XP Expert

Preços do petróleo atingem maior nível em 7 anos e põem em risco a desinflação global

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir


IBOVESPA -0,5% | 106.373 Pontos

CÂMBIO +0,3% | 5,53/USD

O que pode impactar o mercado hoje


Destaque do dia

petróleo (+0,9%) amanhece em alta após atingir máxima dos últimos 7 anos, em virtude da escalada das tensões no Oriente Médio entre rebeldes do Yêmen e os Emirados Árabes Unidos.O preço do petróleo nesse nível, coloca em risco o processo de desinflação global prevista para este ano. O petróleo Brent atingiu 87,3 dólares por barril esta manhã, enquanto o petróleo WTI está acima de $ 85. A tendência é impulsionada pela forte demanda nas maiores regiões consumidoras do mundo, como EUA e Europa, e está acontecendo apesar da sinalização do Fed de uma política monetária mais apertada à frente. A tensão renovada no Golfo Pérsico, responsável por cerca de 40% do petróleo transoceânico no mundo, também contribuiu para pressionar os preços.

Brasil

Depois de subir mais de 4% no acumulado da semana passada, o Ibovespa encerrou a sessão desta segunda-feira (17) em baixa. O índice fechou a sessão em queda de -0,52% aos 106.373 pontos, enquanto o dólar fechou alta +0,31% aos R$ 5,53. No mercado de juros, as taxas futuras de juros terminaram com movimento de alta atribuído a ajustes técnicos de carteiras, mas o feriado nos EUA reduziu a liquidez doméstica. Além disso, a questão fiscal e eleitoral continua sobre atenção dos agentes, à medida que o mercado aguarda para ver qual será o nível de adesão dos servidores às paralisação por reajustes e espera a sanção do Orçamento de 2022. Os indicadores do dia, IBC-Br e IGP-10, sugeriram atividade e inflação mais resilientes e não mudaram o quadro de apostas para a alta da Selic. DI jan/23 fechou em 12,015%; DI jan/24 foi para 11,74%; DI jan/26 encerrou em 11,255%; e DI jan/28 fechou em 11,33%.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) – que serve como proxy mensal para o PIB do Brasil – cresceu 0,7% mês a mês em novembro, em linha com nossa estimativa e consenso de mercado Esse resultado encerrou uma série de quatro quedas consecutivas na comparação mensal. Na comparação com o mesmo mês de 2020, no entanto, o indicador ficou um pouco abaixo das expectativas. Nosso monitor de alta frequência aponta para para um crescimento de 0,1% do PIB no quarto trimestre, levando a um aumento de 4,4% no ano de 2021. Projetamos o PIB estável este ano (0%) e se recuperando moderadamente em 2023 (1,2%).

Mundo

Mercados globais amanhecem negativos (EUA -1,2% e Europa -1,2%) com o avanço da taxa de juros dos títulos de 10 anos americanos para 1,83%, atingindo seu maior valor dos últimos 2 anos e pressionando, principalmente, as empresas de tecnologia (Nasdaq-100 -1,8%). Investidores agora aguardam a divulgação de novos resultados, ao longo da semana teremos nomes relevantes como Goldman Sachs, Bank of America e Netflix. Até o momento, das 26 companhias do S&P 500 que reportaram seus balanços, cerca de 77% superaram as projeções de lucro, segundo dados da Refinitiv. Na China, o índice CSI 300 (+1,0%) encerrou em alta, ainda reverberando a política monetária mais acomodativa anunciada pelo banco central chinês nesta segunda-feira. Por outro lado, o índice de Hang Seng (-0,4%) acompanhou a queda das empresas de tecnologia com o avanço das taxas de juros americanas.

O índice de sentimento econômico ZEW da Alemanha saltou para 51,7 em janeiro de 29,9 em dezembro, muito acima das expectativas (32,0). De acordo com o instituto ZEW, o principal impulsionador das expectativas econômicas é a percepção de que os casos de COVID-19 cairão nos próximos meses. O resultado é mais uma evidência de que a recuperação econômica europeia continua, aumentando a pressão sobre o Banco Central Europeu para reverter o estímulo monetário.

O Banco Central do Japão manteve sua taxa de política monetária inalterada em -0,1%, mas elevou sua projeção de inflação pela primeira vez desde 2014 de 0,9% para 1,1% para o ano fiscal iniciado em abril. O governador do BoJ, Haruhiko Kuroda, disse que a autoridade monetária precisa “ficar atento para identificar se a alta dos preços terá um impacto negativo no ambiente de renda e no sentimento das famílias.

Presidente do senado diz que vai discutir em fevereiro projeto para limitar preços dos combustíveis

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que os senadores vão discutir em fevereiro um projeto para estabelecer uma faixa-limite para os preços dos combustíveis no mercado doméstico. A política seria financiada por um imposto de exportação de petróleo. Hoje, a estatal Petrobras fixa os preços da gasolina e do diesel de acordo com os preços globais do petróleo e a taxa de câmbio (a chamada paridade internacional de preços).

Manifestação de servidores públicos por aumento salarial em Brasília

Sindicatos dos servidores públicos federais farão hoje manifestações em Brasília, reivindicando aumentos salariais. Temos argumentado aqui que esse é o risco fiscal mais importante no curto prazo. Os sindicatos pedem um aumento nominal de 28% nos salários. Cada 1pp de aumento salarial representa 3 bilhões de reais em despesas obrigatórias adicionais no próximo ano.

Veja todos os detalhes

Economia

Preços do petróleo atinge maior nível em 7 anos e põe em risco a desinflação global

  • Os preços do petróleo atingiram o nível mais alto em sete anos, colocando em risco a desinflação global prevista para este ano. O petróleo Brent atingiu 87,3 dólares por barril esta manhã, enquanto o petróleo WTI está acima de $ 85. A tendência é impulsionada pela forte demanda nas maiores regiões consumidoras do mundo, como EUA e Europa, e está acontecendo apesar da sinalização do Fed de uma política monetária mais apertada à frente. A tensão renovada no Golfo Pérsico, responsável por cerca de 40% do petróleo transoceânico no mundo, também contribuiu para pressionar os preços;
  • O índice de sentimento econômico ZEW da Alemanha saltou para 51,7 em janeiro de 29,9 em dezembro, muito acima das expectativas (32,0). De acordo com o instituto ZEW, o principal impulsionador das expectativas econômicas é a percepção de que os casos de COVID-19 cairão nos próximos meses. O resultado é mais uma evidência de que a recuperação econômica europeia continua, aumentando a pressão sobre o Banco Central Europeu para reverter o estímulo monetário;
  • O Banco do Japão manteve sua taxa de política monetária inalterada em -0,1%, mas elevou sua projeção de inflação pela primeira vez desde 2014 de 0,9% para 1,1% para o ano fiscal iniciado em abril. O governador do BoJ, Haruhiko Kuroda, disse que a autoridade monetária precisa “ficar atento para identificar se a alta dos preços terá um impacto negativo no ambiente de renda e no sentimento das famílias;
  • No Brasil, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que os senadores vão discutir em fevereiro um projeto para estabelecer uma faixa-limite para os preços dos combustíveis no mercado doméstico. A política seria financiada por um imposto de exportação de petróleo. Hoje, a estatal Petrobras fixa os preços da gasolina e do diesel de acordo com os preços globais do petróleo e a taxa de câmbio (a chamada paridade internacional de preços);
  • Sindicatos dos servidores públicos federais farão hoje manifestações em Brasília, reivindicando aumentos salariais. Temos argumentado aqui que esse é o risco fiscal mais importante no curto prazo. Os sindicatos pedem um aumento nominal de 28% nos salários. Cada 1pp de aumento salarial representa 3 bilhões de reais em despesas obrigatórias adicionais no próximo ano;
  • O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) – que serve como proxy mensal para o PIB do Brasil – cresceu 0,7% mês a mês em novembro, em linha com nossa estimativa e consenso de mercado Esse resultado encerrou uma série de quatro quedas consecutivas na comparação mensal. Na comparação com o mesmo mês de 2020, no entanto, o indicador ficou um pouco abaixo das expectativas. Nosso monitor de alta frequência aponta para para um crescimento de 0,1% do PIB no quarto trimestre, levando a um aumento de 4,4% no ano de 2021. Projetamos o PIB estável este ano (0%) e se recuperando moderadamente em 2023 (1,2%).

Política

Nos EUA, direitos de voto e regras do Senado seguem em foco

  • Nos EUA, o Senado tem na pauta desta terça-feira (18) dois projetos sobre direitos de voto. O debate deve continuar até quarta-feira e a expectativa é que republicanos utilizem o filibuster (obstrução que requer 60 votos para ser superada) para impedir a aprovação. Em seguida, os correligionários de Biden devem pautar mudanças nas regras do Senado, com intuito de impedir futuras obstruções. Apesar da segunda votação apenas requerir 50 votos, sem apoio dos senadores Joe Manchin e Krysten Sinema, a expectativa segue sendo negativa para a agenda democrata.  

China identifica  a inflação e a desaceleração do crescimento doméstico como um dos principais riscos políticos

  • Na China, o Partido Comunista identificou a inflação e a desaceleração do crescimento doméstico como os principais riscos políticos do momento. Segundo nota da Comissão de Assuntos Políticos e Legais, “se os riscos econômicos e financeiros não forem bem administrados, eles podem ser facilmente transmitidos para a esfera social e política.”

Empresas

BRF (BRFS3): Acionistas aprovaram follow-on da BRF; potencial aquisição pela Marfrig

  • Em Assembleia Geral Extraordinária realizada ontem (17/jan), a BRF votou a proposta de aumento de capital de até 325 milhões de ações (entre outros itens relacionados), que foi aprovado, em média, por 81,7% dos acionistas presentes (68,5% do total de ações disponíveis, em média). Clique aqui para o relatório completo;
  • Atualmente, a BRF está sendo negociada a 5,1x EV/EBITDA, abaixo do valor que consideramos justo de 6,1x EV/EBITDA, porém mantemos nossa recomendação Neutra devido às incertezas sobre as perspectivas da empresa, a maioria delas não relacionadas aos seus fundamentos;
  • No entanto, vemos como positiva a formação de uma nova empresa a partir da fusão entre Marfrig (MRFG3) e BRF (BRFS3), principalmente devido às sinergias comerciais positivas, como já discutimos anteriormente (clique aqui), embora diferenças culturais possam representar um risco no curto prazo;
  • As ações atingiram R$ 23,28 no pregão de ontem, mas fecharam em R$ 24,75 (+1,85%). Esperamos mais reação positiva das ações da BRF no pregão de hoje, considerando a já mencionada potencial aquisição pela Marfrig no processo de follow-on e a potencial desalavancagem após a emissão.

MRV (MRVE3): Prévia operacional 4T21: Dados operacionais fortes alimentados pela AHS

  • Em AssA MRV apresentou números operacionais sólidos do 4T21 com lançamentos (R$ 3,2 bilhões) e vendas (R$ 2,4 bilhões) impulsionadas pela venda de projetos da AHS (subsidiária dos EUA) e pela resiliência do segmento de baixa renda no Brasil, parcialmente compensado pela queima de caixa de R$128 milhões devido a maiores desembolsos das subsidiárias brasileiras (antecipação nas compras de material de construção), apesar da sólida geração de caixa da AHS de R$107 milhões. Mantemos nossa classificação neutra e TP de R$23,0/ação;
  • A MRV&Co lançou R$ 3,2 bilhões (+52% Y/Y e +55% Q/Q), dos quais R$ 2,1 bilhões estavam sob a marca core da MRV (principalmente no âmbito do programa CVA), R$ 1,0 bilhão da AHS, R$57 milhões da Urba (segmento de loteamento) e R$ 38 milhões da Luggo;
  • As vendas líquidas chegaram em R$ 2,4 bilhões (+18% Y/Y e +19% Q/Q), divididos em: i) R$1,5 bilhão da MRV, R$771 milhões da AHS, R$58 milhões da Urba e R$106 milhões da Luggo;
  • Além disso, a empresa destacou o avanço no programa de cancelamentos zero (“Venda Garantida”) que atingiu 89% das pré-vendas no 4T21 (vs. 84% no 3T21). Dito isto, a velocidade de vendas (ex-AHS) caiu para 16% no 4T21 (vs. 18% no 3T21);
  • A empresa reportou uma queima de caixa de R$ 236 milhões no segmento brasileiro (MRV, Urba e Luggo) devido à contínua antecipação da aquisição de materiais de construção, a fim de conter novos aumentos de preços e possíveis desabastecimentos na cadeia de suprimentos. Isso foi parcialmente compensado pela sólida geração de caixa de R$107 milhões da AHS após a venda de 3 projetos.

Mineração: Vale, Usiminas e CSN retomam operações gradualmente em Minas Gerais.

  • Após uma semana de paralisação nas operações de mineração em Minas Gerais, a CSN Mineração, Usiminas (MUSA) e Vale retomaram gradualmente suas operações no início desta semana. Além disso, a Usiminas retornou a Barragem Central da MUSA ao nível não emergencial e a Vale elevou o protocolo de emergência na Barragem Área IX (de nível 1 para nível 2) e no dique de Elefante (início do protocolo de nível 1);
  • A Vale estimou o impacto da paralisação em 1,5 milhões de toneladas (Mt) de produção, mas reiterou sua projeção de produção entre 320 e 335 Mt de minério de ferro em 2022. Essa redução na produção deve impactar o LAJIDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da Vale em US$ 130 milhões ou cerca de 2% do LAJIDA do primeiro trimestre de 2022 (Estimativas da XP). Usiminas e a CSN Mineração não informaram sobre impactos na produção;
  • Mantemos nossas recomendações de Compra na Vale (preço-alvo de R$ 91/ação), Compra na CSN Mineração (preço-alvo de R$ 7,80/ação) e Neutra na Usiminas (preço-alvo de R$ 15,50/ação).

Melnick (MELK3): Prévia Operacional Positiva no 4T21  

  • Melnick reportou dados operacionais positivos no 4T21, explicados por lançamentos que cresceram 142% A/A (% MELK), atingindo R$ 213 milhões no 4T21 e totalizando R$ 808 milhões em 2021 vs. R$ 500 milhões em 2020 (+62% A/A);
  • Além disso, as vendas líquidas cresceram (+97% T/T), atingindo R$ 195 milhões no 4T21 vs. R$ 99 milhões no 3T21, e totalizando R$ 548 milhões em 2021 vs. R$ 557 milhões em 2020 (-1,6% A/A). Assim, impactando positivamente a velocidade de vendas (VSO) no trimestre, atingindo 16% no 4T21 vs. 9% no 3T21. Além disso, o distrato atingiu 6% das vendas brutas no 4T21 vs. 8% no 3T21;
  • Portanto, podemos ver uma reação ligeiramente positiva das ações. Reiteramos nossa visão favorável para Melnick com base em seu valuation atrativo, negociando atualmente em 0,6x P/VP.

EVEN (EVEN3): Prévia operacional neutra apesar de lançamentos robustos no 4T21

  • A Even divulgou dados operacionais neutros no 4T21, impulsionados principalmente por lançamentos que cresceram +68% A/A (% EVEN), atingindo R$ 809 milhões no 4T21 e totalizando R$ 2,39 bilhões em 2021 vs. R$ 1,4 bilhão em 2020 (+71 % A/A);
  • Além disso, vendas líquidas atingiram R$ 400 milhões no 4T21 vs. R$ 639 milhões no 4T20 (-37% T/T), e totalizando R$ 1,6 bilhão em 2021 vs. R$ 1,7 bilhão em 2020 (-3% A/A). Como resultado, a velocidade de venda (VSO) foi impactada negativamente no trimestre, atingindo 13% no 4T21 vs. 11% no 3T21. Por último, o distrato atingiu 11% das vendas brutas no 4T21 vs. 16% no 3T21;
  • Portanto, reiteramos nossa recomendação de compra da EVEN3, baseado no valuation atrativo, negociando atualmente a 0,7x P/VP.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Aceitação do Pix no e-commerce mais que triplicou em 2021. (Valor);
    • Horta-Osório deixa presidência do Credit Suisse. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Vendas do varejo crescem 3% em dezembro, diz indicador da Cielo (Folha);
    • Em 7 anos, conta de energia elétrica sobe mais do que o dobro da inflação (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • Acionistas da BRF dão sinal verde a follow-on (Valor)
    • MME reafirma o acerto da decisão do CNPE de manter o teor de biodiesel no diesel em 10% ao longo de 2022 (Gov BR)
    • China to Curb Purchases of U.S. Farm Goods Fitch Solution Says (Bloomberg)
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Funcionários da Eletrobras entram em greve por tempo inderteminado. (Valor Econômico);
    • Preços internacionais do petróleo negociam perto de alta de 7 anos. (ft);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Walmart no metaverso

  • Netflix anuncia aumento de preços nos EUA e Canadá;
  • Walmart se posiciona no metaverso;
  • Toyota reporta novos cortes de produção;
  • Empresas de tecnologia apresentam forte crescimento de lucros ao longo dos últimos 5 anos;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Vendas de carros elétricos na Europa superam as de modelos a diesel pela 1° vez em dezembro | Café com ESG, 18/01

  • Após fechar a semana em alta, o mercado encerrou o pregão de segunda-feira em campo negativo, com o Ibov e o ISE em leve queda de -0,5% e -0,6%, respectivamente;
  • No Brasil, do lado das empresas, a Globo liquidou a emissão de US$ 400 milhões em um bônus de dez anos, sendo o primeiro “sustainability linked bond” da companhia, título atrelado a metas ambientais de redução de emissão de gases do efeito estufa;
  • No internacional, (i) as vendas de carros elétricos na Europa em dezembro superaram as de modelos a diesel pela primeira vez, segundo estimativas preliminares, com mais de 20% dos novos carros vendidos no último mês do ano, em 18 países europeus, incluindo o Reino Unido, sendo movidos exclusivamente a bateria; e (ii) grandes marcas como Coca Cola e PepsiCo pediram ontem um pacto global para combater a poluição plástica que inclua cortes na produção de plástico, uma área chave de crescimento para a indústria de petróleo. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.