XP Expert

Poupança perde R$ 1,1 bi em abril; LCAs, LCIs e CDBs atraem investidores

Investimentos na Poupança apresentaram resgates líquidos de R$ 1,1 bilhão em abril de 2024. Entenda para onde migraram os recursos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O Banco Central (BC) divulgou os dados da Poupança referentes a abril de 2024. No mês, a tendência de saída da poupança permaneceu e novamente os resgates superaram as aplicações. Considerando o volume de Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e de Caderneta de Poupança Cooperada Rural, a captação líquida negativa totalizou R$ 1,1 bilhão no período. Assim, o saldo total da poupança seguiu abaixo do R$ 1 trilhão.

Dados da Poupança

Em abril de 2024, o volume de aplicações somou R$ 354,0 bilhões, enquanto os resgates totalizaram R$ 355,1 bilhões, chegando a um valor líquido de resgates de R$ 1,1 bilhão.

Em relação ao mesmo período do ano anterior, a captação líquida negativa havia sido ainda maior, de R$ 6,3 bilhões em abril de 2023. No ano, a poupança acumula R$ 23,8 bilhões de saques líquidos.

Nos últimos 12 doze meses, apenas 3 meses obtiveram aplicações maiores do que resgates, sendo eles junho e dezembro de 2023, e março de 2024. Consideramos que a tendência de saída da poupança permanece, com a sua menor rentabilidade oferecida frente a outros tipos de investimentos (confira abaixo em “Nossa Visão”), bem como para atender às necessidades financeiras dos brasileiros, que ainda seguem endividados no cenário atual.

Como resultado, o saldo dos depósitos em poupança encerrou abril em R$ 979,8 bilhões (que inclui R$ 5,2 bilhões de rendimentos). Vale lembrar que o estoque chegou a ultrapassar R$ 1 trilhão em 2020 e 2021.

Por que o saldo da Poupança está diminuindo?

Em seu relatório de Estabilidade Financeira, publicado no dia 30 de abril, o Banco Central (BC) realizou um estudo para investigar os possíveis motivadores dos consecutivos saques da Poupança, com base no ano de 2022, quando houve resgates que ultrapassaram os R$ 100 bilhões e o saldo da caderneta caiu para abaixo de R$ 1 trilhão.

A apreensão é justificada por estes valores serem utilizados como principal funding (fonte de recursos) dos financiamentos imobiliários. Assim, quanto menor for o saldo nas contas de Poupança, menor o volume de empréstimos que os bancos podem conceder para a compra de moradias à população.

As principais conclusões do estudo foram:

1. Realocação de recursos para outros investimentos, com destaque para LCAs, LCIs e CDBs.

Os 16% maiores sacadores aplicaram cerca de 52% do valor sacado (~R$ 116 bilhões) em outros ativos financeiros, sendo R$ 37 bilhões para CDBs/RDBs, R$ 34 bilhões para LCAs e R$ 17 bilhões para LCIs.

Entretanto, conforme ressalvado pelo BC, é esperada uma redução no ritmo de crescimento dessas operações em decorrência da entrada em vigor da Resolução CMN 5.119, de 1º de fevereiro de 2024, que promoveu ajustes nos lastros elegíveis e nos prazos de vencimento da LCA e da LCI. Essa análise está disponível em nosso relatório “LCIs e LCAs ainda valem a pena após a nova regra do CMN?“.

2. Utilização diversificada para a outra metade dos saques

O BC elencou uma série possibilidades que motivaram de 48% dos saques, que incluem: (i) desembolsos para aumento de consumo ou pagamentos de empréstimos; (ii) investimentos em ativos reais; e (iii) aplicações em títulos públicos negociados via Tesouro Direto ou em ações e fundos de investimento negociados em bolsa de valores.

3. Redução da importância da Poupança no portfólio

Segundo o estudo, todos os percentis de sacadores reduziram a importância da caderneta de poupança em suas carteiras de ativos financeiros. A queda foi mais drástica para os maiores sacadores, que passou de 55% para em torno de 30%.

Vale destacar que foi verificada cerca concentração nas retiradas, com cerca de 16% sendo responsáveis por quase 80% dos saques, sendo que apenas 4% foram responsáveis por mais de 50%. Além disso, os principais sacadores também são os de maior renda mediana anual, acima de R$ 78 mil.

A análise do BC foi realizada com dados de mais de 57 milhões de indivíduos que tinham pelo menos R$ 500,00 aplicados na caderneta nos 5 (cinco) principais bancos do Brasil.

Nossa visão

Considerando a taxa Selic atual em 10,50%, a aplicação em caderneta de poupança é menos atraente em relação a outros investimentos.
Veja mais sobre comparações do investimento em Poupança em relação a outras aplicações também conservadoras, como o Tesouro Selic e emissões bancárias.

Apesar de ser a mais tradicional aplicação do brasileiro, o rendimento da poupança deixa a desejar quando comparado a outros tipos de investimentos de riscos similares.

A sua rentabilidade é calculada da seguinte forma:

  • Se a taxa Selic estiver acima de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 0,5% ao mês mais a variação da TR (Taxa Referencial) – próxima a zero atualmente;
  • Se a taxa Selic estiver igual a ou abaixo de 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da Selic mais a variação da TR.

Como fica o retorno dos investimentos com a Selic a 10,50% a partir de uma aplicação de R$ 10.000?

A menor rentabilidade da poupança é mais evidente quanto mais longo for o prazo da aplicação. Simulamos abaixo um comparativo entre diferentes aplicações de Renda Fixa:

Selic a 10,50% a.a.PoupançaTesouro Selic 2029CDB 110% CDILCI e LCA 90% CDI
3 meses10.156,0510.196,5210.219,76não se aplica
1 ano10.638,9510.856,6410.944,6310.935,91
2 anos11.318,7211.878,0312.071,5711.972,26
3 anos11.979,9312.898,9513.206,2313.023,32
4 anos12.745,3914.102,0214.552,2114.247,36
5 anos13.559,7515.417,6716.034,1815.569,85
XP Research Renda Fixa

Investimento inicial: R$ 10.000,00
Data inicial: 13/05/2024 
*TR: 0,02% ao mês – média das projeções da LCA (consultoria econômica) dos próximos 5 anos 
**Selic fixa durante todo o período em 10,50% 
Rentabilidade Tesouro Selic: 100% Selic + 0,15% 
Taxa de custódia B3: 0,2% ao ano para Tesouro Selic
Tesouro Selic e CDB já líquidos de impostos

Fonte

Banco Central

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.