XP Expert

Leilões de transmissão podem atrair R$ 50 bi e escoar energia do Nordeste; veja o Radar Energia XP | Junho

Criamos este relatório com notícias do setor de energia que complementam nossos comentários publicados no Morning Call.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bom dia! Neste relatório diário publicado todas as manhãs, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo falam sobre os principais assuntos, tendências e companhias que formam o setor. Aqui você encontra o título com o link para a fonte original da notícia, além de uma breve descrição do conteúdo.

Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo que tem impactos diretos ou indiretos no setor; e (ii) Nossos últimos relatórios publicados.

Gostaria de receber esse conteúdo por e-mailClique aqui.
Gostou do conteúdo, tem alguma dúvida ou quer nos enviar uma sugestão? Basta deixar um comentário no final do post!

Quinta-Feira, 30 de Junho

Destaques: (i) Leilões de transmissão podem atrair R$ 50 bi e escoar energia do Nordeste (Valor Econômico); (ii) Felipe Kury, ex-diretor da ANP, defende “privatização gradual” da Petrobras (Valor Econômico) (iii) Mercado livre cresce, mas lei está parada no Congresso (Valor Econômico).’

Elétricas e Saneamento

Leilões de transmissão podem atrair R$ 50 bi e escoar energia do Nordeste

Quatro leilões de infraestrutura de transmissão que estão sendo estruturados pelo Ministério de Minas e Energia (MME) para ocorrerem em 2023 e 2024 devem garantir pelo menos R$ 50,3 bilhões de investimentos até 2030 no Nordeste. (Valor Econômico)

Mercado livre cresce, mas lei está parada no Congresso

Um dos projetos considerados prioritários no início do ano pelo governo federal para ser votado e aprovado em 2022, o Projeto de Lei n º 414 – que libera o mercado livre de energia a todos os consumidores, inclusive residências, em 42 meses de sua sanção – continua sem expectativa de votação. (Valor Econômico)

Novo perfil da Eletrobras reforça competição

Pulverização do controle da Eletrobras pode criar concorrência, mas modelo deve elevar tarifas para todos os consumidores. (Valor Econômico)

Governo do Rio trabalha para viabilizar produção de hidrogênio verde no estado

O governo do Rio de Janeiro assinou nesta terça-feira (28/06), com a White Martins, um Memorando de Entendimento (MoU) para viabilizar a produção de hidrogênio verde no estado. (Diário do Vale)

Custo e segurança sustentam projetos de não renováveis

A necessidade de garantir a segurança energética explica porque, a despeito da urgência da descarbonização da economia para conter a crise climática, ainda se investe tanto em fontes não renováveis. Segundo dados da consultoria Bain Company, o Brasil possui 185 GW de capacidade de geração instalada e 17,9 GW em construção. Dos empreendimentos em construção, 11,6 GW são de energias renováveis e 4,4 GW de fontes não renováveis. (Valor Econômico)

Movimento em rede

Investimentos de geração e transmissão estão estimados em R$ 230 bilhões até 2026, mas setor vive fase de definições, com aumento do mercado livre e alta dos custos dos projetos. (Valor Econômico)

Subsídio vira problema com fila de mais de 3 mil projetos

Há uma questão a ser resolvida no setor de energia elétrica que provavelmente cairá no colo do próximo presidente da República: a corrida de ouro das renováveis. Da edição da Medida Provisória nº 998, em setembro de 2020, convertida na Lei nº 14.120/2021, a março de 2022, se estabeleceu uma corrida para a obtenção de autorizações para a implantação de projetos renováveis de geração de energia de olho em garantir o desconto nas tarifas de uso dos sistemas de transmissão e distribuição, concedido pela legislação. (Valor Econômico)

Importação de equipamentos encarece projetos

Na energia eólica a nacionalização varia entre 85% e 95%, mas a produção de painéis solares é muito dependente da importação. (Valor Econômico)

Até 2026, sol e vento moverão mais 241 usinas

Além da geração solar e eólica, biomassa também é fonte relevante na atração de investimentos. (Valor Econômico)

País já têm projetos de geração híbrida para acelerar diversificação da matriz

Um dos maiores investimentos privados em andamento no Brasil, o “Projeto Cerrado”, vai gerar energia renovável com biomassa florestal a partir de junho de 2024 na região Centro-Oeste. (Valor Econômico)

Ceará desponta como polo de atração de investimento

Com elevado índice de insolação e ventos constantes, o Ceará vem se organizando para associar geração de energias renováveis, solar e eólica, à produção de hidrogênio verde, considerado pelos especialistas como o petróleo do século XXI, desenvolvendo um “hub” de exportação da matéria-prima. (Valor Econômico)

Parques eólicos offshore são nova fronteira para gerar energia

Em dezembro de 2009, quando o governo federal realizou um leilão de reserva de contratação de energia eólica, muitos olharam com desdém a nova fonte que começava a ganhar espaço na matriz. Pouco mais de uma década depois, a fonte se tornou a segunda da matriz elétrica, com mais de 21 GW instalados e cerca de 12% da energia gerada no país. (Valor Econômico)

PEC Energia fecha compra de aerogeradores com a Vestas

Para colocar de pé a fase III do Complexo Eólico Serra das Vacas, em Pernambuco, a PEC Energia, empresa da Engeform Energia Renovável, fechou acordo com a fabricante Vestas para instalar, operar e realizar a manutenção de 19 aerogeradores. O projeto de 85 megawatt (MW) de capacidade instalada contará com um segundo contrato de operação e manutenção de 19 aerogeradores. (Valor Econômico)

Raimundo Castro deixa presidência da Light

Executivo renunciou alegando motivos pessoais. Wilson Martins Poit assume interinamente. (Canal Energia)

Tradener e Compagas operacionalizam primeiro contrato de gás importado em Novo Mercado

Empresas realizaram de forma pioneira projeto-piloto, com suprimento de 10.000 m³/dia. (Canal Energia)

Aneel libera 41,1 MW para teste e 4,9 MW para operação comercial

A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou para operação em teste, a partir de 29 de junho, unidades geradoras da EOL Ventos de São Roque 08 e UFV Serra do Mel I, que juntas somam com 41,1 MW de capacidade instalada, e estão localizadas nos estados do Piauí e Rio Grande do Norte. (Canal Energia)

. . .

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Assine conteúdos exclusivos aqui!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 116,1/Barril -0,17%

CÂMBIO

R$ 5,19/USD +1,39%

Nova lei restabelece créditos de PIS e Cofins para consumidores de diesel

A Lei Complementar nº 194, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada, gerou tanto alvoroço por limitar a alíquota de ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte coletivo, que um outro trecho – importantíssimo para as empresas – quase que passa batido. Essa mesma norma restabeleceu o direito a créditos de PIS e Cofins aos consumidores de óleo diesel.(Valor Econômico)

Plano climático da UE proíbe venda de carros a combustão em 2035

Os detalhes finais do ambicioso Pacto Verde serão acertados entre o Parlamento, a Comissão Europeia e os Estados membros no fim do ano, com planos para promulgar as políticas no começo de 2023. (Valor Econômico)

Argentina corta imposto para baratear o diesel

Ministro da Defesa admite que governo argentino não agiu com a rapidez necessária para resolver o problema da escassez. (Valor Econômico)

Descarbonização da frota e os preços dos combustíveis

A discussão atual sobre a baixa dos preços de combustíveis conjugadas com as políticas tributárias estaduais e federais recém aprovadas no Congresso reforça minha tese de que a descarbonização da mobilidade brasileira está intrinsecamente ligada, não apenas nas tecnologias de propulsão que a indústria automobilística desenvolveu nas últimas décadas, mas também na viabilidade econômica para o consumidor, que opta pelo combustível ao abastecer o veículo. (Valor Econômico)

Térmicas a carvão de três grupos lideram emissão de gás CO2

Um estudo feito pelo Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) apontou que as usinas termelétricas da Eletrosul, Engie Brasil Energia e EDP Brasil foram as que mais emitiram carbono por eletricidade gerada em 2020. (Valor Econômico)

Petrobras pagará R$ 30,9 bi por plataformas

O resultado da licitação internacional bilionária da Petrobras para a construção de dois navios-plataforma voltados à produção de petróleo do pré-sal poderia ter sido diferente caso mais empresas tivessem participado do processo, aumentando a concorrência, e reduzindo os preços das unidades, dizem fontes da indústria offshore. (Valor Econômico)

Compass deve vender distribuidoras no NO e NE

A Compass, do grupo Cosan, deve se desfazer de distribuidoras de gás natural no Norte e no Nordeste a partir da aquisição do controle da Gaspetro, apurou o Valor. (Valor Econômico)

MP do TCU pede que posse de Andrade seja investigada

O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) apresentou pedido de medida cautelar, por meio de representação à corte de contas, para que seja investigada a “possível ilegalidade” na nomeação de Caio Mario Paes de Andrade para o cargo de presidente da Petrobras, assim como a “possível ingerência indevida” do governo na companhia. (Valor Econômico)

Divergências adiam a PEC do Combustíveis

Senadores do PT, PSDB, Rede, MDB e Podemos demonstraram desconforto ao perceberem que a proposta continha um dispositivo que liberava operações de crédito de forma “desenfreada”. (Valor Econômico)

Aumento de custo de produção dificulta venda de carro elétrico ‘popular’ na China

O veículo elétrico (EV) de baixo custo mais vendido da China perdeu força após um aumento de preço impulsionado pelo custo em um mercado saturado de novos participantes. (Valor Econômico)

Fabricantes reforçam estoques de insumos para evitar interrupções

Diversificação e transição energética, modernização de parques e usinas geradoras, oportunidades no mercado offshore, demandas da Petrobras e de outras operadoras com base em compromissos dos planos de desenvolvimento de produção de petróleo em águas profundas, e até mesmo o hidrogênio verde, apontam perspectivas positivas e confortáveis para a indústria de máquinas, equipamentos e componentes, segundo avaliam importantes players desse mercado.(Valor Econômico)

Regras contra a arbitrariedade populista

A menos de quatro meses da eleição, o país assiste a um presidente desesperado, diante da provável derrota, partir para o tudo ou nada, mediante uma intervenção no ICMS incidente sobre combustíveis e várias outras medidas arbitrárias e populistas.(Valor Econômico)

Felipe Kury, ex-diretor da ANP, defende “privatização gradual” da Petrobras

O executivo também defende a criação de um órgão independente para monitorar o abastecimento nacional. (Petróleo Hoje)

SBM afreta UMS da GranEnergia

Grupo holandês fará campanha de manutenção em FPSOs da carteira, utilizando pela primeira vez unidade de grande porte. ( Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Quarta-Feira, 29 de Junho

Destaques: (i) Lei garante R$ 60 bilhões em créditos a consumidores de energia elétrica (Valor Econômico); (ii) Petróleo fecha em alta de mais de 2% com flexibilização na China e oferta limitada (Valor Econômico) (iii) Omega Energia vende 10% do capital social para Actis (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Leilão de transmissão prevê aporte de R$ 15,3 bi

O leilão de transmissão marcado para amanhã pode gerar investimentos de até R$ 15,3 bilhões caso todos os 13 lotes ofertados sejam arrematados, segundo estimativas feitas pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). (Valor Econômico)

Omega Energia vende 10% do capital social para Actis

A Omega Energia fechou um acordo com a Actis, garantindo um investimento primário de até R$ 850 milhões para financiar a expansão da empresa. (Canal Energia)

Lei garante R$ 60 bilhões em créditos a consumidores de energia elétrica

Uma lei publicada nesta terça-feira confere segurança para o processo de devolução aos consumidores de créditos obtidos pelas distribuidoras de energia com a chamada “tese do século” – a exclusão do ICMS do cálculo do PIS e da Cofins determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Esse repasse tem sido feito pelas concessionárias desde 2020, por meio das revisões de tarifa. (Valor Econômico)

Planos da distribuidora para vender fatia em Belo Monte

A Light está à espera da formação de um bloco de participação de outros acionistas na Norte Energia, dona da hidrelétrica de Belo Monte, para sair de vez do negócio e se concentrar no “core business”, contou ao Valor o diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Gisomar Marinho. (Valor Econômico)

Reajuste da Enel SP terá efeito médio de 12,04% para consumidores

Os consumidores na área de concessão da Enel Distribuição São Paulo terão um aumento médio de 12,04% nas suas tarifas. O reajuste foi definido pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica em reunião nesta terça-feira, 28 de junho. (Canal Energia)

Light blinda rede elétrica contra furto de energia

A Light aposta na blindagem da rede para reduzir suas perdas comerciais e elevar as receitas de forma mais expressiva. O principal pilar da iniciativa da distribuidora é uma caixa blindada, que concentra um grupo de medidores monitorados por um exército de sensores, de forma a evitar qualquer tentativa de acesso não autorizado. (Valor Econômico)

Aneel atualiza enquadramento de interligação no AM ao SIN no rateio da CCC

A Agência Nacional de Energia Elétrica atendeu o pedido da Amazonas Energia de atualizar para R$ 51.560.887,63 o valor aprovado pela resolução que permitiu o enquadramento da Interligação de Parintins ao Sistema Interligado Nacional na sub-rogação dos benefícios do rateio da Conta de Consumo de Combustíveis. (Canal Energia)

Aneel dá aval para aprimoramento do sinal locacional da Tust e Tusd

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta terça-feira, 28 de junho, o aprimoramento dos Submódulos 7.4, 9.4 e 10.5 dos Procedimentos de Regulação Tarifária relacionados ao Sinal Locacional das Tarifas de Uso do Sistema de Transmissão e das Tarifas de Uso do Sistema de Distribuição para centrais de geração conectadas em 88 kV e 138 kV. (Canal Energia)

Encargos setoriais e crise hídrica influenciaram reajuste, diz diretor da Enel SP

Nesta terça-feira, 28 de junho, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu que os consumidores na área de concessão da Enel Distribuição São Paulo terão um aumento médio de 12,04% nas suas tarifas. (Canal Energia)

Conta de luz deve cair quase 20%, afirma Sachsida na Câmara.

Ministro explicou na Comissão de Defesa do Consumidor que redução da tarifa ocorrerá com o aporte da Eletrobras, devolução de créditos tributários e limitação do ICMS. Mudança na metodologia dos leilões é citada. (Canal Energia)

Aneel nega reequilíbrio de contrato, mas concede medida cautelar para UTE do PCS

A Agência Nacional de Energia elétrica negou à Fênix Complexo Industrial o pedido de reequilíbrio econômico-financeiro do contrato da UTE Fênix referente ao Procedimento de Contratação Simplificada de 2021. (Canal Energia)

Energisa Tocantins terá reajuste médio de 14,78%

As tarifas da Energisa Tocantins terão um reajuste médio de 14,78%. A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu o valor em reunião da diretoria realizada nesta terça-feira, 28 de junho. O impacto nos consumidores de baixa tensão será de 14,53% e na alta tensão, de 15,85%.(Canal Energia)

Conta de luz: ações têm consequências

Busca de energia mais barata não depende só da redução de custos de geração, mas também do fim das subvenções. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 118,2/Barril +0,21%

CÂMBIO

R$ 5,27/USD +0,6%

Petróleo fecha em alta de mais de 2% com flexibilização na China e oferta limitada

Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta na segunda sessão da semana, impulsionados por uma oferta mais apertada. Os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (Opep+) relataram dificuldades em aumentar sua produção. Também pesou a informação de que a China irá flexibilizar as restrições para conter a covid-19 no país, o que deve impulsionar a demanda por petróleo. (Valor Econômico)

Em nova ação, grupo de governadores questiona no STF teto para o ICMS nos combustíveis

Um grupo de 12 governadores entrou com uma nova ação no Supremo Tribunal Federal (STF), desta vez para questionar a limitação das alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. (Valor Econômico)

Flexibilização na China destrava negócios

A decisão da China de flexibilizar as medidas de restrição sanitária para combater a covid-19 deve melhorar o fluxo de comércio com o Brasil, agilizando a logística e ajudando a repor estoques de empresas de bens de consumo. (Valor Econômico)

Gasolina vai cair mais de 20% com corte de imposto, promete ministro

A gasolina no país deve cair de, em média, R$ 7,39 por litro para R$ 5,84 com as medidas adotadas pelo Congresso e pelo governo, afirmou ontem o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, em audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara. (Valor Econômico)

ANP estima R$ 3,4 bilhões em exploração para este ano

Cerca de R$ 3,4 bilhões serão investidos na fase de exploração em 2022, contando com atividades exploratórias e atividades acessórias, segundo o Relatório Anual de Exploração da ANP de 2021, divulgado no último dia 22. Do total, a perfuração de poços exploratórios representa quase 80% (R$ 2,6 bilhões). (Petróleo Hoje)

Governo acena quadruplicar vale-gás

De olho nas eleições de outubro, o governo negocia agora tornar mensal o pagamento do vale-gás, o que hoje é feito a cada dois meses, e zerar a fila do programa Auxílio Brasil ainda em 2022. (Valor Econômico)

Em comício com Bolsonaro, Lira faz promessa

Uma das promessas é garantir um botijão de gás por mês a famílias pobres; outra é aumentar o valor do Auxílio Brasil. (Valor Econômico)

Andrade toma posse sem discurso na Petrobras

Um dia após tomar posse como presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade participa hoje de sua primeira reunião no conselho de administração da companhia. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Terça-Feira, 28 de Junho

Destaques: (i) Petrobras retoma processo de venda das refinarias Rnest, Repar e Refap. (Valor Econômico); (ii) Conta de luz continuará com tarifa da bandeira verde em julho, informa Aneel. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta ante menor temor por chance de recessão. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Conta de luz continuará com tarifa da bandeira verde em julho, informa Aneel
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve a bandeira tarifária verde em julho para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Nela, não há acréscimos sobre a tarifa da energia do consumidor. (Valor Econômico)

Ômega Energia fecha acordo para investimentos de US$ 500 milhões nos EUA
A Ômega Energia informou nessa segunda-feira (27) que, por meio da subsidiária americana, firmou acordo com gestora de ativos de infraestrutura nos Estados Unidos que prevê potenciais investimentos de até US$ 500 milhões em projetos renováveis a serem desenvolvidos ou adquiridos no país. (Valor Econômico)

ONS: Carga recua para 0,7% em maio
Ainda que tenha constatado aumento da confiança nos setores de comércio e serviços, a ocorrência de temperaturas mais elevadas do que as esperadas em maio de 2021 foi o principal fator que influenciou no resultado na comparação sem a característica típica do Outono/Inverno. (Canal Energia)

Isa Cteep vai investir R$ 2,1 bilhões em reforços e melhorias até 2023
A Isa Cteep tem um planejamento de longo prazo para realizar os reforços e melhorias na sua rede de mais de 20 mil quilômetros de linhas e 120 subestações. Somente no biênio 2022/2023, estão previstos aportes de R$ 2,1 bilhões, dos quais R$ 600 milhões este ano e R$ 1,5 bilhão no ano que vem. Para isso, ter uma visão dos equipamentos que precisam ser revistos é importante. (Canal Energia)

Análise: Consulta pública de GD solar ditará
Com mais de um milhão de consumidores que instalaram painéis fotovoltaicos em suas residências, condomínios ou fabricas, a tecnologia indica que o mercado livre de energia está disponível, pelo menos, para os que podem e se dispõem a investir na solução. (Agência Infra)

CPFL conclui etapa de programa de eficiência energética em hospitais
A CPFL Energia concluiu a primeira etapa do Programa CPFL nos Hospitais voltado a projetos de eficiência energética em hospitais públicos e filantrópicos de cidades da sua área de concessão. A ação teve investimentos de R$ 155 milhões e contemplou 325 instituições de saúde nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 117,3/Barril +1,89%

CÂMBIO

R$ 5,23/USD -0,35%

Petróleo fecha em alta ante menor temor por chance de recessão
Os preços do petróleo fecharam em alta nesta segunda-feira, com uma menor apreensão por uma chance de recessão americana e também global. Além de leituras afastando o cenário de retração econômica, hoje o indicador do Federal Reserve de Atlanta sobre o PIB americano saiu de uma estimativa de estabilidade para um leve avanço no 2T22, o que melhorou o humor do investidor sobre a demanda da commodity. Além disso, novas sanções do G7 contra a Rússia devem apertar ainda mais o mercado de petróleo. (Valor Econômico)

Petrobras retoma processo de venda das refinarias Rnest, Repar e Refap
A Petrobras anunciou hoje a retomada dos processos de venda da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco, da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, e da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul. A iniciativa também inclui os ativos logísticos integrados a essas instalações. O plano de desinvestimento em refino da companhia representa, aproximadamente, 50% da capacidade de refino nacional, totalizando 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado. (Valor Econômico)

Randolfe aciona STF por suposta interferência na Petrobras
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) protocolou nesta 2ª feira no STF um pedido de abertura de inquérito para investigar o presidente Jair Bolsonaro (PL) por suposta interferência na Petrobras. A ação é realizada depois de o ex-presidente da companhia Roberto Castello Branco afirmar que tem trocas de mensagens que incriminam o chefe do Executivo. (Poder360)

Bolsonaro diz que ‘há chance’ de Brasil importar diesel da Rússia
O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta segunda-feira (27) que o Brasil pode passar a importar diesel da Rússia. Pela manhã, ele conversou com o presidente Vladimir Putin ao telefone, quando trataram também da importação de fertilizantes. (Valor Econômico)

Petrobras: Caio Paes de Andrade é eleito conselheiro e CEO da empresa
O conselho de administração da Petrobras aprovou o nome de Caio Paes de Andrade para presidência da empresa, com mandato até 13 de abril de 2023, e como novo conselheiro da companhia até a próxima assembleia geral de acionistas da empresa. As informações constam de fato relevante divulgado nesta segunda-feira. (Valor Econômico)

PetroReconcavo fecha contrato com a Cegás
A PetroReconcavo segue firme em seu propósito de ser tornar protagonista do mercado nordestino de gás. A companhia anunciou, na segunda-feira (30), que fechou contrato firme com a Cegás para fornecer 30 mil m³/dia por um ano. A Cegás é a quarta distribuidora nordestina a ser suprida pela PetroReconcavo. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Segunda-Feira, 27 de Junho

Destaques: (i) Diesel já é encontrado a quase R$ 9 por litro após repasse de reajuste, diz ANP. (Valor Econômico); (ii) Sudeste deverá ter vazões na faixa de 70% da média em julho, indica ONS. (Canal Energia); (iii) Petróleo fecha sessão em alta, mas WTI encerra semana em queda. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Sudeste deverá ter vazões na faixa de 70% da média em julho, indica ONS
As projeções iniciais do ONS para o mês de julho apontam a continuidade das afluências na faixa de 70% da média histórica no Sudeste/Centro-Oeste. A estimativa é de que a energia natural afluente fique na casa de 72% da média de longo termo nessa região. Esse é o mesmo índice projetado no Nordeste. Enquanto isso, o Sul continua com volumes acima da MLT, com 105% e no Norte está com índice de 96% da média. (Canal Energia)

Leilão de capacidade negociará energia em 30 de setembro
O Ministério de Minas e Energia publicou na edição desta sexta-feira, 24 de junho, as diretrizes do Leilão de Reserva de Capacidade na forma de energia, chamado de LRCE. Na prática é o primeiro certame que negociará as térmicas inseridas na Lei 14.182, que permitiu a privatização da Eletrobras e que somarão 8 GW até 2030 com 70% de inflexibilidade e contratos na modalidade de disponibilidade. (Canal Energia)

Engie compra 24 parques eólicos na Bahia por R$ 265 mi
A Engie concluiu a aquisição dos direitos de desenvolvimento do projeto Serra do Assuruá junto à PEC Energia, através do seu braço de atividades Complementares e Participações. A compra inclui a totalidade das ações de emissão da Maracanã Geração de Energia e Participações, subsidiária da PEC, e dos ativos relacionados ao projeto Assuruá detidos por ambas as empresas. (Canal Energia)

Conselho aprova Guilherme Augusto Duarte de Faria para presidência da Copasa
O conselho de administração da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) aprovou nesta sexta-feira (24) Guilherme Augusto Duarte de Faria como novo presidente da companhia, após Carlos Eduardo Tavares de Castro ser destituído do cargo a pedido do governo de Minas Gerais, controlador da empresa. (Valor Econômico)

Hidrogênio pode acelerar transição energética do Brasil, diz KPMG
Considerando as mudanças climáticas, o mundo inteiro espera um maior desenvolvimento das energias renováveis. Nesse sentido, o aumento da produção de hidrogênio verde é tido por muitos especialistas como o grande movimento futuro para a transição energética e que exigirá reorganização de custos e preços de produção, mas também capacidade para eletrólise. Pesquisa aponta que Argentina, Brasil e Chile estão despontando como os produtores mais baratos até 2050. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 113,6/Barril +0,39%

CÂMBIO

R$ 5,25/USD +0,44%

Petróleo fecha sessão em alta, mas WTI encerra semana em queda
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta sexta-feira (24), após dois dias registrando prejuízo. Os preços dos barris ficaram subiram hoje, mesmo com temores de recessão econômica crescendo, em meio à declaração do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, de que a autoridade monetária deve fazer o que for necessário para controlar a inflação alta. (Valor Econômico)

Diesel já é encontrado a quase R$ 9 por litro após repasse de reajuste, diz ANP
Os preços médios da gasolina e do diesel renovaram recordes históricos na primeira semana após os reajustes promovidos pela Petrobras no último sábado (18). Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o preço do diesel nas bombas subiu 9,6% e o da gasolina, 2,2%. (Valor Econômico)

Privatização da Petrobras não ocorrerá no curto prazo, diz André Esteves
Uma eventual privatização da Petrobras não deve acontecer no curto prazo, mas as discussões sobre o assunto apontam que há grande evolução da sociedade a este respeito. Essa é a visão do fundador e presidente do conselho de administração do BTG Pactual, André Esteves. (Valor Econômico)

Caio Paes de Andrade vai ao Conselho de Administração na segunda-feira
O Comitê de Elegibilidade (Celeg) da Petrobras aprovou, na sexta-feira (24/6) a indicação de Caio Paes de Andrade ao cargo de presidente, abrindo caminho para que o Conselho de Administração (CA) realize reunião extraordinária na manhã de segunda-feira (27) para deliberar sobre o ingresso efetivo e imediato do executivo no alto escalão da companhia. A indicação de Paes Andrade foi aprovada por maioria, sem restrição.  (Petróleo Hoje)

Mendonça prorroga prazo para Petrobras prestar informações sobre preço dos combustíveis
O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu a um pedido da Petrobras e prorrogou o prazo concedido para que a estatal explique a sua atual política de preços e os critérios adotados para reajustar os preços dos combustíveis. (Valor Econômico)

G-7 avalia impor um teto ao preço do petróleo russo
Os líderes do G-7 (grupo das sete maiores economias ricas) estão discutindo um teto para o preço do petróleo russo por meio da imposição de restrições à contratação do seguros e ao transporte do produto, segundo pessoas familiarizadas com o assunto. (Valor Econômico)

Valaris DS-4 na locação
Após mais de dois anos a Valaris está próxima de voltar a operar para a Petrobras. O navio-sonda Valaris DS-4 já está na área do BM-S-11, no cluster de Santos, sendo submetido aos testes finais de aceitação da petroleira. A expectativa é de que a unidade possa entrar em operação ao longo da próxima semana. O Valaris DS-4 foi afretado pela Petrobras para operar com dedicação exclusiva ao projeto do BM-S-11. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Sexta-Feira, 24 de Junho

Destaques: (i) Bolsonaro sanciona lei que limita ICMS sobre combustíveis, energia, transportes e comunicações. (Valor Econômico); (ii) Carga deve crescer 1,5% em 2022, projeta ONS. (Canal Energia); (iii) Petróleo fecha em queda com preocupação sobre potencial recessão. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Bolsonaro sanciona lei que limita ICMS sobre combustíveis, energia, transportes e comunicações
O presidente Jair Bolsonaro sancionou na noite desta quinta-feira (23) o projeto que altera a Lei Kandir para considerar combustíveis, energia, transporte coletivo e comunicações como serviços essenciais. Na prática, isso limita a 17% ou 18%, dependendo do Estado, a alíquota máxima do ICMS cobrados sobre esses setores. (Valor Econômico)

Carga deve crescer 1,5% em 2022, projeta ONS
A carga de 2022 é projetada em 70.577 MW médios, um crescimento de 1,5% na comparação com 2021. Esse dado foi apresentado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico no primeiro dia da reunião do Programa Mensal de Operação de julho. Esse volume é 0,3 ponto porcentual menor do que o previsto na 1ª revisão quadrimestral no período 2022 a 2026, que apontava expansão de 1,8%. (Canal Energia)

Setor elétrico projeta 240 novas usinas solares e eólicas até 2026
Até 2026, o Brasil deve inaugurar mais 241 grandes usinas solares e parques eólicos em operação comercial, segundo levantamento da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) com base em projetos já contratados em leilões dos últimos anos. A maior parte dos empreendimentos ficará concentrada no Nordeste; investimento é da ordem dos R$ 34 bilhões. (Valor Econômico)

EPE avança com estudos climáticos para o planejamento da expansão
Com a intensificação dos fenômenos ligados às mudanças climáticas nos últimos anos, como cheias, ciclones, calor extremo e seca, uma discussão atual no setor elétrico recai na representação dos reais riscos desses eventos extremos para a operação e dimensionamento das cadeias de produção, transformação e fornecimento de energia. (Canal Energia)

Neoenergia moderniza redes elétricas do Nordeste
Com investimentos de R$ 1,3 bilhão, a Neoenergia está buscando modernizar as redes elétricas nos estados da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A companhia vem ampliando a instalação de equipamentos que utilizam sistemas de self healing, tecnologia que restabelece o fornecimento de forma automatizada com rapidez e segurança. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 111,7/Barril +1,46%

CÂMBIO

R$ 5,23/USD +1,02%

Petróleo fecha em queda com preocupação sobre potencial recessão
Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda nesta quinta-feira, seguindo a tendência observada no dia anterior. O mercado continua se preocupando com uma possível recessão, que poderia causar problemas na demanda da commodity. Alguns investidores antecipam uma demanda mais fraca diante de um esfriamento da atividade econômica. (Valor Econômico)

Bolsonaro sanciona lei que limita ICMS sobre combustíveis, energia, transportes e comunicações
O presidente Jair Bolsonaro sancionou na noite desta quinta-feira (23) o projeto que altera a Lei Kandir para considerar combustíveis, energia, transporte coletivo e comunicações como serviços essenciais. Na prática, isso limita a 17% ou 18%, dependendo do Estado, a alíquota máxima do ICMS cobrados sobre esses setores. (Valor Econômico)

Países da UE alertam para falta de gás e G7 deve avaliar medidas
Dez países da União Europeia (UE) emitiram ontem um “alerta inicial” sobre a oferta de gás natural após o corte no fluxo de fornecimento pela Rússia, segundo informou a Comissão Europeia. A crise de energia estará no foco da de cúpula do G7 (grupo das maiores economias ricas) a partir deste fim de semana na Alemanha. (Valor Econômico)

Nova diretoria pode não significar preço menor na Petrobras
Mudanças na presidência e no conselho de administração da Petrobras podem não conduzir a uma alteração na política de preços de combustíveis da estatal, afirmaram especialistas e fontes ao Valor sobre o tema. Na prática, diretores e conselheiros que tentem alterar a política podem ser responsabilizados na Justiça, se as modificações causarem prejuízos à Petrobras. (Valor Econômico)

Campos de petróleo e gás na Rússia, Turcomenistão e Texas são os mais prejudiciais ao clima
Os campos de petróleo e gás natural na Rússia, Turcomenistão e Texas são os mais prejudiciais ao clima da Terra, de acordo com o primeiro estudo que analisa as emissões de gases de efeito estufa em todas as cadeias de suprimentos. (Valor Econômico)

CADE aprova venda da Gaspetro pela Petrobras
A Petrobras informou que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, o CADE, em sessão do Tribunal que ocorreu na última quarta-feira, 22 de junho, aprovou por maioria a operação de alienação de 51% da Gaspetro para Compass Gás e Energia sem restrições. A decisão será publicada no Diário Oficial da União conforme prazo regimental do CADE. (Canal Energia)

Baixa na 3R Petroleum
Hugo Repsold e Edmundo Marques deixaram a Diretoria da 3R Petroleum. A petroleira está sendo submetida a um processo de reestruturação organizacional, que extinguiu as diretorias comandadas pelos dois executivos – Corporativa e de Gás & Energia e de Relações Institucionais e Gestão de Parcerias, respectivamente. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Quinta-Feira, 23 de Junho

Destaques: (i) Petróleo recua após Biden sinalizar corte nos impostos da gasolina e diesel (Valor Econômico); (ii) Ao taxar aumento da bandeira tarifária de energia como ‘inoportuno’, Lira cobra Sachsida e Aneel (Valor Econômico) ; (iii) EUA e Europa adotam medidas para conter preço de combustível e energia (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Ministro do Meio Ambiente aposta na energia eólica offshore e no hidrogênio verde para diminuição dos custos energéticos no Brasil.

Joaquim Leite argumenta que o Brasil possui grande potencial na produção de energia eólica offshore, uma das mais baratas do mundo. (Click Petróleo e Gás)

Ao taxar aumento da bandeira tarifária de energia como ‘inoportuno’, Lira cobra Sachsida e Aneel

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ligou para o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, e para a diretora-geral substituta da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Camila Bonfim Lopes, para cobrar explicações e medidas sobre o aumento de até 64% nas bandeiras tarifárias da conta de energia elétrica. (Valor Econômico)

Entenda se a bandeira tarifária precisará ser acionada após reajuste da Aneel
País opera desde junho com bandeira verde, em que não há cobrança adicional por energia consumida. A avaliação de especialistas, no entanto, é de que dificilmente será necessária adoção dessa medida neste ano, uma vez que o nível dos reservatórios em todo o Brasil é razoável. (Valor Econômico)

Braskem e Veolia iniciam obras de construção de usina de biomassa em Alagoas

A Braskem e a Veolia inauguraram a Pedra Fundamental do Projeto Energia Limpa e Eficiente, a ser construído no polo industrial em Marechal Deodoro, em Alagoas. Projeto foi assinado em 2021 e teve investimentos na ordem de R$ 400 milhões. (Canal Energia)

BBF planeja acelerar participação em leilões no sistema isolado

A Brasil BioFuels (BBF) planeja disputar mais leilões de energia nos sistemas isolados. Agora que a empresa ultrapassou 50 MW em potência instalada em operação, a companhia afirma que possui musculatura para entrar em todas as disputas que forem realizadas, deixando de estar restrita àquelas que negociavam contratos de mais longo prazo. (Canal Energia)

Lemon Energia capta R$ 60 milhões para expandir acesso à energia sustentável no Brasil

A Lemon Energia capta R$ 60 milhões em uma rodada Series A e pretende utilizar os recursos para expandir ainda mais o acesso ao consumo de energias sustentáveis. O aporte foi liderado pelo fundo Kaszek, Lowercarbon Capital, Kevin Efrusy e Sergio Furio. (Canal Energia)

Armazenamento de energia

A transição energética vem sendo implementada com maior relevância na geração de energia elétrica, sobretudo mediante aproveitamento das energias eólica e solar que, por proporcionarem ofertas intermitentes e sazonais, aumentam a complexidade da operação do sistema interligado nacional (SIN). (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 109,5/Barril -2,2%

CÂMBIO

R$ 5,18/USD +0,45%

Petróleo recua após Biden sinalizar corte nos impostos da gasolina e diesel

Os preços dos contratos do Brent para agosto terminaram em queda de 2,54%, a US$ 111,74 o barril, enquanto os preços dos contratos do mesmo mês do WTI recuaram 3,04%, a US$ 106,19 o barril. Os preços foram reduzidos após o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pedir ao Congresso americano que suspenda por três meses os impostos federais sobre a gasolina e o diesel diante de uma inflação alta no país. (Valor Econômico)

Cade aprova sem restrição venda da Gaspetro
Compass tem aval para compra dos 51% detidos pela Petrobras na distribuidora de gás natural. A venda dos 51% da Gaspetro detidos pela Petrobras para a Compass, do grupo Cosan, foi autorizada ontem pelo Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Pela diferença de um voto, a decisão não impôs condição para o negócio. (Valor Econômico)

Argentina tem paralisação nacional de caminhoneiros contra falta de diesel

A Argentina está sofrendo com uma paralisação nacional de caminhoneiros, que protestam contra a falta de diesel e o aumento do preço do combustível no país. As manifestações começaram nesta terça-feira, no interior do país, e agora tomaram proporções nacionais, com caminhoneiros bloqueando a estrada entre Buenos Aires e La Plata, impedindo o acesso à capital. (Valor Econômico)

Refinaria de petróleo russa é atacada por drone; Moscou acusa a Ucrânia

O vídeo de um drone colidindo com a refinaria de Novoshakhtinsk, na região de Rostov, apareceu nas mídias sociais e foi postado no canal do YouTube das forças terrestres da Ucrânia, que chamou o ataque de “fogo sagrado”. As autoridades ucranianas não comentaram sobre o ataque. (Valor Econômico)

EUA e Europa adotam medidas para conter preço de combustível e energia

O presidente Biden pediu ao Congresso americano que suspenda a cobrança do imposto federal sobre combustíveis por três meses. A Espanha anunciou novo corte no IVA sobre a conta de luz, enquanto a Itália prorrogou subsídios nos preços dos combustíveis até o terceiro trimestre. (Valor Econômico)

Oceânica entra com pedido de registro de companhia aberta na CVM

A Oceânica Engenharia e Consultoria, que atua na manutenção de equipamentos submarinos do setor de petróleo e gás e de energia eólica, entrou com pedido de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Até o momento, não há um pedido de oferta pública inicial de ações. (Valor Econômico)

Regras para exploração de gás são aprovadas no RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou o Projeto de Lei 371/21, que estabelece as normas relativas à exploração dos serviços locais de gás canalizado no estado. A decisão aconteceu em sessão ordinária, realizada na última quarta-feira, dia 15 de junho, e depende agora da sanção da governadora Maria de Fátima Bezerra para sua publicação. (Canal Energia)

Petro-Victory inicia campanha de perfuração na Bacia Potiguar

Companhia perfurou o poço Galp-06 no campo de Andorinha – o primeiro dos sete que estão previstos pela campanha exploratória. (Petróleo Hoje)

Petrobras estende contratos com a DOF Subsea

A Petrobras estendeu quatro contratos com a DOF Subsea. Os novos acordos, anunciados na segunda-feira (21) estabelecem a continuidade das atividades de inspeção de linhas flexíveis, risers e equipamentos submarinos no campo de Marlim e em outros ativos nas bacias de Campos, Santos e do Espírito Santo. (Petróleo Hoje)

Expectativas para nomeação do novo secretário-executivo do MME

O Ministério de Minas e Energia terá um novo secretário executivo. Marisete Pereira foi exonerada do cargo e os rumores em torno da escolha de seu substituto apontam para o nome de Hailton Madureira de Almeida, nomeado no final de maio como diretor de Programa do ministro Adolfo Sachsida. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Quarta-Feira, 22 de Junho

Destaques: (i) Petróleo fecha em alta com expectativa de aumento da demanda (Valor Econômico); (ii) Aneel aprova reajuste de até 63,7% em bandeiras tarifárias da conta de luz (Valor Econômico); (iii) Revisão da RAP para transmissoras é aprovada (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Aneel aprova reajuste de até 63,7% em bandeiras tarifárias da conta de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajustes nos valores das bandeiras tarifárias – o encargo extra cobrado nas contas de luz quando pioram as condições e os custos da geração de energia. Os aumentos foram de 3,2% a 63,7%. (Valor Econômico)

Geração própria de energia solar pode baratear em 5,6% conta de luz na próxima década

Um estudo da consultoria Volt Robotics, encomendado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), apontou que o crescimento da geração própria de energia solar (geração distribuída) em telhados, fachadas e pequenos terrenos pode baratear a conta de luz dos brasileiros, inclusive os que não têm sistema solar próprio, em 5,6% até 2031, além de trazer mais de R$ 86,2 bilhões em benefícios ao setor elétrico na próxima década. (Valor Econômico)

Revisão da RAP para transmissoras é aprovada

Decisão abrange 70 transmissoras, das quais 69 terão a receita ofertada reavaliada. Outras 29 apresentaram ativos relacionados a reforços e melhorias passíveis de revisão e 16 declararam outras receitas. (Canal Energia)

Aneel atualiza valores das bandeiras tarifárias até 2023

Sinalização amarela passa a incidir R$ 2,989 para cada 100 kWh consumidos no mês, enquanto vermelha patamar 1 e 2 foram definidas em R$ 6,50 e R$ 9,795 respectivamente. (Canal Energia)

Aneel define reajustes da Energisa MG e NF acima de 16% e 19%

Sem trânsito julgado, distribuidora mineira não teve créditos tributários considerados no processo, enquanto processo na concessão de Nova Friburgo não contou com descontos na CDE e bônus de Itaipu. (Canal Energia)

Tarifas da Copel têm aumento médio de 4,9%

Novos valores passam a vigorar na próxima sexta-feira (24). Créditos tributários totalizam quase R$ 1,5 bilhão no processo. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 109,7/Barril -4,34%

CÂMBIO

R$ 5,15/USD -0,63%

Petróleo fecha em alta com expectativa de aumento da demanda
Os preços dos contratos do Brent para agosto terminaram em alta de 0,45%, a US$ 114,65 o barril, enquanto os preços dos contratos do mesmo mês do WTI avançaram 0,65%, a US$ 109,52 o barril .(Valor Econômico)

Crise dos combustíveis: governo planeja dar voucher a caminhoneiros e fazer mudanças no vale-gás

O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), discutiram nesta terça-feira (21) soluções para atenuar os impactos da inflação dos combustíveis sobre os caminhoneiros e a população de baixa renda. O encontro ocorreu à tarde na residência oficial da Presidência da Câmara. (Valor Econômico)

PT e PP negam apoio a pedido para criar CPI da Petrobras

Por diferentes razões, o PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o PP, do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), decidiram não apoiar o pedido do PL para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a política de preços da Petrobras. (Valor Econômico)

Petrobras nega existir reserva de R$ 200 bilhões para distribuição de lucros

De acordo com a estatal, suas demonstrações financeiras seguem padrões internacionais, estão conformidade com as práticas contábeis adotadas no Brasil e são revisadas por auditores independentes. (Valor Econômico)

Petrobras perfura no offshore capixaba

Companhia inicia nova campanha exploratória no ES-M-596, área onde não encontrou indícios de hidrocarbonetos em 2018. (Petróleo Hoje)

Base aliada do governo pretende instituir “CPI do preço dos combustíveis”

Pedido foi protocolado pelo deputado Altineu Cortês (PL-RJ), com a finalidade de “investigar supostas irregularidades no processo de definição de preços dos combustíveis e derivados”.(Petróleo Hoje)

Adolfo Sachsida defende livre competição, mas pede que Petrobras faça “sacrifício”

Em audiência na Câmara dos Deputados, ministro afirmou que a Petrobras não pode ser estatal e privada ao mesmo tempo.(Petróleo Hoje)

Abpip e Abrace enviam últimas considerações sobre a venda da Gaspetro

Julgamento do Cade sobre o ato de concentração da operação vai ocorrer nesta quarta-feira.(Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Segunda-Feira, 21 de Junho

Destaques: (i) Fernando Borges no comando interino da Petrobras. (Valor Econômico); (ii) Consumo de energia cresce 1,2% em maio, segundo prévia da CCEE. (Valor Econômico); (iii) Petróleo Brent encerra sessão com ganhos em dia de baixa liquidez. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Consumo de energia cresce 1,2% em maio, segundo prévia da CCEE
O consumo de energia no país cresceu 1,2% em maio na comparação com igual mês no ano passado, de acordo com dados prévios da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), ao apurar, respectivamente 63.169 megawatts (MW) médios, contra 62.433 MW médios. Os setores de serviços e de madeira, papel e celulose foram os que registraram maior avanço percentual no consumo, ambos com 22,6%. (Valor Econômico)

Eletrobras a caminho de ser ‘corporation’
As mudanças no conselho de administração da Eletrobras, anunciadas no fim de semana, foram mais um passo rumo à transformação da ex-estatal em uma empresa sem controle definido. No domingo à noite foi a vez de a Eletrobras informar ao mercado os nomes dos dez novos indicados ao colegiado.(Valor Econômico)

Acionistas indicam nomes após renúncia coletiva no conselho da Eletrobras
Em outro comunicado, um grupo de acionistas com mais de 5% do capital da empresa indicaram nove nomes após a renúncia coletiva. Entre eles está Ivan Monteiro, ex-presidente da Petrobras e atual copresidente do Credit Suisse no Brasil, assim como Marisete Fatima Dadald, atual secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia. (Canal Energia)

Eólicas e solar recebem liberação para testar 62,6 MW
A Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou a operação em teste, a partir de 16 de junho, de unidades geradoras das eólicas Sabiú, Manineiro e Angelim (Bahia), que juntas somam 48,9 MW de capacidade instalada. Ainda para operação em teste, a UFV Serra do Mel I recebeu autorização para UGs que somam 13,72 MW (Rio Grande do Norte).  (Canal Energia)

Lei do saneamento avança a passos lentos para resíduos sólidos, mas perspectiva é otimista
A instituição de tarifas ou taxas de lixo, que era uma das medidas mais aguardadas pelas companhias, caminhou pouco, e o avanço dos projetos de concessão também tem sido lento, segundo avaliação do setor. (Valor Econômico)

IPO pode ser acelerador de geração na 2W Energia
Empresa possui 400 MW em construção, objetiva alcançar 1 GW em operação em dois anos e velocidade de implantação pode ser maior com recursos em caixa obtidos com emissão que está em avaliação. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 115,8/Barril +1,43%

CÂMBIO

R$ 5,18/USD +0,81%

Petróleo Brent encerra sessão com ganhos em dia de baixa liquidez
Depois de uma forte penalização na sessão de sexta-feira, hoje os contratos do petróleo buscaram alguma recuperação, ainda que o volume de negociações tenha ficado mais baixo devido ao feriado nos Estados Unidos. O contrato Brent terminou, assim, as negociações de hoje em alta, mas com o preço do barril ainda distante dos US$ 120. (Valor Econômico)

Petrobras estuda usar renúncia de Coelho para tornar Paes de Andrade CEO antes da AGE , dizem fontes
Essa mesma estratégia foi usada no início do governo de Jair Bolsonaro, quando o então presidente da companhia, Ivan Monteiro, renunciou ao cargo de conselheiro e abriu espaço para a entrada de Roberto Castello Branco. (Valor Econômico)

Fernando Borges no comando interino da Petrobras
Fernando Borges comandará interinamente a Petrobras. O Conselho de Administração da petroleira nomeou o executivo em reunião realizada na segunda-feira (20/6), logo após a decisão de José Mauro Coelho renunciar ao cargo de presidente da petroleira. (Petróleo Hoje)

Governo quer compensar ICMS com taxação de petróleo e CSLL, diz advogado
As medidas sugeridas por Arthur Lira (PP-AL) para tentar reduzir o preço dos combustíveis – mais especificamente o aumento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) das empresas de óleo e gás e a criação de um imposto de exportação sobre o petróleo, conforme apurado pelo O Globo – são inadequadas e bastante danosas para a competitividade do Brasil no cenário internacional, além de não ajudarem a reduzir o preço dos combustíveis, segundo o advogado tributarista Tiago Severini, sócio do escritório Vieira Rezende. (Petróleo Hoje)

Nogueira defende solução provisória contra alta do preço dos combustíveis
O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, disse em entrevista ao Valor ser contrário a uma mudança na política de preços da Petrobras. Mas defendeu que a empresa implemente “mecanismos de transição” para atravessar este momento de crise, em que os preços vêm sendo impulsionados pela guerra na Ucrânia. (Valor Econômico)

PetroRio obtém aprovação do Cade para aquisição de fatia da Petrobras no campo de Albacora Leste
A aquisição pela PetroRio da totalidade da participação detida pela Petrobras no Campo de Albacora Leste foi aprovada pela Superintendência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Com isso, esse negócio poderá ser realizado. Também foi submetido para a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Segunda-Feira, 20 de Junho

Destaques: (i) Causas e soluções para a confusão no mercado de combustíveis. (Poder360); (ii) Eletrobras informa renúncia de nove membros do conselho de administração. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em forte queda, pressionado por temores de recessão. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Eletrobras informa renúncia de nove membros do conselho de administração
A Eletrobras informou, em fato relevante, ter recebido carta de renúncia de nove dos dez atuais membros do conselho de administração da companhia. Na carta, anexada ao fato relevante sobre o tema, os conselheiros pontuam ser “evidente” que, com a privatização da companhia, é preciso propiciar a formação de novo colegiado para a empresa em sua nova fase. (Valor Econômico)

Cemig, Copel e Neoenergia anunciam pagamento de JCP e dividendos
A Neoenergia divulgou em comunicado ao mercado que aprovou em reunião o pagamento de Juros sobre Capital Próprio no valor de R$ 167 milhões, correspondentes a R$ 0,1376968479 por ação ordinária. A Copel e Cemig também anunciaram o pagamento de R$ 1,651 bilhão e R$ 1,336 bilhão em proventos, respectivamente. (Canal Energia)

Brasil é o 5º maior produtor de energia solar em 2021
O Brasil tornou-se o quinto maior produtor de energia solar em 2021, terminando o ano com cerca de 13 GW, segundo dados do relatório REN21. As novas adições (5,5 GW) foram puxadas principalmente pela geração distribuída (4GW), quando os painéis fotovoltaicos são instalados no local em que a energia será consumida. O setor residencial foi responsável pela maior parte das contratações (77,4%).(Canal Energia)

Reservatórios do SE/CO contam com 66,2% da capacidade
O submercado do Sudeste/Centro-Oeste apresentou níveis estáveis e a capacidade está em 66,2% na última quinta-feira, 16 de junho, se comparado ao dia anterior, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). A energia armazenada mostra 135.502 MW mês e a ENA é de 25.500 MW med, valor que corresponde a 78% da MLT. Furnas admite 85,27% e a usina de São Simão marca 37,75%. (Canal Energia)

Técnicos da Aneel recomendam que diretores não aceitem troca de usinas da Âmbar Energia
Técnicos da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) são contra a substituição de quatro termelétricas da Âmbar Energia que venceram o leilão emergencial realizado em outubro pela térmica Cuiabá, também da companhia, braço de energia do grupo J&F, por ir de encontro a regras do setor elétrico. (Valor Econômico)

Sterlite Power prevê entrega de três projetos até setembro
A subsidiária brasileira da indiana Sterlite Power considera o Brasil como um país estratégico para seus negócios em transmissão de energia. A empresa entrou no mercado nacional em 2017 ao apresentar deságios expressivos e que chegaram a até 65% ante os valores máximos estabelecidos pela Aneel. Agora está um um momento de entregas de projetos, deverão ser finalizados três ativos até o mês de setembro. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 119,7/Barril +1,19%

CÂMBIO

R$ 5,13/USD +0,38%

Petróleo fecha em forte queda, pressionado por temores de recessão
Os contratos futuros do petróleo fecharam em forte queda nesta sexta-feira (17), ampliando as fortes perdas da semana e interrompendo uma sequência de sete semanas consecutivas de perdas semanais, em meio aos temores sobre a desaceleração econômica global. (Valor Econômico)

Causas e soluções para a confusão no mercado de combustíveis
É preciso estabelecer uma comunicação que praticamente desapareceu entre Petrobras, Congresso e Poder Executivo. Também, uma campanha publicitária simples, transparente e clara mostrando para a sociedade que, com o preço do petróleo alto, o Brasil aumenta as receitas da União, dos Estados e dos municípios. (Poder360)

Setor de óleo e gás critica proposta de taxar exportações de petróleo
O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) afirmou neste domingo (19) que não apoia o controle de preços na cadeia de abastecimento de combustíveis nem a criação de encargos sobre as exportações de petróleo. IBP ainda defende medidas como a manutenção do programa de desinvestimentos da Petrobras. (Valor Econômico)

Veja sete iniciativas para tentar reduzir os preços dos combustíveis
Entenda como Executivo, Legislativo e Judiciário estão tentando, desde janeiro, agir para controlar as tarifas dos combustíveis. Uma série de projetos estão em tramitação e alguns já foram enviados para sanção presidencial. (Valor Econômico)

Alta do petróleo amortece efeito de sanções à Rússia
As sanções à Rússia, neutralizadas pelo enorme ganho gerado pelo elevado preço das exportações de produtos energéticos, não infligiram até agora problemas econômicos suficientes para prejudicar o esforço de guerra de Moscou ou empurrar o presidente Vladimir Putin para a mesa de negociações. (Valor Econômico)

Cortes de gás russo forçam Europa a usar reservas de inverno
Em um dos mais recentes sinais de como a crise de energia da região está piorando, os níveis de armazenamento caíram esta semana pela primeira vez desde meados de abril, quando operadores normalmente começam a recarregar as reservas, segundo dados da Gas Infrastructure Europe. Normalmente, seriam usadas só durante o pico do inverno no início do ano que vem. (Valor Econômico)

Com risco de falta de diesel, país deve criar estoques, diz ex-diretor da ANP
O ex-diretor da Agência Nacional do Petróleo Aurélio Amaral considera improvável um desabastecimento generalizado, mas diz que faltas de diesel podem prejudicar o país na safra. (Valor Econômico)

Petróleo deve permanecer caro no curto prazo
Apesar da queda na última semana, os preços do barril de petróleo devem permanecer em níveis elevados, indicam analistas do setor. O cenário de altos preços de petróleo deve mudar apenas se confirmados os temores de uma recessão ao final do ano, que poderia reduzir o consumo e, consequentemente, os preços, apontam especialistas. (Valor Econômico)

Só resta a Bolsonaro uma guerra ideológica contra a Petrobras
Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL) e outros do campo governista sabem que o estrago no bolso dos mais pobres está feito. Reduzir o ICMS, cobrar mais imposto da Petrobras ou qualquer outra medida não aliviará a condição daqueles que neste momento precisam usar lenha para fazer comida. (Poder360)

LIRA DIZ QUE SE PETROBRAS ENFRENTAR BRASIL, PAÍS VAI ENFRENTAR A ESTATAL: ‘ELA QUE SE PREPARE’
O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), cobrou nesta manhã, 19, respeito da Petrobras ao povo brasileiro. Nas redes sociais, Lira afirmou que se “a Petrobras decidir enfrentar o Brasil, ela que se prepare: o Brasil vai enfrentar a Petrobras”. (Proadcast)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Sexta-Feira, 17 de Junho

Destaques: (i) Petrobras anuncia reajuste da gasolina e do diesel nesta sexta, dizem fontes. (Valor Econômico); (ii) Consumo de energia cresce pelo quarto mês consecutivo, aponta CCEE. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta, com temores sobre oferta. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Consumo de energia cresce pelo quarto mês consecutivo, aponta CCEE
O consumo de energia teve nova alta de 1,2% em maio, em relação ao mesmo mês em 2021, com uma demanda acima de 63 mil megawatts médios. O percentual marca o quarto mês consecutivo de crescimento, segundo a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica). (Valor Econômico)

Setor elétrico precisa de novo choque de governança?
Interferências decisórias, sobreposição de funções entre autoridades, tensões institucionais – estes são alguns dos sintomas de que a governança do setor elétrico vem sofrendo enfraquecimento, o que ficou evidenciado na crise hídrica no ano passado. (Valor Econômico)

Exonerações no MME comprometem revisão das garantias físicas das hidrelétricas
O processo de revisão das garantias físicas das hidrelétricas fica comprometido com a saída do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia. As exonerações foram publicadas na última terça-feira. (Agência Infra)

ONS prevê recuo de 1,6% na carga de junho
O Operador Nacional do Sistema Elétrico ampliou a redução da carga no Sistema Interligado Nacional para o mês de junho. Agora, a perspectiva é de queda de 1,6%, somando 65.649 MW médios. Com exceção da região Norte, que deve crescer 0,8%, os outros submercados devem recuar 2%, no caso de Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste, e 1,5% no Sul. (Canal Energia)

Agentes a postos para eólicas offshore
Com 133 GW registrados em projetos aguardando licenciamento no Ibama, a fonte eólica offshore no Brasil já vem se movimentando em busca do ambiente ideal para atração de investimentos e desenvolvimento de cadeia industrial. A formação da demanda para essa nova fonte poderia vir através de um leilão específico. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 119,7/Barril +1,19%

CÂMBIO

R$ 5,13/USD +0,38%

Petróleo fecha em alta, com temores sobre oferta
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta, nesta quinta-feira (16), mas seguem em vias de fechar uma semana de alta volatilidade em queda, com os investidores se voltando para os temores de desaceleração econômica nos EUA, após a decisão de juros de ontem do Federal Reserve (Fed, o BC americano). (Valor Econômico)

Petrobras anuncia reajuste da gasolina e do diesel nesta sexta, dizem fontes
Em reunião extraordinária do conselho da empresa, hoje (16), os conselheiros da petroleira avaliaram que a definição de preços é de competência da diretoria da empresa, e não do conselho da companhia. (Valor Econômico)

Presidente da Câmara escreve que Petrobras está em guerra com o Brasil
O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), criticou, nesta quinta-feira, a decisão da diretoria da Petrobras de anunciar novos aumentos de preços em gasolina e em diesel. No Twitter, Arthur Lira apontou que o novo aumento acontece em meio a tentativas do Congresso de aprovar medidas para conter o avanço dos preços. (Valor Econômico)

Estoques semanais de petróleo dos EUA aumentam em 2 milhões de barris e contrariam previsão
Os estoques americanos de petróleo subiram em 2 milhões de barris na semana encerrada em 10 de junho, para 418,7 milhões de barris, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE, na sigla em inglês). O resultado surpreendeu porque a expectativa de alguns economistas era de recuo, da ordem de 1,4 milhão de barris. (Valor Econômico)

EUA impõem sanções a empresas ligadas à exportação de petróleo do Irã
Os Estados Unidos impuseram nesta quinta-feira (16) sanções a empresas chinesas e dos Emirados Árabes Unidos por ajudar a exportar produtos petroquímicos iranianos. O Tesouro dos EUA anunciou que vai impor sanções a duas empresas sediadas em Hong Kong, três no Irã e quatro nos Emirados Árabes. (Valor Econômico)

PetroRecôncavo assina contrato para fornecimento de gás natural à Bahiagás
Os Estados Unidos impuseram nesta quinta-feira (16) sanções a empresas chinesas e dos Emirados Árabes Unidos por ajudar a exportar produtos petroquímicos iranianos. O Tesouro dos EUA anunciou que vai impor sanções a duas empresas sediadas em Hong Kong, três no Irã e quatro nos Emirados Árabes. A PetroRecôncavo assinou contrato com a Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) para compra e venda de gás natural. O contrato foi firmado por meio das subsidiárias SPE Miranga e Potiguar E&P e tem vigência até 31 de dezembro de 2023, informa comunicado. (Valor Econômico)

Petrobras e PetroReconcavo têm seus recursos negados no processo do Polo Bahia Terra
A Petrobras e a PetroReconcavo recorreram da decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que paralisou as negociações de venda do Polo Bahia Terra, mas ambas tiveram os seus recursos negados, informaram as companhias em comunicados na terça (14/6) e quarta-feira (15/6). (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Quarta-Feira, 15 de Junho

Destaques: (i) Atlas Renewable compra projeto da Voltalia e entra no mercado eólico no Brasil. (Valor Econômico); (ii) MME divulga mudanças em equipe. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em queda com possibilidade de sobretaxas a empresas de petróleo. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Atlas Renewable compra projeto da Voltalia e entra no mercado eólico no Brasil
A Atlas Renewable Energy anunciou que comprou um projeto eólico em Minas Gerais da Voltalia e entrou no mercado eólico no Brasil. Denominado Juramento, o parque terá capacidade de geração de 378 megawatt (MW) e será composto por 63 turbinas eólicas. O valor da aquisição não foi divulgado. (Valor Econômico)

MME divulga mudanças em equipe
O Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, publicou portaria no Diário Oficial da União da última segunda-feira, 13 de junho, exonerando Tercius Murilo Quito do cargo em comissão de Coordenador-Geral de Planejamento da Geração, do Departamento de Planejamento Energético, da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME. (Canal Energia)

Privatização trará investimentos em energias renováveis, diz presidente da Eletrobras
“A Eletrobras começa nova fase, com novo modelo de governança”, sustenta Rodrigo Limp. O presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, disse nesta terça-feira que a privatização trará investimentos em energias renováveis e revitalização de bacias hidrográficas. Em cerimônia de toque de campanhia na B3, Limp ressaltou que a companhia, agora privada, chegou a ter ações custando R$ 6 e registrou prejuízos de R$ 31 bilhões entre 2012 e 2015. (Valor Econômico)

Eletrobras inicia novo ciclo com governança reforçada, diz CEO
Privatizada e capitalizada, empresa deve retomar investimentos e aproveitar oportunidades. A cerimônia de toque de campainha para celebrar a oferta subsequente de ações da Eletrobras na B3, ontem, foi simbólica porque marcou a maior privatização entre as várias prometidas pelo governo federal e pôs fim a uma era de controle estatal sobre a maior companhia brasileira do setor elétrico. (Valor Econômico)

Geração em alto-mar exigirá leilão exclusivo para deslanchar
Executivos defendem que projetos de geração de energia eólica em alto-mar (offshore) no Brasil vão depender da realização de leilões de concessão pelo uso da área marítima e de certames de contratação de geração de energia. Os projetos de geração de energia eólica em alto-mar (offshore) no Brasil têm custo bilionário e, para se concretizarem, vão depender da realização de leilões de concessão pelo uso da área marítima e de certames de contratação de geração de energia, apontaram executivos do setor durante o primeiro evento para o segmento no país, o Offshore Wind Summit, realizado ontem no Rio de Janeiro pela Associação Brasileira de Energia Eólica e Novas Tecnologias (Abeeólica). (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 119,7/Barril +1,19%

CÂMBIO

R$ 5,13/USD +0,38%

Petróleo fecha em queda com possibilidade de sobretaxas a empresas de petróleo
Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda nesta terça-feira (14), apagando os ganhos vistos mais cedo, pressionado por relatos de que um senador americano pode propor uma sobretaxa aos lucros de companhias de petróleo para controlar a disparada dos preços de energia. (Valor Econômico)

Anunciou a chegada de um navio “sustentável” ao Brasil
A Petrobras anunciou a chegada de um navio “sustentável” ao Brasil no fim de maio, o Suezmax DP2 Eagle Colatina, que deve contribuir para a redução de emissões de carbono no transporte marítima por economizar energia. A companhia afirma que a redução do consumo médio de combustível chega a 24% na comparação com embarcações da mesma classe. (Valor Econômico)

Shell Brasil olha para hidrogênio, solar e eólica terrestre e marítima
O presidente da petroleira, André Araújo, disse que tem interesse em todos os segmentos de renováveis no país. O presidente da Shell Brasil, André Araújo, disse que a empresa tem interesse em ativos em todos os segmentos de energia renovável presentes no Brasil, como solar e eólica terrestre e marítima (offshore). Segundo ele, a companhia avalia alternativas para aquisições e fusões em renováveis. (Valor Econômico)

Braskem fecha acordo para construir terminal de importação de etano no México
A Braskem Idesa (BI) assinou um acordo com a Advario, divisão da empresa alemã Oiltanking, para construir e operar o Terminal Química Puerto México (TQPM), em Veracruz. A estimativa de investimentos é da ordem de US$ 400 milhões, com inicio das obras previsto para julho de 2022 e sua conclusão até o fim de 2024. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)

Terça-Feira, 14 de Junho

Destaques: (i) Petrobras assina protocolo de intenções referente a área de gás natural em Sergipe. (Valor Econômico); (ii) No longo caminho para privatização, Eletrobras ganha R$ 50 bilhões. (Valor Econômico); (iii) Senado aprova projeto que limita cobrança do ICMS, mas texto terá de voltar à Câmara. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

No longo caminho para privatização, Eletrobras ganha R$ 50 bilhões
Quando Wilson Ferreira Juior aceitara assumir a Eletrobras, em junho de 2016, para reestruturar a holding do setor elétrico, as ações da estatal deram um salto. Nesses exatos seis anos de reforma, com muitos percalços, o valor de mercado da empresa aumentou cerca de 50bi movidos pela expectativa de transformação do maior grupo de geração e transmissão da America Latina em uma empresa privada. (Valor Econômico)

Omega Energia fecha acordo comercial com a M. Dias Branco para geração eólica
A Omega Energia assinou acordo comercial com a M. Dias Branco, onde a empresa terá participação nos Parques Eólicos Delta 7 e 8, situados no Maranhão, com volume contratado de 18 MWm. O fechamento da transação ainda está sujeito a determinadas condições precedentes usuais, incluindo, dentre outras, a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE. (Canal Energia)

Subsídios de transmissão a renováveis cresceram 162% em 4 anos
O custo referente aos subsídios na transmissão de energia, que faz parte da tarifa paga por todos os consumidores, cresceu 162% em 4 anos. Dados da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) mostram que o encargo para cobrir os descontos na TUST (Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão) saíram de R$ 370 milhões em 2018 para quase R$ 1 bilhão no ano passado. (Poder 360)

Pais pode ter mais de 20% de sobreoferta de energia até 2030, diz PSR
O Brasil deve conviver com uma considerável sobreoferta física de energia elétrica entre 2022 e 2030, e que pode superar 20% em média em alguns anos nesse período, segundo análise da PSR. O excesso é medido em percentual de garantia física em relação à demanda para os próximos dez anos. (Agência Infra)

Região Norte opera com 98,8% da capacidade
A Região Norte apresentou aumento de 0,2 ponto percentual em seus reservatórios, no último domingo, 12 de junho, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O subsistema está operando com 98,8% da capacidade. A energia armazenada mostra 15.115 MW mês e a ENA aparece com 7.899 MW med, o mesmo que 89% da MLT. A UHE Tucuruí segue com 98,85%. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 123,6/Barril +1,07%

CÂMBIO

R$ 5,11/USD +2,54%

Petróleo fecha em leve alta, com temores sobre a oferta dando suporte aos preços
Os contratos futuros do petróleo fecharam uma sessão de volatilidade elevada em leve alta nesta segunda-feira (13), pressionados, por um lado, pelos temores de desaceleração da demanda, enquanto problemas com a oferta da commodity dão suporte aos preços. (Valor Econômico)

Petrobras assina protocolo de intenções referente a área de gás natural em Sergipe
A Petrobras assinou um protocolo de intenções na área de gás natural em Sergipe Águas Profundas. O documento foi assinado com o governo de Sergipe, informa a companhia em comunicado. De acordo com a empresa, o objetivo é prospecção e estruturação de oportunidades de negócios, com fornecimento de gás natural como matéria prima ou fonte de geração de energia. (Valor Econômico)

Senado aprova projeto que limita cobrança do ICMS, mas texto terá de voltar à Câmara
O Senado encerrou na noite desta segunda-feira a votação dos destaques e concluiu a aprovação do projeto de lei complementar (PLP) 18, que limita em 17% o ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte público. A versão final do texto, de autoria do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), trouxe uma série de ajustes. Com isso, a matéria voltará para a análise da Câmara dos Deputados, que deve se debruçar sobre o assunto apenas na semana que vem. (Valor Econômico)

Senador quer usar dividendos da Petrobras à União para compensar Estados e municípios por ICMS
Como fonte de custeio, Silveira indicou o uso de dividendos distribuídos pela Petrobras à União. A proposta de Silveira é importante por ser ele um dos senadores mais próximos do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e integrante do PSD, partido que atualmente divide o posto de maior bancada do Senado com o MDB, cada um com 12 integrantes. (Valor Econômico)

Combustíveis: Estados propõem que perdas de arrecadação com ICMS sejam 100% compensadas pela União
Representantes dos Estados e do Distrito Federal (DF) apresentaram nessa segunda-feira (13) uma proposta de acordo no âmbito da ação que discute, no Supremo Tribunal Federal (STF), a monofasia e a uniformidade da alíquota do ICMS sobre combustíveis. (Valor Econômico)

Parcela de petróleo destinada à União em contratos do pré-sal é recorde
A parcela de petróleo destinado à União nos contratos de partilha em campos do pré-sal ficou em média em 18,8 mil barris por dia (barris/dia) em abril de 2022, alta de 46,9% em relação a igual mês em 2021. Na comparação com o mês imediatamente anterior, o volume cresceu 1%. O volume é o maior já registrado até o momento. (Valor Econômico)

PetroRio deixa a atividade de E&P no Ceará
A PetroRio decidiu não prosseguir mais com os trabalhos exploratórios na Bacia do Ceará. A petroleira devolveu, no início de junho, o bloco CE-M-715 para a ANP,  optando por manter em carteira apenas ativos das bacias de Campos e da Foz do Amazonas. O bloco CE-M-715 estava na carteira de ativos da PetroRio desde o início de 2019. O projeto foi adquirido no pacote de Frade, negociado com a Chevron. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Segunda-Feira, 13 de Junho

Destaques: (i) Demanda por energia deve cair 0,8% em junho, aponta ONS. (Valor Econômico); (ii) Preços de diesel e gasolina no Brasil estão defasados frente ao mercado internacional, diz IBP. (Valor Econômico); (iii) Novos aumentos do petróleo à vista. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Demanda por energia deve cair 0,8% em junho, aponta ONS
A demanda por energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN) no mês de junho deve ficar em 66.224 megawatts médios (MWm), queda de 0,8% em relação a igual período no ano passado. O dado consta na atualização semanal do boletim mensal de operação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). (Valor Econômico)

Nota técnica da Aneel sobre RBSE preocupa transmissoras
Passada a surpresa inicial, as empresas de transmissão  tem feito uma análise minuciosa da nota técnica da Aneel que sugere alteração no cálculo de valores relacionados à remuneração de ativos da rede básica existente das concessões renovadas em 2013. O tema é complexo e há uma preocupação das nove concessionárias afetadas com as conclusões do documento da agência reguladora. Especialmente das subsidiárias da Eletrobras, que tem cerca de 70% do total a receber. (Canal Energia)

Marco do setor elétrico recupera fôlego
O projeto de lei 414/202, que atualiza o atual marco regulatório do setor elétrico, deve ser aprovado antes do recesso parlamentar, em julho, na avaliação do governo, o que suscita esperanças em parte do segmento. (Valor Econômico)

Eletrobras: como grandes players ficaram de fora
A fixação deste preço na vírgula – em vez de uma faixa – enrijeceu o processo e privou o BNDES da flexibilidade necessária para fazer concessões de preço em troca de qualidade. Num processo de bookbuilding normal, tanto a empresa quanto os bancos coordenadores fazem um tradeoff entre o preço e a qualidade dos investidores afim de atrair investidores com experiência no setor e capacidade de contribuir para a própria empresa. (Brazil Journal)

Eletrobras: Veja os próximos passos da oferta e como ficou o rateio com FGTS
Após fixar o preço por ação em R$ 42 de sua megaoferta de ações ordinárias, que pode movimentar até R$ 33,7 bilhões (incluindo lotes inicial e suplementar), a Eletrobras divulgou anúncio de início e o prospecto definitivo, com detalhes sobre a operação. (Valor Econômico)

Dasa constrói 17 usinas solares para abastecer unidades
A Dasa construirá 17 usinas solares, que serão entregues ao longo de 2022 para atender as unidades da empresa no país. Atualmente, a parceria com a E1 Energias Renováveis tem em funcionamento a primeira usina solar, instalada no Ceará. As demais serão construídas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. A Dasa é considerada uma das maiores redes de saúde integrada do Brasil. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 120,3/Barril -1,42%

CÂMBIO

R$ 4,98/USD +1,49%

Petróleo fecha sessão em queda com dado de inflação nos EUA, mas sobe na semana
Os contratos futuros do petróleo fecharam a sexta-feira (10) em queda, apagando os ganhos da abertura da sessão após a divulgação dos dados de inflação nos Estados Unidos. Ainda assim, ambas as referências da commodity anotaram a sétima semana consecutiva de ganhos. (Valor Econômico)

Preços de diesel e gasolina no Brasil estão defasados frente ao mercado internacional, diz IBP
O presidente do Instituto Brasileiro do Petróleo e do Gás (IBP), Eberaldo Almeida Neto, disse a jornalistas nessa sexta-feira (10) que os preços do diesel e da gasolina praticados no país estão defasados em relação às cotações do mercado internacional. (Valor Econômico)

Novos aumentos do petróleo à vista
A Agência Internacional de Energia (AIE) prevê uma queda de 3 milhões de barris/dia do petróleo russo, o equivalente a quase toda a produção do Kuwait. O presidente-executivo do JP Morgan, Jamie Dimon, acredita que os preços do petróleo poderão aumentar para US$ 175 o barril ainda este ano. (Valor Econômico)

PEC vai manter diferencial tributário de combustíveis
A “PEC dos Biocombustíveis” propõe que cada Estado mantenha nas proporções atuais o diferencial tributário entre combustíveis renováveis e fósseis, e o teto da alíquota dos biocombustíveis será inferior ao dos derivados do petróleo, explicou ao Valor Pietro Mendes, secretário-adjunto de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME). (Valor Econômico)

Venda do Polo Bahia Terra tem reviravolta
O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) proferiu decisão liminar que impede a Petrobras de avançar com as negociações de venda do Polo Bahia Terra com o consórcio formado pela Eneva e PetroReconcavo, informou a estatal em comunicado divulgado na sexta-feira (11). (Petróleo Hoje)

Conselho de Administração da Petrobras terá novo presidente
O Ministério de Minas e Energia apresentou na quinta-feira (9/6) a lista dos nomes indicados pela União para o Conselho de Administração da Petrobras, apontando Gileno Gurjão Barreto para presidir o colegiado, em substituição a Márcio Weber, que integra a relação como conselheiro. O governo apontou dez executivos para o colegiado, dentre os quais está Caio Mário Paes de Andrade, indicado ao cargo de presidente da petroleira. (Petróleo Hoje)

Conselho de Administração define Gilberto Moura para presidência da Gasmig
A Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) comunicou neste domingo, 12, mudanças no comando da empresa. O Conselho de Administração elegeu Gilberto Moura Valle Filho para o cargo de diretor-presidente. O executivo já estava no cargo como interino desde o desligamento Pedro Magalhães Bifano em abril. (Broadcast)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Sexta-Feira, 10 de Junho

Destaques: (i) Eletrobras (ELET6) vende ação a R$ 42 na oferta de privatização da elétrica. (Valor Econômico); (ii) BREAKING: Brasil privatiza a Eletrobras. (Brazil Journal); (iii) Petróleo fecha em alta com avanço da demanda por gasolina nos EUA. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Eletrobras (ELET6) vende ação a R$ 42 na oferta de privatização da elétrica
A Eletrobras acaba de fixar preço de R$ 42 por ação na mega oferta de ações que resulta em uma companhia privatizada. A companhia vendeu 802,1 milhões de ações, movimentando R$ 33,7 bilhões entre lote base e suplementar, informou o Pipeline, site de negócios do Valor. (Valor Econômico)

Cerca de 370 mil trabalhadores usaram FGTS na oferta da Eletrobras
Cerca de 370 mil trabalhadores usaram parte do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para comprar ações da Eletrobras na oferta que está em andamento, apurou o Valor Investe com uma fonte próxima à operação. (Valor Econômico)

BREAKING: Brasil privatiza a Eletrobras
Num dia histórico para uma sociedade que insiste em manter um Estado empresário – com vacas sagradas que incluem a Petrobras e o Banco do Brasil – o governo concluiu um aumento de capital de R$ 30 bilhões na Eletrobras, colocando a maior empresa de energia renovável da América Latina sob controle privado pela primeira vez. (Brazil Journal)

Inflação de junho não terá mais efeito de troca de bandeira tarifária na energia, diz IBGE
O preço da energia elétrica teve dois meses seguidos de deflação em função da troca para a bandeira verde, que não tem adicional na conta de luz. Esse efeito, no entanto, não deve se repetir em junho, alertou, nesta quinta-feira, o gerente do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), Pedro Kislanov, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (Valor Econômico)

CEOs reforçam importância do PL 414 e esperam votação ainda este ano
CEOs de empresas do setor elétrico esperam que o Projeto de Lei 414, que traz um novo marco regulatório, seja aprovado ainda este ano. Em painel durante o Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico, realizado nesta quinta-feira, 9 de junho, a mensagem transmitida pelos executivos foi que o PL é considerado essencial. (Canal Energia)

ISA Cteep inicia operação comercial do Projeto Três Lagoas
O projeto vai beneficiar o SIN, com o objetivo de escoar a geração de energia de fontes renováveis.O empreendimento consiste na construção de 37 km de linhas de transmissão, onde está instalada a maior hidrelétrica do estado de São Paulo, partindo da subestação Ilha Solteira, na divisa dos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo, até a subestação Três Irmãos (SP), interligando os municípios de Selvíria (MS), Ilha Solteira (SP), Itapura (SP) e Andradina (SP). (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 121,0/Barril +0,79%

CÂMBIO

R$ 4,91/USD +0,52%

Petróleo fecha em alta com avanço da demanda por gasolina nos EUA
Os contratos futuros do petróleo fecharam a sessão desta quarta-feira (8) em alta, subindo a novas máximas de 13 semanas e se aproximando das máximas de 14 anos anotadas no começo de março, depois que os dados do Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos indicaram que a demanda por gasolina continuou crescendo no país. (Valor Econômico)

União anuncia lista da Petrobras
Mais de duas semanas depois de ter anunciado a troca na presidência da Petrobras – a terceira em pouco mais de um ano -, o governo divulgou, na noite de ontem, lista com dez nomes para o conselho de administração da companhia. Caio Mario Paes de Andrade teve a indicação confirmada para a presidência da empresa, enquanto Gileno Gurjão Barreto foi apontado para presidir o colegiado. (Valor Econômico)

Senado amplia compensações a estados por perdas com ICMS
A matéria recebeu 12 emendas de plenário, mas outras ainda poderão ser apresentadas até às 12h da próxima segunda-feira, 13, quando será retomado o debate para votação da proposta. Todas deverão ser analisadas na complementação de voto que será lida pelo relator durante a sessão. Fernando Bezerra apresentou parecer favorável ao projeto, com nove emendas. (Canal Energia)

ICMS sobre combustíveis “é um disparate”
O ICMS sobre combustíveis, tal como cobrado pelos Estados, é um imposto “absolutamente disfuncional” e a diferença de alíquotas do tributo entre os Estados é um convite à sonegação, segundo o ex-diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP) Décio Oddone. (Valor Econômico)

China, Índia e Turquia aumentam compras de petróleo russo
China e Índia continuam a aumentar as importações de petróleo russo em uma dramática reformulação do comércio global de energia, de acordo com os dados mais recentes da indústria. Mas a capacidade da Ásia de absorver mais produção será testada à medida que a União Europeia reduzir as importações da Rússia em resposta à invasão da Ucrânia. (Valor Econômico)

Equinor em acerto finais para as Fases 1 e 2 de Peregrino
O campo de Peregrino voltará a produzir em breve, possivelmente em agosto. A Equinor concluiu todo o trabalho de Subsea da Fase 2 e já prepara o início dos testes na plataforma C, que irá compor a nova etapa do sistema de produção e no no FPSO já instalado no ativo. (Petróleo Hoje)

TGS pretende iniciar Fase 5 de campanha sísmica na Bacia de Santos
A TGS pretende iniciar a Fase 5 do projeto de aquisição sísmica com nodes na Bacia de Santos, apurou o PetróleoHoje. Para dar inicio à campanha multicliente, que irá abranger os blocos que a Shell e a TotalEnergies adquiriram na 17ª Rodada e no último ciclo da Oferta Permanente, respectivamente, a companhia depende apenas da licença Ibama. A embarcação a ser utilizada ainda está em negociação. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Quinta-Feira, 09 de Junho

Destaques: (i) Conta de luz pode cair 12% com limite para ICMS, diz Aneel. (Valor Econômico); (ii) Estoques de petróleo nos EUA aumentam em 2 milhões de barris e contrariam expectativa. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta com avanço da demanda por gasolina nos EUA. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Conta de luz pode cair 12% com limite para ICMS, diz Aneel
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nessa quarta-feira (8) que a conta de luz pode ficar em média 12% mais barata se o projeto que limita o ICMS (imposto estadual) for aprovado pelo Congresso Nacional. O texto já foi aprovado pela Câmara dos Deputados, mas ainda depende de votação pelo Senado Federal. Os governadores são contra a proposta. (Valor Econômico)

MME estuda como será renovação de contratos de distribuidoras
O Ministério de Minas e Energia (MME) está estudando como se dará a renovação de contratos de concessão de distribuidoras de energia elétrica que vencerão a partir de 2025. Essas concessões foram licitadas há quase 30 anos, na onda de privatizações que ocorreu no país em meados da década de 1990. (Valor Econômico)

Câmara proíbe ICMS sobre bandeira tarifária de energia, mas poupa imposto federal
A Câmara dos Deputados aprovou nessa quarta-feira (8) projeto de lei complementar que proíbe a cobrança de ICMS sobre as bandeiras tarifárias de energia elétrica, utilizadas pelo governo em momentos de escassez hídrica para repassar os custos do uso de térmicas para o consumidor. A proposta segue para análise do Senado Federal. (Valor Econômico)

Setor elétrico vai levar 16 propostas a candidatos à presidência
Entre as propostas, está dar maior clareza e especificidade às responsabilidades dos órgãos do setor e a modernização das tarifas de energia elétrica, com sinais mais claros dos preços. O presidente do Fase (Forúm das Associações do Setor Elétrico), Mário Menel, afirmou, inclusive, que um dos candidatos já procurou a associação para conhecer melhor os temas, sem citar nomes. (Valor Econômico)

Transmissão deve ser equilíbrio entre oferta e demanda, defende Apine
Em sua apresentação no segundo painel do Enase 2022, o diretor-presidente da Apine, Guilherme Velho, defendeu que o novo fator de equilíbrio entre oferta e demanda venha da área de transmissão, o que poderá limitar o crescimento das fontes renováveis subsidiadas à expansão da carga. (Canal Energia)

MME espera aprovação do PL 414 antes do recesso
A expectativa do Ministério de Minas e Energia é que o Projeto de Lei 414 seja aprovado antes do recesso legislativo em julho. O PL foi para uma comissão especial na última semana. De acordo com a secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia, Marisete Pereira, o diálogo com o Congresso Nacional tem sido permanente, em especial com o deputado Fernando Coelho Filho (União – PE), relator do projeto. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 123,3/Barril +1,29%

CÂMBIO

R$ 4,89/USD +0,33%

Petróleo fecha em alta com avanço da demanda por gasolina nos EUA
Os contratos futuros do petróleo fecharam a sessão desta quarta-feira (8) em alta, subindo a novas máximas de 13 semanas e se aproximando das máximas de 14 anos anotadas no começo de março, depois que os dados do Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos indicaram que a demanda por gasolina continuou crescendo no país. (Valor Econômico)

Estoques de petróleo nos EUA aumentam em 2 milhões de barris e contrariam expectativa
Os estoques de petróleo nos Estados Unidos subiram 2,02 milhões de barris na semana passada, para 416,76 milhões de unidades, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês). O resultado contrariou a expectativa de alguns analistas, de recuo de 1,9 milhão de barris no período. (Valor Econômico)

Corte de ICMS afeta segurança pública, alerta entidade
A redução das alíquotas do ICMS pode afetar o financiamento da segurança pública no Brasil, que é fortemente concentrado na esfera estadual, alerta o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. (Valor Econômico)

Ministério de Minas e Energia aguarda decreto para iniciar estudos sobre privatização da Petrobras
“É um novo estudo, com olhar sobre que tipo de medidas vamos tratar sobre os diferentes segmentos de mercado que a Petrobras atua”, afirma a secretária executiva do MME, Marisete Pereira. A Petrobras foi qualificada para inclusão no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), para a realização dos estudos para a desestatização, cujo início depende da publicação deste decreto. (Valor Econômico)

PetroRio: Produção de petróleo sobe em maio, para 34 mil barris por dia
A PetroRio produziu 34.044 barris de óleo equivalente por dia (boepd) em maio, alta de 2,24% na comparação com abril, quando foram produzidos 33.298 barris, segundo dados preliminares e não auditados da companhia. Em maio, as vendas chegaram a 898,6 mil barris de óleo (bbl), das quais 415,2 mil foram vendidos pelo cluster de Polvo e Tubarão Martelo e os demais pelo campo de Frade, que não havia realizado vendas em abril. (Valor Econômico)

PETROBRAS INDICA QUE PREÇO DO DIESEL CONTINUARÁ A SUBIR, DOIS DIAS APÓS PACOTE DO GOVERNO
Pressionada pelo governo para mudar a sua política de preços, a Petrobras sinalizou nesta quarta-feira, 8, que o custo dos combustíveis – principalmente o do diesel – segue uma tendência de alta e assim continuará.  (Valor Econômico)

As mudanças de Adolfo Sachsida no MME
José Roberto Bueno Júnior é o novo secretário executivo adjunto do Ministério de Minas e Energia. Ex-chefe de gabinete de Bento Albuquerque, o contra-almirante foi nomeado para o cargo no final de maio, já na gestão de Adolfo Sachsida, junto com Hailton Madureira de Almeida, que assumiu a Diretoria de Programa do MME, deixando a chefia da Assessoria Econômica do Ministério da Economia. (Petróleo Hoje)

3R fará campanhas de perfuração nos polos Macau e Rio Ventura no segundo semestre
A 3R Petroleum deve investir US$ 1,2 bilhão em perfuração de poços entre 2022 e 2025, revelou o CEO da petroleira, Ricardo Savini, ao PetróleoHoje. De acordo com o executivo, a companhia iniciará as campanhas de perfuração nos polos Rio Ventura (BA) e Macau (RN) no segundo semestre. Para levá-las adiante, a 3R pretende contratar cinco sondas terrestres – duas começarão a operar ainda em 2022 e as três restantes ao longo de 2023, em até 12 poços. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Quarta-Feira, 08 de Junho

Destaques: (i) Prazo de reserva para oferta de ações da Eletrobras termina nesta quarta-feira (8). (Valor Econômico); (ii) PetroRio (PRIO3) formaliza aquisição de sonda por R$ 19 milhões; veja os destaques do Radar. (Forbes); (iii) Petróleo sobe a novas máximas de 3 meses, com receios sobre oferta e demanda. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Prazo de reserva para oferta de ações da Eletrobras termina nesta quarta-feira (8)
O prazo de reserva para a oferta de ações da Eletrobras no processo de privatização da companhia termina nesta quarta-feira (8). Quem vai usar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), é preciso ficar atento ao horário limite de adesão ao Fundo Mútuo de Participação Eletrobras (FMP-Eletrobras), que é 12h desta quarta. (Valor Econômico)

Os potes de ouro do setor elétrico
Mais um bomba com potencial bilionário pode cair no colo dos consumidores de energia elétrica. O artefato está sendo preparado pelos mesmos parlamentares que, com cara de condoídos pela dificuldade dos eleitores em pagar as contas de luz, querem rasgar contratos e suspender reajustes de tarifas. (Valor Econômico)

Câmara aprova repasse de créditos tributários de R$ 48 bilhões para reduzir conta de luz
A Câmara dos Deputados aprovou nessa terça-feira (7) projeto que cria regras para que distribuidoras de energia repassem integralmente, aos consumidores, créditos tributários referentes à incidência indevida de PIS/Cofins na conta de luz. O texto seguiu para sanção presidencial. (Valor Econômico)

Renova Energia finaliza venda da Enerbrás para Vinci Partners por R$ 265,8 milhões
A Renova Energia, em recuperação judicial, anunciou que finalizou a venda da unidade produtiva isolada (UPI) Enerbrás para a Vinci Partners por R$ 265,8 milhões. A transação havia sido anunciada originalmente em novembro de 2021. De acordo com o plano de recuperação judicial da companhia, o recurso será destinado ao pagamento de uma dívida com o BTG Pactual. (Valor Econômico)

Aneel aprova extensão de outorgas de 43 usinas
A Aneel aprovou a extensão dos prazos de outorga de 34 hidrelétricas e de nove pequenas centrais hidrelétricas participantes do Mecanismo de Realocação de Energia, que fecharam acordo para repactuação do risco hidrológico. (Canal Energia)

Aneel autoriza alteração em projetos de usinas da Âmbar
A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica vai julgar na semana que vem o mérito do pedido da Âmbar Energia de transferência das obrigações de térmicas a gás contratadas emergencialmente no ano passado para a UTE Mário Covas. Térmicas contratadas no ano passado por meio de PCS estão com 75% da obras concluídas e devem entrar em outubro. (Canal Energia)

RANDOLFE RODRIGUES ENTRA COM AÇÃO POPULAR CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS
O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) entrou nesta terça-feira, 7, com uma ação popular na Justiça Federal da 1ª Região, pedindo a suspensão imediata do processo de privatização da Eletrobras. Segundo o senador, o processo descumpre a lei ao prever a capitalização antes da assinatura de contratos de novas concessões para a geração de energia elétrica. (Broadcast)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 122,1/Barril +1,29%

CÂMBIO

R$ 4,87/USD +1,64%

Petróleo sobe a novas máximas de 3 meses, com receios sobre oferta e demanda
Os contratos futuros do petróleo fecharam em leve alta nesta terça-feira (7), com ambas as referências da commodity fechando em novas máximas de três meses, com os investidores avaliando as perspectivas para a oferta e demanda do produto. (Valor Econômico)

PetroRio (PRIO3) formaliza aquisição de sonda por R$ 19 milhões; veja os destaques do Radar
A PetroRio formalizou a aquisição da sonda semissubmersível West Capricorn com o pagamento de US$ 4 milhões à Aquadrill. O saldo da aquisição será pago no dia 5 de agosto de 2022 ou na data da entrega da sonda, o que acontecer primeiro. (Forbes)

Efeito do ICMS zero no diesel desaparecerá no primeiro reajuste, avaliam Estados
Comsefaz explica que o ICMS do combustível, congelado desde novembro, equivale a cerca de 10%, mesmo tamanho da defasagem, segundo informações do mercado, entre o preço doméstico e o internacional. (Valor Econômico)

PEC dos combustíveis não auxilia quem mais precisa
Toda a fuzarca governamental, com sua PEC, se esfarelará diante de novos aumentos de combustíveis. Preocupado em ganhar as eleições, Bolsonaro quer zerar todos os impostos sobre o diesel e diminuir os da gasolina, que têm alta elasticidade-renda, isto é, quanto mais alto o preço menor o consumo. Seu pacote não discrimina o caminhoneiro, e endinheirados proprietários de SUVs e quem não tem carro, nem nada. (Valor Econômico)

LIRA SOBRE PACOTE DE COMBUSTÍVEL: NÃO PODEMOS DEIXAR ‘PANELA DE PRESSÃO EXPLODIR’
O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta terça-feira, 7, que é preciso aprovar o “pacote de combustíveis” no Congresso para “não deixar a panela de pressão explodir”, numa referência ao impacto do aumento de preços no poder de compra da população. Mais cedo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), falou em “clamor” por uma resolução para o problema dos combustíveis. (Broadcast)

TAG e Celse fecham acordo para interligar terminal de GNL à rede de transporte
A TAG fechou um acordo com a Celse para interligar o Terminal de GNL, localizado em Barra dos Coqueiros (SE), à sua malha de transporte. Transportadora investirá R$ 300 milhões na obra de conexão, que terá um gasoduto de aproximadamente 25 km, previsto para entrar em operação em 2024. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Terça-Feira, 07 de Junho

Destaques: (i) Eletrobras confirma realização de oferta de ações após Furnas aprovar mudança referente a debêntures. (Valor Econômico); (ii) Governo propõe compensar Estados que zerarem ICMS sobre diesel e gás de cozinha. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em leve queda após registrar máxima de três meses na sexta-feira. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Eletrobras confirma realização de oferta de ações após Furnas aprovar mudança referente a debêntures
Em fato relevante, empresa diz que aprovação dos debenturistas, que era uma das condições prévias para a oferta, “foi satisfatoriamente verificada”. Na assembleia de debenturistas da sua subsidiária Furnas foi aprovado um aumento de capital de R$ 1,58 bilhão na Santo Antônio Energia. (Valor Econômico)

Com sucessivas crises e altos custos, setor elétrico vive cenário desafiador
Um ano atrás, o então ministro Bento de Albuquerque estava envolvido na crise hídrica. A ameaça de um novo racionamento e de cortes de energia durante as tardes do fim do período seco estavam na ordem do dia do governo e empresários. (Agência Infra)

Nota técnica da Aneel sugere reduzir indenização da RBSE
Recálculo de componente financeiro pode alterar valor a ser pago a transmissoras com concessões renovadas. O resultado do cálculo mostra que o saldo devedor total da RBSE em julho de 2020 seria de R$ 31,52 bilhões, em vez dos R$ 33,92 bilhões calculados anteriormente. (Canal Energia)

SIN tem 601,5 MW adicionados em maio
O destaque ficou com fonte térmica que registrou 387,2 MW em novas usinas, logo depois vêm as eólicas com 144 MW, 40,7 MW solares fotovoltaicos e 29,5 MW em PCHs. Esse foi o maior volume liberado em um mês no ano de 2022. (Canal Energia)

BNDES prepara nova linha de financiamento para saneamento, diz Montezano
Na avaliação do presidente do banco, a aprovação do marco legal do saneamento, em 2020, mostrou a força do setor, mas são necessários ajustes regulatórios para que a medida se torne mais eficiente. (Valor Econômico)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 119,1/Barril -0,33%

CÂMBIO

R$ 4,79/USD +0,37%

Petróleo fecha em leve queda após registrar máxima de três meses na sexta-feira
Os contratos futuros do petróleo fecharam no vermelho, mas longe das perdas vistas pela manhã. Com a queda, os preços recuaram das máximas de três meses alcançadas na sexta-feira, mas não tiveram ímpeto para anotar perdas mais acentuadas, sem um catalisador claro para derrubar os preços. (Valor Econômico)

Governo propõe compensar Estados que zerarem ICMS sobre diesel e gás de cozinha
Ressarcimento estaria em uma PEC a ser editada desde que fosse aprovado o projeto de lei que estabelece limite de 17% para a alíquota de ICMS sobre combustíveis e energia elétrica. Governo não detalhou origem dos recursos para bancar a iniciativa. (Valor Econômico)

Medidas propostas pelo governo sobre ICMS devem ter impacto de R$ 25 bi a R$ 50 bilhões, calcula Guedes
Governo pretende fixar teto, no texto da nova PEC em discussão com o Congresso, para o valor que será compensado aos Estados; desoneração e a compensação vão valer de 1º de julho a 31 de dezembro. (Valor Econômico)

EUA liberam venda de petróleo venezuelano para a Europa
O volume de petróleo que a Eni e a Repsol devem ser autorizadas a vender não será grande, disse uma fonte, e qualquer impacto nos preços globais do petróleo será modesto. (Valor Econômico)

País produz mais óleo, mas reinjeta mais gás em abril
O Brasil produziu mais óleo e gás e injetou mais gás em abril deste ano, segundo dados disponibilizados pela ANP na última sexta-feira (3/6). Começando pelo petróleo, o país produziu 2,9 milhões de bpd em abril, que representam um aumento de 0,6% e de 0,8% ante os volumes de março deste ano e abril do ano passado (ambos em torno de 2,9 milhões de bpd, com algumas variações). (Petróleo Hoje)

O diesel e a transição energética
Historicamente os preços dos derivados acompanham a volatilidade do barril, mas em razão de toda a incerteza global essa lógica vem se alterando, em especial no caso do diesel.Pela primeira vez na história, o preço do diesel descolar do preço do petróleo e da gasolina. A Europa está subsidiando o preço do diesel para que ele volte a ficar mais barato que a gasolina. (Brazil Journal)

TJRJ livra PetroRio de cobrança sobre benefício fiscal
O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) manteve sentença obtida pela PetroRio contra fundo de emergência criado pelo governo estadual. A decisão afasta a obrigação de depositar no Fundo Orçamentário Temporário (FOT) 10% do valor obtido por meio de benefícios fiscais de ICMS. Cabe recurso. (Valor Econômico)

BW Offshore em Golfinho
A Petrobras está a um passo de fechar contrato de venda do campo de Golfinho com a BW Offshore. A operação de desinvestimento do ativo de águas profundas da Bacia do Espírito Santo deverá se concretizar nas próximas semanas, ainda em junho, apurou o PetróleoHoje. As duas petroleiras já concluíram as negociações comerciais. O valor do negócio ainda é mantido sob sigilo. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Segunda-Feira, 06 de Junho

Destaques: (i) Seria possível um novo governo reestatizar a Eletrobras (ELET3)? (Valor Econômico); (ii) Eletrobras: se quiser voltar a ser dono, governo terá de pagar o triplo. (Valor Econômico); (iii) Petróleo sobe e encerra a semana com ganhos apesar do aumento da produção da Opep+. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Seria possível um novo governo reestatizar a Eletrobras (ELET3)?
Os candidatos à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva e Ciro Gomes têm repetido que reverteriam a privatização da Eletrobras (ELET3), caso eleitos. Mas, para economistas ouvidos pelo Estadão, uma medida desse tipo seria praticamente inviável diante do modelo de privatização escolhido pelo governo – de venda de ações ao mercado, tornando-se um sócio minoritário. (Suno)

Associação dos funcionários de Furnas obtém liminar que suspende assembleia de debenturistas
A Associação dos Empregados de Furnas (Asef) obteve hoje decisão liminar na Justiça para suspender a assembleia de debenturistas de Furnas que ocorreria amanhã. A suspensão da assembleia foi determinada pela juíza Isabel Teresa Pinto Coelho Diniz, do plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). A decisão vale até o que o juiz natural do caso analise a questão.  (Valor Econômico)

Eletrobras: se quiser voltar a ser dono, governo terá de pagar o triplo
União seguirá como maior acionista da empresa após privatização; conheça travas para limitar poder de voto e dificultar reestatização. Um deles limita o poder de voto de qualquer acionista ou grupo de acionistas a 10% das ações. Assim, mesmo que tenha 40,3% das ações ordinárias após a privatização, a União só conseguirá votar com 10%.  (Valor Econômico)

Página especial traz informações da oferta de ações da Eletrobras
Espaço no site do Valor vai reunir notícias da privatização e a plataforma Valor Empresas 360 concentra dados como cotações e informações contábeis resumidas e traduzidas. Até a próxima quarta-feira (dia 8), será possível comprar ações da estatal de energia elétrica Eletrobras, com e sem o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na operação de privatização da companhia. (Valor Econômico)

Eletrobras diz que Aneel incluiu nota em processos de reconsideração de revisão de tarifa
A Eletrobras divulgou nesta sexta-feira (03) que foi incluída uma nota técnica da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em nove processos administrativos que pedem reconsideração das revisões periódicas das tarifas das concessões de transmissão. Companhia informa que “está avaliando o conteúdo” e que vai manter o mercado “informado sobre o assunto”. (Valor Econômico)

Carga desacelera e previsão é de alta de 0,4%, aponta ONS
A primeira revisão semanal do Programa Mensal de Operação para junho mostra uma desaceleração da carga ante o que era projetado na semana passada. A previsão ainda é de alta, mas beira a estabilidade com uma elevação de 0,4%. Em todos os submercados do país deverão ser registrados aumentos, mas nenhum chega a 1% quando comparado ao mesmo mês do ano passado. (Canal Energia)

Revisitar o modelo é necessário para discussão tarifária, diz PSR
Com a discussão tarifária no foco principal, o Energy Report de maio considera ser fundamental revisitar o modelo do setor elétrico de modo a reduzir a importância das chamadas ‘heranças malditas’ na composição da tarifa de energia. (Canal Energia)

Aneel suspende substituição de térmicas do PCS pela UTE Mário Covas
A diretora-geral substituta da Agência Nacional de Energia Elétrica, Camila Bomfim, suspendeu a medida que permitiu o suprimento dos contratos de quatro termelétricas do procedimento competitivo simplificado pela térmica de Cuiabá, conhecida como UTE Mário Covas.  (Canal Energia)

Gleisi comemora liminar que suspendeu assembleia em Furnas
A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, foi ao Twitter para comemorar a decisão judicial que suspendeu a assembleia de debenturistas de Furnas, que seria realizada na 2ª feira (06.jun.2022). “Importante vitória contra a privatização da Eletrobras”, escreveu Gleisi neste domingo (05.jun). (Poder 360)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 116,7/Barril -0,75%

CÂMBIO

R$ 4,78/USD -0,33%

Petróleo sobe e encerra a semana com ganhos apesar do aumento da produção da Opep+
Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta, apesar da decisão de ontem da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (grupo conhecido como Opep+) de aumentar o ritmo de produção da commodity, com os investidores ainda atentos aos temores sobre a oferta global de petróleo. (Valor Econômico)

Combustíveis fósseis ainda vão prevalecer por 20 anos
Segundo especialistas, embora a transição energética esteja acelerada no planeta, não significa que a dependência dos combustíveis fósseis será extinta em um passe de mágica. Eles ainda terão papel predominante na economia por, pelo menos, duas décadas. (Valor Econômico)

Produção brasileira de petróleo cresce em abril, apura ANP
A produção de petróleo brasileira no mês de abril ficou em 2,999 milhões de barris por dia (barris/dia), aumento de 0,8% em relação a igual mês em 2021, segundo dados do boletim mensal da Agência Nacional do Petróleo (ANP). (Valor Econômico)

PetroRecôncavo lança oferta de ações de até R$ 2 bi
Com sua ação negociando perto da máxima desde o IPO, a PetroRecôncavo lançou um follow-on que pode levantar até R$ 2 bi para financiar a compra do polo Bahia-Terra e criar espaço para mais M&As.  (Brazil Journal)

Preço em alta da gasolina e do diesel aquece demanda por gás
O aumento dos preços dos combustíveis líquidos, como gasolina e diesel, levou a um crescimento de 19,2% na demanda por gás natural veicular (GNV) nos três primeiros meses de 2022 em relação a igual período no ano passado. Os dados são da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). (Valor Econômico)

Auxílio focalizado seria mais transparente do que mexer no ICMS, mas esbarra no teto, diz IFI
Zerar alíquotas pode não ser capaz de compensar um movimento de alta nas refinarias que chega às bombas, diz Daniel Couri, diretor-executivo da instituição. (Valor Econômico)

Governo estuda usar R$ 20 bi da União para Estados zerarem ICMS de diesel e gás
A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em avaliação no governo Jair Bolsonaro (PL) para combater a alta no preço dos combustíveis deve prever um repasse de cerca de R$ 20 bilhões da União para os Estados em troca de eles zerarem as alíquotas do ICMS sobre diesel e gás de cozinha, segundo fontes do governo ouvidas pela ‘Folha’. (Valor Econômico)

Projeto que limita ICMS é solução preferida da área econômica para preço de combustíveis
O principal ponto de impasse nessa proposta é a perda de receita que os Estados teriam: R$ 83 bilhões, pelo cálculo dos secretários estaduais de Fazenda. (Valor Econômico)

Preço da gasolina cai pela 3ª semana nos postos, diz ANP
O preço da gasolina caiu pela terceira semana seguida nas bombas, acompanhando a queda da cotação do etanol hidratado, que representa 27% da mistura vendida nos postos. Ainda assim, o preço médio permanece acima de R$ 7 por litro em 23 Estados e no Distrito Federal. (Valor Econômico)

Crises do petróleo e gás põem em xeque vida moderna e ordem mundial
Para analistas, não há caminho viável nem para a relação com a Rússia, nem para a transição energética sem a redução do consumo de energia nos países desenvolvidos. (Valor Econômico)

Europa terá Petróleo da Venezuela
A empresa Eni SpA e a espanhola Repsol podem começar a enviar petróleo venezuelano para a Europa já em julho, segundo fontes ouvidas pela agência Reuters. O volume de petróleo que as empresas devem receber não é grande, disse uma das fontes, e o impacto nos preços globais do petróleo será modesto. (Valor Econômico)

Produção brasileira de petróleo cresce em abril, apura ANP
A produção de petróleo brasileira no mês de abril ficou em 2,999 milhões de barris por dia (barris/dia), aumento de 0,8% em relação a igual mês em 2021, segundo dados do boletim mensal da Agência Nacional do Petróleo (ANP). (Valor Econômico)

Petrobras cancela contrato com Sacanb Offshore
A Petrobras rescindiu o contrato de afretamento da sonda monocoluna Sevan Developer, firmado com a Sacanb Offshore, dando fim ao impasse que se arrastava desde 2021. A empresa venceu a licitação da petroleira para 2,4 mil m, mas descumpriu o contrato por não disponibilizar a sonda até o momento. (Petróleo Hoje)

3R planeja construir termelétrica no ES para monetizar produção de gás
A 3R Petroleum tem estratégias distintas para monetização da molécula nos três estados onde atua. No Rio Grande do Norte, passará destinar o gás, atualmente contratado pela Petrobras, para consumo próprio a partir de 2023; na Bahia, fechou recentemente fornecimento para a distribuidora local, a Bahiagás; e no Espírito Santo poderá inaugurar sua atividade no setor de geração de energia, utilizando o gás natural extraído da Bacia do Espírito Santo como fonte para termelétrica a ser construída pela empresa, sozinha ou em parceria. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Sexta-Feira, 03 de Junho

Destaques: (i) Fundos de privatização da Eletrobras com FGTS saiba quais são. (Valor Econômico); (ii) Análise: Petróleo navega no escuro rumo aos US$ 150. (Valor Econômico); (iii) Petróleo avança com incerteza sobre se países da Opep+ conseguirão subir produção. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Fundos de privatização da Eletrobras com FGTS têm taxas de administração de zero a 0,75%; saiba quais são
Pelo menos 13 instituições se habilitaram junto à Caixa para oferecer a possibilidade de investimento na capitalização da Eletrobras usando o saldo das contas do FGTS. Ao todo, já são ao menos 22 fundos, com taxas de administração que vão de zero a 0,75% ao ano, apurou o Valor. (Valor Econômico)

Aneel segura aplicação de R$ 450 mi em multas à Eletrobras
A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) tem poupado o Grupo Eletrobras do pagamento de multas que totalizam R$ 450 milhões, referentes a descumprimentos de contratos de concessão. (Poder360)

Prazo para reserva de ações na oferta da Eletrobras começa nesta sexta; confira as etapas
O valor mínimo para entrar na privatização da estatal é de R$ 1 mil, ou R$ 200 se forem recursos do FGTS. Começa amanhã e vai até o próximo dia 8 o período de reserva da oferta pública de ações ordinárias e preferenciais classe B (PNB) da Eletrobras. (Valor Econômico)

Guerra na Ucrânia aumenta os custos de usinas solares e eólicas
O cenário, no entanto, não deve frear o ritmo de crescimento dos setores, dizem especialistas. A recuperação do consumo depois da retração na pandemia e o conflito na Europa levaram a fortes aumentos nos preços de insumos usados na fabricação de peças usadas na geração renovável, caso do silício das placas solares fotovoltaicas e do aço das torres eólicas. (Valor Econômico)

Brasil é destaque no plano de expansão da EDP Renováveis
Com a ambição de atingir 20 gigawatts (GW) de capacidade instalada até 2025, a EDP Renováveis – braço de energia renovável do grupo português EDP – aposta no Brasil como um dos principais vetores de crescimento fora da Europa. (Valor Econômico)

Aneel aprova mecanismo de compartilhamento de produtividade para transmissoras
A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou a revisão da metodologia de cálculo do ganho de eficiência empresarial (GEE) e do Fator X a ser considerado nos processos tarifários das transmissoras. Para as que foram licitadas a partir de 2008, o GEE será igual a 0%, nas revisões que ocorrerem entre 1º de julho de 2020 e 30 de junho de 2025. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 116,7/Barril -0,75%

CÂMBIO

R$ 4,78/USD -0,33%

Petróleo avança com incerteza sobre se países da Opep+ conseguirão subir produção
Nesta quinta (2), os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados acordaram uma alta na produção diária a 648 mil barris nos meses de julho e agosto, dos atuais 432 mil barris diários. Contudo, os preços do petróleo fecharam em alta nesta quinta-feira (2) com analistas e traders do mercado colocando em dúvida se os países que são membros da Opep+ conseguirão aumentar a produção para ampliar a oferta global. (Valor Econômico)

Análise: Petróleo navega no escuro rumo aos US$ 150
Com os embargos dos EUA e da UE ao petróleo russo, operações semiclandestinas com a commodity são realizadas no mar por traders que se arriscam nessas transações, podendo levar o preço às alturas. (Valor Econômico)

Conselho do PPI recomenda qualificar Petrobras para estudos de privatização
O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) aprovou, nesta quinta-feira, uma resolução recomendando ao presidente Jair Bolsonaro que edite decreto para permitir o início de estudos sobre a privatização da Petrobras. (Valor Econômico)

Estoques semanais de petróleo dos EUA recuam em 5 milhões de barris
Os estoques americanos de petróleo caíram em 5,07 milhões de barris na semana passada, para 414,7 milhões de unidades, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento de Energia dos EUA (DoE, na sigla em inglês). A queda superou com bastante folga a expectativa de alguns analistas, de recuo de 500 mil barris no período. (Valor Econômico)

Opep elevará produção, mas tendência é petróleo subir
Depois de meses ignorando os pedidos dos países consumidores, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados finalmente concordaram em aumentar a produção de petróleo em um mercado que enfrenta déficits. Mas a notícia não reduziu os preços do petróleo. (Valor Econômico)

Vast Infraestrutura fecha contrato com a PetroChina
A Vast Infraestrutura (ex-Açu Petróleo) será responsável pela movimentação de petróleo da PetroChina Internacional Corporation, grupo que controla a CNODC, no Brasil. As duas empresas assinaram, na última semana de maio, contrato para operação de transbordo no terminal do grupo no Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), voltada à parcela de produção dos campos de Búzios e Mero, localizados na Bacia de Santos. (Petróleo Hoje)

SURF de Mero FR fracassa
Após não  não receber nenhuma proposta na licitação para contratação do sistema de SURF (coleta submarina) do projeto Mero Fator de Recuperação (FR), a Petrobras cancelou o bid. A entrega das ofertas estava marcada para meados de maio, mas nenhuma empresa demonstrou interesse pelo contrato, o que pode acender a luz amarela em relação ao futuro do sistema e aos bids que a petroleira tem por lançar no mercado. (Petróleo Hoje)

ANP rejeita prorrogação de prazo contratual de Mangangá e Pirambu
A ANP rejeitou prorrogar, nesta quinta-feira (2), o prazo contratual dos campos de Mangangá e Pirambu, localizados na Bacia de Campos. O prazo contratual continua vigorando até 2033. Em contrapartida, foi aprovado o Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) apresentado pela Petrobras. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Quinta-Feira, 02 de Junho

Destaques: (i) Fundos reduzem taxa para Eletrobras. (Valor Econômico); (ii) Senado aprova projeto que reduz conta de luz. (Valor Econômico); (iii) Petróleo fecha em alta com investidor à espera de encontro da Opep+. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Fundos reduzem taxa para Eletrobras
A competição está forte entre os fundos mútuos de privatização (FMPs) da Eletrobras, única forma que os investidores têm de comprar as ações da estatal de energia elétrica na privatização com o dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os bancos e corretoras administradores desses produtos estão diminuindo as taxas de administração ao ver que os concorrentes estão cobrando menos. (Valor Econômico)

Senado aprova projeto que reduz conta de luz
Proposta obriga dstribuidoras a devolverem cerca de R$ 48 bilhões em créditos tributários. O Senado aprovou ontem projeto que prevê que distribuidoras de energia repassem integralmente créditos tributários referentes à incidência indevida do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na conta de luz paga pelos consumidores. (Valor Econômico)

Estados querem compensação para perda com ICMS
Numa queda de braço entre governadores e a União, os Estados querem que o Congresso estabeleça uma conta de compensação, abastecida com dividendos da Petrobras, como forma de reparar a perda de receita com a queda do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). (Valor Econômico)

PL 414: Comissão especial tem presidente definido
A comissão especial que vai analisar o PL 414 foi instalada nesta quarta-feira, 1º de junho, com a eleição do deputado Cacá Leão (PP-BA) para a presidência. O parlamentar, que estava ausente da sessão, recebeu o voto de nove dos dez integrantes que registraram presença na sessão. (Canal Energia)

Com níveis estáveis, reservatórios do Norte operam com 98,9% de sua capacidade
Apresentando níveis estáveis nos seus reservatórios na última terça-feira, 31 de maio, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a região Norte está operando com 98,9% de sua capacidade. A energia armazenada está em 15.132 MW mês e ENA é de 10.306 MW med, equivalente a 82% da média de longo termo armazenável no mês até o dia. A UHE Tucuruí segue com 98,54%. (Canal Energia)

Alupar conclui a montagem dos aerogeradores do Parque Eólico São João
A Alupar concluiu mais uma etapa na implantação de seu complexo eólico Agreste Potiguar, localizado na cidade de Jandaíra, no Rio Grande do Norte. A montagem dos 6 aerogeradores de 4,2 MW cada, instalados em torres de concreto, com 125 metros de altura, foi concluída em maio de 2022. (Canal Energia)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 113,4/Barril -2,52%

CÂMBIO

R$ 4,80/USD +1,08%

Petróleo fecha em alta com investidor à espera de encontro da Opep+
Os preços do petróleo fecharam a sessão desta quarta-feira (1º) em alta, com os investidores à espera da reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+), amanhã, após relatos de que alguns membros estariam considerando isentar a Rússia das metas de produção. (Valor Econômico)

Guerra do gás piora com corte da Rússia a mais países europeus
Polônia, Bulgária e Finlândia foram os primeiros países a terem o gás cortado pela Rússia, lista agora que também inclui Holanda, Dinamarca e Alemanha. A Rússia cortou o gás natural para mais países da Europa e semeia mais divisão na região em uma escalada de seu uso da energia como arma. A Gazprom interrompeu os envios por oleodutos para a Holanda e a Dinamarca nesta semana e, em seguida, surpreendeu os mercados também cortando um pequeno contrato de fornecimento à Alemanha. (Valor Econômico)

Lira nomeia relator para projeto que altera política de preços da Petrobras e quer votá-lo hoje
O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), nomeou na tarde desta quarta-feira o deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) como relator do projeto de lei que altera a política de preços da Petrobras. Ao Valor, Jardim disse que a proposta deve ser votada ainda hoje no plenário, mas alterada para conter apenas regras que deem transparência à formação dos preços da estatal, sem interferir diretamente no valor cobrado sobre os combustíveis. (Valor Econômico)

Câmara aprova MP sobre venda direta de etanol a postos de combustíveis
A Câmara aprovou nesta quarta-feira, 1º, uma medida provisória que faz ajustes na cobrança da Contribuição para o PIS/Pasep e da Cofins incidentes na comercialização de etanol. Foram 353 votos a favor e dois contrários. O texto ainda precisa ser analisado pelo Senado. (Broadcast)

Petrobras gasta R$ 1,3 milhão cada vez que governo troca seu presidente
Toda vez que o governo do presidente Jair Bolsonaro promove uma mudança na presidência da Petrobras, a estatal precisa desembolsar cerca de R$ 1,3 milhão, destaca o Estadão/Broadcast. Esse é o custo que uma companhia deste porte tem para preparar uma assembleia virtual de acionistas, etapa necessária para a realização de trocas de comando. (Broadcast)

Bahiagás reduz compra do gás da Petrobras e aumenta fornecimento da PetroRecôncavo
Segundo o presidente, Luiz Gavazza, a distribuidora tem optado por pagar penalidades à Petrobras em virtude da redução do volume de gás natural adquirido em relação à quantidade diária programada prevista em contrato. Hoje, a participação da petroleira no suprimento total de gás natural destinado à concessionária caiu dos 15% para 10%.  (Petróleo Hoje)

Petrobras tenta acelerar venda de unidade de fertilizantes em Três Lagoas (MS)
Estatal contrata o Bradesco BBI como assessor financeiro exclusivo para a operação. Entre os termos previstos para o negócio, divulgados ontem em um teaser da Petrobras, está o compromisso “obrigatório e não negociável” de que as obras da UFN-3 sejam concluídas pelo comprador. (Valor Econômico)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

Quarta-Feira, 01 de Junho

Destaques: (i) Corte de ICMS da energia diferirá para cada grupo. (Valor Econômico); (ii) Petróleo recua com relatos de expansão da produção pela Opep. (Valor Econômico).

Elétricas e Saneamento

Corte de ICMS da energia diferirá para cada grupo
Redução da conta de luz para cada consumidor vai depender do volume de eletricidade gasto mensalmente, do tipo de uso (residencial, comércio ou rural) e do Estado. Em alguns casos, só as residências com maiores gastos – e, portanto, onde estão famílias mais ricas – serão beneficiadas. (Valor Econômico)

Térmicas de certame emergencial podem ser reavaliadas
O Tribunal de Contas da União (TCU) estuda propor ao Ministério de Minas e Energia (MME) uma reavaliação dos contratos das 17 usinas vencedoras do leilão de geração emergencial de energia, a fim de buscar as melhores soluções para cada caso, que passam pela manutenção dos acordos, a rescisão unilateral ou a busca de uma solução negociada caso a caso. (Valor Econômico)

Consumo de energia no país bate recorde em abril
Em relação a abril de 2021, a demanda teve aumento de 1,2%, puxada pelo crescimento no consumo da classe comercial, que aumentou 12,9%. A indústria registrou aumento de 0,4% na demanda, com consumo de 15.266 GWh, o maior para abril desde 2013. Já demanda das residências caiu 3,6%, segundo a EPE. (Valor Econômico)

Estados vão propor até 8 mudanças em projeto que fixa teto ao ICMS, diz senador
Relator no Senado do projeto que limita a 17% o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, telecomunicações e energia, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) afirmou nesta terça-feira que os secretários de Fazenda dos Estados devem apesentar de seis a oito sugestões de mudança na proposta. (Valor Econômico)

Leilão municipal de esgoto avança, mas sofre entraves
Em um ano fraco para os leilões regionais de saneamento básico, as licitações municipais de água e esgoto deverão ganhar espaço em 2022. Neste momento, há 43 iniciativas com potencial para se converterem em contratos ainda neste ano, segundo levantamento da Radar PPP, feito a pedido do Valor. (Valor Econômico)

Água para todos: a escassez hídrica e as margens para o futuro
No país com maior disponibilidade de água doce no mundo, nos acostumamos a ignorar sua escassez, a desigualdade na sua distribuição e como dependemos dela no dia a dia. O acesso à água e ao saneamento como um direito humano expõe nossa profunda relação com este recurso finito e a necessidade de trabalharmos a curto, médio e longo prazos para não deixarmos ninguém para trás. (Valor Econômico)

CIRO DIZ QUE, SE ELETROBRAS FOR PRIVATIZADA, ‘TOMA DE VOLTA’ EMPRESA PARA UNIÃO
O pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou nesta terça-feira, 31, que, se for eleito, pretende retomar o controle da Eletrobras para a União caso a privatização em curso da empresa se consolide ainda neste ano. Para o ex-ministro, a capitalização da estatal seria um “crime”. Ele também defendeu recuperar ações da Petrobras até o Estado possuir 60% da empresa. (Broadcast)

ANEEL DEBATE PRORROGAR PRAZOS P/ DISTRIBUIDORAS ADOTAREM NOVAS REGRAS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO
A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 31, a abertura de consulta pública sobre a prorrogação de prazos para que as distribuidoras de energia se adequarem às alterações feitas pela resolução normativa 1.000/2021, que consolida as regras de prestação do serviço de distribuição e estabelece direitos e deveres dos consumidores. O órgão receberá contribuições à proposta entre 1 de junho a 10 de junho. (Broadcast)

. . .

Óleo & Gás

BRENT CRUDE

US$ 117,3/Barril +1,48%

CÂMBIO

R$ 4,75/USD -0,02%

Petróleo recua com relatos de expansão da produção pela Opep
Os preços do petróleo reverteram os ganhos no fim da sessão desta terça-feira (31) e passaram a cair em meio a relatos de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) estaria considerando elevar sua produção. Com isso, os barris se afastaram do preço de US$ 120 o barril. Apesar da queda de hoje, os preços do petróleo terminaram o mês de maio com ganhos acumulados. (Valor Econômico)

Sanção da UE a petróleo russo eleva cotação e pressiona as economias
A promessa da União Europeia (UE) de proibir a importação da maior parte do petróleo russo está forçando o bloco a reformular uma economia voltada a funcionar com petróleo russo barato, enquanto ameaça privar Moscou das receitas de seu produto de exportação mais valioso. (Valor Econômico)

Governo discute aumentar estoque de diesel e consumo do biodiesel para evitar desabastecimento
Diante do risco de faltar diesel no segundo semestre, o governo avalia impor um novo nível de estoque obrigatório mantido pelas distribuidoras e ainda aumentar o percentual de participação do biodiesel — hoje fixada em 10% — no produto comercializado nos postos de combustível. (Valor Econômico)

Petróleo deve seguir em patamar elevado
Preço do Brent no mercado internacional encerrou maio cotado a US$ 115,60 o barril, com média de US$ 109,8, que representou alta anual de 61%. Do lado da oferta, contribui para a alta da commodity as restrições às exportações da Rússia, devido à guerra na Ucrânia. Esta semana, a União Europeia chegou a um acordo para um embargo parcial às compras de petróleo e derivados russos, o que contribuiu para que o Brent superasse a barreira dos US$ 120 o barril na segunda-feira. (Valor Econômico)

CÂMARA APROVA URGÊNCIA PARA PL QUE TRATA DE ‘TRANSPARÊNCIA’ EM PREÇOS DA PETROBRAS
A Câmara aprovou nesta terça-feira, 31, um requerimento para tramitação em urgência de um projeto de lei de autoria do líder do PT, Reginaldo Lopes (MG), que prevê regras de transparência para a composição dos preços de combustíveis definidos pela Petrobras. (Broadcast)

BOLSONARO: PETROBRAS NÃO PODE CONTINUAR USANDO PARIDADE DE PREÇOS INTERNACIONAIS
O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), afirmou que a Petrobras não pode continuar usando a paridade de preços internacionais, que atrela o reajuste dos preços dos combustíveis à variação do barril de petróleo no exterior. (Broadcast)

Petrobras inicia produção do primeiro poço do Projeto IPB
A Petrobras iniciou a produção do primeiro poço do Projeto Integrado Parque das Baleias (IPB) no domingo. O poço 7-JUB-61-ESS, com potencial de produzir 11 mil bpd, é o primeiro a produzir no pré-sal do campo de Jubarte. (Petróleo Hoje)

. . .

Nossos últimos relatórios

  • Orizon (ORVR3): Um jovem gigante? Aumentando nosso preço-alvo para R$40/ação e reiterando Compra (link)
  • CESP (CESP6): Aprovação Final da Reorganização Societária e Nova Marca ‘Auren Energia’ (link)
  • O Gambito Da Rainha: O que um embargo ao Petróleo da Rússia significa para a oferta Global, o Brasil e a Petrobrás? (link)
  • Petrobras (PETR4): EBITDA um pouco abaixo da nossa expectativa, mas ainda uma forte geração de caixa (link)
  • CTEEP (TRPL4): Resultados do 4T21 sem surpresas; Neutro (link)
  • Data Expert: Monitor semanal de Preço de Paridade de Importação da Petrobras (link)
  • Petróleo em alta: como o preço dos combustíveis pode afetar seus investimentos? (link)
  • Orizon (ORVR3): Orizon adquire aterro sanitário no Centro-Oeste; Positivo (link)
  • Setor Elétrico: Como funciona o Mercado Livre de Energia? (link)
  • Omega Energia (MEGA3): Mais que um operador (link)
  • Petrobras (PETR4): Revisão da meta de curva de produção e confirmação da oferta da Braskem (link)
  • Petrobras (PETR4): Anúncio de novo aumento nos combustíveis (link)
  • CESP(CESP6): Comitê Independente Aprova Relação de Troca na Incorporação da CESP pela Votorantim; Positivo (link)
  • Petrobras (PETR4): Barata demais para ignorar, mas cuidado com os riscos políticos; veja o início de cobertura e nossa recomendação (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – Um presente de natal dos céus (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP – O pior passou, por enquanto (link)
  • AES Brasil (AESB3): Cenário hidrológico deteriorado ataca novamente (link)
  • Copasa (CSMG3): Resultado do 3T21 abaixo de nossas estimativas; Negativo (link)
  • Equatorial (EQTL3): A Gigante Continua Crescendo (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Adeus Omega Geração, Olá Omega Energia; Reiteramos Compra (link)
  • CTEEP (TRPL4): Sem surpresas no resultado do 3T21 e pagamento de bons dividendos (link)
  • CESP(CESP6): Reestruturação a caminho, mas ainda é cedo para ficar otimista (link)
  • Energias do Brasil (ENBR3): Energias do Brasil adquire plataforma de crescimento em transmissão no Centro-Oeste (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Aprovada uma nova (e melhor) relação de substituição na combinação de negócios (link)
  • Data Expert | Sensor Elétrico XP: O risco de racionamento diminui pela primeira vez (link)
  • Omega Geração (OMGE3): Combinação de negócios pode destravar muito valor; Reiteramos Compra (link)
  • Setor Elétrico: E Se Ocorrer Racionamento de Energia? (link)

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.