XP Expert

XP Morning Call 26/04/2019: Mercados internacionais aguardam dados do PIB dos EUA

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.   Política Brasil: PEC da reforma instalada; Presidente e relator definidos

Internacional

  1. Argentina: Prêmio de risco no mais alto nível desde o seu default

Empresas

  1.  Localiza (RENT3) 1T19: Mais um trimestre forte
  2. Lojas Renner (LREN3): Fortes resultados do 1T19; Esperamos reação positiva das ações
  3. IABr: Números fracos para março; Demanda aparente de aço com queda de -1,6% A/A

COE News

  1.  Amazon registra lucro recorde no 1T19, destaque para a AWS

Resumo

Mercados internacionais aguardam dados do PIB dos EUA

Futuros nos EUA e ações europeias seguem queda dos mercados asiáticos nesta sexta-feira, enquanto investidores aguardam a divulgação do PIB americano do 1T19 hoje. Após uma semana movimentada, com bons resultados corporativos na temporada de balanços, o cenário econômico frágil ainda preocupa.
 
Com a proximidade das negociações comerciais entre EUA e China, na próxima terça-feira, o presidente Trump disse que Xi Jinping visitaria a Casa Branca em breve, embora não tenha oferecido detalhes específicos.
 
O prêmio de risco na Argentina (CDS) atingiu o maior nível desde que saiu do default da sua dívida, com o detrimento do mercado externo e o medo de uma volta da Cristina Kirchner.
 
Vemos o cenário como improvável, à medida que os terreno político continua extremamente polarizado e o Cambiemos é mais propício a converter os votos de indecisos dado que não há uma terceira opção viável.
 
No Brasil, a Comissão Especial para PEC da reforma da previdência foi instalada, e a definição para o presidente e relator da mesma foi vista como positiva. Marcelo Ramos (PR) será o presidente e tem se mostrado um bom articulador e defensor da reforma. Samuel Moreira (PSDB) será o relator e demonstra bastante convicção e conhecimento sobre a necessidade de reformar a previdência.
 
Do lado das empresas, a Localiza reportou mais um trimestre forte, impulsionado por volumes acima das expectativas. O lucro líquido de R$ 211mi (ou R$ 216mi sem o IFRS 16), foi acima do nosso e do consenso. Mantemos recomendação de compra para RENT3, com um preço-alvo de R$ 39,0/ação.
 
A Lojas Renner também reportou resultados fortes, com vendas mesmas lojas de 12,7% A/A (vs. XPe de 12,5%) e lucro líquido acima das expectativas. Mantemos recomendação neutra com preço-alvo de R$ 43/ação, mas reconhecemos que a potencial revisão para cima dos lucros pode trazer riscos positivos.

Por fim, o Instituto Aço Brasil divulgou ontem dados para o consumo de aço no mês de março. Atividade mais fraca no Brasil deve continuar pesando nos resultados das empresas siderúrgicas, levando a menor poder de preço e uma diluição de custo aquém do esperado. Em março destacamos uma visão mais cautelosa para o setor, mantendo Gerdau como preferida, e rebaixando a Usiminas para Neutro.


Conteúdo na íntegra

Brasil

Política Brasil: PEC da reforma instalada; Presidente e relator definidos

  • No Brasil, a Comissão Especial para PEC da reforma da previdência foi instalada, enquanto a definição para o presidente e relator da mesma foi vista como positiva. Marcelo Ramos (PR) será o presidente e tem se mostrado um bom articulador e defensor da reforma. Samuel Moreira (PSDB) será o relator e demonstra bastante convicção e conhecimento sobre a necessidade de reformar a previdência. Ramos ressaltou que não é sua missão garantir maioria para aprovar a proposta: “Eu não ajudei a aprovar a reforma na CCJ pelo governo. Eu ajudei pelo Brasil”;
  • Vale ressaltar, porém, que a falta de articulação política do governo ainda é uma questão. Dirigentes dos partidos do Centrão dizem que os cargos ofertados pelo Planalto ainda são insuficientes e que as negociações estão mal conduzidas;
  • Em café da manhã com jornalistas, Jair Bolsonaro disse que economia com a reforma da Previdência em 10 anos não pode ficar abaixo de R$ 800 bilhões. O governo divulgou ontem os cálculos do impacto fiscal da reforma da Previdência como foi enviada ao Congresso e subiu a economia em 10 anos para R$ 1,2 trilhão. Segundo o Ministério da Economia, mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural (dois pontos que devem cair na comissão especial) terão impacto de R$ 127 bilhões em 10 anos. 

Internacional

Argentina: Prêmio de risco no mais alto nível desde o seu default

  • O prêmio de risco na Argentina (CDS) atingiu o maior nível desde que saiu do default da sua dívida, com o detrimento do mercado externo e o medo de uma volta da Cristina Kirchner;
  • Vemos o cenário como improvável, à medida que o terreno político continua extremamente polarizado e o Cambiemos é mais propício a converter os votos de indecisos dado que não há uma terceira opção viável;
  • Nossa equipe de Estratégia Macro continua convencida que veremos uma compressão de yield pós eleição. No entanto, a caminho será extremamente volátil dado que fundamentos são praticamente irrelevantes em tempos de pânico como o atual.

Empresas

Localiza (RENT3) 1T19: Mais um trimestre forte

  • A Localiza reportou mais um trimestre forte, impulsionado pelo crescimento forte de volumes tanto no segmento de aluguel de carros (RAC) como aluguel de frotas, +26% A/A e +23% A/A respectivamente. O lucro líquido foi de R$ 211 milhões (ou R$ 216 milhões sem o IFRS 16), acima de nós e do consenso;
  • O desempenho em Seminovos foi o principal pushback, impactado por um mix menos favorável e pela recente queda nos preços de carros específicos, impactando negativamente os preços de venda da Localiza. O ajuste de depreciação foi maior do que o esperado, o que pode resultar em uma leitura negativa para outras empresas do setor;
  • Em resumo, apesar de alguns pushbacks pontuais em Seminovos, foi mais um trimestre forte para a Localiza e deve ser bem recebido pelo mercado. Mantemos recomendação de compra para RENT3, com um preço-alvo de R$ 39,0/ação.
     

Lojas Renner (LREN3): Fortes resultados do 1T19; Esperamos reação positiva das ações

  • A Lojas Renner reportou fortes resultados no 1T19, com crescimento de vendas mesmas lojas de 12,7% A/A em comparação com a nossa estimativa de 12,5%. O EBITDA total de R$ 326 milhões foi 10,9% acima do nosso (+ 30,7% A/A) e 17% acima do consenso, enquanto a margem EBITDA cresceu 200bps com melhor controle de despesas e alavancagem operacional. Lucro líquido reportado de R$ 168,1 milhões, comparado à nossa estimativa de R$ 111 milhões e consenso da Bloomberg de R$ 127 milhões;
  • O EBITDA de varejo de R$ 228,4 milhões aumentou 55% A/A, refletindo a composição adequada de estoques no período com mix adequado para a transição de coleção. Os resultados da divisão de financiamento ao consumidor de R$ 97,7 milhões caíram 4,9% A/A devido à maior provisão do Private Label e do Meu Cartão com o aumento da carteira de crédito;
  • Mantemos nossa recomendação neutra com preço-alvo de R$ 43/ação, mas reconhecemos que a potencial revisão para cima dos lucros pode trazer riscos positivos.

IABr: Números fracos para março; Demanda aparente de aço com queda de -1,6% A/A  

  • De acordo com o Instituto Aço Brasil, a demanda aparente de aço no Brasil caiu -1,6% A/A no mês de março, com queda de -1,4% A/A nos aços planos e de -1,9% A/A nos longos, acumulando -0,4% e +2,9% no acumulado de 2019, respectivamente;
  • As vendas domésticas tiveram alta de +0,8% A/A, com os aços planos subindo +2,9% A/A (+0,8% Jan-Mar), mas os longos caindo -3,2% A/A (-0,5% Jan-Mar). A produção de aço bruto teve queda de -8,6% A/A, acumulando -2,8% no acumulado do ano. As importações aumentaram +8,9% A/A, para 232 mil toneladas;
  • Atividade mais fraca no Brasil deve continuar pesando nos resultados das empresas siderúrgicas, levando a menor poder de preço e uma diluição de custo aquém do esperado. Em março destacamos uma visão mais cautelosa para o setor (link para relatório), mantendo Gerdau como preferida, e rebaixando a Usiminas para Neutro.

Magazine Luiza tem exclusividade na compra da Netshoes

  • Segundo o Valor Econômico, o Magazine Luiza está negociando com exclusividade a compra da varejista on-line de vestuário Netshoes e conforme apuração do Valor a exclusividade já ocorre há pelo menos duas semanas;
  • Em relação aos valores, a discussão, no momento, gira em torno de US$ 3,00/ação da Netshoes. Na bolsa de Nova York o papel é cotado atualmente a US$ 2,13, o que resultaria em um prêmio de aproximadamente 40% por ação e representaria aproximadamente 10% do valor de mercado do Magazine Luiza. No entanto, ainda não há definição do valor final;
  • Há possibilidade de uma extensão do prazo de exclusividade, a depender de como as conversas evoluam nos próximos dias, de acordo com duas pessoas com conhecimento do assunto. Na nossa visão, a aquisição estaria em linha com a estratégia de expansão de sortimento da empresa. As vendas online da Netshoes foram de R$2,5 bn nos últimos 12 meses e se comparam às vendas online da Magazine Luiza de R$ 7,0 bilhões em 2018.

Adquirência: Ex-diretor do BCB é contra intervenção

  • Em entrevista ao Valor Econômico, o ex-diretor do Banco Central Reinaldo Le Grazie falou sobre sua visão do cenário competitivo atual da indústria de cartões de crédito, especialmente na adquirência. Le Grazie diz que o ambiente é uma consequência de uma série de iniciativas do Bacen e que não faria sentido intervir no sentido contrário;
  • Ele citou a tecnologia como a principal força que impacta o setor, com a integração do varejo, pagamentos e crédito. Além disso, ele espera que o mercado seja bastante diferente em poucos anos, com questões essenciais como parcelado sem juros, pagamentos em D+30, pagamentos instantâneos e outras fatores influenciando especialmente a antecipação de recebíveis, que hoje representa uma parte significativa dos lucros do setor;
  • Em relação ao anúncio da Rede sobre antecipação na semana passada, a opinião da Le Grazie é que ela não pode ser classificada como venda casada, já que opções são oferecidas a clientes com contas em outros bancos que não o Itaú, com preços diferentes. Sobre um possível limite na taxa de intercâmbio de cartão de crédito, ele disse que a intervenção do Bacen no débito foi uma questão extemporânea e que o mercado deveria ajustar os preços por conta própria.

COE News

Amazon registra lucro recorde no 1T19, destaque para a AWS

  • A gigante varejista registrou lucro de US$ 3,6bi, número acima do consenso de mercado e mais do que o dobro no ano contra ano. As receitas apresentaram leve desaceleração de crescimento, mas ainda mantiveram-se no nível de +17% no ano contra ano, com destaque para a expansão de margens, menor crescimento das despesas e revisão positiva das projeções da própria empresa para a geração de receitas no trimestre atual, algo em torno de US$ 59,5 a 63,5bi v.s. os US$ 62,4bi esperados pelo mercado;
  • O seguimento de computação e armazenamento em nuvem, AWS, tem sido o grande destaque positivo, com crescimento de 41% no período, ajudando na expansão de margens. A Amazon tem liderado o atual movimento secular de migração e processamento de dados de dada centers para nuvem nos EUA, frente grandes competidores como Microsoft e Alphabet;
  • O crescimento de receitas tem desacelerado devido a questões no seguimento internacional, como a recente mudança regulatória no comércio eletrônico indiano, reposicionamento na China, resultados com publicidade online e menores níveis de crescimento nas lojas físicas: Whole Foods, Amazon Go e livros;
  • No médio prazo, os resultados da empresa continuarão a ser impulsionados pelo (i) maior tráfego na plataforma de varejo online e expansão de margens através da escalabilidade, eficiência e integração com as lojas físicas, (ii) potencial de crescimento via a divisão de serviços em nuvem (AWS) e (iii) ganho de participação no mercado de publicidade online através de novas ferramentas de anúncios patrocinados para melhor monetizar o espaço publicitário em sua plataforma de vendas online.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.