XPTEC: Índice de Ações Americanas de Tecnologia

Conheça o índice exposto à maior bolsa de tecnologia do mundo


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

*Conteúdo atualizado em julho/2021

Porquê investir em tecnologia nos EUA?

Historicamente, aqueles que estiveram à frente das principais inovações foram recompensados. A utilização do fogo (400 mil anos) e a manipulação de tecidos para vestimentas (170 mil anos) aprimoraram nossa proteção e expectativa de vida. Mais recentemente, a hegemonia europeia abriu alas para a Revolução Industrial, consolidando a Inglaterra como centro econômico global.

Mas hoje em dia, onde se encontram as grandes inovações? Atualmente, o maior hub de empreendedorismo, inovação e tecnologia global é nos EUA. O país abriga 48% dos unicórnios do mundo (startups avaliadas em > US$ 1 bilhão) e é lar da maior bolsa de tecnologia do planeta, que conta com mais de 3 mil empresas e possui um valor de mercado de US$ 15 trilhões, ~15% do mercado acionário global e quase 20x a bolsa de valores brasileira (B3) inteira.

O setor de tecnologia dos EUA se mostra resiliente frente a diferentes cenários: Nos últimos 20 anos, tech acumula valorização superior a 5% a.a, desbancando empresas de energia, financeiras e industriais. No cenário pós pandêmico não será diferente, já que a sociedade passa por mudanças estruturais que estimulam cada vez mais a adoção de ferramentas digitais. Acreditamos que temas como trabalho remoto, compras online, ensino a distância e serviços de streaming, entre outros – presentes em peso na bolsa americana de tecnologia – são tendências de longo prazo que vieram para ficar. Empresas que estão bem posicionadas para encarar esta nova realidade, deverão continuar a serem recompensadas com desempenho superior.

Principais empresas da bolsa de tecnologia

Dentre as mais de 3 mil empresas da bolsa de tecnologia dos EUA, estão algumas das maiores companhias do mundo, incluindo o emblemático grupo das FAAMGs (Facebook, Amazon, Apple, Microsoft e Google) e a Tesla:

Facebook

Além da rede social que da nome à empresa, o Facebook também é dono do Instagram, Whatsapp e Messenger, que são acessadas mensalmente por ~40% da população global (3,3 bilhões de pessoas). Quanto às receitas, 99% vem de anúncios, e dada a vasta diversificação geográfica, mais de 50% do faturamento tem origem fora dos EUA. Streaming de games, meios de pagamentos digitais e e-commerce social são as principais apostas de crescimento da empresa à frente.

Amazon

Originalmente fundada como uma livraria em 1994, a empresa se reinventou como uma loja digital onde se encontram uma infinidade de produtos. Além do e-commerce, o Amazon Web Services (AWS), seu serviço global de computação em nuvem fatura US$ 40 bilhões por ano e representa a maior parte da geração de lucro da empresa. Além disso, a Amazon oferece pacotes de serviços (Amazon Prime), que inclui planos de entregas rápidas, filmes e séries sob demanda, streaming de games e compra online de medicamentos sob prescrição médica.

Apple

Fundada por Steve Jobs em 1976, a empresa foi responsável por revolucionar a forma pela qual as pessoas interagem com seus aparelhos móveis. A Apple tem faturamento anual superior a US$ 200 bilhões, e apesar do iPhone representar mais de 50% das receitas, a empresa também possui participação relevante nos mercados de computadores (Mac), tablets (iPad), serviços (App Store) e wearables (Apple Watch). Para o futuro, a companhia aposta na popularização da tecnologia 5G, maior integração entre saúde e dispositivos digitais e expansão de seus serviços de streaming (Apple Music e TV).

Microsoft

Líder no mercado global de sistemas operacionais, a Microsoft atingiu o feito de ter o Windows instalado em 3/4 dos computadores pessoais do planeta. O faturamento da empresa é dividido em 3 segmentos,  cada um representando aproximadamente 1/3 do total, sendo eles 1) Computação Pessoal, que inclui o Windows e o Xbox; 2) Produtividade e Processos, que inclui o pacote Office 365, SharePoint, Skype e LinkedIn; 3) Nuvem, que inclui o Azure, SQL e Windows Server. À frente, produtividade digital, serviços de streaming de games e sistemas de computação na nuvem são as principais vias de crescimento.

Google

A empresa possui 86% do mercado global de ferramentas de pesquisa e 3/4 do mercado de compartilhamento de vídeos (YouTube). Além disso, 3/4 dos aparelhos móveis do planeta possuem o sistema operacional Android instalado. Ou seja, a Alphabet (holding que abriga o Google) é um gigantesco depósito de dados que são convertidos em anúncios direcionados em suas plataformas, de onde vem 85% do faturamento da empresa. Para o futuro, as avenidas de crescimento vão desde carros autônomos (Waymo) até streaming de games (Google Stadia) e pagamentos digitais (Google Pay).

Tesla

A Tesla é a maior montadora de veículos elétricos do mundo; 17 anos após sua fundação e 12 anos depois do lançamento de seu primeiro carro (Roadster), a empresa já vale mais que a GM, Toyota, Honda e Hyundai combinadas. Hoje, a Tesla oferece 4 modelos, sendo 2 sedans (Model S e 3) e 2 SUVs (Model X e Y), tendo como principais mercados os EUA (>50% das receitas) e China (>10%). Além de veículos, a Tesla também produz soluções de energia sustentável como o Powerall (geradores elétricos para residências) e Solar Roof (telhados com placas solares para geração de energia elétrica).

Além das 6 gigantes, a bolsa americana de tecnologia engloba exposições específicas em cada uma das principais tendências do futuro, contando com empresas que se beneficiam, por exemplo, da tendência “fique em casa” (como a Zoom), da expansão dos pagamentos digitais (Paypal) e da popularização dos games (NVIDIA).

Sobre o Índice Solactive XP

O Solactive XP, Índice de Ações Americanas de Tecnologia, é composto por dois componentes: 1) ETF QQQ, exposto às 100 maiores empresas da bolsa americana de tecnologia e 2) Ativos de renda fixa. A alocação entre as duas classes é dinâmica e atualizada diariamente, tendo como objetivo um melhor controle de risco, mirando uma volatilidade máxima de 19%.

A estrutura dinâmica do índice reduz o risco em cenários de alta volatilidade, e aumenta a alocação no ETF diante de cenários mais seguros:

O controle de volatilidade é realizado para maior controle de riscos associados ao ETF. Nos últimos 5 anos, o ETF QQQ possui volatilidade próxima de 19%, e se descola da barreira apenas em momentos de grande incerteza dos mercados, como em 2020:

Fonte: Bloomberg, XP Investimentos. Data base: 30/04/2016. Considera a volatilidade móvel, dos 360 dias anteriores. Controle de volatilidade = 19%.

Performance

Fonte: Bloomberg, XP Investimentos. Bloomberg Ticker: SOLXPTEC Index. Atualizado em julho/2021.

Historicamente, o Índice possui aderência à performance do ETF; o recente descolamento é explicado pela alta na volatilidade do mesmo.

Saiba como ter exposição ao Índice

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Por conta da atividade de distribuição de COEs, a XP Investimentos recebe dos bancos emissores uma remuneração de no máximo 1,7% ao ano. Esta remuneração é recebida no momento da emissão do COE, independente do cliente manter o investimento até o vencimento.

ATENÇÃO: ESTE PRODUTO É DESTINADO A CLIENTES COM PERFIL DE INVESTIMENTO MODERADO (VALOR NOMINAL PROTEGIDO) E AGRESSIVO (VALOR NOMINAL EM RISCO), SENDO ESTE O PÚBLICO A QUE SE DESTINA O PRESENTE MATERIAL. O EMISSOR DO COE SE RESERVA AO DIREITO DE CANCELAR A EMISSÃO OU ALTERAR AS CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO, CASO O VALOR MÍNIMO NÃO SEJA ATINGIDO OU HAJA ALTERAÇÃO NAS CONDIÇÕES DE MERCADO. ESTE DOCUMENTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS MELHORES PRÁTICAS DE MERCADO PELO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE NEGOCIAÇÃO DE INSTRUMENTOS FINANCEIROS O RECEBIMENTO DOS PAGAMENTOS DESTE CERTIFICADO ESTÁ SUJEITO AO RISCO DE CRÉDITO DO SEU EMISSOR O COE É UM PRODUTO FINANCEIRO QUE NÃO CONTA COM GARANTIA DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. A PRESENTE OFERTA FOI DISPENSADA DE REGISTRO PELA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS – CVM. A DISTRIBUIÇÃO DE CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS – COE NÃO IMPLICA, POR PARTE DOS ÓRGÃOS REGULADORES, GARANTIA DE VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS OU DE ADEQUAÇÃO DO CERTIFICADO À LEGISLAÇÃO VIGENTE OU JULGAMENTO SOBRE A QUALIDADE DO COE, DO SEU EMISSOR OU DA INSTITUIÇÃO INTERMEDIÁRIA. LEIA O DOCUMENTO DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS ANTES DE APLICAR NESTE CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS ESTE CERTIFICADO. NÃO SE TRATA DE INVESTIMENTO DIRETO NO ATIVO SUBJACENTE. O CERTIFICADO DE OPERAÇÕES ESTRUTURADAS – COE é um produto complexo. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. É obrigatória a leitura do Documento de Informações Essenciais – DIE previamente à aquisição do COE, com especial atenção aos fatores de risco. Recomenda-se uma profunda análise das características, prazos e riscos dos investimentos antes da decisão de compra/venda/aplicação/resgate. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. Os custos das operações e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da Corretora: www.xpi.com.br. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.