Ibovespa encerra terceira semana seguida com ganhos e recupera perda acumulada no ano

Tudo o que você precisa saber sobre os mercados nacional e internacional, com análises econômicas e políticas sobre fatos que podem impactar seus investimentos.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Clique para ouvir

IBOVESPA 0,3% | 121.114 Pontos

CÂMBIO -0,5% | 5,59/USD

O que pode impactar o mercado hoje

O Ibovespa fechou a semana em alta de +2,9%, aos 121.114 pontos, encerrando a terceira semana seguida com ganhos e, finalmente, recuperando as perdas acumuladas no ano. O movimento teria sido impulsionado pelo otimismo das Bolsas internacionais em relação a dados econômicos positivos nos EUA e na China, além do início da temporada de balanços das empresas americanas, cujos resultados no primeiro trimestre de 2021 superaram expectativas até agora.

Hoje, os mercados globais amanhecem sem movimentos expressivos (EUA -0,1% e Europa +0,1%). No geral, os investidores estariam cautelosos em função da recente pausa nas vacinas da Johnson & Johnson, conforme sugerido pela agência de alimentos e de medicamentos dos Estados Unidos, a FDA. Adicionalmente, o mercado também estaria de olho na continuação da divulgação dos resultados de empresas americanas, com 14,1% do S&P 500 divulgando esta semana.

Na frente econômica, o time de Economia da XP entende que a recuperação global deve continuar e que tal percepção viria dando sustentação aos mercados. Nesta semana, o principal evento é a reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) na quinta-feira (22), uma vez que os mercados devem monitorar se a autoridade monetária sinalizará ou não novos estímulos à Zona do Euro. Já no Brasil, estaríamos entrando na semana decisiva para o Orçamento: o presidente Bolsonaro tem até quinta-feira para assinar ou vetar o projeto.

Apesar da tensão nas negociações sobre o Orçamento durante os últimos dias, o governo estaria caminhando para um acordo que preserve recursos da emenda de relator para deputados e senadores por meio de um veto parcial. Ainda assim, o time de Política da XP destaca que as idas e vindas no assunto ao longo do último mês teriam deixado a relação entre o Congresso e o Ministério da Economia em situação mais delicada.

Na seara internacional, os holofotes estão sob as relações entre Beijing e Washington, que ainda estariam se ajustando às novas dinâmicas após a eleição de Joe Biden nos Estados Unidos. Destaque pra o fato de que as duas maiores economias do mundo se comprometeram a cooperar para enfrentar mudanças climáticas. Por fim, na Alemanha, o embate pela sucessão de Angela Merkel continua em foco após os líderes que disputam a candidatura da aliança CDU-CSU não cumprirem o prazo anunciado para definir quem representará o partido na eleição de setembro.

Do lado das empresas, destacamos a publicação da prévia de resultados do setor de Mineração & Siderurgia e Papel & Celulose. Para os analistas Yuri Pereira e Thales Carmo, os preços mais altos do minério de ferro e do aço são o principal destaque do trimestre e devem compensar os custos mais altos no setor. Já do lado de Papel & Celulose, um dólar forte e preços de celulose mais altos devem gerar mais um trimestre forte do lado da receita para as empresas do segmento. Confira o relatório completo clicando aqui.

Tópicos do dia

Acesse aqui o relatório internacional

Economia

  1. Semana Decisiva para o Orçamento de 2021

Política

  1. Política Internacional

Commodities

  1. Prévias de Mineração & Siderurgia e Papel & Celulose: Preços mais altos compensam a pressão nos custos

Empresas

  1. Vestuário: Lojas Renner confirma estudo de possível aumento de capital; Notícias sugerem aquisição no radar
  2. Gerdau (GGBR4): Anúncio de expansão no segmento de aços especiais
  3. Notícias Diárias do Setor Financeiro
  4. Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo nacional e internacional

ESG

  1. Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 19/04

Veja todos os detalhes

Economia

Semana Decisiva para o Orçamento de 2021

  • Os mercados estão positivos, ajudados por fortes dados econômicos da China e dos EUA na semana passada. De acordo com o Financial Times, os consumidores em todo o mundo acumularam uma economia extra de U $ 5,4 trilhões durante a pandemia, o que deve abrir caminho para robustos gastos no pós-Convid;
  • A União Europeia deve receber 100 milhões de doses extras da vacina BioNTech / Pfizer este ano. A Europa está atrás dos EUA e do Reino Unido no processo de vacinação;
  • Não há dados econômicos importantes hoje. Nesta semana, o destaque é a reunião de política monetária do BCE, na quinta-feira (22/04). Os mercados estão monitorando se o Banco considerará dar mais estímulo à zona do euro;
  • No Brasil, entramos na semana decisiva para o Orçamento, que deve ser sancionado ou vetado até quinta-feira. A tendência é que Bolsonaro vete parcialmente as emendas, recompondo os gastos obrigatórios. No final de semana, matéria do Estadão diz que o governo estuda utilizar uma folga entre BRL 8 bi e BRL 15 bi de recursos do Bolsa Família a fim de aliviar cortes nas despesas. Os recursos viriam daqueles beneficiários do programa que recebem o auxílio emergencial. No ano passado, o TCU não concordou com o uso dessa sobra de recursos para gastos não emergenciais, mas o governo espera flexibilização do órgão neste ano;
  • O Banco Central publica hoje seu índice mensal de atividade econômica – IBC-BR- de fevereiro. (XP: 0,90% mês/mês; Bloomberg: 0,90%).

Política

Política Internacional

  • Na seara internacional, os holofotes estão sob as relações entre Beijing e Washington, que ainda estão se ajustando as novas dinâmicas após a eleição de Joe Biden nos EUA. A China disse que esforços para criar um yuan digital são voltados para uso doméstico não para substituir o dólar, segundo um funcionário sênior do banco central;
  • No lado ambiental, os países se comprometeram a cooperar para enfrentar mudanças climáticas em comunicado conjunto publicado após reuniões entre autoridades;
  • Ao mesmo tempo, Biden e o primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, se comprometeram a trabalhar juntos para abordar os desafios apresentados pela China em reunião na Casa Branca. Nessa linha, o secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken, disse que, em parte, a decisão de retirar tropas do Afeganistão se deve a necessidade de focar recursos na relação com a China;
  • E na Alemanha, o embate pela sucessão de Angela Merkel continua em foco após os líderes que disputam a candidatura da aliança CDU-CSU não cumprirem o prazo anunciado para definir quem representará o partido na eleição de setembro. Armin Laschet (CDU), que representa a tradicional ala moderada da aliança, e Markus Soder (CSU), cuja eleição marcaria uma nova direção para o partido, realizam negociações e devem anunciar uma resolução nos próximos dias. O partido Verde, que aparece segundo nas pesquisas, escolheu Annalena Baerbock como sua candidata.

Commodities

Prévias de Mineração & Siderurgia e Papel & Celulose: Preços mais altos compensam a pressão nos custos

  • Mineração e Siderurgia: Os preços mais altos do minério de ferro (US$167 por tonelada, +25% T/T) e do aço (+15% na comparação trimestral, em média) são o principal destaque do trimestre e devem compensar os custos mais altos. O mercado deve prestar atenção às teleconferências para obter mais informações sobre os possíveis aumentos de preços de aço em abril;
  • Papel e Celulose: Um dólar forte e preços de celulose mais altos (fibra curta na China a US$ 610 por tonelada, +33% T/T) devem gerar mais um trimestre forte do lado da receita, em nossa opinião. No entanto, anúncios de aumentos de preços no primeiro trimestre podem estar refletidos somente nos resultados do 2T21. O mercado estará atento a potenciais paralisações e seus impactos sobre os volumes e custos. No segmento de papel, o aumento do preço do papel reciclado (+20-30% T/T) é o principal destaque, embora as empresas tenham conseguido aumentar os preços de papel / embalagens ao consumidor final. Papel para embalagens e papelão ondulado (ABPO +5% T/T) devem seguir compensando os fracos volumes dos segmentos de imprimir e escrever.

Empresas

Vestuário: Lojas Renner confirma estudo de possível aumento de capital; Notícias sugerem aquisição no radar

  • A Lojas Renner publicou um fato relevante na sexta informando que está estudando um aumento de capital, mas destacou ainda não terem visibilidade se, quando, e nem para o que seriam usados os recursos. De acordo com notícias, a oferta seria de R$4,0 a 4,5 bilhões com os recursos destinados para financiar seu crescimento orgânico e/ou um eventual M&A (fusão ou aquisição);
  • Com isso, os investidores buscaram entender quais ativos poderiam ser alvo nesse sentido, levando a uma forte performance para diversos papéis do setor de vestuário na sexta feira;
  • Trazemos nossa visão sobre uma potencial combinação de Lojas Renner e C&A, assim como com Marisa e Le Lis Blanc. Clique aqui para ver o relatório completo.

Gerdau (GGBR4): Anúncio de expansão no segmento de aços especiais

  • Segundo notícia do Valor Econômico, a Gerdau vai investir cerca de R$ 1 bilhão em sua operação de aços especiais no Brasil e aumentar 33% da produção. Os recursos serão aplicados entre 2021 e 2022, com o objetivo de aumentar a capacidade de produção desse segmento. Com os investimentos, a expectativa é de aumentar a produção de aços especiais de 661 mil, em 2020, para 880 mil toneladas;
  • O segmento de aços especiais da Gerdau atende majoritariamente a indústria automotiva (cerca de 70% das vendas) que, segundo a companhia, deverá permanecer assim nos próximos anos. No entanto, a Gerdau vem buscando novas avenidas de crescimento para esse braço e ressalta que o segmento eólico poderá contribuir muito para essa expansão – atualmente, as vendas para usinas eólicas representam de 3% a 4% das vendas. Os investimentos serão focados das unidades siderúrgicas de Charqueadas (RS), Mogi das Cruzes e Pindamonhangaba (SP);
  • Mantemos nossa recomendação de Compra para Gerdau.

Notícias Diárias do Setor Financeiro

  • Acesse este relatório com notícias do setor financeiro que complementam nossos comentários publicados no Morning Call, mas que não consideramos relevantes o suficiente para serem analisadas. Aqui você encontra o título com o link para a fonte original da notícia, além de uma breve descrição do conteúdo;
  • Clique aqui para acessar o relatório.

Entrega XP: Notícias diárias do setor de varejo nacional e internacional

  • Nesta publicação diária, trazemos as principais notícias do setor de varejo (e-commerce, supermercados, lojas de roupa, farmácias, etc.) nacional e internacional, complementando nossa visão sobre as tendências e acontecimentos mais importantes do dia. Além disso, o relatório contém um resumo dos múltiplos e recomendações para as empresas de nossa cobertura.
  • Clique aqui para acessar o relatório.

ESG

Café com ESG: Conteúdos diários que transformam | 19/04

  • Neste relatório diário publicado todas as manhãs pelo time ESG do Research da XP, buscamos trazer as últimas notícias para que você comece o dia bem informado e fique por dentro do que o Brasil e o mundo falam sobre um tema que tem ficado cada vez mais relevante: ESG – do termo em inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG – Ambiental, Social e Governança;
  • Quais tópicos abordamos ao longo do conteúdo? (i) Notícias no Brasil e no mundo acerca do tema ESG; (ii) Performance dos principais índices ESG em diferentes países; (iii) Comparativo da performance histórica do Ibovespa vs. ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial, da B3); e (iv) Lista com os últimos relatórios publicados pelo Research ESG da XP;
  • Por que essas informações são importantes? Porque elas indicam os temas dentro da agenda ESG que estão sendo cada vez mais monitoradas por parte dos investidores e das empresas, e podem impactar os preços das ações de diferentes companhias. Clique aqui para acessar o relatório e começar o dia bem informado com as principais notícias ao redor do Brasil e do mundo quando o tema é ESG.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.