XP Expert

Fundos Imobiliários com descontos, confira os destaques do mês de junho. Radar Imobiliário #80

Confira as principais notícias do segmento e Fatos Relevantes dos Fundos Imobiliários da semana.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Cotações

Gráfico de Cotação IFIX


Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em queda de -0,50%, impulsionado pelos segmentos de Recebíveis e Lajes Corporativas. Quanto aos índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,52%, o XPFT de -0,54% e o XPFP de -0,53%, enquanto o IBOV apresentou uma performance de -3,73%.

No noticiário global, a semana foi marcada pela divulgação da criação de 372 mil empregos nos EUA em junho, mantendo a taxa de desemprego do país em 3,6%. Na quarta-feira, foi divulgado ainda o índice de preços ao consumidor (CPI) que subiu acima da expectativa do mercado, em 1,3% entre maio e junho, atingindo o patamar de 9,1% em 12 meses, novamente o maior valor dos últimos 40 anos. Com isso, cresce a aposta por uma elevação mais agressiva, de até 1 ponto percentual, da taxa de juros no país na próxima reunião de política monetária, na última semana deste mês. Nesta sexta-feira foi divulgado também o PIB do segundo trimestre da China, que caiu 2,6% em relação ao trimestre anterior, em uma queda ainda mais forte que a prevista pelo mercado e que dificulta o atingimento da meta de crescimento para 2022 do governo chinês, de 5,5%. A maior retração, de 13,7%, ocorreu na região de Xangai, que sofreu um prolongado período de lockdown durante o trimestre.

No Brasil, a semana teve como destaque a divulgação de alguns indicadores da atividade econômica em maio. No setor de serviços, a receita real daquele mês teve crescimento de 0,9% em relação ao mês anterior, em uma leitura muito acima da projeção da XP e do mercado e que contou com avanço em todos os cinco grupos considerados no indicador. Já as vendas no varejo ampliado subiram 0,2%, também entre abril e maio, porém nesse caso vindo abaixo das expectativas do mercado e da XP, com surpresas negativas nas categorias Móveis e Eletrodomésticos e Materiais de Construção. O Banco Central divulgou também a sua proxy mensal do PIB brasileiro, o IBC-Br. O indicador caiu 0,1% em maio, próximo à nossa estimativa de estabilidade e crescendo 3,7% em relação ao mesmo mês de 2021. A previsão dos economistas da XP para o PIB de 2022 é de 2,2%.

No noticiário político doméstico, tivemos a aprovação da PEC 15/2022 na Câmara dos Deputados, sem alterações da versão já aprovada pelo Senado anteriormente. A chamada PEC do Estado de Emergência traz, entre outros itens, a ampliação do Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$600 mensais, e a criação do Auxílio Caminhoneiro, no valor de R$ 1000 mensais. A projeção do governo é de que os novos benefícios comecem a ser pagos ainda no mês de agosto.

Já no âmbito dos fundos imobiliários, divulgamos esta semana dois novos relatórios. O primeiro é o nosso Guia de FIIs do setor de Galpões Logísticos: nele, detalhamos a performance recente e a nossa visão para este segmento de Fundos Imobiliários, e discutimos nossas recomendações dentre eles. Clique aqui para acessar o relatório. No segundo relatório, apresentamos nossa visão e nossas recomendações dentro de cada segmento de FIIs. Utilizando o cenário macroeconômico como pano de fundo das análises, exploramos um pouco de como cada segmento deve se comportar em resposta aos principais movimentos econômicos no horizonte. Clique aqui para ler a discussão na íntegra.


Sexta-Feira | Dia 15/07

Mercados

Quer começar a investir em FIIs? Um tipo em especial é o mais indicado por analistas para iniciantes; saiba qual

Fundos que compram cotas de outros fundos imobiliários – os chamados FoFs – são vistos como uma alternativa, dada a diversificação natural de suas carteiras


Fundos Imobiliários (FIIS) Mais Baratos da Bolsa em junho 2022

Confira os Fundos Imobiliários (FIIs) mais baratos da bolsa em junho de 2022.


Fundos imobiliários: saiba como viver de renda com um FII sólido que paga dividendos acima de 1% ao mês

Ter uma fonte de renda passiva mensal é o que muita gente deseja, mas a principal preocupação na hora de procurar um produto que ofereça esse benefício é sempre o mesmo: segurança. Não é simples escolher um ativo de solidez suficiente para te deixar tranquilo ao investir nele parte de suas economias – mas isso não quer dizer que seja impossível.


FIIs ‘de tijolo’ descontados: oportunidade ou armadilha?

Casos de deságio surgem no momento em que custo de construção sobe, assim como custo de reposição e valor por metro quadrado transacionado de edifícios – fatores que deveriam valorizar as cota


A odisseia dos shoppings e os sinais de seu epílogo

Após o fim das restrições sanitárias da Covid-19, o aumento de público e lojistas resultou em uma forte recuperação das receitas do setor. Durante os três primeiros meses do ano as vendas foram 34,8% superiores ante o mesmo período do ano anterior.


Economia

Santander (SANB11) corta previsão de IPCA e aumenta a do PIB, em revisão otimista

Após tomar contato com dados de atividade econômica acima do esperado no primeiro semestre de 2022, os especialistas do Santander Brasil (SANB11) aumentaram a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,2% para 1,9%.


Santander vê Selic em 14,25% no fim do ciclo e projeta dólar em R$ 5,30 no fim do ano

Banco também elevou a previsão para o PIB de 1,2% para 1,9% em 2022, mas manteve expectativa de recuo de 0,6% no próximo ano


Quinta-Feira | Dia 14/07

Mercados

Guia de FIIs de Galpões Logísticos: resiliência contra as incertezas macroeconômicas

Um overview do mercado de logística e nossas recomendações para os FIIs do segmento


Fundos imobiliários: nossa visão e recomendações para cada segmento

Confira nossa visão, cobertura e recomendações para cada semento dos FIIs


Dividendos de R$ 8 mil por mês com FIIs: conheça a estratégia da influenciadora Carol Dias para investir

No programa Liga de FIIs, do InfoMoney, a ex-modelo contou também como alcançou a independência financeira


Estes FIIs investem em setor gigante e são novidade. Vale comprar?

Nos últimos anos, os fundos imobiliários (FIIs) cresceram e se consolidaram como uma interessante alternativa na renda variável. Uma outra opção similar são os fundos imobiliários do agronegócio.


Vendas nos shoppings do grupo Iguatemi crescem 30%

Recuperação permitiu aumentar a cobrança de aluguéis dos lojistas e fechar o trimestre com inadimplência líquida negativa de 2,3%


Economia

IFI reduz estimativa do IPCA em 2022 para 7,4% e espera teto de gastos de R$ 1,808 trilhão em 2023

Órgão ligado ao Senado manteve projeção do PIB em 2022 em alta de 1,4%, mas cortou para 0,7% a perspectiva de crescimento para 2023


Inflação aumenta no mundo em 2022; gráfico mostra comparação entre países

Confira a inflação anual de alguns países, desde o ano 2000 até 2022


FATOS RELEVANTES 

BRCO11 – Positivo: O fundo comunica que finalizou, com a WESTROCK, CELULOSE, PAPEL E EMBALAGENS LTDA., a assinatura do contrato de locação de 14.212,00 m² do imóvel BRESCO ITUPEVA, equivalente a 36,6% da ABL do Imóvel. A Locação possui prazo de vigência de 07 anos, com início previsto para 01 de setembro de 2022 e 06 meses de carência. 
A área encontra-se locada e ocupada atualmente pela empresa COOPERCARGA S/A, motivo pelo qual a Locação está condicionada suspensivamente à efetiva desocupação do Imóvel pela Coopercarga, que deverá ser concluída em até 30 dias, contados do envio, pelo Fundo, de notificação à Coopercarga. 
Após o Período de Carência, o valor do aluguel do referido contrato voltará a representar, aproximadamente, R$0,02 por cota do Fundo ao mês, descontadas eventuais despesas do Fundo e taxas praticadas nos termos do regulamento vigente.

Quarta-Feira | Dia 13/07

Mercados

Vendas de FIIs de shopping crescem até 19% em relação ao período pré-pandemia

Destaque da lista, HSI Malls (HSML11) elevou a distribuição de dividendos em julho para R$ 0,65 por cota


Onde reinvestir os rendimentos dos fundos imobiliários (FIIs)?

Muitos investidores insistem com a ideia de que a renda de um fundo imobiliário deve ser investida nele mesmo. Porém, esta não é uma premissa a ser seguida.


O que é melhor para viver de renda? Tesouro Direto ou fundos imobiliários?

Você sabia que, investindo tanto no Tesouro Direto quanto em fundos de investimento imobiliário (FIIs) você pode receber um valor periodicamente na sua conta corrente? Por conta disso, esses dois tipos de ativo são muito práticos para quem deseja viver de renda.


HGLG11: Mesmo com resultado menor, FII paga dividendos recordes

O fundo imobiliário ‌‌CSHG‌ ‌Logística‌ ‌FII‌ ‌(HGLG11)‌ ‌comunicou‌ ao mercado ‌nesta‌ segunda-feira‌ (11) que seus resultados foram menores em junho. Mesmo assim, os dividendos para o mês foram recordes, com utilização da reserva de resultados do semestre.


Vale a pena investir em fundos imobiliários para a aposentadoria?

Com a possibilidade de obtenção de renda por meio da valorização da cota ou da distribuição de dividendos, a classe atrai a atenção de investidores interessados em um ganho recorrente no longo prazo; especialistas divergem opiniões


Economia

Medidas desaceleram inflação e maior impacto será em julho, estimam analistas

Avaliação é que mudanças não transformam o cenário de alta de preços de forma consistente


XP eleva projeção para o PIB do 2º trimestre após surpresa positiva com serviços de maio

Além da reabertura econômica, essa dinâmica favorável reflete o crescimento do comércio eletrônico e o aumento das exportações


Terça-Feira | Dia 12/07

Mercados

Shoppings puxam prévia saudável da JHSF no 2º trimestre, diz XP

Forte desempenho do segmento de alta renda da companhia puxou o resultado para cima


Investir ou não em FIIs? Gestoras criam multimercados para aproveitar fundos com cotas descontadas

Objetivo é focar nos ganhos de capital; escritórios são principal alvo e carteiras estimam valorização de até 25% ao ano


Fundo imobiliário cancela emissão de cotas por causa de condições desfavoráveis do mercado; Ifix cai

O Índice de fundos imobiliários da B3 (Ifix) encerrou a sessão desta segunda-feira (11) com queda de 0,19%, aos 2.786 pontos. O FII Rio Bravo Renda Corporativa (RCRB11) despontou entre as maiores altas do pregão, com valorização de quase 4%.


FIIs: Hora de Ver o “Copo Meio Cheio” no Mercado de Fundos Imobiliários

O IFIX interrompeu a sequência de três meses consecutivos de alta e apresentou queda de 0,88% em junho, marcando assim uma desvalorização de 0,33% no primeiro semestre de 2022. Quedas tímidas, se considerarmos que o Ibovespa desvalorizou 11,50% em junho e fechou o primeiro semestre com retorno negativo de 5,99%. Além disso, nos últimos 12 meses a carteira teórica dos principais Fundos Imobiliários, representada pelo IFIX, apresentou valorização de 1,48%, enquanto as ações, representadas pelo Ibovespa, apresentam queda de 22,29%. Uma diferença bastante considerável.


Marquise Incorporações avança no mercado de luxo de São Paulo

Com quatro empreendimentos em bairros estratégicos da cidade, empresa inicia a construção do Residencial Park View, localizado na Vila Nova Conceição


Economia

Focus: previsão para o IPCA em 2022 cai de 7,96% para 7,67%

Os economistas ouvidos pelo Banco Central  revisaram para baixo a previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ao final deste ano, passando de 7,96% para 7,67%. Há um mês, a projeção era de +8,50%.


Risco de desaceleração global cresce, mas recessão ainda não é certeza, diz Andrea Damico

Segundo a economista-chefe da Armor Capital, a principal dúvida em torno de uma recessão é a situação do mercado de trabalho americano, que ainda apresenta sinais fortes


FATOS RELEVANTES 

HGRU11 – Positivo: O fundo comunica que firmou uma Escritura Pública de Venda e Compra por meio da qual concluiu a venda de uma loja detida pelo Fundo, localizada na Rua Saul Brandalise, nº 180, na cidade de Videira, estado de Santa Catarina, locada para a Arthur Lundgren Tecidos S.A. Casas Pernambucanas. 
Em contrapartida à outorga da Escritura, o Fundo recebeu, nesta data, o valor de R$ 5.071.689,14, equivalente a R$ 5.500,51/m². O Imóvel foi adquirido em 6 de novembro de 2020, e, até a presente data, o investimento total,  considerando custos de aquisição, custos de transação e benfeitorias, foi de R$ 3.697.159,32, equivalente a R$ 4.009,76/m². Com isso, a transação gerou um lucro em regime de caixa de R$ 1.374.529,82, equivalente a aproximadamente R$ 0,07/cota. 
O Preço de venda do Imóvel é 37% superior ao valor investido, 39% superior ao valor de laudo do Imóvel em 2021 e 36% superior ao valor do laudo de aquisição datado de 2020. A taxa interna de retorno anualizada da transação foi de aproximadamente 26,3%. 
A partir dessa data, o comprador fará jus ao aluguel mensal de R$ 25.875,97, equivalente a aproximadamente R$ 0,001 por cota.

BTLG11 – Positivo: O fundo comunica que realizou as liquidações da 1ª série da 22ª e 25ª emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários da Vert Companhia Securitizadora no montante total de R$ 54.295.573,86. 
a) O CRI 22ª emissão e 1ª série com o IF 20G05876000, foi estruturado em 09 de julho de 2020 no âmbito da operação de aquisição do ativo BRF Fortaleza e tinha atualmente como saldo devedor o montante de R$ 33.262.117,71 com uma remuneração de 3,06% acrescido da variação da taxa CDI. 
b) O CRI 25ª emissão e 1ª série com o IF 20l0717692, foi estruturado em 18 de setembro de 2020 no âmbito da operação de aquisição dos ativos localizados em Santana de Parnaíba e Araçatuba, ambos os ativos no estado de São Paulo, e tinha atualmente um saldo devedor no montante de R$ 21.033.456,15 com uma remuneração de 4,40% acrescido da variação da taxa CDI.
A Gestora estima que a Liquidação gere uma redução da despesa financeira de, aproximadamente, de R$ 0,05 por cota nos rendimentos no Fundo, em comparação com o mês de junho de 2022. 

Segunda-Feira | Dia 11/07

Mercados

Overview Fundos Imobiliários – Junho/22

O IFIX, índice de referência para os fundos imobiliários, encerrou o mês de junho em queda de -0,88%, aos 2.795,6 pontos. O XPFI, índice da XP que também engloba o mercado de fundos imobiliários, teve performance de -0,02%. Os preços nesse mercado foram afetados durante o mês, em especial, pelos ajustes de expectativas de inflação no curto prazo e o resultado da reunião do Copom ocorrida em junho. Por sua vez, o índice Ibovespa teve desempenho de -11,50% durante o mês.


FII ALZR11 faz nova emissão para captar R$ 217 milhões

O fundo imobiliário ALZR11 irá ao mercado para captar mais R$ 217 milhões com a emissão de 2 milhões de nova cotas. A oferta será no modelo restrito, também conhecido como oferta 476, quando apenas os atuais cotistas e até 50 novos investidores profissionais são chamados a aportar capital novo no FII.


Quais são as oportunidades nos fundos de infraestrutura? Tulio Machado, da XP Asset, explica

Convidado do último episódio do Outliers, Machado explicou como funcionam esses investimentos, que são isentos de Imposto de Renda

Os fundos imobiliários estão perdendo para a renda fixa ?

Apesar do nome semelhante, não podemos comparar os fundos de investimento imobiliário (FIIs) de tijolo diretamente com FIIs de papel e outros investimentos na renda fixa, como Tesouro Selic, CDBs ou com a poupança, por exemplo. A inflação, vilã em alguns casos, pode ser aliada na valorização dos FIIs de tijolo.

XPPR11, RELG11 e TORD11 são os FIIs mais baratos, diz levantamento; confira a lista completa

Primeira edição do relatório leva em consideração a taxa de retorno com dividendos e o P/VPA (preço sobre o valor patrimonial) do fundo


Lajes, shoppings, FOFs, recebíveis e mais: quais foram os FIIs mais baratos em junho de 2022?

O Top 5 de FIIs mais baratos foi dividido em seis segmentos: lajes corporativas, logística, shoppings, híbridos, recebíveis e FoFs, de forma a facilitar a comparação.


Economia

Inflação sobe 0,67% em junho com alta de alimentos fora de casa e plano de saúde

IPCA atinge 11,89% no acumulado de 12 meses, diz IBGE

Economia em Destaque: Risco de recessão atinge commodities, risco fiscal pressiona o câmbio

Publicamos nesta semana o relatório Brasil Macro Mensal de julho, e revisamos para cima as nossa projeções de PIB em 2022 e de Selic em 2023. Na seara de dados econômicos, o destaque foi a desaceleração do IPCA de junho, e a quarta alta consecutiva da produção industrial em maio. A PEC dos benefícios continua em discussão e deve ser votada na Câmara na próxima semana.


XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.