XP Expert

Investimentos: o que aconteceu em janeiro no mundo e você deve saber … em 3 minutos

Coronavírus, balanços, Copom, fundos de investimentos: os movimentos e as expectativas geradas em janeiro

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Expectativa.

Eis uma palavra que sempre acompanha os mercados e que, de certa forma, pinta o quadro deste primeiro mês de 2020.

Seja pelo que ainda não se sabe a respeito do surto do coronavírus e seus impactos na saúde global – e suas correlações com os investimentos – seja pelos balanços das empresas, a primeira reunião do Copom e o universo dos fundos, além das outras classes de ativos.

No mundo político, vale destacar os recados enviados ao mundo pelo ministro Paulo Guedes, a partir do Fórum Econômico de Davos. Além disso, seguem nos bastidores a expectativa de que nos próximos dias seja enviado o texto da reforma tributária.

Resumimos aqui os fatos que movimentaram o primeiro mês de 2020 e que podem ter impacto nos seus investimentos.

JANEIRO EM 3 MINUTOS

Coronavírus

Coronavírus

Segundo a Comissão Nacional de Saúde da China, a capacidade de disseminação do coronavírus fica mais forte e as infecções podem aumentar.

O país estendeu o feriado do Ano Novo Lunar até 2 de fevereiro e as escolas retornarão do intervalo mais tarde do que o habitual.

Em relação aos investimentos, os maiores impactos até o momento foram nas ações dos setores de mineração e viagens, devido à queda dos preços dos metais e à decisão da China de suspender as vendas de pacotes turísticos na tentativa de conter o surto.

Para entender mais sobre os possíveis e eventuais impactos nos mercados, nosso time preparou um conteúdo completo sobre o assunto. Clique aqui.

Aproveite e ouça o 16º episódio do Investorcast.

Temporada de resultados do 4º tri de 2019

Já está no ar a nossa prévia de resultados dos balanços das empresas que constam na nossa cobertura.

Nosso time de Research compilou comentários e estimativas sobre o que esperar a respeito dos resultados do 4º trimestre de 2019, que começaram a ser divulgados e seguem até 31 de março.

Para acessar, clique aqui.

Os juros cairão ainda mais?

Em sua última reunião, em dezembro de 2019, o Banco Central cortou a Selic em linha com o esperado pelo mercado, levando-a para 4,5% ao ano.

Mas, logo no início de fevereiro, em um novo encontro, espera-se que esse patamar seja novamente quebrado.

No entendimento da nossa equipe de Economia, o comitê deve decidir que mais um corte será necessário e, por isso, projeta Selic para 4,25% em 2020. Acompanhe nossa live, no dia 6, para entender os detalhes.

Como ficam os fundos?

Quase no final do mês, nosso head de análise de Fundos, Samuel Oliveira, publicou um verdadeiro “tira-teima” sobre fundos de crédito para responder se eles voltaram ou não a ser uma boa opção.

Também na reta final do mês, Renan Manda, especialista em fundos imobiliários, esclareceu para nossa audiência quedas recentes em cotas do setor e projetou a classe para a sequência do ano em transmissão ao vivo.

Em um relatório completo e cheio de detalhes, o analista Luis Arouca separou três motivos para o investidor ficar de olho no setor de Shoppings neste ano. Entenda mais aqui.

O mundo da política

Paulo Guedes levou a Davos neste mês sinalizações importantes, como a expectativa de que as agências de risco passem a classificar de forma mais positiva o Brasil nos próximos meses, na esteira da aprovação de reformas importantes, como a PEC emergencial e a administrativa.

Também neste primeiro mês do ano, nosso time de Política publicou sua primeira pesquisa de 2020, mostrando oscilação na popularidade de Bolsonaro. Veja os detalhes.

Semana da Aposentadoria

Foi em 24 de janeiro que se comemorou o Dia do Aposentado e da Previdência Social, semana na qual produzimos e publicamos uma série de conteúdos especiais.

Foram sugestões de investimentos em vídeos e textos e até uma explicação sobre a possibilidade de se aposentar com R$ 8 mil mensais. Veja tudo aqui.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.