Entenda o que é a reserva de valor e quais ativos podem ser usados para proteger seu patrimônio

Ouro continua sendo um porto seguro buscado em momentos de inflação alta ou crise, mas outros ativos têm surgido como opção de proteção. Leia o texto e saiba quais são eles


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Entenda o que é a reserva de valor e quais ativos podem ser usados para proteger seu patrimônio

A valorização recente do Bitcoin levantou a discussão se a criptomoeda poderia ser considerada uma reserva de valor. Mas afinal, o que é a reserva de valor e quais os ativos os ativos os investidores podem investir para proteger seu patrimônio. Confira abaixo cinco ativos usados como reserva de valor.

O que é reserva de valor?

reserva de valor serve como uma proteção contra as variações do mercado, cuja principal característica é a manutenção do poder de compra com o decorrer do tempo. Assim, a reserva de valor ajuda o investidor a proteger seu patrimônio das oscilações de mercado.

1-Ouro: tradicional porto seguro

Pela natureza de sua escassez e facilidade de negociação, o ouro é a mais tradicional reserva de valor, e foi, durante muito tempo, usado como lastro para as moedas.

Considerado um porto seguro em momentos de crise, guerra e de alta da inflação, o ouro subiu 56% em 2020 diante da incerteza com o cenário econômico com pandemia provocada pelo coronavírus e preocupações com a alta da inflação em meio aos programas de estímulos, que levaram muitos investidores a correr para o metal dourado.

Em 2021, até 1º de julho, o contrato futuro de ouro para agosto acumulava queda de 3,41% em 12 meses, até 1º de julho. A incerteza sobre a política monetária americana, com a expectativa de que o banco central americano, Federal Reserve, comece a subir a taxa de juros diante do aumento da inflação, fez com que muitos investidores migrassem das aplicações no metal para os títulos do Tesouro americano, Treasuries.

Isso, no entanto, não apagou o brilho do metal. Por serem tradicionais reservas de valor, as reservas internacionais de muitos bancos centrais estão aplicadas em ouro e dólar.

O investidor brasileiro pode investir em ouro pela compra física do metal em barras por meio de uma corretora; pela compra de contratos futuros de ouro negociados na B3; por meio de fundos de investimento com desempenho atrelado ao metal ou através dos Certificados de Operações Estruturadas (COE), que é um produto que combina elementos de renda fixa com variável.

A XP oferece dois fundos na plataforma, o Trend Ouro FIM, que tem exposição ao ouro a partir do investimento em contratos futuros de ouro e não tem exposição cambial, e o fundo listado em bolsa (ETF) Gold11, que tem exposição ao ETF iShares Gold Trust, gerido pela BlackRock, que busca replicar a performance do preço do ouro, em dólar.

2- Dólar: a moeda de reserva global

Dólar americano é considerado a moeda de reserva global usado por bancos centrais
Dólar americano é considerado a moeda de reserva global usado por bancos centrais

Embora sujeitas à perda de poder de compra pela inflação, algumas moedas, como o dólar americano e o euro, são usadas como reservas de valor devido à liquidez e facilidade de troca por bens e serviços.

Por ser considerado reserva de valor global, os bancos centrais mantêm suas reservais internacionais em dólar. Quanto maior o tamanho da reserva internacional, maior a capacidade de um país ter dinheiro suficiente para honrar suas dívidas, mesmo em momento de crise. O Brasil tinha US$ 352,5 bilhões em reservas internacionais, o que é maior que a dívida externo do país.

Assim os Estados Unidos são o único país com capacidade de imprimir moeda, mas a preocupação com a inflação na economia americana, como reflexo da política de estímulos e dos pacotes econômicos do governo americano, é um risco para o desempenho da moeda americana.

O dólar comercial acumulava queda de 2,78% no ano, até 1º de julho de 2021, enquanto o euro caía 6,3% diante de preocupações de que a variante Delta na Europa possa atrasar a recuperação da economia europeia.

O investidor brasileiro pode comprar diretamente a moeda americana, ou investir em dólar por meio de contratos futuros na B3. Além disso, ter um pedaço da carteira aplicado em ativos internacionais, como BDRS ou fundos internacionais, sem proteção cambial é uma forma de proteger o patrimônio contra uma desvalorização do real.

A XP oferece na plataforma de investimento o fundo Trend Dólar FI Cambial, que  replica a variação do dólar americano comercial a partir da compra de contratos futuros de dólar.

3-Imóveis: uma reserva de valor com menor liquidez

Os ativos reais, como imóveis e terras, também são considerados como reservas de valor. No entanto, a liquidez desses ativos é bem menor quando comparada às moedas e ao ouro e o investidor pode ter problemas para levantar os recursos em momento de necessidade se investir toda a sua reserva de valor em imóveis.

Uma forma de investir em imóveis com liquidez é por meios dos fundos imobiliários (FIIs) listados em bolsa. Confira nosso relatório com a recomendação de carteira de FIIs de Julho de 2021.

4-Bitcoin pode ser considerado uma reserva de valor?

Elon Musk, fundador da Tesla, é um dos investidores que tem investido em Bitcoin
Elon Musk, fundador da Tesla, é um dos investidores que tem investido em Bitcoin

O Bitcoin tem sido considerado por alguns como uma potencial nova reserva de valor.

Assim como o ouro, o Bitcoin possui uma limitação para nova emissões que é de 21 milhões de unidades. A criptomoeda também tem liquidez e pode ser comprada e vendida no mercado, ou trocada por mercadorias.

Para alguns investidores, como Bill Miller, que foi investidor-chefe de uma das maiores gestoras americanas, a Legg Mason, o Bitcoin tem potencial para ser no novo ouro digital. Os defensores da criptomoeda alegam que, por não ser regulada por um banco central, o Bitcoin não estaria exposto as políticas monetárias e cambiais dos países.

Para outros, a forte volatilidade do ativo, que pode ser a 70%, e dúvidas sobre a segurança desse sistema que não é regulado pelos bancos centrais trazem desafios na adoção do Bitcoin como uma reserva de valor. O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou que a adoção do Bitcoin como moeda legal traz “preocupações macroeconômicas, financeiras e legais” .

Apesar disso, à medida que investidores institucionais ou outros governos entrem nesse mercado, é esperada maior estabilidade da cotação desse criptoativo.

Depois de atingir o patamar recorde ao recorde de US$ 64 mil em abril, o Bitcoin teve forte perda em maio e negociava a US$ 32,745 mil em 1º de julho de 2021.

5-Outros metais: Autor de “Pai Rico, Pai Pobre” indica prata, ouro e Bitcoin como proteção a crise

O autor do best-seller “Pai Rico, Pai Pobre”, Robert Kiyosaki, espera que uma nova crise econômica global sem precedentes está para acontecer e sugeriu a aplicação em ouro, prata e Bitcoin como forma de proteção. “Compre mais ouro, prata e Bitcoin enquanto você pode. Se cuide”, disse em sua conta oficial no Twitter no dia 28 de junho de 2021.

Considerada um metal precioso, a prata tem sido muito demanda para aplicações industriais. Com alta condutividade elétrica, o metal é usado na fabricação de painéis solares e usada na indústria de tecnologia na fabricação de computadores, celulares, automóveis e eletrodomésticos.

O investidor brasileiro pode investir em prata por meio fundos que investem no metal ou comprando COE atrelados a prata.

Na plataforma da XP você encontrar o fundo Trend Prata FIM, que  busca replicar o desempenho commodity, negociada na Bolsa de Chicago, a partir do investimento em contratos derivativos (swaps).

Dependendo do momento econômico, os investidores procuram os ativos mais seguros e com menor probabilidade de perder valor para proteger seu patrimônio. Seja qual foi a sua opção para reserva de valor, é importante estar atento a sua liquidez, considerar sua volatilidade e não concentrar o risco em um mesmo ativo.

Quer proteger seus investimentos? Diversificação é um dos conceitos chave para alcançar esse objetivo. Abra sua conta na XP Investimentos, e veja as opções para investir sua reserva de valor.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.