XP Expert

Mercados internacionais operam em alta após anúncios de medidas de estímulo econômico

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -12,2% | 86.067 Pontos

CÂMBIO -2,0% | 4,72/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa caiu 12% ontem aos 86.067 pontos, no pior pregão da Bolsa desde 10 de setembro de 1998, quando o índice recuou 15,82%. Em sua primeira hora, o índice bateu o limite de queda de 10% para o circuit breaker ser acionado, interrompendo as negociações por meia hora.

Enquanto isso, o dólar comercial subiu 1,97% a R$ 4,72. O Banco Central vendeu US$ 3,9 bilhões à vista em leilão, a primeira oferta spot de dólares desde o início da disparada na cotação da divisa. Era previsto um leilão de US$ 1 bilhão, mas logo pela manhã o BC elevou a venda de dólares para US$ 3 bilhões e durante a tarde foi feito mais dois leilões, cada um com mais de US$ 400 milhões.

Nesta manhã, bolsas internacionais se recuperam, com índices futuros americanos e bolsas europeias em alta de 4-5%, enquanto bolsas asiáticas subiram 1-2%. No início da sessão de ontem, os investidores observaram as bolsas americanas cair 7-8%, o maior tombo desde 2008.

Porém, o movimento foi revertido hoje após o presidente Donald Trump dizer que seu governo discutirá com o Congresso um possível corte nos impostos sobre os salários, e anunciará “grandes” medidas econômicas nesta terça-feira, em coletiva ao longo do dia, ainda sem horário definido. Outras economias como Austrália, Japão e Alemanha, também estão em vias de apresentar pacotes fiscais para enfrentar os efeitos do coronavírus sobre a economia.

Os preços de petróleo Brent operam em alta de 8,32% nesta manhã, aos US$37,2/barril, em uma recuperação parcial da queda abrupta de -24% ontem, embora notemos que ainda não há visibilidade em uma melhoria estrutural do setor de óleo e gás no curto prazo.

Por um lado, a Arábia Saudita está se planejando para um aumento de produção além da capacidade máxima reportada pela estatal Saudi Aramco, e por outro a Rússia também planeja elevar sua produção, além de ressaltar que a robustez fiscal do país garante uma resiliência a preços baixos de petróleo na próxima década. Não é possível ter uma visão estruturalmente positiva para preços de petróleo sem sinalizações positivas tanto do lado da demanda como do lado da oferta.

No Brasil, o noticiário local repercute ainda que Caixa e Banco do Brasil pretendem reforçar suas linhas de crédito para fazer frente ao coronavírus. Além disso, o Tesouro Nacional divulgou comunicado para informar que cancelou o leilão de prefixados programado para acontecer na próxima quinta-feira em virtude das condições mais restritivas do mercado financeiro.

Na agenda doméstica local, o destaque será a divulgação da produção industrial de janeiro às 9h que, ao nosso ver, deve apresentar expansão de 0,5% com relação ao mês anterior, e para uma nova operação no mercado de câmbio, com o leilão de US$ 2 bilhões do Banco Central às 9h10.

Nesta terça-feira, às 10h15, nossa analista de ações, Betina Roxo, estará ao vivo para mostrar como o mercado irá abrir, abordando os impactos para o Brasil e as bolsas globais dos últimos acontecimentos ao redor do mundo. Clique aqui para acessar.

Tópicos do dia

Coronavírus

Veja aqui a nossa visão sobre os impactos nos mercados
Veja aqui a opinião de gestores de Fundos Multimercados
Veja aqui a opinião dos gestores de Fundos de Ações
Veja aqui nossa visão sobre os impactos nos FIIs
Veja aqui a opinião dos nossos assessores

Temporada de resultados do 4º trimestre

Movida (MOVI3): após o fechamento do mercado
Localiza (RENT3): após o fechamento do mercado
Clique aqui para acessar o calendário completo
Clique aqui para acessar nossa visão sobre a temporada de resultados

Brasil

  1. Caixa e Banco do Brasil pretendem ampliar linhas de crédito para contornar turbulência global

Internacional

  1. Política Internacional: Arábia Saudita intensifica guerra de preços com Rússia
  2. Petróleo: recuperação de preços de 8% nesta manhã, mas ainda sem visibilidade em uma melhora estrutural

Empresas

  1. Cosan (CSAN3): principais destaques do Cosan Day 2020
  2. AES Tietê (TIET11): presidente do Conselho da AES critica conflito de interesse do assessor financeiro da Eneva S.A. em sua proposta de fusão

Veja todos os detalhes

Brasil

Caixa e Banco do Brasil pretendem ampliar linhas de crédito para contornar turbulência global

  • Diante da turbulência nos mercados globais e da intensa queda do preço do petróleo, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal pretendem reforçar suas linhas de crédito;
  • De acordo com Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, a instituição está preparada para auxiliar os clientes e empreendedores que precisarem de capital de giro nos momentos de volatilidade;
  • Já de acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, a turbulência de hoje é temporária, mas a instituição ainda assim tem se preparado para reforçar as linhas de crédito para pessoa física e empresas, principalmente as do setor imobiliário.

Internacional

Política Internacional: Arábia Saudita intensifica guerra de preços com Rússia

  • Arábia Saudita intensificou a guerra de preços com Rússia e se comprometeu a aumentar a produção a 12,3 milhões de barris por dia no mês que vem, o que representa um aumento de 25%. O Ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, disse que o país tinha a capacidade de aumentar a produção a 11,8 milhões de barris por dia, o que seria máxima histórica.;
  • Nos EUA, hoje serão realizadas as primeiras primárias após a reviravolta na Super Terça-Feira (03/03), votam Idaho (20 delegados), Michigan (125), Mississipi (36), Missouri (68), North Dakota (14) e Washington (89). Ao todo, serão alocados 352 delegados, o que representa 9% do número total de delegados que ficam comprometidos com um determinado candidato. Além da alocação de delegados, o resultado deve ajudar a definir a liderança da disputa. Será a primeira vez que nenhum outro candidato com apoio significativo além do senador e o ex-vice disputará votos.

Petróleo: recuperação de preços de 8% nesta manhã, mas ainda sem visibilidade em uma melhora estrutural

  • Os preços de petróleo Brent operam em alta de 8,32% nesta manhã, aos US$37,2/barril, em uma recuperação parcial da queda abrupta de -24% ontem, após a Arábia Saudita retaliar o fracasso das negociações da OPEP+ ao realizar descontos nos preços de venda oficiais da Saudi Aramco e planejar um aumento significativo de produção a partir de abril de 2020;
  • Apesar da recuperação parcial nesta manhã, ainda há pouca visibilidade em uma melhoria estrutural do setor de óleo e gás. Notícias apontam que a Arábia Saudita, por meio de sua estatal Saudi Aramco planeja elevar sua produção para o patamar de 12,3 milhões de barris ao dia (mbpd) a partir de abril, número 300 mil barris por dia (kbpd) acima da capacidade reportada da estatal. Além disso, a Rússia também afirmou que o país pode realizar um aumento de produção de 200-300kbpd no curto prazo, e de 500 kbpd no médio prazo. Apenas tais movimentos representariam uma adição de 2,6%-3% na oferta global de petróleo;
  • Por outro lado, o Ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, afirmou que seu país não descarta retomar uma cooperação com a OPEP no futuro, lembrando que o próximo encontro entre os países deve ocorrer em maio ou junho. A Reuters também nota que o Ministro convocou uma reunião com companhias de petróleo russas para discutir eventuais cooperações com a OPEP novamente. Entretanto, Moscou notou que a situação fiscal do país, ancorada pelos US$150 bilhões de ativos de seu fundo soberano, permite que a nação seja resiliente a preços baixos de petróleo por uma década;
  • Acreditamos que os preços de petróleo continuarão a apresentar elevada volatilidade no curto e médio prazo, e não é possível ter uma visão estruturalmente positiva sem sinalizações positivas tanto (1) do lado da demanda, em um cenário de normalização da economia global com a contenção do coronavírus, como (2) do lado da oferta por meio de reduções de produção de petróleo, principalmente por meio de uma retomada dos acordos de cooperação entre OPEP e aliados. Saiba mais sobre as razões por trás da queda do petróleo em nossos relatórios sobre o assunto (link e link)

Empresas

Cosan (CSAN3): principais destaques do Cosan Day 2020

  • Ontem participamos da edição de 2020 de encontro com investidores da Cosan, com apresentação dos principais executivos da companhia e subsidiárias;
  • Apresentamos os principais destaques do evento por tema em nosso relatório completo;
  • Mantemos recomendação de Compra nas ações da Cosan, com preço-alvo de R$83/ação.

AES Tietê (TIET11): presidente do Conselho da AES critica conflito de interesse do assessor financeiro da Eneva S.A. em sua proposta de fusão

  • Quase uma semana depois da Eneva informar ao mercado sobre sua proposta de fusão com a AES Tietê, com o objetivo de criar a segunda maior geradora de energia de capital privado do Brasil, a AES Tietê se pronunciou, com o presidente do Conselho de Administração da AES Tietê, enviando uma carta de notificação ao BTG Pactual, assessor financeiro da Eneva;
  • Segundo o Broadcast, o presidente do conselho de administração da empresa e presidente da unidade de negócios da AES para a América do Sul, Julian Nebreda, teria enviado ao BTG Pactual, um dos principais acionistas da Eneva e assessor financeiro da mesma em sua proposta de fusão, uma comunicação criticando o banco por seu conflito de interesses no caso, dado que este atuou como coordenador de uma oferta subsequente de ações que a geradora considerava fazer desde o ano passado, que acabou não acontecendo;
  • A notificação defende que o acionista da Eneva deveria se abster de participar da proposta, inclusive na definição, elaboração e tomada de decisão, uma vez que o BTG teve acesso a informações comerciais e estratégicas de caráter confidencial. Além disso, Nebreda teria afirmado que a AES Tietê tomará medidas legais e administrativas cabíveis caso deveres do banco tenham sido violados, “independente do resultado da análise pela AES da proposta”;
  • O conselho de administração da AES Tietê se reunirá no próximo dia 13, quando será definida a contratação da equipe de assessores financeiros para a condução das ações necessárias em relação a oferta.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.