XP Expert

Preocupações com uma segunda onda de Covid-19 seguem no radar

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -0,20% | 104.809 Pontos

CÂMBIO -0,24% | 5,40/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa encerrou o pregão de ontem em baixa de 0,20%, fechando em 104.809 pontos, interrompendo a sequência de seis pregões consecutivos de alta. Os principais destaques positivos do índice foram as ações BPAC11 (+5,61%), VVAR3 (+5,21%) e MRFG3 (+3,44%). O dólar comercial caiu 0,24%, cotado a R$ 5,40. As taxas futuras de juros tiveram dia de alta com a volta do foco em ruídos sobre a situação fiscal no Brasil após discurso do presidente no dia anterior. DI jan/23 fechou em 4,96%; DI jan/25 encerrou em 6,68%; e DI jan/27 foi para 7,46%.

Nessa quinta-feira, os mercados globais operam em sem direção definida, com futuros do S&P subindo 0,7% e bolsas europeias caindo 0,4%, em um movimento de leve realização de lucros. No pregão de ontem, o S&P 500 fechou no patamar mais alto desde de setembro, enquanto o Nasdaq 100 saltou mais de 2%, com as principais ações de tecnologia crescendo com novas medidas de isolamento.

No cenário político internacional, apesar de Donald Trump não reconhecer a vitória de Joe Biden, o democrata se prepara para assumir a presidência dos Estados Unidos. Ontem, Biden indicou Ron Klain como seu chefe de gabinete, um antigo conselheiro que teve papel importante na atuação do governo Obama durante a crise de ebola.

Ao mesmo tempo, continuam embates nos estados impulsionados por Trump e republicanos na tentativa de mudar o cenário eleitoral – algo que consideramos ser pouco provável. Geórgia, por exemplo, anunciou ontem que deve fazer recontagem a mão de todos os votos do estado, um processo que tende a ser demorado. No entanto, o estado tem até 20 de novembro para certificar os resultados. Destacamos que é pouco provável que a recontagem mude o resultado da disputa no estado já que Biden tem 12 mil votos de vantagem.

No lado das tensões entre Beijing e Washington, a China aprovou resolução que desqualifica parlamentares de Hong Kong que não forem leais. A decisão levou à retirada de 4 parlamentares e então à renúncia dos outros 15 parlamentares de oposição ainda no Conselho Legislativo do centro financeiro. Os eventos são interpretados como uma alerta para Biden que China deve resistir pressão externa e seguir com a política de consolidação do território apesar de oposição dos EUA – um primeiro teste para o democrata.

Ainda no cenário internacional, crescem as preocupações com o fortalecimento da segunda onda da covid-19 nos EUA, com restrições em Nova Iorque e São Francisco. No Japão, o Bank of Japan destacou a manutenção da política monetária expansionista no país e interesse na estratégia atual do FED, enquanto na Zona do Euro a produção industrial caiu 0,4% em setembro, frustrando expectativas (alta de 0,6%).

Na política, o governo tenta se organizar para a retomada das atividades na semana que vem. O líder Ricardo Barros, depois de encontro com o presidente Jair Bolsonaro, publicou extensa pauta econômica para ser discutida na Câmara a partir de terça-feira. A agenda inclui autonomia do Banco Central, marco da cabotagem, Casa Verde e Amarela, recuperação fiscal dos estados e liberação do estoque de fundos públicos, mas o calendário está apertado e a pauta continua obstruída por divergências entre deputados. O Senado tentará discutir a lei de falências e o marco do gás. Enquanto isso, o governo segue sem definir o formato de seu programa de transferência de renda, mas reforça ideia de microcrédito como substituto do auxílio emergencial a partir do ano que vem.

Destaque ainda para a decisão da Anvisa, que autorizou a retomada dos testes da vacina Coronavac, que será produzida pelo governo de São Paulo.

Na seara econômica, o comércio varejista brasileiro acelerou 7,3% a/a e 0,6% m/m em setembro, enquanto o comércio varejista ampliado (que também leva em consideração as vendas de veículos e materiais para a construção civil) acelerou 7,4% a/a e 1,2% m/m. Apesar de ficaram levemente abaixo tanto das nossas expectativas quanto do consenso da Bloomberg, o resultado compensou a leitura positiva da indústria na semana passada e o balanço dos setores continua reforçando a atividade econômica mais forte no 3º trimestre desse ano.

Já nos noticiários, jornais detalham a ideia de usar microcrédito em 2021 para estimular atividade entre os informais. O Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, teria discutido o tema com o Presidente do Banco Central e a Caixa, que teria condições de oferecer R$ 10 bilhões na linha no próximo ano, valor que poderia ser aumentado para R$ 25 bilhões. Reportagem do jornal Estado de São Paulo reitera ainda que “o fim do auxílio emergencial é uma convicção no Ministério da Economia. A avaliação do governo é de que não há espaço fiscal para dar mais dinheiro a fundo perdido aos informais”.

Na agenda de indicadores do dia, destaque para a divulgação da Pesquisa Mensal de Serviços de setembro (estimativa XP -6.7% na comparação anual).

Por fim, do lado das empresas, a Locaweb e a Via Varejo reportaram sólidos resultados referentes ao terceiro trimestre de 2020. Os resultados da Via Varejo foram suportados por um forte desempenho online, uma recuperação melhor do que esperado do varejo físico e uma expansão robusta da margem EBITDA de 2,7 A/A por conta de alavancagem operacional, apesar da maior participação do digital. Reiteramos nossa recomendação de Compra e um preço-alvo de R$ 28 por ação para o final de 2020. Em relação à Locaweb, O principal destaque continua sendo o segmento de Commerce da empresa (48% do EBITDA), com o volume de vendas online (GMV) da empresa crescendo 90% A/A e superando o mercado, que cresceu 43,5%. Nós mantemos nossa recomendação de compra e preço-alvo para o fim de 2021 de R$ 71 por ação, dado o sólido desempenho e possíveis aquisições (M&A).

Tópicos do dia

Agenda de Resultados

C&A Modas (CEAB3): após o fechamento
B3 (B3SA3): após o fechamento
brMalls (BRML3): após o fechamento
Bradespar (BRAP4): antes da abertura
Copel (CPLE6): após o fechamento
Ez Tec (EZTC3): após o fechamento
Sul America (SULA11): após o fechamento
Vivara (VIVA3): após o fechamento
Sabesp (SBSP3): após o fechamento
Temporada de resultados do 3º trimestre – o que esperar?
Calendário de resultados do 3T20

Para ler mais conteúdos, clique aqui.

Brasil

  1. Varejo acelera em setembro, mas inflação de alimentos e redução do auxílio emergencial já começam a pesar sobre o consumo de semi e não duráveis

Internacional

  1. Política internacional: Biden nomeia chefe de gabinete e recebe primeiro alerta de Beijing
    Acesse aqui o relatório internacional

Empresas

  1. Marfrig (MRFG3): bons resultados mesmo depois de segundo trimestre estelar; reiteramos Compra
  2. Via Varejo (VVAR3): Além do varejo e além das expectativas; fortes resultados do terceiro trimestre
  3. Locaweb (LWSA3): Não me parem agora – Outro trimestre de resultados sólidos
  4. MRV (MRVE3): 3T20: Fortes Resultados, Geração de Caixa Recorde
  5. TAESA (TAEE11): Resultados do 3T20: Ligeiramente abaixo das nossas expectativas; Pagamento de dividendos ainda em níveis máximos
  6. Novo recorde de expedição de papelão ondulado a caminho em outubro


Veja todos os detalhes

Brasil

Varejo acelera em setembro, mas inflação de alimentos e redução do auxílio emergencial já começam a pesar sobre o consumo de semi e não duráveis

  • O comércio varejista brasileiro acelerou 7,3% a/a e 0,6% m/m em setembro, enquanto o comércio varejista ampliado (que também leva em consideração as vendas de veículos e materiais para a construção civil) acelerou 7,4% a/a e 1,2% m/m;
  • Apesar de a pressão na inflação de alimentos e a redução do auxílio emergencial em setembro terem contribuído para o resultado abaixo do esperado, o resultado compensou a leitura positiva da indústria na semana passada e o balanço dos setores continua reforçando a atividade econômica mais forte no 3º trimestre desse ano;
  • Com relação ao PIB, nós mantemos as nossas projeções de -4,4% a/a e +7,8% t/t no terceiro trimestre, -4,6% em 2020 e +3,4% em 2021.

Internacional

Política internacional: Biden nomeia chefe de gabinete e recebe primeiro alerta de Beijing

  • Apesar de Donald Trump não reconhecer a vitória de Joe Biden, o democrata se prepara para assumir a presidência dos Estados Unidos. Nesta quarta-feira (12) Biden indicou Ron Klain como seu chefe de gabinete, um antigo conselheiro que teve papel importante na atuação do governo Obama durante a crise de ebola (https://on.wsj.com/2UjHfdt);
  • Ao mesmo tempo, continuam embates nos estados impulsionados por Trump e republicano na tentativa de mudar o cenário eleitoral – algo que consideramos ser pouco provável. Geórgia, por exemplo, anunciou nesta quarta-feira (12) que deve fazer recontagem a mão de todos os votos do estado, um processo que tende a ser demorado. No entanto, o estado tem até 20 de novembro para certificar os resultados. Destacamos que é pouco provável que a recontagem mude o resultado da disputa no estado já que Biden tem 12 mil votos de vantagem (https://on.wsj.com/3niDaTq);
  • No lado das tensões entre Beijing e Washington, a China aprovou resolução que desqualifica parlamentares de Hong Kong que não forem leais. A decisão levou à retirada de 4 parlamentares e então à renúncia dos outros 15 parlamentares de oposição ainda no Conselho Legislativo do centro financeiro. Os eventos são interpretadas como uma alerta para Biden que China deve resistir pressão externa e seguir com a política de consolidação do território apesar de oposição dos EUA – um primeiro teste para o democrata (https://bloom.bg/2IySmgc).

Empresas

Marfrig (MRFG3): bons resultados mesmo depois de segundo trimestre estelar; reiteramos Compra

  • Marfrig apresentou bons resultados no 3º trimestre de 2020 (3T20), embora abaixo do recorde estabelecido no 2T20. O EBITDA ajustado de R$ 2,196bi veio 47% acima do mesmo trimestre do ano anterior, além de ter vindo 2% acima da nossa estimativa de R$ 2,154bi. Para conferir o relatório completo, clique aqui;
  • A margem EBITDA de 13,0% veio ligeiramente acima da nossa de 12,7%, um aumento de 129 pontos base (bps) em relação ao 3T19, mas 850 bps abaixo do 2T20. Tal efeito já era esperado devido sobretudo ao cutout ratio (referencial para o preço da carne bovina) voltando a níveis mais regulares nos EUA. Por outro lado, a Marfrig segue sendo beneficiada pela forte demanda da Ásia, com exportações crescendo na operação sul-americana;
  • Embora abaixo do 2T, os resultados do 3T20 foram fortes e ainda vemos oportunidades de alta no setor de carne bovina para a Marfrig, principalmente na América do Sul devido ao impulso nas exportações. O principal risco no curto prazo é a valorização do Real, mas o 4T costuma ser o melhor no que diz respeito ao consumo de carne, então seguimos com uma visão construtiva para o papel. Reiteramos nossa recomendação de Compra para as ações MRFG3, com preço alvo de R$ 18 para o final de 2021.

Via Varejo (VVAR3): Além do varejo e além das expectativas; fortes resultados do terceiro trimestre

  • A Via Varejo reportou novamente resultados sólidos, suportados por um forte desempenho online, uma recuperação melhor do que esperado do varejo físico e uma expansão robusta da margem EBITDA de 2,7 A/A por conta de alavancagem operacional, apesar da maior participação do digital. Como resultado, o EBITDA ajustado recorrente atingiu R$ 627 milhões, um aumento de 106% A / A e 30%-20% acima das nossas estimativas e do consenso, respectivamente;
  • Esperamos uma reação positiva do mercado, uma vez que a empresa reportou um crescimento sólido e, ao mesmo tempo, foi capaz de sustentar (e até mesmo melhorar) sua lucratividade. Além disso, vemos a Via Varejo como bem posicionada para se beneficiar de uma Black Friday mais digitalizada, uma vez que a empresa tomou a decisão estratégica de aumentar os estoques ao mesmo tempo que entregou melhorias significativas na integração digital + física;
  • Reiteramos nossa recomendação de Compra e um preço-alvo de R$ 28,0 / ação para os próximos 12 meses. Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

Locaweb (LWSA3): Não me parem agora – Outro trimestre de resultados sólidos

  • A Locaweb divulgou mais um trimestre de resultados sólidos, com a Receita Líquida atingindo R$ 126 milhões (+ 24% A/A), em linha com nossas estimativas, e EBITDA Ajustado de R$ 36 milhões (+ 18% A/A), 5% acima das nossas projeções. O principal destaque continua sendo o segmento de Commerce da empresa (48% do EBITDA), com o volume de vendas online (GMV) da empresa crescendo 90% A/A e superando o mercado, que cresceu 43,5%;
  • Esperamos uma reação positiva das ações, enquanto o segmento de Commerce deve permanecer forte, com o churn controlado (em linha com 2019) e a receita média por usuário (ARPU) que deve ser 7x maior em 3 anos. Nós mantemos nossa recomendação de compra e preço-alvo para o fim de 2021 de R$ 71,0/ação, dado o sólido desempenho e opções de aquisições ainda bem claras (M&A). Clique aqui para acessar o relatório completo.

MRV (MRVE3): 3T20: Fortes Resultados, Geração de Caixa Recorde

  • Apesar da pandemia, A MRV reportou forte resultado referente ao terceiro trimestre. A receita líquida atingiu o maior nível histórico da companhia de R$1760 milhões (+12,2% contra o ano passado e +7,4% contra o trimestre passado), impulsionada pelo forte desempenho de vendas nos últimos trimestres. A margem bruta continuou em linha com o trimestre anterior, ainda pressionada pela inflação de custos de material de construção. O lucro líquido foi de R$158 milhões (-1,6% contra o ano passado e +26,6% contra o trimestre passado);
  • No balanço patrimonial, a MRV registrou uma geração de caixa de R$306 milhões (já divulgado na prévia operacional do terceiro trimestre) que reduziu sua posição de dívida líquida (dívida bruta menos disponibilidades) para R$733 milhões e dívida líquida sobre patrimônio líquido de 13,3% (-6,1 pontos percentuais comparado ao segundo trimestre de 2020), que consideramos saudável para a companhia;
  • A MRV segue focada na ampliação de suas linhas de negócios e produtos, a fim de diversificar suas fontes de funding (fonte de financiamento) e diminuir a exposição ao Programa Casa Verde Amarela (antiga Minha Casa, Minha Vida). De acordo com a MRV, ela possui um banco de terrenos diversificado (aproximadamente R$19 bilhões) preparado para diversos produtos habitacionais (venda de imóveis, aluguel e venda de lotes residenciais);
  • Sobre o ESG, a MRV anunciou oficialmente seu compromisso de apoiar o Conselho da Amazônia no combate ao desmatamento ilegal da Floresta Amazônica, certificando a origem de toda a madeira utilizada em seus canteiros de obra. No Social, a MRV aderiu à campanha #NãoVolte da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, por uma retomada sustentável no pós-pandemia. Por fim, em Governança, a companhia recebeu o prêmio Época360 em Governança Corporativa, ficando em primeiro lugar dentre todas as companhias avaliadas.

TAESA (TAEE11): Resultados do 3T20: Ligeiramente abaixo das nossas expectativas; Pagamento de dividendos ainda em níveis máximos

  • Em 11 de novembro, após o fechamento do mercado, a Taesa reportou um EBITDA Ajustado (incluindo resultado de participações por equivalência patrimonial) de R$ 349,8 milhões, abaixo (-4,2%) da nossa estimativa de R$ 365,1 milhões. Além disso, a Taesa reportou Lucro Líquido de R$ 165,5 milhões, abaixo da nossa expectativa de R$180,0 milhões devido à combinação de um menor resultado operacional do que projetávamos e maiores despesas financeiras líquidas do que o esperado;
  • Além disso, a empresa anunciou uma distribuição total de dividendos e juros sobre o capital próprio de R$469,2 milhões (R$1,36/unit ou um dividend yield de 4,44%). O pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio será em 25 de novembro de 2020;
  • Temos uma avaliação ligeiramente negativa dos resultados do 3T20 da Taesa, dado que o EBITDA ajustado da companhia veio abaixo das nossas projeções. No entanto, destacamos como positivo que a empresa manteve sua prática de distribuição de proventos nos patamares elevados, refletindo o forte potencial de geração de caixa da companhia e o menor perfil de risco do setor de transmissão de energia – e também notamos que a TAESA faz parte da nossa carteira de dividendos. Mantemos nossa recomendação Neutra para a TAESA, com um preço-alvo de R$30 / unit.

Novo recorde de expedição de papelão ondulado a caminho em outubro

  • De acordo com dados preliminares da Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO), em termos nominais, as expedições de papelão ondulado totalizaram 362.098 toneladas em outubro, altas de 2,94% e 8% nas comparações mensais e anuais, respectivamente. Esse novo acréscimo no volume expedido representa o quarto mês consecutivo de recordes em expedições. No entanto, considerando o ajuste sazonal, houve uma queda de 2% na expedição de caixas, acessórios e chapas de papelão ondulado;
  • Considerada um termômetro do nível de atividade econômica, a produção desse tipo de embalagem segue crescendo mesmo diante da pandemia. Mais uma vez, vemos os resultados favoráveis paras as ações de Irani (RANI3) e Klabin (KLBN11). Mantemos nossa recomendação de Compra para ambos os nomes, com preço-alvo de R$ 8,50/ação para RANI3 e R$ 32/ação para KLBN11.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.