XP Expert

Dados de emprego nos EUA e IPCA de junho no Brasil são destaque

A divulgação dos dados de empregos dos EUA deixam bolsas em baixa nesta manhã. No Brasil, o destaque é a divulgação do IPCA de junho.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA +2,0% | 100.730 Pontos

CÂMBIO -1,5% | 5,34/USD

O que pode impactar o mercado hoje

Destaque do dia

Mercados amanhecem em baixa, com investidores globais concentrando suas atenções hoje nos Estados Unidos para os dados de emprego de junho. O documento é um dos indicadores usados pelo Fed para definir o ritmo de aperto da política monetária do país, um fator central na avaliação do mercado sobre a probabilidade de recessão. Na agenda internacional, temos a divulgação do relatório de emprego payroll e taxa de desemprego de junho nos EUA e, no Brasil, divulgação do IPCA de junho.

Brasil

Acompanhando os mercados lá fora e com um empurrão extra das commodities, o Ibovespa fechou em alta de +2,04% aos 100.729 pontos. O dólar fechou em baixa, pressionado pela valorização das commodities. A moeda americana fechou em baixa de -1,42%, a R$ 5,35. Os juros futuros tiveram dia de queda, principalmente nos títulos de vencimentos de médio e longo prazos. O movimento de alívio nos prêmios foi explicado pela melhora de humor no cenário internacional, que também produziu efeitos de valorização no câmbio. As questões fiscais que vinham pressionando as taxas apresentaram menos volatilidade que os dias anteriores na medida que o mercado já digeriu e precificou os impactos da PEC aprovada na Câmara dos Deputados. DI jan/23 fechou em 13,755%;  DI jan/24 em 13,54%; DI jan/25 em 12,84%; DI jan/27 encerrou em 12,74%; e DI jan/29 em 12,92%.

Mundo

Bolsas internacionais amanhecem negativas (EUA -0,3% e Europa -0,2%), com investidores globais concentrando suas atenções hoje nos Estados Unidos para o relatório de emprego de junho, que deve mostrar outro mês forte de contratações, já que o mercado de trabalho resiste a qualquer sinal de recessão iminente ou desaceleração econômica. O Federal Reserve está acompanhando de perto o mercado de trabalho ao lado dos dados de inflação enquanto traça seu curso para o aperto da política monetária, um fator central na avaliação do mercado sobre a probabilidade de recessão. No Japão, as ações deixaram de lado a maior parte dos ganhos e o iene subiu com a notícia de que o ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abe foi gravemente ferido em um aparente tiroteio. Após o fechamento do mercado japonês, foi confirmada a morte do ex-premiê. Na China, o índice CSI 300 (-0,3%) terminou em leve baixa, ao contrário do Hang Seng (+0,4%). Os índices de preços ao consumidor e ao produtor no país serão divulgados na sexta-feira (8) à noite.

Dados do mercado de trabalho nos EUA

Os dados do mercado de trabalho dos EUA são o destaque de hoje. Analistas vão buscar entender se desaceleração da economia já atingiu o mercado de trabalho. O mercado de trabalho é uma variável-chave para o Fed – banco central americano – decidir os próximos passos da política monetária. Dois membros do Fed – o governador Christopher Waller e o presidente do Fed de St Louis, James Bullard – apontaram a necessidade de colocar a política monetária em território restritivo.

Morte do ex-primeiro ministro do Japão

O ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, morreu após ser baleado em um comício de campanha, antes das eleições de domingo. Abe foi o primeiro-ministro mais longevo do Japão.

PEC do teto de gastos

No Brasil, o presidente da Câmara Artur Lira adiou a votação da Emenda Constitucional que permite ao governo aumentar os gastos sociais este ano além do teto constitucional. Não houve deputados suficientes presentes para garantir os votos necessários para a aprovação do projeto. A emenda, que já foi aprovada no Senado, vem pressionando o prêmio de risco dos ativos brasileiros desde que foi proposta pelo governo.

IPCA de junho

Hoje, as atenções do mercado se voltam para os números do IPCA de junho. Esperamos uma inflação mensal de 0,75%, número um pouco acima do consenso de mercado (0,71%). 

Veja todos os detalhes

Economia

Atenções voltadas para os dados do mercado de trabano nos EUA e do IPCA no Brasil

  • Os dados do mercado de trabalho dos EUA são o destaque de hoje. Analistas vão buscar entender se desaceleração da economia já atingiu o mercado de trabalho. Até agora, outros indicadores de emprego vêm mostrando um quadro sólido. O mercado de trabalho é uma variável-chave para o Fed – banco central americano – decidir os próximos passos da política monetária, principalmente se o movimento de julho for um aumento de 0,50 ou 0,75 pp. Ontem, dois membros do Fed – o governador Christopher Waller e o presidente do Fed de St Louis, James Bullard – apontaram a necessidade de colocar a política monetária em território restritivo, o que sugere que eles votariam por outro aumento de 0,75 pp este mês;
  • O ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, morreu após ser baleado em um comício de campanha, antes das eleições de domingo. Abe foi o primeiro-ministro mais longevo do Japão;
  • No Brasil, o presidente da Câmara Artur Lira adiou a votação da Emenda Constitucional que permite ao governo aumentar os gastos sociais este ano além do teto constitucional. Não houve deputados suficientes presentes para garantir os votos necessários para a aprovação do projeto. A emenda, que já foi aprovada no Senado, vem pressionando o prêmio de risco dos ativos brasileiros desde que foi proposta pelo governo;
  • Hoje, as atenções do mercado se voltam para os números do IPCA de junho. Esperamos uma inflação mensal um pouco acima do consenso de mercado (0,75% vs 0,71%).

Empresas

Construtoras de Baixa Renda: Aprovação das atualizações do CVA deve ajudar o poder de compra para os Grupos 2 e 3

  • Na manhã da quinta-feira (7 de junho), o conselho curador do FGTS aprovou, em reunião extraordinária, algumas das atualizações propostas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) em maio de 2022 para o programa habitacional Casa Verde e Amarela (CVA), que consideramos positivas para construtoras de baixa renda. Em nossa visão, todos os papéis devem ser beneficiados com maior um maior poder de compra no programa. Esperamos uma reação positiva do mercado para todos os nomes de baixa renda e reiteramos nossa preferência por empresas expostas ao topo do programa CVA (Cury e Direcional/Riva);
  • Principais destaques:
    • Aumento do limite de renda familiar para os grupos 2 e 3 do programa CVA, o que pode beneficiar faixas de renda de R$ 2.600,01 a R$ 8.000,00 com uma redução da taxa de juros de financiamento imobiliário (mínimo de 0,75 p.p. menor). Assim, esta medida deve aumentar a capacidade de financiamento em até R$ 19 mil e reduzir as mensalidades em até 11%;
    • Redução significativa das taxas de juros imobiliárias para beneficiários do programa Pró-Cotista. Para unidades de até R$ 350 mil, a redução da taxa de juros foi de 1 p.p. (chegando a 7,66% ao ano), enquanto para unidades acima de R$ 350 mil a redução foi de 0,5 p.p. (chegando a 8,16% ao ano).
  • Clique aqui para acessar o relatório

Varejo Brasileiro: Afinal, o varejo está barato?; Procurando assimetrias de valuation nos nomes da nossa cobertura

Atualizando nossas estimativas e preços-alvo de todos os nomes da cobertura; Rebaixando RD para Neutro

  • Estamos revisando todos os modelos da nossa cobertura, incorporando i) os resultados recentes; ii) uma perspectiva macro mais atualizada, adotando uma postura mais conservadora para 2023; e iii) um custo de capital mais elevado. Com isso, reduzimos os preços-alvo de todos os nomes da cobertura, sendo o custo de capital mais elevado o principal motivo para essa redução. No entanto, mantemos nossas recomendação inalteradas, com exceção de RD, que rebaixamos para Neutro frente ao potencial de valorização limitado;
  • Destacamos também onde estamos versus o consenso de mercado, sendo mais cautelosos com Natura&Co. e nomes de e-commerce para 2022, e mais otimistas para 2023, mesmo após nossos cortes de estimativas;
  • Finalmente, fizemos algumas análises sobre valuation para mapear assimetrias, com i) nomes de alta qualidade sendo favorecidos, ii) liquidez sendo uma preocupação importante do mercado, iii) desvalorização sendo vista globalmente no setor e iv) NTCO e GMAT se destacando vs. pares globais;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Concessões Rodoviárias (ECOR3, CCOR3): Termos de Reequilíbrio Financeiro Já Foram Divulgados; Positivo

  • Retomando – o que aconteceu?
    • Na semana passada, a Secretaria de Logística e Transportes (SLT) do Estado de SP anunciou que não faria os reajustes das tarifas de pedágio que ocorreriam em 1º de julho (de cerca de 12%), em função da atual conjuntura econômica do Brasil e dos altos preços dos combustíveis. Nesse momento, o governo já manifestou sua intenção de reequilibrar totalmente os contratos a diante (veja aqui nosso comentário completo).
  • O que há de novo?
    • Ontem (07), a ARTESP (agência reguladora) publicou no Diário Oficial do Estado que reconhece a necessidade de reequilíbrio dos contratos de concessão, divulgando também alguns dos termos do reequilíbrio. Os devidos reajustes tarifários serão efetuados em 31 de dezembro (atraso de 6 meses) e os contratos serão rebalanceados em dinheiro por indenização financeira paga bimestralmente (agosto, outubro, dezembro);
    • Ressaltamos que as alterações contratuais ainda não foram feitas/assinadas.
  • Positivo, a nosso ver:
    • Vemos o anúncio como positivo, pois (i) o reequilíbrio foi estabelecido rapidamente (contrariando situações anteriores em que os termos demoraram anos para serem definidos); e (ii) a compensação também será feita integralmente neste ano, aliviando as preocupações de fluxo de caixa da decisão.
  • Mantemos nossa recomendação Neutra para ECOR3, e recomendação de Compra para CCRO3, com preferência relativa à CCR no segmento de rodovias brasileiras por enquanto.

Marcopolo (POMO4): Recuperação de Volumes e Iniciativas de Longo Prazo Dão o Tom do Investor Day

  • A Marcopolo sediou o Investor Day 2022, realizado em sua sede em Caxias do Sul/RS e contando com a presença de diversos executivos relevantes;
  • Durante o evento, embora as atuais perspectivas de mercado permaneçam desafiadoras, a Marcopolo reforçou suas expectativas de recuperação de volumes para o 2S’22, com a amenização da escassez de componentes, ao mesmo tempo em que impulsionada por um mix mais rentável (expectativas de vendas positivas para o ônibus G8, seu produto de maior valor agregado);
  • Além disso, a empresa também apresentou seu plano estratégico 2025+, que foca em:
    • (i) aumentar e desenvolver produtos expostos à eletrificação;
    • (ii) maior expansão geográfica (destacando os EUA como um mercado grande e promissor); e
    • (iii) diversificação de produtos (como o Marcopolo Rail, solução metroferroviária da empresa);
  • Reiteramos nossa recomendação Neutra para as ações;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Elétricas: Data Expert | A Força dos Ventos e Acompanhamento do Mercado de Energia

  • Com o objetivo de medir o desempenho do mercado de energia, atualizamos nossos relatórios mensais sobre geração de energia, demanda e preços de energia;
  • Os ventos não sopraram favoravelmente no Nordeste: Em relação ao ano passado, a oferta e demanda de energia tiveram desempenho estável em junho, e o cenário hidrológico manteve seu desempenho superior A/A. Em julho, esperamos que os reservatórios diminuam ligeiramente e a geração eólica aumente devido à sazonalidade (acesse aqui o relatório Acompanhamento do Mercado de Energia);
  • Os ventos não sopraram favoravelmente no Nordeste: Em junho, a maioria dos complexos eólicos apresentou desempenho mais fraco no comparativo anual devido às condições climáticas na costa Nordeste (acesse aqui o relatório A Força dos Ventos).

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Itaú compra 35% da Avenue e terá controle em dois anos (Pipeline);
    • MP altera tratamento tributário das perdas dos bancos no recebimento de créditos (Valor);
    • Senado aprova MP que autoriza crédito consignado para beneficiários de programas sociais (Estadão);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Poupança tem saque recorde para primeiro semestre, de R$ 50,5 bilhões (Folha);
    • Inflação consolida novos hábitos de compra no supermercado (Folha);
    • Receita de exportação da indústria de calçados brasileira cresce 67,5% no semestre (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Commodities: Após fortes quedas, grãos avançam em Chicago (Valor);
    • Executivos de fornecedores de aves dos EUA são absolvidos em caso de fixação de preços (Reuters);
    • CBios ajudam a ‘compensar’ queda do etanol (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Abastecimento de água: Cantareira opera com 39% da capacidade, menor nível desde fevereiro (Valor Econômico);
    • Estoques semanais de petróleo dos EUA sobem em mais de 8 milhões de barris (Valor Econômico);
    • Queda do ICMS não tem reflexos imediatos nas tarifas de energia e causa desgaste político (Agência Infra);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Twitter demite um terço da equipe de recrutamento

  • Twitter demite um terço da equipe de recrutamento;
  • Rivian aumenta a produção no segundo trimestre;
  • Amazon anuncia compra de participação no Gruhub;
  • Agitação do mercado de trabalho causa impacto no preço do transporte aéreo;
  • Acesse aqui o relatório completo de internacional.

Alocação & Fundos

Investindo com o Howard Marks: conheça o Oaktree Global Credit

  • Quais as principais diferenças entre a renda fixa global e a brasileira? Como o investidor brasileiro poderá compreender a volatilidade na renda fixa global?
  • Neste relatório, conheça com mais detalhes a gestora Oaktree, bem como estratégia Oaktree Global Credit, uma das estratégias de crédito mais renomadas do mundo. Além de ter um panorama geral a respeito da volatilidade de renda fixa global;
  • Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

Principais notícias

  • Fundos Imobiliários (FIIs): confira as principais notícias
    • Mercado Imobiliário: fechamento do 2º trimestre (Conteudos Xpi);
    • Entenda de uma vez o que são Fundos Imobiliários neste episódio do podcast ‘Pod isso, Meninas?'(Valor);
    • Fundos imobiliários: Ifix fecha em alta de 0,14%; veja destaques desta quinta (MoneyTimes);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.

ESG

Número de grandes empresas com estratégia ESG é crescente, aponta estudo | Café com ESG, 08/07

  • O mercado fechou o pregão de quinta-feira em território positivo, com o Ibov e o ISE em alta de +2,0% e +1,5%, respectivamente;
  • No Brasil, desde o início do ano, o etanol hidratado recebido pelas usinas de São Paulo recuou R$ 0,39/litro, entretanto, o CBio a R$ 200 já oferece um “prêmio” equivalente a R$ 0,24/litro, ou seja, R$ 0,18/litro mais alto do que no início do ano – assim, os CBios já “amortizaram” 46% da queda do preço do etanol para as usinas este ano, representando 8% da remuneração final das usinas;
  • No internacional, (i) um estudo recente da SAP com mais de 400 líderes empresariais no Brasil, México, Argentina e Colômbia apontou crescimento no número de grandes empresas com uma estratégia ESG já em execução – de 46%, em 2021, para 69% em 2022; e (ii) de acordo com o Banco Central Europeu, um salto repentino nos preços do carbono, juntamente com inundações e secas neste ano, levaria a perdas de pelo menos 70 bilhões de euros para os maiores bancos da zona do euro. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.