,50% há quatro semanas);
  • Por fim, as previsões do mercado para a taxa de câmbio no final de 2021 e final de 2022 permaneceram em R$/US$ 5,25.

Política

Persistem os embates entre paralementares nos EUA sobre a diluição da agenda econômica de Biden  

  • Após semana de visita a seus distritos, parlamentares americanos voltam ao Congresso com a data-limite para aprovara a renovação do orçamento para estradas se aproximando. Em paralelo, persistem os embates entre democratas sobre a diluição do Plano das Famílias Americanas de USD 3,5 trilhões a cerca de USD 2 trilhões.  

Corrida parlamentar de 2022 começa com disputa por arrecadação de fundos

  • Apesar dos frequentes embates entre os correligionários de Biden, o partido recebeu uma boa notícia na sexta-feira (15) com a divulgação dos dados de arrecadação de fundos pelos parlamentares que devem disputar a eleição parlamentar de 2022. Democratas arrecadaram mais fundos que republicanos em estados chave como Georgia, Nevada, Arizona, Florida e New Hampshire.  

Empresas

Rumo (RAIL3): Todos a Bordo: Destino – Lucas do Rio Verde

  • Estamos atualizando nossas estimativas e Preço Alvo (TP) para incorporar: (i) Projeto Lucas do Rio Verde (LRV) recentemente assinado (+R$3,3/ação para nosso TP); (ii) um cenário operacional mais desafiador para o 2S21 com os baixos volumes de milho esperados (sem impacto em nossa perspectiva positiva de longo prazo); e (iii) piores condições macro refletidas em taxas de juros de longo prazo mais altas (+ 1,5p.p. taxa de livre de risco, ou -R$4,0/ação para nosso preço-alvo);
  • Reiteramos nossa visão positiva de Rumo, baseado em: (i) perspectivas positivas de longo prazo para grãos em Mato Grosso; (ii) boas expectativas para 2022 (produção recorde esperada de grãos); e (iii) valuation atrativo (TIR de ~11% para o acionista em termos reais). Acesse aqui o relatório completo.

Crédito, Parte 2: Agronegócio, uma fortaleza em tempos de crise e uma boa alternativa para o longo prazo

  • Temos uma visão positiva sobre o crédito rural, uma vez que o agronegócio provou mais uma vez suas características de resiliência, superando o desempenho da economia em geral, mesmo durante a pandemia;
  • No longo prazo, esperamos que os empréstimos rurais se beneficiem de: i) a agroindústria brasileira que permanecerá um fornecedor global de primeira linha; ii) próximo Plano Safra para fechar a lacuna de falta de apoio do governo; e iii) o espaço para investimentos em infraestrutura, ganhos de eficiência e desenvolvimento de tecnologia;
  • Em relação a nossa cobertura, esperamos que o BB performe bem no segmento rural dada a sua capacidade de captação de poupança rural, mas pode continuar perdendo participação de mercado para as cooperativas. Acesse aqui o relatório completo.

EZTec (EZTC3): Prévia Operacional Amena no 3T21

  • EZTec reportou números operacionais amenos no 3T21, lançando R$ 460bn (+ 123% A/A e -50% T/T). Esse volume foi composto por um projeto  (Arkadio). Adicionalmente, a companhia indicou que outro lançamento de aproximadamente R$ 730mn deve ser lançado nas próximas semanas;
  • As vendas líquidas caíram 24% A/A e 11% T/T, alcançando um volume de R$ 255mn no 3T21. Isso levou a uma velocidade de vendas amena de 9% (-2.1pp T/T);
  • Em adição, a companhia reportou que concluiu 77% do seu programa de recompra anunciado em Agosto, indicando o otimismo da diretoria sobre as suas operações nos próximos anos e a sua visão do valuation descontado das ações;
  • Apesar da previa operacional amena, nós reiteramos a nossa visão positive para EZTC3, que vemos negociando a 1.2x P/VP em 2021, o que vemos como atrativo.

Americanas (AMER3): Potencial combinação das bases acionárias

  • Em fato relevante, a Lojas Americanas e Americanas S.A. informaram que analisam uma potencial combinação de suas bases acionárias no Novo Mercado, em uma etapa anterior à listagem internacional;
  • Até o momento não há qualquer decisão definitiva quanto a potencial combinação, que ainda estaria sujeita a aprovação dos acionistas;
  • Mantemos nossa recomendação de compra para AMER3 e preço alvo de R$82,0/ação.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Nubank deve ir à Nasdaq e à B3 até dezembro, valendo cerca de US$ 50 bi. O banco digital Nubank deve ter sua estreia em Bolsa a partir do fim de novembro e ter um valor de mercado entre US$ 50 bilhões e US$ 70 bilhões. (Valor);
    • Getnet, credenciadora do Santander, estreia segunda-feira na bolsa. Banco cindiu a unidade e vai listá-la na B3, além de ter recibos de ações (ADS) negociados na Nasdaq. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Hortifruti Natural da Terra expande linha de produtos de marca própria  (Folha);
    • Stix, empresa de fidelidade do GPA e da RaiaDrogasil, pode ganhar sócios (Estadão);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Preços de fertilizantes seguem em alta; ureia subiu 30% em setembro (Valor)
    • Brasil amplia exportações de café à Colômbia (Valor)
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Tecnologias disruptivas vão guiar a transição energética. (Canal Energia);
    • Petróleo fecha em novas máximas desde 2014, com gargalos no fornecimento de gás. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Microsoft vs. China

  • Goldman Sachs reporta receita recorde em seu segmento de investment banking;
  • Investimentos em cannabis registram aumento de 165% em relação ao ano de 2020;
  • A Microsoft anunciou a remoção do Linkedin da China à medida que autoridades locais reforçam seu controle sobre o setor de tecnologia;
  • Dados apontam que a alocação em renda variável nos EUA se encontra na máxima histórica;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 18/10

  • Na sexta-feira, o mercado encerrou em território positivo, com o Ibov e o ISE subindo +1,3% e +1,0%, respectivamente. Na semana, o Ibov fechou em alta de +2,2%, enquanto o ISE +2,6%;
  • No Brasil, (i) segundo documento da iniciativa “Clima e Desenvolvimento”, o Brasil poderia aumentar seu compromisso climático para algo entre 66% e 82% na redução de suas emissões até 2030 (em relação a 2005), frente à precificação de carbono, controle do desmatamento e implementação de uma economia da restauração florestal; e (ii) o Ministério da Agricultura definiu novas metas que o setor agropecuário brasileiro vai perseguir nesta década, através do Plano ABC+, que será lançado hoje pela ministra Tereza Cristina, com o objetivo de evitar a emissão de 1,1 bilhão de toneladas de CO2 equivalente até 2030;
  • No internacional, os ministros do Reino Unido colocarão a energia nuclear no centro da estratégia da Grã-Bretanha para alcançar emissões líquidas zero de carbono até 2050 – Kwasi Kwarteng, secretário de negócios, deve divulgar um documento abrangente sobre “Estratégia Líquida Zero” ainda hoje. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.