XP Expert

Radar Imobiliário XP #50

Confira as principais notícias do segmento e Fatos Relevantes dos Fundos Imobiliários da semana.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em alta de 0,78%, impulsionado principalmente pelos fundos dos segmentos de logística e shoppings. Nessa semana foi divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que elevou a Selic para 9,25% ao ano. A ata reforçou o tom duro, preocupado com a inflação do Banco Central. No documento, foi revelado que “o Copom concluiu que o ciclo de aperto monetário deverá ser mais contracionista do que o utilizado no cenário básico por todo o horizonte relevante”.

Do lado de indicadores, o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), do Banco Central, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), teve queda de -0,4% em outubro na comparação com setembro, segundo dado dessazonalizado, confirmando que atividade perdeu fôlego antes do esperado. Na publicação do boletim Focus a mediana das projeções para a variação do IPCA em 2021 caiu de 10,18% na semana passada para 10,05% (estava em 9,77% há 1 mês atrás). 

Em relação aos fundos imobiliários, o tónica mais dura na ata do Copom indicando maior preocupação com a inflação sugere maior vigor no ritmo de aumento de juros. Nesse sentindo publicamos um relatório onde compartilhamos nossa visão dos fundos imobiliários neste contexto. Acesse aqui o relatório completo

Sexta-feira | Dia 17/12

Banco Central vê inflação fechando 2021 acima de 10%, maior índice desde Dilma (Estadão)

BC diz que elevará Selic até expectativas serem controladas (Valor)

Central de FIIs: em linha com mercados, Ifix fecha sessão em alta de 0,19% (InfoMoney)

XPLG11 – Positivo: O fundo celebrou o Primeiro Aditamento ao Contrato de Locação Não Residencial com a FACI.LY SOLUÇÕES E TECNOLOGIA LTDA., o qual prevê a adição, ao Contrato, do módulo A3, do condomínio logístico Syslog Galeão, localizado em Duque de Caxias/RJ, com área bruta locável de 6.015,37 m², com vigência a partir de 19 de novembro de 2021 (“Expansão”). Dessa forma, com a Expansão, o Contrato passará a corresponder a uma área bruta locável total de 14.035,86 m². A receita acumulada do Contrato (ou seja, dos 14.035,86 m² alugados), considerando a soma dos recebíveis relativos aos 24 meses contados de 01/12/2021, sem considerar a incidência de atualização monetária prevista no Contrato, é estimada em R$ 0,1791 por cota. A partir do 25º mês a receita mensal decorrente do Contrato, sem considerar a correção inflacionária prevista no Contrato, é estimada em R$ 0,0083 por cota.

Quinta-feira | Dia 16/12

Protegidos da inflação e da alta dos juros, fundos imobiliários de “papel” dominam ofertas em 2021 (InfoMoney)

Fundos imobiliários: Ainda dá para bater a rentabilidade da Selic? (MoneyTimes)

Investidor de FIIs há dez anos, “Tourinho de Ouro” vê oportunidade: “bons ativos que pagam dividendos para o resto da vida” (InfoMoney)

XP Crédito Agrícola – FIAgro-Imobiliário (XPCA11) (Expert XP)

XPCM11 – Negativo: O fundo informa a variação de valor do patrimônio líquido do Fundo, em virtude da avaliação patrimonial realizada com base na data-base de 30/11/2021, passando o valor do patrimônio líquido de R$ 168.499.335,35 no balancete de outubro/2021 para R$ 133.587.253,96 no balancete de novembro/2021, o que representa uma variação de -20,72%.

PATC11 – Neutro: O fundo realizou a reavaliação anual de todos os ativos imobiliários do Fundo. Os imóveis são reconhecidos por seu valor justo, tendo sido reavaliados com data-base de 15/12/2021. A remarcação impactou positivamente o Patrimônio Líquido do Fundo em R$ 3.407.399 (o equivalente a R$ 0,98/cota), trazendo um acréscimo de 1,43% em relação ao valor contábil dos referidos ativos aplicável até 14/12/2021.

RBVA11 – Informativo: O fundo informa o cancelamento da 4ª emissão de cotas do Fundo. Durante o Período de Exercício do Direito de Preferência, encerrado e liquidado no dia 14 de dezembro de 2021, houve a subscrição de 8.766 Novas Cotas, correspondente a 1,21% da Quantidade Inicial de Novas Cotas ofertadas, abaixo da Captação Mínima de 10.366 Novas Cotas.

Quarta-feira | Dia 15/12

Alta acelerada da taxa de juros ameaça recuperação de fundos imobiliários (Valor)

XP destaca necessidade de seleção cautelosa de fundos imobiliários e tem classe favorita (Valor)

Central de FIIs: Ifix acompanha mercado e fecha em queda de 0,19% (InfoMoney)

CVM quer regras específicas para a proibir insider trading em fundos imobiliários (Valor)

Como ficam os Fundos Imobiliários com a alta da Selic? (Expert XP)

Terça-feira | Dia 14/12

Inflação ‘transitória’ será a grande questão do BCE na próxima reunião (Valor)

Economistas já veem juros básicos em 11,25% no fim de 2022 para controle da inflação (Estadão)

Construção terá expansão menor em 2022, diz CBIC (Valor)

IFIX opera em alta em meio à melhora de humor dos investidores (Investing)

SDIL11 – Positivo: O Fundo realizou, no dia 09 de dezembro de 2021, o pagamento da terceira e última parcela referente à aquisição do Galpão Guarulhos, no valor de R$ 2,75 milhões. O pagamento em questão é referente à aprovação junto ao governo estadual, obtida por parte do vendedor, para a possibilidade de expansão do ativo, em área de terreno remanescente do imóvel. Com a conclusão dos pagamentos, o valor total da aquisição do Galpão Guarulhos é de R$ 36,3 milhões, quitado em três parcelas, conforme cronograma: • R$ 18,150 milhões – Pago na data de 05/06/2020; • R$ 15,400 milhões – Pago na data de 09/09/2020; e • R$ 2,750 milhões – Pago na data de 09/12/2021. Considerando os valores de locação acordados e o valor efetivamente pago pelo Imóvel, considerando aquisição e custo das obras do projeto da Futura Tintas em andamento, o yield anual projetado é de 11,08% durante os 2 primeiros anos de vigência do Contrato de Locação da Futura Tintas, e de 11,67% a partir do 3º ano, não sendo considerada a influência positiva da locação futura da expansão e os custos para o novo desenvolvimento do projeto de expansão.

TRNT11 – Negativo: A Administradora informa que até esta data o Fundo não recebeu de algumas de suas locatárias o pagamento do aluguel, referente à competência de novembro/2021 com vencimento em dezembro/2021. Desta forma, a distribuição de rendimentos foi impactada negativamente em, aproximadamente, R$ 0,05 por cota. Adicionalmente, o Fundo recebeu todos os valores referentes a aluguéis da competência de outubro/2021. Desta forma, a última distribuição de rendimentos foi impactada positivamente em, aproximadamente, R$ 0,02 por cota. Portanto, considerando o impacto conjunto dos itens conforme elencado nos tópicos supracitados acima, a distribuição de rendimentos foi impactada negativamente em, aproximadamente, R$ 0,03 por cota.

Segunda-feira | Dia 13/12

Decisão de juros do Fed, ata do Copom e Relatório de Inflação são grandes destaques (Valor)

Central de FIIs: Ifix volta a subir e fecha semana com alta de 2,42% (InfoMoney)

IPCA: Inflação alta não é motivo para desistir dos fundos imobiliários; entenda por quê (Suno)

Fundos imobiliários: patrimônio líquido cresce, mas valor de mercado não acompanha (Suno)

Shoppings esperam ‘virada’ até março (Valor)

HGRU11 – Positivo: O fundo vem, em complemento aos fatos relevantes divulgados em 10 de maio de 2021 e em 1º de junho de 2021, informar aos cotistas e ao mercado em geral que firmou o Primeiro Aditamento ao Instrumento Particular de Compromisso de Venda e Compra de Imóveis e Outras Avenças, por meio do qual pactuou novas condições financeiras e adequou o fluxo de pagamento do Preço, além de acrescentar a aquisição de um ativo imobiliário localizado na cidade de Foz do Iguaçu, estado do Paraná, totalizando o compromisso de adquirir 11 ativos imobiliários destinados à atividade de varejo, integralmente locados para varejistas de grande porte com atuação nacional. Entre as novas condições pactuadas no Aditamento ao CVC, está prevista a realização de uma operação de securitização pelo vendedor. Com isso, o objetivo do Fundo é concluir a aquisição dos Imóveis já com a referida operação realizada pelo vendedor. É condição precedente da transação a quitação da Parcela à Vista da Fase A. O preço total de aquisição dos Imóveis passou a ser R$ 222.874.099,14. A partir da data de 9 de dezembro de 2021, com a assinatura do Aditamento ao CVC, o Fundo fará jus a receita de locação dos 11 Imóveis, no valor mensal de R$ 1.413.161,85, o equivalente a R$ 0,07 por cota.

HGLG11 – Positivo: O fundo vem informar aos cotistas e ao mercado em geral que, houve a reavaliação a mercado de mais um dos imóveis detidos pelo Fundo pela empresa Cushman & Wakefield Negócios Imobiliários. A reavaliação indicada neste fato relevante, resulta, além da variação positiva informada anteriormente, de 0,91% no valor patrimonial da cota do Fundo com base na carteira de fechamento de 29 de outubro de 2021, em uma nova variação positiva de 0,53% no valor patrimonial da cota do Fundo com base na carteira de fechamento de 30 de novembro de 2021.

Últimos Relatórios

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.