Ibovespa abre a semana com leves quedas, enquanto Congresso abre caminho para resolver o impasse do orçamento

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Clique para ouvir

IBOVESPA -0,1% | 120.934 Pontos

CÂMBIO -0,7% | 5,55/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa abriu a semana com leve queda de -0,1%, fechando a segunda-feira a 120.934 pontos, enquanto o dólar recuou -0,7% a R$ 5,55. Ontem, o índice chegou a encostar o nível dos 122 mil pontos com ganhos das ações da Petrobrás, impulsionadas pelo discurso de Joaquim Luna e Silva, novo presidente da companhia, de que buscará reduzir a volatilidade dos preços de combustíveis sem desrespeitar a paridade de importação.

Hoje, as Bolsas internacionais caem pela manhã depois do movimento de realização de lucros ontem, com ações americanas puxadas por quedas de empresas de tecnologia. Nos EUA (-0,3%), investidores aguardam a divulgação de mais balanços corporativos. Na Europa (-1,1%), empresas de tabaco são afetadas por possível aumento na regulação.

O presidente dos EUA, Joe Biden, se reuniu com um grupo bipartidário de parlamentares nesta segunda-feira (19) para discutir o projeto de infraestrutura. Entre os principais tópicos na pauta, foi levantada a possibilidade aumento menor na alíquota do imposto corporativo, de cerca de 3%, ao invés dos 7% originalmente propostos pela Casa Branca. Ainda sobre o pacote, um grupo de parlamentares republicanos que se opõem aos aumentos tributários devem apresentar nas próximas semanas uma contraproposta ao projeto de USD 2,3 trilhões, com custo de USD 600 a USD 800 bilhões. Na Alemanha, a candidatura de Armin Laschet, o conservador que busca representar o partido de Angela Merkel (o CDU) nas eleições de setembro, ganhou novo ímpeto após votação interna.

No Brasil, o Executivo e o Legislativo finalmente chegaram a um acordo para resolver o impasse do orçamento de 2021, com a aprovação pelo Congresso de um projeto que altera a LDO 2021. Senadores e deputados aprovaram um projeto de lei que permite a abertura de crédito extraordinário para bancar programas de socorro a empresas privadas e retirada de gastos emergenciais com saúde da meta fiscal. O texto prevê ainda que, por meio de decretos e sem necessidade de validação pelo Congresso, o Executivo transfira gastos discricionários a fim de recompor as despesas obrigatórias da União. Assim, as emendas parlamentares ficam preservadas e a manobra pode elevar a mais de R$ 125 bilhões os gastos de combate à pandemia fora do teto. O texto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Além disso, a instalação da comissão do CPI da pandemia foi convocada para a próxima terça-feira pelo senador Otto Alencar. Deve ser eleito o senador Omar Aziz como presidente, e indicado o senador Renan Calheiros como relator, configuração que deixa o governo em situação desconfortável.

Do lado das empresas, a Vale divulgou seu relatório de produção e vendas para o primeiro trimestre de 2021. A Vale produziu 68 milhões de toneladas de minério de ferro e pelotas, 7% abaixo das nossas expectativas. Com isso, acreditamos que uma potencial reação negativa do mercado possa ser compensada por uma alta dos preços de minério de ferro ao longo dos próximos pregões, com cenário de oferta ainda desafiador. Temos recomendação de Compra, com preço-alvo de R$122/ação.

Por último, publicamos nosso início de cobertura da empresa de gestão de resíduos Orizon (ORVR3) com uma recomendação de Compra e um preço-alvo de R$ 29/ação. Nossa visão positiva se baseia em: (i) grandes perspectivas de crescimento apoiadas por fundamentos sólidos e um momento regulatório favorável, que levará a um aumento na demanda anual por aterros de +29 milhões de toneladas até 2024 com o fechamento de 3.000 lixões no Brasil; (ii) o modelo de negócios resiliente da empresa, com receitas previsíveis devido à natureza essencial do serviço de gestão de resíduos; (iii) altas barreiras de entrada de novos competidores, dado o rigoroso processo de licenciamento de elaboração de estudos ambientais; (iv) avenidas de crescimento orgânico nos aterros que a companhia possuí, como biogás, créditos de carbono e reciclagem; (v) oportunidades de crescimento inorgânico, tendo em vista a elevada fragmentação do setor de resíduos sólidos, e; (vi) ESG, que é uma parte essencial do DNA da Orizon, sendo uma das empresas melhor posicionadas sob a cobertura da XP.

Tópicos do dia

Acesse aqui o relatório internacional

Agenda de resultados

Calendário 1T21

Economia

  1. Primeiro passo para destravar o Orçamento do Brasil

Política

  1. Congresso aprova projeto que abre espaço para acordo sobre Orçamento; CPI da Pandemia será instalada na terça-feira
  2. Política internacional: Democratas e republicanos negociam projeto de infraestrutura nos EUA e disputa pela sucessão de Merkel permanece em foco na Alemanha

Empresas

  1. Orizon (ORVR3): Onde outras cadeias de valor terminam, um mundo começa; Iniciamos com recomendação de Compra
  2. Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA; Uma das empresas melhor posicionada sob a cobertura da XP
  3. Petrobras (PETR4): Joaquim Silva e Luna toma posse da presidência da Petrobras
  4. Vale (VALE3): Vale assina novo acordo com Mitsui e dá os primeiros passos para sair do negócio de carvão
  5. Vale (VALE3): Produção abaixo das expectativas, mas no caminho certo para entregar o guidance. Mantemos Compra
  6. Carrefour Brasil (CRFB3): Vendas do 1T21; Resiliência do setor se comprova em meio a um cenário desafiador e base de comparação difícil
  7. Lojas Renner (LREN3): Aumento de capital confirmado; Muito grande para ser apenas crescimento orgânico
  8. Trisul (TRIS3) – 1T21 Performance Operacional: Sólida performance apesar do trimestre desafiador
  9. Notícias Diárias do Setor Financeiro
  10. Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo nacional e internacional

ESG

  1. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 20/04

Veja todos os detalhes

Economia

Primeiro passo para destravar o Orçamento do Brasil

  • O Banco do Povo da China decidiu nesta terça-feira deixar inalteradas suas taxas de juros de referência para empréstimos de curto e longo prazos pelo 12º mês consecutivo. Ainda no pais, o presidente Xi Jinping pediu maior integração econômica global alertou para que um ou alguns países parem de impor suas regras sobre todos os outros;
  • Dados de desemprego no Reino Unido surpreenderam positivamente, mas ainda muito retrovisor;
  • Holanda anunciou que está disposta a apoiar um imposto corporativo mínimo global, com objetivo de interromper a guerra fiscal vivida entre os grandes players;
  • No Brasil, o congresso abriu caminho para resolver o impasse do orçamento e aprovou ontem um projeto que altera a LDO 2021. O projeto permite a abertura de crédito extraordinário para bancar programas de socorro a empresas privadas e retira da meta fiscal gastos emergenciais com saúde. O texto prevê ainda que, por meio de decretos e sem necessidade de validação pelo Congresso, o executivo transfira gastos discricionários a fim de recompor as despesas obrigatórias da União. As emendas parlamentares foram preservadas e a manobra pode elevar a mais de R$ 125 bilhões os gastos de combate à pandemia de covid-19 fora do teto de gastos;
  • Boletim Focus dessa semana mostrou que expectativa de inflação de 2022 subiu de 3,5% para 3,6%, acima da meta;
  • IBC-BR cresceu 1,7% m/m e 1,0% a/a em fevereiro, acima das expectativas. No entanto, piora da pandemia em março aumento medidas restritivas em março e projetamos queda para o mês de 5,7% m/m, deixando a proxy do PIB com crescimento de 1,0% no primeiro trimestre do ano;
  • Na agenda desta terça-feira teremos divulgação dos dados da arrecadação federal de março (BBG 119 BRL). No exterior, destaque para a divulgação de balanços da P&G, Johnson & Johnson e Netflix.

Política

Congresso aprova projeto que abre espaço para acordo sobre Orçamento; CPI da Pandemia será instalada na terça-feira

  • O Congresso aprovou ontem o PLN 2, que deve facilitar a sanção ao Orçamento (ao permitir o bloqueio de recursos discricionários para recomposição de despesas obrigatórias) e a reedição do BEm e do Pronampe (ao excluí-los dos cálculos para a meta fiscal). O texto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. O acordo para a sanção do Orçamento, uma vitória da ala política sobre o Ministério da Economia, prevê um veto parcial à emenda de relator, preservando os R$ 16,5 bilhões exigidos pelo Congresso. O texto do PLN 2 também passou a excluir da contabilização para a meta fiscal os gastos com os dois programas emergenciais e os gastos com ações de saúde para com bate à pandemia;
  • O senador Otto Alencar, integrante mais velho da CPI da Pandemia, convocou a instalação da comissão para a próxima terça-feira. Deve ser eleito presidente o senador Omar Aziz e indicado relator o senador Renan Calheiros, configuração que deixa o governo em situação desconfortável;

Política internacional: Democratas e republicanos negociam projeto de infraestrutura nos EUA e disputa pela sucessão de Merkel permanece em foco na Alemanha

  • O presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, se reuniu com um grupo bipartidário de parlamentares nesta segunda-feira (20) para discutir projeto de infraestrutura apresentado por seu governo. Entre os principais tópicos na pauta, foi levantada a possibilidade aumento menor na alíquota do imposto corporativo, de cerca de 3%, ao invés dos 7% originalmente propostos pela Casa Branca;
  • Ainda sobre o pacote, um grupo de parlamentares republicanos que se opõe aos aumentos tributários devem apresentar nas próximas semanas uma contraproposta ao projeto de USD 2.3 trilhões, com custo de USD 600 a USD 800 bilhões. Em nossa avaliação, será difícil conciliar as visões dos agrupamentos. Em vista disso, acreditamos que o pacote avançará sem apoio republicano, via reconciliation (manobra para esquivar o filibuster no Senado);
  • Na Alemanha, a candidatura de Armin Laschet, o conservador que busca representar o partido de Angela Merkel (o CDU) nas eleições de setembro, ganhou novo ímpeto após votação interna. Apesar das pesquisas mostrarem maior nível de apoio ao seu adversário, Markus Söder, Laschet venceu 31 dos 46 votos entre lideranças do partido. Com isso, cresce a possibilidade de que Söder recue e apoie Laschet para as eleições de setembro;
  • De todo modo, vale destacar que as divisões internas e popularidade de Söder, que representa uma ala menos conservadora do CDU e marcaria uma nova direção para o tradicional partido, reflete o enfraquecimento do agrupamento após escândalos de corrupção e tropeços na administração da pandemia;
  • E, em exposição em evento empresarial, Xi Jingping, fez criticas veladas aos EUA. Alertou contra a dissociação econômica e interferência por poderes que “impõe regras sobre outros”.

Empresas

Orizon (ORVR3): Onde outras cadeias de valor terminam, um mundo começa; Iniciamos com recomendação de Compra

  • Iniciamos a cobertura da empresa de gestão de resíduos Orizon (ORVR3) com uma recomendação de COMPRA e um preço-alvo de R$ 29/ação, implicando em um potencial +36% de ganho;
  • Nossa visão positiva se baseia em: (i) grandes perspectivas de crescimento apoiadas por fundamentos sólidos e um momento regulatório favorável, que levará a um aumento na demanda anual por aterros de +29 milhões de toneladas até 2024 com o fechamento de 3.000 lixões no Brasil; (ii) o modelo de negócios resiliente da empresa, com receitas previsíveis devido à natureza essencial do serviço de gestão de resíduos; (iii) altas barreiras de entrada de novos competidores, dado o rigoroso processo de licenciamento de elaboração de estudos ambientais; (iv) avenidas de crescimento orgânico nos aterros que a companhia possuí, como biogás, créditos de carbono e reciclagem; (v) oportunidades de crescimento inorgânico, tendo em vista a elevada fragmentação do setor de resíduos sólidos, e; (vi) ESG, que é uma parte essencial do DNA da Orizon, sendo uma das empresas melhor posicionadas sob a cobertura da XP;
  • Os principais destaques do relatório são: i) Os impactos potenciais Novo Marco Regulatório do Saneamento  (ii) uma análise profunda de todos os setores em que a Orizon opera; iii) um resumo sobre cada ativo da Orizon e (iv) uma análise ESG completa (link). Clique aqui para acessar nosso relatório completo.

Radar ESG | Orizon (ORVR3): Quando ESG está escrito no DNA; Uma das empresas melhor posicionada sob a cobertura da XP

  • Por todo o mundo, o nível de discussão e ambição entre as empresas do segmento de gestão de resíduos em relação à agenda ESG, principalmente no que se refere às mudanças climáticas, tem tido uma progressão notável nos últimos anos. Apesar de o setor estar realmente mudando para um novo modelo, a agenda ambiental, social e de governança (ESG) deve se tornar um ponto focal maior nos próximos anos;
  • Quando se trata do Brasil, embora haja claramente muito mais a ser feito em relação aos fatores ESG, temos visto uma evolução importante dessa agenda a longo dos últimos meses, e esperamos que essa tendência persista e potencialmente se acelere ainda mais no país nos próximos anos. E, em nossa visão, a Orizon está muito bem preparada para acompanhar essa tendência no futuro, o que nos leva a ver a empresa como uma das companhias melhor posicionada na agenda ESG dentro da cobertura da XP;
  • Como uma empresa de tratamento e recuperação de resíduos, com atuação no final da cadeia de valor da gestão de resíduos, vemos a Orizon como uma provedora de soluções chave para as tendências ESG, com o modelo de negócio da empresa baseado na economia circular, estando diretamente envolvida na gestão responsável de resíduos. Clique aqui para ler o relatório completo.

Petrobras (PETR4): Joaquim Silva e Luna toma posse da presidência da Petrobras

  • Ontem (19) o novo Presidente da Petrobras, General Joaquim Silva e Luna tomou posse da presidência do cargo no lugar do Sr. Roberto Castello Branco, que deixou a empresa no último dia 12. Após discurso na cerimônia de posse do novo diretor-presidente da Petrobras, as ações da companhia reagiram positivamente, fechando o pregão em alta de +5,80%, a R$ 24,28 (PETR4);
  • O otimismo veio após Silva e Luna afirmar que a Petrobras buscará reduzir a volatilidade dos preços de combustíveis sem “desrespeitar” a paridade de importação;
  • Apesar do primeiro discurso da nova gestão da Petrobras ter sido visto como positivo, destacamos os desafios relacionados a manutenção da política de preços de combustíveis em linha com referências internacionais no cenário atual. Mantemos recomendação de Venda nas ações da Petrobras, com preços-alvo de 12 meses de R$24/ação para PETR4 e PETR3.

Vale (VALE3): Produção abaixo das expectativas, mas no caminho certo para entregar o guidance. Mantemos Compra

  • A Vale divulgou seu relatório de produção e vendas do primeiro trimestre. A produção de minério de ferro totalizou 68,0 milhões de toneladas (-19% na comparação trimestral, +14% no comparativo anual e 6,7% abaixo da nossa expectativa). As vendas de minério de ferro e pelotas chegaram a 65,6mt, -28% T/T (+ 11% A/A). Mantemos nossa recomendação de Compra (preço-alvo de R$122/ação) com base em fortes dividendos (mínimo de 6% de rendimento 2021E) e um valuation atrativo (3,3x EV/EBITDA 2021E vs. média histórica de 5,0x). Assumimos o minério de ferro a US$120 por tonelada ao final de 2021 (US$135/t na média) vs. preço atual de ~US$182/t. Com relação aos volumes de minério de ferro, temos 320 milhões de toneladas para 2021 e isso se compara ao guidance da Vale de 315-335 milhões de toneladas. Acreditamos que uma potencial reação negativa do mercado possa ser compensada por uma alta dos preços de minério de ferro ao longo dos próximos pregões, com cenário de oferta ainda desafiador;
  • A produção de minério de ferro totalizou 68 milhões de toneladas no 1T21 (-19% T/T, +14% A/A), 7% abaixo do consenso da Bloomberg. Em nossa opinião, os números mais fracos do que o esperado são explicados por (1) impactos sazonais mais fortes do que o esperado, (2) impactos negativos das manutenções programadas no S11D e (3) o desempenho mais fraco em Itabira, após restrição de disposição de rejeitos no complexo. Apesar do nível de produção inferior ao esperado no primeiro trimestre, acreditamos que a Vale é capaz de entregar seu guidance de 315-335 milhões de toneladas em 2021, uma vez que atingiu uma capacidade de produção de 327 milhões de toneladas anuais no 1T21;
  • As vendas ficaram 3,6% abaixo da produção no período (65,6mt, -28% T/T, -10% vs. XPe). Como a Vale conseguiu normalizar seus estoques operacionais nos últimos períodos, acreditamos que a produção e as vendas devem continuar a ser semelhantes em 2021E. Em nossa opinião, as vendas abaixo de nossas expectativas podem ser explicadas pelos tópicos mencionados acima sobre minério de ferro e uma menor disponibilidade de minério de alta qualidade de Itabira e Brucutu. No entanto, a Vale espera aumentar a produção em 2021 a partir da maior disponibilidade de pelotas em Timbopeba e Vargem Grande.

Carrefour Brasil (CRFB3): Vendas do 1T21; Resiliência do setor se comprova em meio a um cenário desafiador e base de comparação difícil

  • O Carrefour Brasil reportou a prévia das vendas referentes ao primeiro trimestre de 2021 (1T21) levemente acima das nossas estimativas. Apesar de uma base de comparação muito difícil e de um cenário bastante desafiador no 1T21, a companhia apresentou um sólido crescimento de receita total de 14,2% A/A e um crescimento de vendas mesmas lojas de 11,6% A/A;
  • Esperamos uma reação neutra/positiva do mercado devido ao sólido desempenho de vendas apresentado pela companhia, apesar do trimestre desafiador com o aumento de restrições e casos de Covid-19, ausência do Carnaval e desaceleração de inflação de alimentos. Além disso, a companhia enfrentou uma difícil base de comparação, dado que 2020 foi um ano bissexto, teve carnaval e houve o efeito de estocagem da população em março de 2020 por conta da incerteza em relação aos primeiros sinais de aceleração da pandemia no Brasil;
  • Mantemos nossa recomendação Neutra e preço alvo de R$28,0 por ação para o fim de 2021.

Vale (VALE3): Vale assina novo acordo com Mitsui e dá os primeiros passos para sair do negócio de carvão

  • A Vale anunciou que assinou um contrato definitivo com a Mitsui para a aquisição pela Vale da totalidade das participações da Mitsui na mina de carvão de Moatize e em Nacala (CLN). Conforme anunciado em acordo preliminar, a Vale irá adquirir a participação de ambas as companhias por US$1,0 cada e consolidará todos os ativos e passivos relacionados às entidades CLN, incluindo o saldo em aberto de US$2,5 bilhões de Nacala. A consolidação deve gerar um impacto de US$300 milhões por ano nas despesas operacionais relativas à tarifa CLN. No futuro, a nova estrutura do Project Finance levará a uma economia potencial de aproximadamente US$25 milhões por ano;
  • A produção de carvão no primeiro trimestre caiu -44,5% no ano e 11,4% no trimestre para 1,09 milhões de toneladas por conta da desaceleração da demanda durante a pandemia, além da parada de manutenção de suas plantas de processamento em Moatize;
  • Com a transação, a Vale terá 95% da mina de carvão e 100% do projeto de Nacala com a saída da Mitsui e, em seguida, iniciará a venda de sua participação para terceiros investidores. A assinatura do contrato com a Mitsui representa a etapa inicial para o desinvestimento do negócio de carvão e está em linha com a estratégia de disciplina na alocação de capital e a simplificação do portfólio da Vale. Mantemos nossa recomendação de Compra para Vale, com preço-alvo de R$122 por ação.

Lojas Renner (LREN3): Aumento de capital confirmado; Muito grande para ser apenas crescimento orgânico

  • A Lojas Renner publicou o lançamento de uma oferta de capital entre R$4,78 e 6,46 bilhões (13%-17% do valor de mercado atual), com detalhes sobre o cronograma e o uso dos recursos. Acreditamos que a companhia deve ter algum tipo de M&A no radar, uma vez que estimamos que sua posição financeira atual era suficiente para sustentar seu crescimento orgânico;
  • Na nossa visão, a oferta é muito grande para ser apenas para crescimento orgânico, principalmente dada a sua posição financeira bastante confortável. Dessa forma, trazemos possíveis frentes de atuação nesse sentido, assim como as principais candidatas, na nossa visão. Vemos C&A, Dafiti e pequenos M&As na linha da estratégia de Magalu como as mais prováveis;
  • Mantemos recomendação Neutra e preço alvo de R$50,0 por ação, devido à falta de visibilidade do uso desses recursos.

Trisul (TRIS3) – 1T21 Performance Operacional: Sólida performance apesar do trimestre desafiador

  • Trisul lançou dois empreendimentos de alta renda, que totalizaram R$328 milhões em VGV (contra nenhum lançamento no primeiro trimestre de 2020 e R$424 milhões no quarto trimestre de 2020), provavelmente impactado pelas restrição comerciais e de circulação de pessoas em São Paulo no trimestre;
  • Vendas líquidas atingiram R$177 milhões (+33% ano contra ano e -23% trimestre contra trimestre), o que levou sua velocidade de vendas (VSO) de 14% no trimestre, o que consideramos como positivo quando considerado as restrições no trimestre;
  • Por fim, a companhia anunciou aquisição de aproximadamente R$300 milhões de terrenos, o que levou seu banco de terrenos a atingir R$5,4 bilhões dando suporte para seu plano de crescimento dos próximos anos. Mantemos nossa visão positiva para o papel e mantemos nossa recomendação de compra e preço-alvo de R$14/ação.

Notícias Diárias do Setor Financeiro

  • Acesse este relatório com notícias do setor financeiro que complementam nossos comentários publicados no Morning Call, mas que não consideramos relevantes o suficiente para serem analisadas. Aqui você encontra o título com o link para a fonte original da notícia, além de uma breve descrição do conteúdo;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo nacional e internacional

  • Nesta publicação diária, trazemos as principais notícias do setor de varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.) nacional e internacional, complementando nossa visão sobre as tendências e acontecimentos mais importantes do dia. Além disso, o relatório contém um resumo dos múltiplos e recomendações para as empresas de nossa cobertura;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

ESG

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 20/04

  • Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo falam sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança;
  • Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance histórica do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP;
  • Por que essas informações são importantes? Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.