XP Expert

Os mercados melhoram um pouco hoje, mas a aversão ao risco continua; produção industrial é o destaque no Brasil hoje

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA -2,2% | 110.393 Pontos

CÂMBIO +1,7% | 5,45/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou essa 2ª feira em queda de (-2,20%,) atingindo os 110.393 pontos. O dólar fechou em alta +1,69% atingindo R$ 5,45 – o maior patamar em quase dois meses, a despeito do leilão de swap feito pelo Banco Central. As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em alta, em toda a extensão da curva. Pesaram sobre as expectativas, além dos fatores locais, a alta do dólar ante emergentes e a alta do petróleo, bem como dos juros das Treasuries longas. DI jan/22 fechou em 7,22%; DI jan/24 foi para 9,925%; DI jan/26 encerrou em 10,43%; DI jan/28 fechou em 10,77%.               

Os mercados globais amanhecem positivos (EUA +0,4% e Europa +0,8%) enquanto investidores parecem fazer um movimento de buying the dip (comprando na baixa) de ações de tecnologia (Nasdaq 100 +0,4%), devolvendo parcialmente as perdas ocasionadas pela alta dos juros de 10 anos americanos, que levaram o índice, ontem, ao seu nível mais baixo desde junho deste ano. Na Europa, dados de atividade econômica (PMIs) da zona do euro mostram desaceleração marginal no crescimento do mês de setembro (56 vs. 59 no mês anterior), sugerindo que pressões inflacionárias e problemas nas cadeias de suprimentos globais podem estar afetando a atividade na região. O petróleo (+0,7%) continua a sua sequência de alta ao passo que a OPEC+ optou pela manutenção de seu plano de aumento gradual de produção em 400 mil barris/dia a cada mês, mesmo com a commodity em alta.

No campo da política internacional, em tentativa de pressionar republicanos a aprovarem a suspensão do teto da dívida, Joe Biden comentou o tema em discurso que foi transmitido pela televisão. Alertou que o teto poderia ser atingindo em duas semanas e culpou as lideranças da oposição pelo “meteoro” que estava a caminho da economia americana.  O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, deve pautar o tema mais uma vez nesta 4ª feira, no que será a 3ª tentativa de suspender o teto da dívida até o fim de 2022. No entanto, sem avanços nas negociações com republicanos, o panorama permanece negativo para o projeto até o momento.  

Em economia, os mercados melhoram um pouco hoje, mas a aversão ao risco continua, face a múltiplos riscos globais, que vão desde problemas de dívida no setor imobiliário na China até preços crescentes de energia na Europa e redução de estímulos monetários nos EUA. A recuperação da Europa continua, sugerem os PMIs. Produção industrial é o destaque no Brasil hoje. Pesquisas industriais sugerem que a demanda por bens manufaturados permanece sólida. A produção, no entanto, tem sido prejudicada pela escassez de insumos importantes, como chips para a indústria automotiva.

Do lado nas empresas, iniciamos a cobertura do setor de Telecomunicações do Brasil (ISPs) com recomendação de compra em Unifique (Preço-Alvo de R$ 13,0) e Brisanet (Preço-Alvo de R$ 17/ação). As recomendações são apoiadas principalmente por: (i) nossa perspectiva positiva para o setor de provedor de serviços de Internet (ISP) brasileiro; (ii) forte dinâmica de crescimento e (iii) Execução operacional de alto nível em ambas as empresas, traduzindo-se em maior margem e rentabilidade. Em suma, Unifique é a nossa escolha preferida no setor, dado o risco-retorno atraente nos múltiplos atuais.

Tópicos do dia

Economia

  1. A aversão ao risco continua, face a riscos globais de diferentes naturezas. A recuperação da Europa continua, sugerem os PMIs. Produção industrial é o destaque no Brasil hoje

Política

  1. Suspensão do teto da dívida é tema de embate no Congresso americano
  2. Representante comercial americana diz que fará que China cumpra fase 1 do acordo comercial

Empresas

  1. Telecom com crescimento: Sim, nós temos! Iniciando a cobertura de Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3) com Compra
  2. Banco do Brasil (BBAS3): Feedback BB Day 2021
  3. Tenda (TEND3): Atual CFO da Tenda está em transição para COO. Marcos Pinheiro assume como CFO em 2022
  4. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Amazon New World

ESG

  1. Radar ESG | Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3): O que as empresas de telecomunicações brasileiras têm feito?
  2. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 05/10

Veja todos os detalhes

Economia

A aversão ao risco continua, face a riscos globais de diferentes naturezas. A recuperação da Europa continua, sugerem os PMIs. Produção industrial é o destaque no Brasil hoje

  • Múltiplos riscos globais, que vão desde problemas de dívida no setor imobiliário na China até preços crescentes de energia na Europa e redução de estímulos monetários nos EUA, continuam a gerar aversão ao risco nos mercados. Os juros do Tesouro dos EUA interromperam sua recente tendência de alta, e o dólar se fortaleceu em relação à maioria de seus pares nos últimos dias. A maioria das commodities continuou em alta, trazendo temores de estagflação para analistas e bancos centrais;
  • Os membros da OPEP + disseram ontem que manteriam o plano de aumentar a oferta de petróleo apenas gradualmente, decepcionando parte dos analistas de mercado. Os preços do petróleo atingiram máximos de vários anos logo após o anúncio;
  • As sondagens com gerentes de compras de empresas (PMIs) de setembro registraram bons resultados na Europa. Os números estão confortavelmente acima de 50 (limite de expansão / contração) na Itália, França e Alemanha tando na indústria como em serviços. Como resultado, o Índice Composto da Zona Euro situou-se em 56,2 (56,1 em agosto). Na mesma direção, a produção industrial da França cresceu 1% em agosto, acima do esperado (0,4%, segundo Blomberg);
  • No Brasil, o presidente do banco central Roberto Campos disse que a inflação do IPCA terá seu pico em setembro, e então começará a desacelerar gradualmente. Campos reitera que a política monetária será ajustada visando cumprir a meta de inflação para 2022 (3,5%);
  • O destaque hoje são os números da produção industrial de agosto (XP: 0,1% mês a mês, Consenso: -0,3%). Pesquisas industriais sugerem que a demanda por bens manufaturados permanece sólida. A produção, no entanto, tem sido prejudicada pela escassez de insumos importantes, como chips para a indústria automotiva.

Política

Suspensão do teto da dívida é tema de embate no Congresso americano

  • Em tentativa de pressionar republicanos a aprovarem a suspensão do teto da dívida, Joe Biden comentou o tema em discurso que foi transmitido por televisão. Alertou que o teto poderia ser infringido em duas semanas e descreveu culpou lideranças da oposição pelo “meteoro” que estava a caminho da economia americana;
  • líder democrata no Senado, Chuck Schumer, deve pautar o tema mais uma vez nesta quarta-fera (6), no que será a terceira tentativa de suspender o teto da dívida até o fim de 2022. No entanto, sem avanços nas negociações com republicanos, o panorama permanece negativo para o projeto até o momento.  

Representante comercial americana diz que fará que China cumpra fase 1 do acordo comercial

  • Na seara diplomática, surge um novo ponto de tensões entre os EUA e China após afirmações da representante comercial dos Estados Unidos, Katherine Tai, que afirmou nesta segunda-feira que o governo de Joe Biden fará a China a cumprir a fase 1 do acordo comercial, assinado em janeiro de 2020.

Empresas

Telecom com crescimento: Sim, nós temos! Iniciando a cobertura de Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3) com Compra

  • Estamos iniciando a cobertura do setor de Telecomunicações do Brasil (ISPs) com recomendação de compra em Unifique (Preço-Alvo de R$ 13,0) e Brisanet (Preço-Alvo de R$ 17/ação). As recomendações são apoiadas principalmente por: (i) nossa perspectiva positiva para o setor de provedor de serviços de internet (ISP) brasileiro; (ii) forte dinâmica de crescimento e (iii) Execução operacional de alto nível em ambas as empresas, traduzindo-se em maior margem e rentabilidade. Em suma, Unifique é a nossa escolha preferida no setor, dado o risco-retorno atraente nos múltiplos atuais;
  • Banda larga com alta velocidade. O segmento de banda larga no Brasil tem apresentado forte crescimento nos últimos anos. Vários fatores sustentam esse aumento, tais como: (i) a busca crescente por ganhos de eficiência; (ii) novas tendências de trabalho remoto; (iii) ensino a distância e (iv) crescente consumo de conteúdos digitais através de plataformas de streaming (Netflix, Youtube etc.), jogos online, redes sociais entre outros, que corroboram o aumento da procura de conexões ultrarrápidas em banda larga. A fibra (FTTH) emergiu como a tecnologia líder;
  • ISP de alta velocidade. Apesar de os maiores provedores de banda larga ainda serem grandes operadoras, como Claro (9,8 milhões), Vivo (6,3 milhões), Oi (5,2 milhões), Algar (726 mil) e Tim (673 mil), de acordo com dados da Anatel em junho de 2021, chama atenção o crescimento acelerado das ISPs (Internet Service Providers), ganhando bastante market share das grandes operadoras. Os ISPs atingiram mais de 40% do market share de banda larga fixa no Brasil e 61% do market share de fibra;
  • Compre na queda. Valuation ainda mais atraente após quedas recentes. Tanto Unifique quanto Brisanet caíram ~23 e ~24% desde seu IPO, respectivamente. Em nossa opinião, o fraco desempenho não reflete os fundamentos das empresas, mas sim uma maior aversão ao mercado acionário impactando ainda mais as small caps. Apesar do estresse de um cenário econômico mais desafiador, acreditamos na resiliência da demanda devido aos ventos favoráveis ​​para os serviços de fibra;
  • Clique aqui para conferir o conteúdo completo.

Banco do Brasil (BBAS3): Feedback BB Day 2021

  • O Banco do Brasil sediou ontem o BB Day 2021 com a presença dos principais executivos da empresa. O evento abordou os seguintes temas: i) Transformação cultural; ii) Relacionamento com o cliente; iii) Transformação digital; iv) Agronegócio; e v) Riscos e Sustentabilidade;
  • A principal mensagem da gestão foi a importância do negócio orientado ao cliente e a integração dos canais físicos e digitais para se adaptar ao atual cenário competitivo;
  • De maneira geral, temos uma visão positiva do evento e reiteramos nossa recomendação de Compra para o BB com preço-alvo de R$ 52,0/ação, com base em: i) Múltiplos atrativos, atualmente negociando a 0,6x P/VP 2021; ii) Dividend yield atraente, pois vemos um dividend yield de 15% em 2022; e iii) Operacionalmente defendido, com participação relevante de crédito consignado e rural na carteira;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Tenda (TEND3): Atual CFO da Tenda está em transição para COO. Marcos Pinheiro assume como CFO em 2022

  • Renan Barbosa Sanches (CFO da Tenda) decidiu buscar novos desafios profissionais na empresa como Diretor Operacional, a partir de janeiro de 2022;
  • Marcos Pinheiro Fillho será o novo CFO, com mais de 15 anos em finanças, RI e compliance. Marcos é graduado em Administração de Empresas pela PUC-SP e possui MBA pela University of California – UCLA. Além disso, possui experiência significativa em empresas listadas (Smiles, CVC e Gol);
  • Marcos ingressará na Tenda em 04 de outubro de 2021, deixando espaço para uma transição gradual com Renan Sanchez até o final do ano de 2021, sem qualquer disrupção, em nossa opinião.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Nubank terá negociação de ações no aplicativo e contrata exército de ‘influencers’ para estimular educação financeira. O Nubank vai colocar dentro do seu aplicativo, até o fim do ano, uma funcionalidade que permitirá aos usuários comprar e vender ações e BDRs de empresas listadas na B3. (Valor);
    • Seguros pagaram R$ 4,6 bi em indenizações a famílias de vítimas da covid no país. Valor foi desembolsado de abril de 2020 a agosto deste ano. Somente em 2021 foram R$ 3,5 bilhões por conta da pandemia. (Sindsegsp);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Pico da inflação deve aparecer nos números de setembro, diz presidente do Banco Central. (Folha);
    • Inflação desorienta mercado e preço do mesmo item chega a variar mais de 500%. (New Trade);
    • Magazine Luiza terá marca própria de moda. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • AB InBev Explores $1.2 Billion Sale of German Beer Brands. (Bloomberg);
    • Commodities Index Hits Record as World Rebound Meets Shortages. (Bloomberg);
    • Quebra amplia a disputa por cana no mercado físico. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Outubro traz crescente apreensão do setor sobre operação da rede no limite. (Agência Infra);
    • Decisão da Opep leva petróleo acima de US$ 81. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Amazon New World

  • A Amazon lançou recentemente o seu jogo denominado New World, o qual já ultrapassou 750 mil jogadores simultâneos na plataforma Steam;
  • OPEC+ optou por manter o plano de aumento gradual da produção de petróleo, contribuindo para uma alta de 2,5% no preço da commodity;
  • Espera-se que a indústria global de aviação registre perdas de apenas US$ 12bi em 2022, uma redução de 78% vs. o período anterior;
  • Dados do MSCI apontam que o múltiplo de preço/lucro de ações chinês sofreu forte contração em 2021;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Radar ESG | Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3): O que as empresas de telecomunicações brasileiras têm feito?

  • No geral, apesar de vermos ambas empresas ainda dando seus primeiros passos, destacamos positivamente suas iniciativas na agenda ESG, enquanto esperamos por mais avanços à frente, principalmente no que diz respeito à divulgação de dados, uma vez que elas ainda não possuem um relatório de sustentabilidade;
  • Ao longo deste relatório, destacamos os tópicos ESG que vemos como os mais importantes para a Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3) e analisamos como essas companhias estão posicionadas na perspectiva ESG;
  • Clique aqui para acessar o conteúdo.

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 05/10

  • A semana começou em campo negativo, com Ibov e ISE em queda de -2,2% e -1,8%, respectivamente;
  • No Brasil, (i) uma pesquisa realizada pela XP com 60 casas de renda variável mostrou que apenas um quarto delas possui políticas consideradas avançadas sob a ótica da plataforma, nos campos ESG, enquanto 35% das gestoras não incorporam essa agenda na tese de investimentos ou na política interna e 41% possuem práticas ainda experimentais;
  • No internacional, (i) o FMI afirmou ontem que a indústria de investimentos sustentáveis é muito pequena para conduzir a transição global a uma economia de baixo carbono e, para ajudá-la a crescer, os governos devem fazer mais para proteger os investidores de serem enganados pelo greenwashing; e (ii) alguns bancos europeus começam a se afastar de clientes que representam um risco climático para não terem que enfrentar a possibilidade de maiores exigências de capital, de acordo com o órgão que supervisiona a mudança, a Autoridade Bancária Europeia (EBA, na sigla em inglês). Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.