XP Expert

Destaques do setor imobiliário na semana; HGRU11: estratégia de reciclagem de portfólio e outros – Radar Imobiliário XP #70

Confira as principais notícias do segmento e Fatos Relevantes dos Fundos Imobiliários da semana.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Cotações

Gráfico de Cotação IFIX


Sexta- Feira | Dia 06/05

Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana em queda de -1,20% impulsionado Negativamente pelos Ativos de Shoppings, Lajes Corporativas e Outros. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -1,50% o XPFT de -2,10% e XPFP de -0,91%, enquanto o IBOV apresentou uma performance de -2,54%

No cenário internacional, presidente da Comissão Europeia, Ursula von der, apresentou o plano da União Europeia para importar completamente o petróleo russo. Segundo ela, todas as importações de petróleo cru russo serão encerradas em seis meses, enquanto aquelas envolvendo produtos refinados vão acabar até o fim de 2022. A medida precisa ser aprovada por todos os 27 países do bloco. A proposta faz parte do sexto pacote de sanções da UE contra a Rússia, em resposta à invasão da Ucrânia pelas forças russas. Segundo von der Leyen, os países da União trabalharão nos próximos dias para fechar o acordo com as novas medidas.

No Brasil, Banco Central elevou a taxa Selic em um ponto percentual nesta quarta-feira, que foi de 11,75% para 12,75% a decisão foi unânime. Assim, a instituição confirmou as expectativas do mercado, sem surpresa, décima alta consecutiva da taxa.

No âmbito político, segundo o jornal Folha de SP, a equipe econômica de apoiaria uma emenda constitucional que modifica o teto para permitir investimentos financiados pelas receitas da privatização. Nossa equipe econômica acreditamos que a discussão sobre o arcabouço fiscal fundamental para os mercados brasileiros durante a campanha eleitoral Por fim, no campo dos Fundos Imobiliários, em destaque essa semana foi Como a Selic em 12,75% afeta os fundos imobiliários. Mesmo com a Selic mais elevada acreditamos que os fundos imobiliários continuaremos distribuindo dividendos para a rentabilidade de outras classes de ativos como poupança, Tesouraria Selic e aluguel de imóveis residenciais, especialmente desde a os dividendos estão isentos de imposto de renda. Com isso Entendemos que estes são uma alternativa interessante para investidores que se interessam pelo mercado imobiliário e que buscam renda e valorização do seu patrimônio. Confira relatório completo.

Mercados

Mais uma alta da Selic: ainda vale investir em FIIs?

Como ficam os fundos imobiliários nesse cenário?


É possível investir em fundos imobiliários com pouco dinheiro?

Será que você realmente precisa de muito capital para investir em fundos imobiliários e começar a receber aluguéis todos os meses?


Como a Selic em 12,75% afeta os fundos imobiliários?

O mercado financeiro projeta uma inflação de 7,89% para o Brasil ao fim de 2022. Nesta quarta (4), o Banco Central (BC) elevou a taxa Selic em 1 p.p., para 12,75% ao ano, e já indicou mais um aumento para o próximo encontro em junho. Em ambos os casos, a inflação e os juros estão nas alturas. Neste cenário, como ficam os fundos imobiliários (FIIs)?


Fiagros estão na mira dos investidores; saiba como escolher

Os Fundos de Investimento nas cadeias produtivas agroindustriais (Fiagros) são investimentos relativamente novos, foram autorizados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em agosto de 2021, mas estão ganhando popularidade.


Dividendos: 15 fundos imobiliários que pagam mais que a Selic de 12,75%

Como previsto pelo mercado, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou a taxa básica de juros (Selic) em um ponto percentual, de 11,75% para 12,75% ao ano, na quarta-feira (4)


Economia

Brasil tem 3ª maior inflação do G20, atrás só da Turquia e da Argentina.

Um relatório divulgado ontem pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) mostra que o Brasil tem a terceira maior inflação entre os países do G20, grupo das maiores economias do mundo, atrás apenas da Turquia e Argentina


Alta dos juros vai controlar a inflação? Veja o que dizem economistas

Analistas avaliam se política monetária terá resultado


Quinta- Feira | Dia 05/05

Mercados

“Contra o retorno dos FIIs, não há argumentos”, afirma professor Baroni em resposta a Barsi

Em entrevista ao Valor Econômico, o investidor criticou os fundos imobiliários: “conto do vigário”


Fundo imobiliário de cemitério: Bolsa questiona alta “atípica” das cotas; entenda

A B3, dona da Bolsa brasileira, solicitou esclarecimentos ao fundo imobiliário (FII) Brazilian Graveyard Death Care (A B3, dona da Bolsa brasileira, solicitou esclarecimentos ao fundo imobiliário (FII) Brazilian Graveyard Death Care (CARE11), que acumulou valorização de 16,75% no início desta semana, sobre a “oscilação atípica” em suas cotas entre 18 de abril e 2 de maio.


Selic a 12,75% ao ano: como investir? Títulos de inflação, multimercados e FIIs ganham espaço

Há oportunidades ainda em Bolsa, papéis prefixados e em fundos de infraestrutura


Preço de casas e apartamentos no Brasil sobe 0,48% em abril, mostra FipeZap

O preço médio de venda de casas e apartamentos registrou avanço de 0,48% em abril, segundo o Índice FipeZap. O resultado foi um pouco menor que a alta apurada em março, quando o indicador subiu 0,55%.


Veja fundos imobiliários recomendados por especialistas para investir em maio

Com a redução nos casos de Covid-19, impulsionada pelo avanço da vacinação da população, a flexibilização abriu espaço para que shoppings apresentassem uma recuperação operacional expressiva e escritórios voltassem a operar presencialmente. Assim, os fundos imobiliários relacionados às lajes corporativas começaram a dar resultados positivos.


Economia

FII: Com a Alta de 1 Ponto na Taxa Selic em Maio, Qual Classe se Beneficia Mais?

A inflação e a taxa básica de juros do Brasil estão nas alturas. O mercado voltou a subir suas projeções para o IPCA, que deve fechar o ano em +7,89 por cento, e para a Selic precifica uma elevação de 100 pontos-base, para +12,75 por cento ao ano, na reunião do comitê de política monetária do Banco Central nesta quarta-feira, 4


Copom projeta IPCA de 7,3% em 2022 e de 3,4% em 2023 no cenário de referência

Além disso, o BC adotou a hipótese de bandeira amarela em dezembro de 2022 e em dezembro de 2023 e optou, ainda, por manter a premissa de que o preço do petróleo deve seguir aproximadamente a curva futura de mercado até o fim de 2022 e terminar o ano em US$ 100 por barril


FATOS RELEVANTES 

XPSF11- Informativo: O fundo vem comunicar aos cotistas e ao mercado em geral que foi aprovado em Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária realizada em 03 de maio de 2022 o desdobramento de cotas do Fundo, utilizando por base a posição de fechamento do Fundo em 05 de maio de 2022, de forma que, depois do desdobramento, cada uma das 4.330.214 cotas existentes passará a ser representada por 10 novas cotas, totalizando 43.302.140 cotas. As cotas advindas do desdobramento passarão a ser negociadas a partir de 06 de maio de 2022 e serão da mesma espécie e classe, conferindo aos seus titulares os mesmos direitos das cotas previamente existentes. Os documentos relativos à AGOE, que incluem a alteração mencionada acima, estão disponíveis no sistema integrado da Comissão de Valores Mobiliários e B3, bem como no website da Administradora, que pode.

Quarta- Feira | Dia 04/05

Mercados

Com a alta da Selic, este FII está pronto para aumentar dividendos, segundo a Genial

A Genial Investimentos substituiu dois fundos imobiliários (FIIs) das carteiras recomendadas de “renda” e “valor” para maio. A corretora atribuiu as alterações ao fato dos fundos removidos estarem em período de silêncio e pela perspectiva de dividendos em uma das novidades.


É o momento de olhar para os fundos imobiliários de escritórios, diz RB Investimentos

A RB Investimentos aumentou a exposição de sua carteira recomendada de fundos imobiliários (FIIs) ao setor de lajes corporativas para o mês de maio.


Ifix fecha a sessão em queda de 0,12%; CARE11 volta a subir forte

O Brazilian Graveyard and Death Care (CARE11) mais uma vez foi o destaque da sessão e, agora, acumula alta de mais de 16% em dois pregões


KNRI11 eleva dividendos e sinaliza novas altas: ‘Otimismo com lajes corporativas’

O Kinea Renda Imobiliária, ou KNRI11, divulgou, em seu relatório gerencial de abril, que irá realizar um incremento nos seus rendimentos. O documento foi divulgado nesta segunda-feira.


Economia

Selic: Os Percalços da Inflação no Brasil, a Taxa de Juros e o Copom

No Brasil, aprendemos a conviver com inflação elevada. Nosso histórico de hiperinflação entre os anos 1980 e 1990 deixou uma marca profunda na nossa economia, sendo sanada com êxito somente após a implementação do Plano Real. A partir de 1994, nossa inflação se estabilizou e, em 1999, adotamos o regime de metas, naquela ocasião utilizado em outros oito países desenvolvidos.


Setor público tem superávit primário de R$ 3,4 bilhões em fevereiro

Em 12 meses até fevereiro, há déficit nominal de R$ 299,109 bilhões, ou 3,38% do PIB


FATOS RELEVANTES 

RECT11: Positivo - O fundo vem comunicar aos cotistas e ao mercado em geral que celebrou Instrumento Particular de Locação de Imóvel para Fins Não-Residenciais  com o COMITÊ NACIONAL DE SECRETÁRIOS DE FAZENDA, FINANÇAS, RECEITA OU TRIBUTAÇÃO DOS ESTADOS E DO DISTRITO FEDERAL, para a locação de uma sala no Centro Empresarial Parque da Cidade, situado em Brasília/DF, pelo prazo de 60 sessenta meses. O Contrato de Locação terá vigência a partir de 25 de maio de 2022, com área alugada correspondente a 360,15m². Após essa locação, a taxa de vacância do portfólio será de 15,44%. Destaca-se que a equipe da REC Gestão de Recursos S.A. continua empenhada no esforço de locação das demais áreas vagas do portfólio do Fundo.


RBRF11: Positivo – O fundo presente para informar aos cotistas e ao mercado em geral que alinha com os interesses do único cotista do Fundo, a Gestora decidiu, de forma voluntária, renunciar ao recebimento da Taxa de Performance. Dessa forma, a Isenção reduziu em R$ 475.881,94 quatrocentos e setenta e cinco mil, oitocentos e oitenta e um reais de noventa e quatro centavos os valores a serem pagos à Gestora a título de Taxa de Performance com relação ao período referido acima, gerando um impacto positivo na distribuição de rendimentos de, aproximadamente, R$ 1,07 um real e sete centavos por cota.

Terça- Feira | Dia 03/05

Mercados

Conheça os 5 fundos imobiliários que mais pagaram rendimentos em abril

Os Fundos Imobiliários ou FIIs são boas alternativas de investimentos para quem busca renda passiva, pois têm uma remuneração recorrente e geralmente pagam proventos mensais.


Ifix acompanha mercado e fecha com queda de 0,53%

O fundo Brazilian Graveyard and Death Care (CARE11), primeiro FII de cemitérios da Bolsa, liderou as maiores altas do dia, com elevação de 10,21%


Os 10 melhores fundos imobiliários para comprar agora, segundo a Guide

A Guide Investimentos realizou uma troca em sua carteira recomendada de fundos imobiliários para maio. A corretora retirou os papéis do VBI CRI (CVBI11) para a entrada do XP Malls (XPML11).


Fundo imobiliário de cemitério estreia no Ifix com valorização de 10,21%; e outros destaques

O Ifix, índice de referência do mercado de fundos imobiliários (FIIs), encerrou a sessão desta segunda-feira (2) com queda de 0,53%, aos 2.798 pontos. O resultado é o pior apurado pelo indicador desde 14 de março deste ano, quando desvalorizou 0,56%.


Fundo imobiliário de cemitério estreia no Ifix com valorização de 10,21%; e outros destaques

O Ifix, índice de referência do mercado de fundos imobiliários (FIIs), encerrou a sessão desta segunda-feira (2) com queda de 0,53%, aos 2.798 pontos. O resultado é o pior apurado pelo indicador desde 14 de março deste ano, quando desvalorizou 0,56%.


Fundos imobiliários (FIIs): Com a inclusão de fundo de cemitério, novo Ifix passa a valer hoje

A nova composição do Ifix, índice de referência do mercado de fundos imobiliários (FIIs), passa a valer a partir desta segunda-feira (2) e vigorará pelos próximos quatros meses.


Economia

Tesouro Direto: na expectativa de alta da Selic, taxas de títulos iniciam semana avançando

Vale lembrar que tanto nos papéis prefixados como naqueles indexados ao IPCA, quanto maior a taxa, menor o preço


Poder de compra: como a inflação contribui para a desigualdade social

Em um horizonte de 10 anos, de 2012 a 2022, reajuste salarial obteve um crescimento menor a cada ano até 2019


FATOS RELEVANTES 

MGFF11 - Informativo: O fundo vem informar aos cotistas e ao mercado em geral que, nesta data, o Administrador aprovou a realização da 3ª emissão de cotas do Fundo, as quais, respeitados o Direito de Preferência e o Direito de Subscrição de Sobras e Montante Adicional dos Cotistas, serão objeto de oferta pública com esforços restritos de colocação, a ser realizada nos termos da Instrução CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada. O montante total da Oferta Restrita, incluindo a subscrição pelo exercício do Direito de Preferência e do Direito de Subscrição de Sobras e Montante Adicional pelos Cotistas e a subscrição no âmbito da Oferta Restrita, é de até R$ 32.000.000,00, correspondente a até 640.000  Cotas da Terceira Emissão, considerando a subscrição e integralização da totalidade das Cotas da Terceira Emissão pelo Preço de Emissão, podendo ser diminuído em virtude da Distribuição Parcial, observado, contudo, o Montante Mínimo da Oferta Restrita. O Montante Inicial da Oferta poderá ser acrescido em 128.000 Cotas da Terceira Emissão, totalizando o montante de R$ 6.400.000,00 seis milhões e quatrocentos mil reais, sem considerar o Custo Unitário de Distribuição. As Cotas Adicionais serão destinadas a atender um eventual excesso de demanda que venha a ser constatado pelo Administrador e pelo Coordenador Líder, sendo certo que, caso venham a ser emitidas serão incluídas no Direito de Subscrição de Sobras e Montante Adicional, conforme procedimento descrito abaixo, a fim de que o Cotista possua a opção de não ser diluído em sua participação no Fundo. Não haverá a possibilidade de lote suplementar na presente Oferta Restrita.


Segunda- Feira | Dia 02/05

Mercados

Cotas de fundos imobiliários: o que são e como funcionam?

As ofertas de títulos e valores mobiliários têm raízes históricas do início da consolidação do sistema capitalista, mas ainda hoje geram muitas dúvidas —sobretudo dos investidores iniciantes.


Fiagros, os fundos que podem virar as vedetes do agronegócio

Carteiras foram criadas para financiar o setor e oferecem vantagens, como a isenção de imposto de renda


Dividendos, recomendações de FIIs e leilões; veja os destaques do setor imobiliário na semana

Na última semana de abril, o setor imobiliário foi movimentado por recomendações de fundos imobiliários (FIIs), dividendos e leilões de imóveis. Confira as cinco matérias mais lidas das editorias de FIIs e Imóveis abaixo.


Negociações de lajes na Berrini e Chucri estão mais favoráveis aos inquilinos

A região das avenidas Berrini e da Chucri Zaidan, na zona sul de São Paulo, tem atualmente uma taxa de vacância de lajes superior ao da média da capital, favorecendo as negociações para os inquilinos.


Economia

‘Impressão é de que o governo gosta de inflação’, diz presidente da Febraban

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney, disse ao Estadão que a alta de tributos para o setor tornará mais caras linhas de crédito importantes para a recuperação econômica, como financiamento imobiliário e de veículo, crédito consignado e capital de giro.


Economia mostra melhora, mas situação segue delicada

O cenário continua difícil, principalmente devido à persistência e disseminação das pressões inflacionárias


FATOS RELEVANTES 

HGRU11 - Positivo: O fundo vem informar aos cotistas e ao mercado em geral que, nesta data, o Fundo firmou uma Escritura Pública de Venda e Compra por meio do qual concluiu a venda de uma loja detida pelo Fundo, localizada na cidade de Lorena, estado de São Paulo, sob o nome fantasia de “Casas Pernambucanas”. Em contrapartida à outorga da Escritura, o Fundo recebeu, nesta data, o valor de R$ 5.600.000,00 cinco milhões e seiscentos mil reais, equivalente a R$ 4.404,49/m² quatro mil, quatrocentos e quatro reais e quarenta e nove centavos por metro quadrado. O Imóvel foi adquirido em 6 de novembro de 2020, e, até a presente data, o investimento total, considerando custos de aquisição, custos de transação e benfeitorias, foi de R$ 4.083.249,65 quatro milhões e oitenta e três mil e duzentos e quarenta e nove reais e sessenta e cinco centavos, equivalente a R$ 3.211,54/m² três mil e duzentos e onze reais e cinquenta e quatro centavos por metro quadrado. Com isso, a operação gerou um lucro em regime de caixa de R$ 1.516.750 um milhão e quinhentos e dezesseis mil e setecentos e cinquenta reais e trinta e cinco centavos, equivalente a aproximadamente R$ 0,08/cota oito centavos por cota.


Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.