XP Expert

Mercados globais ainda digerem riscos da Ômicron; no Brasil, Congresso aprova orçamento de 2022

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

IBOVESPA +0,5% | 105.499 Pontos

CÂMBIO +0,1% | 5,73/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa encerrou a sessão da última terça-feira (21/12) com alta de 0,46%, aos 105.499 pontos, enquanto isso, o dólar fechou queda de 0,07% aos R$ 5,73. As taxas futuras de juros fecharam o dia de ontem em queda, refletindo as expectativas de primeira desaceleração da inflação no Brasil no ano, medida pelo IPCA-15 de dezembro. A liquidez reduzida na penúltima semana do ano acentuou o movimento dos desmontes de posição, ampliando o impacto na curva. Por fim, a ausência de surpresas fiscais negativas em torno do Orçamento 2022 também contribuiu para o movimento de queda. DI jan/23 fechou em 11,395%; DI jan/25 encerrou em 10,415%; DI jan/27 foi para 10,35%; e DI jan/29 fechou em 10,44%.

Nesta quarta-feira, mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,2% e Europa +0,1%) enquanto investidores buscam aferir os possíveis impactos da nova variante Ômicron na atividade econômica global e as incertezas sobre a aprovação do pacote de gastos fiscais trilionário nos EUA. Ainda sobre a pandemia, a AstraZeneca divulgou nesta terça-feira que está trabalhando em conjunto com a Universidade de Oxford para desenvolver uma vacina específica para a nova cepa do vírus. Nos EUA, o pronunciamento do presidente Biden descartou a possibilidade de novos lockdowns, contribuindo para a melhora no sentimento do mercado. Na China, o índice de Hang Seng (+0,6%) encerra em campo positivo, estendendo a sua recuperação da mínima dos últimos 21 meses, que gerou uma contração do múltiplo preço/lucro para 11,7x; o que tornou o valuation do índice o mais barato dentre os mercados globais, depois do Ibovespa, segundo dados do Bloomberg. No campo das commodities, o petróleo (+0,5%) e o gás natural (+1,0%) amanhecem em alta com as notícias do Reino Unido, Austrália e EUA descartando novas restrições para a contenção do vírus.

Por fim, em economia, o Orçamento de 2022 foi aprovado no Congresso brasileiro, dando fim ao ano legislativo. Entre os pontos mais polêmicos, a peça orçamentária destinou R$ 4,9 bilhões ao fundo eleitoral, R$ 16,5 bilhões às emendas de relator e R$ 1,7 bilhões para o reajuste de policiais. Após o alargamento do teto de gastos e o não pagamento de precatórios, o orçamento de 2022 parece crível, mas não será executado sem desafios.

Tópicos do dia

Economia

  1. Mercados ainda digerem riscos da ômicron: Congresso aprova orçamento de 2022 no Brasil

Empresas

  1. Eve Fecha Acordo de Fusão com a Zanite; Positivo
  2. Alpargatas (ALPA4): Trazendo mais detalhes sobre a aquisição da Rothy’s
  3. Vale (VALE3): Vale avança no seu plano de desinvestimento com a venda de sua mina de carvão
  4. Assaí (ASAI3): Novas adições ao carrinho; Feedback da visita à nova loja do Assaí
  5. Principais notícias dos setores

Mercados

  1. Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Nike supera expectativas

ESG

  1. Descarbonização em foco: Vale, distribuidoras e Embraer são o destaque | Café com ESG, 22/12

Veja todos os detalhes

Economia

Mercados ainda digerem riscos da ômicron: Congresso aprova orçamento de 2022 no Brasil

  • No Reino Unido, um dos países mais afetados pela variante ômicron até agora, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que não introduziria novas medidas no pais antes do Natal e o chanceler, Rishi Sunak, anunciou 1 bilhão de libras (US$ 1,3 bilhão) de apoio extra para as empresas mais afetadas pelo novo aumento de casos. No entanto, dados divulgados ontem mostraram que a economia da Grã-Bretanha cresceu mais lentamente do que se pensava anteriormente no período de julho a setembro, mesmo antes de a variante ômicron ameaçar mais danos econômicos. O produto interno bruto do Reino Unido aumentou 1,1% no terceiro trimestre, mais fraco do que uma estimativa preliminar de crescimento de 1,3%;
  • Na França, os preços ao produtor subiram 3,5% somente em novembro. Isso se deve em grande parte a um aumento feroz nos preços da energia no atacado, que continuou neste mês devido à escassez de gás natural e às interrupções nas usinas nucleares francesas. A energia de base francesa para fevereiro é agora estimada em mais de 1.000 euros por megawatt-hora, cerca de 20 vezes o preço médio visto na última década;
  • Nos EUA teremos às 10:30 terceira divulgação do PIB do 3T21, que não costuma trazer tantas mudanças, e Chicago FED;
  • No Brasil, o Orçamento de 2022 foi aprovado no Congresso, dando fim ao ano legislativo. Entre os pontos mais polêmicos, a peça orçamentária destinou R$ 4,9 bilhões ao fundo eleitoral, R$ 16,5 bilhões às emendas de relator e R$ 1,7 bilhões para o reajuste de policiais. Após o alargamento do teto de gastos e o não pagamento de precatórios, o orçamento de 2022 parece crível, mas não será executado sem desafios;
  • O Banco Central divulga os dados do balanço de pagamentos às 9:30 e o Tesouro o relatório mensal da dívida às 14:30.

Empresas

Eve Fecha Acordo de Fusão com a Zanite; Positivo

  • A Embraer anunciou por meio de um fato relevante que sua subsidiária de eVTOL, Eve, celebrou um acordo de combinação de negócios definitivo com a Zanite, uma empresa de aquisição de propósito específico (SPAC);
  • Vemos isso como um passo importante para o destravamento de valor de Eve, com valor patrimonial proposto de US$2,9 bilhões, implicando uma participação acionária de US$2,4 bilhões para a Embraer (82,3% de participação pós-transação), comparado com seu o valor de mercado atual de US$3,0 bilhões, e acima das expectativas do mercado (valor da firma de US$2,4 bilhões está acima dos US$2,0bi mencionados pela mídia há alguns meses);
  • Reiteramos nossa visão otimista com a Embraer, apoiada por
    • recuperação da aviação comercial que deve impulsionar a melhoria do desempenho operacional, e;
    • potencial de valor da Eve dando suporte ao prêmio de valuation da Embraer vs. histórico (2022 EV/EBITDA de 8,9x vs. média histórica de 7,5x).

Alpargatas (ALPA4): Trazendo mais detalhes sobre a aquisição da Rothy’s

  • Tivemos uma reunião com a gestão da ALPA para ter mais detalhes sobre a aquisição de Rothy’s;
  • Neste relatório, trazemos as principais mensagens que extraímos da nossa conversa e que acreditamos serem importantes de compartilhar com investidores;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Vale (VALE3): Vale avança no seu plano de desinvestimento com a venda de sua mina de carvão

  • Em Fato Relevante publicado ontem (21), a Vale divulgou a celebração de um acordo vinculante com a Vulcan Minerals para vender a mina de carvão Moatize e o Corredor Logístico Nacala (CLN) pelo total de US$ 270 milhões, sendo US$ 80 milhões na conclusão da transação e US$ 190 milhões do negócio existente até a conclusão. Além disso, o acordo ainda inclui um Acordo de Royalty de 10 anos sujeito a certas condições de produção da mina e preço do carvão;
  • Em nossa opinião, a venda dos ativos é positiva para a companhia, uma vez que a Vale se comprometeu em focar em seus negócios core e vem se transformando em uma líder na mineração de baixo carbono. Além disso, a Vale estabeleceu como meta ser neutra em carbono até 2050. Para atingir essa meta, planeja uma redução de 15% até 2035 nas chamadas emissões de escopo 3, aquelas geradas quando os clientes queimam ou processam suas matérias-primas. A venda de Moatize definitivamente é um passo para cumprir essa meta;
  • Reiteramos nossa visão otimista para a Vale, apoiada por (i) forte geração de caixa, mesmo considerando a recente correção nos preços de minério de ferro, (ii) gestão disciplinada na alocação de capital, com avanços ESG e (iii) valuation atrativo. Mantemos nossa recomendação de Compra para a companhia, com preço-alvo de R$ 91 por ação;
  • Para mais informações, clique aqui.

Assaí (ASAI3): Novas adições ao carrinho; Feedback da visita à nova loja do Assaí

  • Semana passada fizemos uma visita em uma loja do Assaí no Rio de Janeiro junto com a empresa e alguns investidores. O objetivo da visita foi analisar as novas adições na loja que estão sendo testadas para melhorar sua proposta de valor e torná-la mais aderente a locais mais premium e/ou classes de renda mais alta;
  • Na nossa visão, isso traz uma leitura para as conversões das lojas do Extra, uma vez que esperamos que elas tenham uma proposta de valor diferenciada, devido às suas localizações mais centrais. No geral, tivemos uma impressão positiva e continuamos otimistas com as perspectivas de crescimento do Assaí pela frente. Mantemos nossa recomendação de compra;
  • Clique aqui para acessar o relatório completo.

Principais notícias dos setores

Nestas publicações diárias, trazemos as principais notícias nacionais e internacionais dos setores: Financeiro, Varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.), Agro, Alimentos e Bebidas e Energia (óleo & gás e elétricas).

  • Notícias Diárias do Setor Financeiro
    • Crédito vai desacelerar em 2022, mas inadimplência não preocupa. (Valor);
    • Pix já equivale a mais de 80% do número de transações com cartões. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo
    • Inflação e crise alertam lojistas no Natal. (Folha);
    • Mercado Livre, Americanas, Magalu: acesso às lojas via aplicativo cresce 25% até novembro. (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório.
  • Agro, Alimentos & Bebidas: confira as principais notícias
    • O voto de minerva de Pedro Parente na BRF (Pipeline Valor);
    • Avanço de etanol de milho vai exigir R$ 12 bi até 2030 (Valor);
    • Commodities: Soja tem sexta alta consecutiva em Chicago (Valor);
    • Clique aqui para acessar o relatório completo.
  • Radar Energia XP: Notícias diárias do setor de energia
    • Contratação de usinas fósseis afasta setor dos objetivos climáticos. (Valor Econômico);
    • EPE: Produção de petróleo deve saltar 53% em dez anos, mas Brasil manterá dependência de importações. (Valor Econômico);
    • Clique aqui para acessar o relatório.

Mercados

Radar Global: Análises das principais empresas e tendências sob o nosso Radar | Nike supera expectativas

  • Resultados da Nike surpreendem, impulsionados pela forte demanda na América do Norte;
  • Microsoft anuncia nova aquisição no segmento de anúncios digitais;
  • Carnival sinaliza cancelamentos de reservas no curto prazo devido a nova variante, mas mantém perspectivas positivas para 2022;
  • Desaceleração do setor imobiliário chinês poderá impactar demanda global por commodities;
  • Acesse aqui o relatório internacional.

ESG

Descarbonização em foco: Vale, distribuidoras e Embraer são o destaque | Café com ESG, 22/12

  • O Ibov fechou o pregão desta terça-feira em alta de +0,5%, enquanto o ISE fechou em leve queda de -0,07%;
  • No Brasil, (i) a Vale anunciou ontem a venda de seus ativos de carvão em Moçambique por US$ 270 milhões para a Vulcan Minerals, subsidiária da indiana Jindal Group, concretizando a saída da Vale do negócio de carvão, objetivo que havia sido comunicado pela empresa no início do ano, com a ambição de se tornar líder na mineração de baixo carbono; e (ii) a dez dias do fim do ano, menos da metade das distribuidoras de combustíveis bateram as metas de descarbonização fixadas pelo governo, uma vez que 68 de um total de 143 empresas adquiriram créditos de produtores e importadores de biocombustíveis suficientes para compensar as emissões provocadas pela queima de produtos fósseis, como gasolina e óleo diesel, vendidos por essas distribuidoras;
  • No internacional, a Agência de Proteção Ambiental (EPA) finalizou novos requisitos para as emissões advindas de automóveis até 2026, que revertem a decisão do ex-presidente Donald Trump, com padrões mais robustos e rigorosos, que acelerará uma mudança dos EUA para mais veículos elétricos;
  • Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

B3 Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.