XP Expert

Mercado segue focado nos eventos de Brasília e em discurso de Powell hoje

Invasão da sede dos três poderes em Brasília e IPCA de dezembro são alguns dos temas de maior destaque nesta terça-feira, 10/01/2023

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA +0,15% | 109.130 Pontos

CÂMBIO +0,56% | 5,25/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Destaque do dia

O noticiário brasileiro continua focado nos eventos pós invasão da sede dos três poderes em Brasília. Os acampamentos em frente aos quarteis das forças armadas foram desmontados, mas não foram verificados maiores incidentes, apesar da defesa de bloqueio de refinarias por alguns dos invasores. Assim, os efeitos sobre ativos brasileiros foram limitados e o debate deve retornar às medidas econômicas do governo em breve.

Na pauta internacional, investidores aguardam o pronunciamento de Jerome Powell hoje que pode fortalecer as apostas de uma elevação de 25 bps na reunião do FOMC de fevereiro.

Brasil

Apesar dos episódios de violência política na Praça dos Três Poderes, em Brasília, o índice Ibovespa subiu 0,15% nessa segunda-feira (09/01), encerrando o pregão aos 109.130 pontos. Por sua vez, o dólar teve leve alta de +0,56% e as taxas futuras de juros fecharam em queda. A visão momentânea dos participantes do mercado, é que a resposta das instituições brasileiras ao ocorrido ontem foi satisfatória. DI jan/24 saiu de 13,595% para 13,575%; DI jan/25 de 12,85% para 12,785%; DI jan/26 foi de 13,775% para 13,7% e o DI jan/27 passou de 12,79% para 12,71%.

IPCA de dezembro

Ainda em solo brasileiro, haverá hoje a divulgação do IPCA de dezembro, na qual o mercado espera uma alta de 0,45% puxado pela recomposição de preços de bens após a Black Friday parcialmente compensado pela queda de preços de combustíveis.

Mundo

No dia de hoje, as bolsas internacionais amanhecem negativas (EUA -0,1% e Europa -0,6%) à medida que o sentimento dos investidores continua a ser impactado pela narrativa do Federal Reserve. Dois membros do Fed, Mary Daly e Raphael Bostic, pontuaram nessa segunda-feira que esperam que a taxa de juros americana suba acima de 5%, reforçando o tom contracionista em relação à política monetária nos EUA.

Apesar dos discursos, os diretores do Fed continuam adotando cautela para lidar com a inflação e relutam em reduzir o ritmo ou parar de subir as taxas de juros por receio de que a inflação se consolide em patamares muito elevados.

Na Europa, o economista-chefe do Banco da Inglaterra, Huw Pill, afirmou que o Reino Unido corre o risco de uma pressão inflacionária persistente por conta de um mercado de trabalho apertado mesmo que os preços do gás natural se estabilizem ou caiam, implicando que novos aumentos nas taxas de juros podem ser necessários.

Na China, o índice Hang Seng (-0,3%) encerra em leve baixa, após seu melhor início de ano desde 1999.

Desemprego na Europa

Na zona do euro, a taxa de desemprego permaneceu inalterada em um nível mínimo recorde de 6,5% em novembro, em linha com as expectativas. Em termos absolutos, entretanto, o número de desempregados caiu, um sinal de que o mercado de trabalho continua apertado.

Mercado em Gráfico

Neste domingo (8), o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o Supremo Tribunal Federal (STF) foram invadidos e depredados por manifestantes, gerando temores sobre uma crise constitucional. A invasão dos Três Poderes foi contida pela polícia em algumas horas, e os manifestantes foram retirados dos edifícios do governo. Com uma resposta rápida e dura de autoridades do governo contra as invasões, a Bolsa brasileira não foi significativamente impactada e encerrou o segunda-feira (9) em leve alta de 0,2%. Já o dólar registrou leve alta de 0,4%, reforçando que o risco político não ficou nos holofotes do mercado. Manifestações desse cunho já foram vistas no passado recente, como a invasão do Capitólio nos EUA no dia 6 de janeiro de 2021 e a Invasão ao Congresso no dia 17 de junho de 2013 – ambas também rapidamente contidas pelas autoridades e sem impactos muito relevantes para os mercado. Nessas duas datas, após a invasão do Capitólio, o S&P 500 subiu 0,6% e registrou nova alta histórica – impulsionado por políticas fiscais expansionistas e o Ibovespa registrou alta de 0,8% no pregão após a invasão do Congresso Nacional em 2013. A principal consequência para os atos de domingo, além de uma potencial piora da percepção de risco por investidores estrangeiros, é um adiamento da agenda econômica.Para se proteger no cenário de riscos fiscais e eventuais riscos políticos, manter-se diversificado segue sendo a melhor estratégia. Acesse nosso Onde Investir em 2023 para saber mais.

Veja todos os detalhes

Economia

Discurso de autoridades do Fed e IPCA em destaque

  • Os diretores do Federal Reserve dizem que novos dados de inflação divulgados no final desta semana os ajudarão a decidir se podem diminuir o ritmo dos aumentos das taxas de juros em sua próxima reunião, para apenas 0,25 pontos base em vez dos saltos maiores que foram adotados na maior parte de 2022. Atlanta O presidente do Fed, Raphael Bostic, disse a repórteres na segunda-feira que, se os dados de preços ao consumidor dos EUA divulgados na quinta-feira confirmarem o esfriamento visto no relatório mensal de empregos mais recente, ele teria que levar um aumento de um quarto de ponto “mais a sério e seguir nessa direção”. Por sua vez, a presidente do Fed de San Francisco, Mary Daly, disse que os aumentos de juros de 25 e 50 pontos-base estão “na mesa” para ela. Ela, como Bostic, espera que a taxa de juros do Fed – agora em 4,25% a 4,5% – precise subir para uma faixa de 5% a 5,25% para fazer o trabalho sobre a inflação. Depois de quase um ano de aumentos agressivos de juros destinados a desacelerar a economia e reduzir a inflação, os formuladores de políticas do Fed dizem que estão encorajados pela recente desaceleração no emprego e no crescimento dos salários, que pode sinalizar uma inflação mais baixa à frente. Mas eles relutam em interromper os aumentos das taxas de juros ou mesmo em reduzir a taxa para incrementos menores de alta muito cedo, por medo de consolidar a inflação alta e, finalmente, forçar o Fed a aumentar ainda mais as taxas;
  • A taxa de desemprego da zona do euro permaneceu inalterada em um mínimo recorde em novembro, como esperado. A Eurostat disse que a taxa de desemprego nos 20 países que agora compartilham o euro em novembro de 2022 foi de 6,5% da força de trabalho, a mesma de outubro e em linha com as previsões de economistas consultados pela Reuters. Em termos absolutos, no entanto, o número de desempregados caiu para 10,849 milhões em novembro, ante 10,851 milhões em outubro, um sinal de que o mercado de trabalho ainda está apertado, apesar das previsões dos economistas de uma recessão técnica a partir do último trimestre de 2022;
  • No Brasil, a invasão da sede dos três poderes em Brasília continua em destaque. Após a invasão, os acampamentos em frente aos quartéis militares foram desmantelados e quase 1,5 mil pessoas foram presas. Não houve mais incidentes, apesar de alguns criminosos defenderem bloqueios em frente a refinarias de petróleo. Assim, não vimos muito efeito sobre os ativos brasileiros ontem e esperamos que o debate retorne às políticas econômicas do governo em breve;
  • Os principais destaques de hoje são o discurso de Powell em um simpósio sobre a independência do banco central na Suécia, na qual o  presidente do Fed pode fortalecer as apostas em um aumento de 25 bps em fevereiro, e o índice de inflação IPCA no Brasil, que deve acelerar 0,45% (0,46% em nossas estimativas) em dezembro de 2022 e 5,6% na comparação anual, refletindo o efeito da recuperação dos preços das mercadorias após a Black Friday, por um lado, e a queda dos preços dos combustíveis, por outro.

Empresas

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Conselho aprova a proposta de redução de capital no contexto do Spin-off do Éxito

  • O GPA divulgou ontem (09) um Fato Relevante (link) trazendo mais uma atualização dos processos de separação entre a operação brasileira e a colombiana (Grupo Éxito);
  • O conselho de administração da companhia aprovou a proposta de redução de capital no montante de R$ 7,1bi, que será submetida à aprovação dos acionistas em assembleia no dia 14/fevereiro. A relação de troca de ações segue mantida (4 ações de Éxito para 1 ação PCAR3), sendo emitidas ~1,08 bilhão de ações a serem distribuídas para os acionistas de GPA (equivalente a 86,3% da participação do GPA no Grupo Éxito). Após a transação, o Casino deterá 47% do Éxito (incluindo os 13% de participação remanescentes do GPA na companhia);
  • A companhia reiterou a expectativa de concluir a transação no primeiro semestre de 2023. Vemos o anúncio como neutro, uma vez que se trata de mais uma atualização processual no contexto da transação, além de seguirmos com uma visão cautelosa principalmente frente às incertezas da liquidez do papel na Colômbia. Mantemos nossa recomendação Neutra e preço alvo de R$ 21/ação. Veja mais no nosso relatório sobre a transação (link).

Data Expert | Exportações de Carne Brasil

  • As exportações robustas de 2022 escondem um desempenho mais fraco no final do ano;
  • Bovina. Preços no mercado interno encontraram suporte devido às festas de final de ano, mas o mesmo não ocorreu com os preços da carne exportada, atingindo o menor valor de 2022 em dezembro.  O consolidado de 2022 mostra um volume recorde, subindo 26% no ano, com valor monetário atingindo mais de US$ 12,5 bilhões, mas os preços médios aumentaram apenas 15%;
  • Suína. Em relação às demais carnes, a carne suína apresentou o melhor desempenho mensal, com volume recorde e mantendo o forte patamar de preços de novembro. No consolidado de 2022, o volume exportado caiu um pouco abaixo do ano passado, enquanto o valor total de US$ 2,4 bilhões é uma retração de 3%;
  • Frango. Após um novembro recorde, o volume de dezembro fechou abaixo do ano passado e os preços de exportação caíram para o menor nível do segundo semestre de 2022. No consolidado de 2022, o volume exportado subiu 4%, enquanto o valor total de US$ 9,4 bilhões aumentou 27%;
    Clique aqui para acessar o relatório completo.

Análise (Renda Fixa): Banco Daycoval

  • O Banco Daycoval S.A., fundado em 1968, é um dos principais bancos do sistema financeiro brasileiro. Atua nos segmentos de empresas (middle market), crédito consignado e financiamento de veículos;
  • Possui gestão familiar, que pode ser considerada conservadora, ao observar sua carteira de crédito quase 97% concentrada em créditos de baixo risco (AA – C);
  • Ao final do terceiro trimestre de 2022, possuía patrimônio líquido de R$ 5,5 bilhões, com retorno sobre capital de cerca de 22%. O índice Basileia, em setembro, era de 13,3%, confortavelmente acima do mínimo regulatório (10,5%);
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Pagamentos: Insights sobre o futuro do mercado de pagamento

  • Evento realizado nos últimos dias de 2022, que marcou o início da internacionalização da CSU Digital (B3: CSUD3), discutiu o futuro do mercado de pagamentos no Brasil e no mundo;
  • As principais reflexões que trouxemos do evento realizado em Miami foram: (i) a importância da atuação dos órgãos reguladores no desenho de um ambiente imparcial onde haja um objetivo claro: beneficiar os usuários; (ii) Segurança e infraestrutura (de pagamentos e de telecom) robustas são pilares indispensáveis para a criação de um mercado sem fricção; e (iii) o mercado de pagamentos vai ser cada vez mais integrado, ou seja, os players desse mercado vão ser cada vez mais completos;
  • Veremos incumbentes incorporando traços da estratégia dos disruptores, fintechs adicionando práticas empresariais inspiradas nas incumbentes e agentes relevantes de outros mercados (tecnologia, por exemplo) oferecendo soluções financeiras embarcadas em seus produtos e serviços. Embora os painéis do evento não tivessem a pretensão de esgotar o tema, tampouco apontar os vencedores deste mercado, enxergamos que as empresas com balanço saudável (para fazer frente aos investimentos necessários) e com cultura digital possuam vantagens para atingir ou manter posições relevantes neste mercado no futuro;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Lula edita decreto que nomeia Maria Rita para a presidência da Caixa (Broadcast);
    • Goldman Sachs planeja cortar 3.200 empregos após revisão de custos (Valor);
    • Wiz faz acordo para distribuir consórcios da Porto Seguro (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Tech XP: Notícias diárias do setor de Telecom e Tecnologia
    • Teles perdem valor na B3, apesar de fatores positivos (Valor);
    • ISP de sc começa a oferecer 10 giga de velocidade (Telesíntese);
    • Após hiato, Infracommerce retoma M&A com aquisição no Chile (Neofeed);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Conselho do Pão de Açúcar aprova proposta de redução do capital social (Valor Investe);
    • Grupo Mateus (GMAT3) abre 31 novas lojas em 2022 (Finance News);
    • Cesta básica sobe até 18% nas capitais em 2022 (Folha);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Alimentos e Bebidas
      • Devastadora, Influenza Aviária está varrendo o mundo – Avisite;
      • Exportação de carne bovina da Australia atinge o menor nível em 19 anos – Beef Central;
    • Agro
      • Paranaguá prevê avanço de 40% na exportação de commodities agrícolas no 1º tri – Notícias Agrícolas;
      • Fim de restrições a viajantes na China puxa alta de preços agrícolas em NY – Valor;
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • BNDES aprova financiamentos para 1,5 GW eólicos e solares (Canal Energia);
    • Celesc recebe indicação de Vitor Lopes Guimarães para presidência da empresa (Canal Energia);
    • Nova estratégia da Petrobras vai exigir renegociação com Cade (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Microsoft em negociações para investir US$ 10 bilhões na OpenAI

  • Microsoft em negociações para investir US$ 10 bilhões na OpenAI;
  • Goldman Sachs anuncia maior volume de demissões desde a crise financeira;
  • Apple planeja abandonar uso do chip Broadcom para um de design interno;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

Renda fixa

Tesouro Direto lança novos títulos para 2023. E agora?

  • O Tesouro Direto passou a disponibilizar novos títulos para os investidores comprarem. Basicamente, as novas opções têm vencimentos mais longos do que aqueles que estavam à disposição até a semana passada;
  • Qual é a diferença entre eles? Em primeiro lugar, os títulos possuem datas de vencimento diferentes. Como mencionamos, os novos títulos à disposição vencerão depois daqueles que foram retirados. Outra diferença, que é consequência da primeira, é a rentabilidade, que também pode ser diferente;
  • Eu tenho os títulos que não são mais vendidos. E agora? Não há motivo para preocupação. Os investidores que já possuem os títulos que não serão mais negociados no Tesouro Direto para compra continuarão podendo resgatar seus títulos normalmente, em caso de necessidade;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo e entender melhor as mudanças.

De Olho na Renda Fixa: principais notícias de crédito privado, mercados e renda fixa

  • Mercados
    • Eventos políticos exigem prêmio adicional, mas isso já está embutido nos ativos brasileiros, diz Vontobel (Valor Econômico);
    • China acena com acordo de livre comércio com Mercosul (Valor Econômico).
  • Noticiário Corporativo
    • Banco do Brasil e BB Seguridade assinam aditamento de acordo operacional (Valor Econômico);
    • Lula formaliza indicação de Rita Serrano para presidência da Caixa (Valor Econômico).
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Alocação & Fundos

Principais notícias

  • Fundos Imobiliários (FIIs): confira as principais notícias
    • Ifix abre semana no campo negativo; FII TORD11 cai 2,7% após cortar dividendos (InfoMoney);
    • Antes do IPCA: Fundos imobiliários fecham em queda após ataques à imóveis públicos (MoneyTimes);
    • Fundo imobiliário acumula ganho com valorização patrimonial e 17,2% de DY (FIIs);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

ESG

Novo estudo da ONU afirma que a camada de ozônio está se recuperando | Café com ESG, 10/01

  • O mercado encerrou o pregão de segunda-feira estável, com o Ibov e o ISE em leve alta de +0,2% e +0,3%, respectivamente.
  • No Brasil, (i) em 2023 a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) se voltará, na prática, ao tema ESG quando se trata de regulação, com duas novas normas entrando em vigor neste ano: uma delas é ligada à divulgação de medidas ESG por empresas abertas, que devem ser publicadas nos formulários de referência; e a outra é a regulação dos fundos socioambientais; (ii) o Observatório de Conhecimento e Inovação em Bioeconomia da FGV lançou um painel para acompanhar a dinâmica de consumo de combustíveis no Brasil a cada trimestre – o projeto tem como foco principal a análise dos efeitos da bioenergia na redução das emissões de gases do efeito estufa (GEE), e os dados mostram que as emissões de GEE na matriz de combustíveis leves atingiram 27,30mt de CO2eq no 3T22, crescendo 6,52% em comparação com o mesmo período de 2021.
  • No internacional, um esforço coordenado planetário para combater o buraco na camada de ozônio está dando resultado, e oferece uma nova esperança na luta contra a mudança do clima – um estudo divulgado ontem pela ONU apontou que o acordo internacional para acabar com o uso de certos químicos está restabelecendo a camada de ozônio.
  • Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.